~contagiosa

contagiosa
{+weird;;}
Nome: 👽
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 5 de Fevereiro
Idade: 5
Cadastro:

Quarto Crescente - Fichas


Postado





Brooke – The Werewolf






With folded arms you occupied the bench like toothache
Stood and puffed your chest out
Like you'd never lost a war
And though I tried so not to suffer
The indignity of a reaction
There was no cracks to grasp
Or gaps to claw
( queria por tudo, adorun )

-Crying Lightning

------------------------

"My days end best when the sunset
Gets itself behind
That little lady sitting on the passenger side
It's much less picturesque without her catching the light
The horizon tries but it's just not as kind on the eyes"

-Arabella

( Tudo do Arctic Monkeys )



FICHA





Nome completo: Brooklyn Woods

▸ Brooklyn acha seu nome totalmente nada a ver, então prefere que a chamem de "Brooke".

▸ Esse nome totalmente desconexo foi dado pela sua falecida mãe.

Nacionalidade: Nova Orleans/Orleães, Louisiana, Estados Unidos | Norte-americana.

Idade: 22 anos | Nascida no dia cinco de fevereiro de 1994, sendo assim do signo de aquário. ( com lua em leão para dar um empurrãozinho na vida )

Sexo: Feminino

Sexualidade: Héterossexual ( não me espanque )

Personalidade:

É uma mulher que apesar de quando é vista sozinha estar sempre calada ou pensativa, em grupo é uma pessoa extremamente sociável. Ela conversa com qualquer um qualquer um que lhe chamar e oferecer algo mesmo que seja banal ( isso se ela não estiver ocupada, caso esteja apenas as conversas importantes ). Tem um senso de humor e tanto, e não dispensa uma piadinha em horas vagas.

Ela é generosa com quem merece, ou no caso, com quem precisa ser, já que, sendo alfa é o dever dela proteger seu grupo quando eles por si só não conseguirem. Porém se ela não ligar para você, sugiro que nem peça a ajuda dela, ela não hesitará em te deixar morrer, como eu disse antes, tem que ser importante para ela, caso contrário ela não fará muito para te ajudar.

Ela é corajosa! Quando quer algo vai lá e faz, não fica esperando atitude de ninguém! Também é determinada, sempre que faz algo se esforça para sair o melhor possível! Por fim, é super persistente, quando coloca algo na cabeça não há ninguém que tire essa ideia dela! E tudo isso junta em um combo de "nem vem que não tem"!

Ela não é do tipo que é sentimental demais, portanto, pode acabar dando respostas frias para situações um tanto delicadas apenas por não saber como lidar, e na verdade, se acontecesse com ela, ela não se importaria, então ela acaba respondendo assim. Também não é do tipo que fica enrolando para sacrificar os outros, isso já aconteceu várias vezes na vida dela, e bem, se é pedido pela pessoa que está agonizando para mata-la, ela o faz sem hesitação, e o por disso é que ela não sente o remorso de ter dado um fim em uma vida.

Brooke é ligeiramente muito moleca! Não tem frescura nenhuma, afinal, passou uma grande parte da sua vida apenas no meio do mato! Então aprendeu a correr em cima das pedras descalça sem os pés doerem, se suja na terra sem nem pensar duas vezes, ela no geral não é dessas nojentinhas que se recusam a andar de chinelo na grama! Tanto que seus cabelos vivem em segundo plano, aparência não é tão importante, não é como se ela ligasse para o que acham de ruim nela! E eu não podia esquecer de citar que ela é super boca suja, ela fala "porra" ( entre outros ) tipo... A qualquer momento, mesmo que esteja murmurando ( já que fica super frustrada quando quer conversar, tem gente ao seu redor mas nenhuma delas a chama, ai acontece dela murmurar essas coisas e sair para a floresta ir arrumar algo mais importante para fazer do que ficar de vela no meio de um grupinho ).

Ela não é do tipo que deposita confiança nas pessoas nos primeiros dois minutos de atenção que dão a ela, na verdade, sua confiança é algo que beira o inatingível. É preciso de anos e anos de amizade para isso, sem falar que se pisar muito na bola com ela, não importa se tem catorze anos de amizade, ela vai se recusar a confiar em você, já que, você vive errando com ela. Porém ela também identifica traidores, não é porque eles são uns santinhos com ela que ela vai confiar de mão aberta, por isso digo que é muito difícil ser de confiança. E por esses mesmos motivos ela se recusa a morrer, afinal, ela não deixaria seu bando nas mãos de pessoas que ela não confia!

Tem uma paciência moderada, porém quando seu limite é atingido corram para longe! Ela eleva a voz e não pensa em falar algumas verdades para você! Na verdade ela fala o que pensa, e doa a quem doer! Se você for um pau no cu, ela vai jogar na tua cara com uma voz de desdém indescritível, sem falar que ela fica bem nervozinha e agressiva . Porém após seu showzinho ela fica até que arrependida de ter dito certas coisas, até porque não importa com quem seja, ela se descontrola no mesmo nível, então as vezes acaba falando merda para amigos preciosos, porém ela até certo ponto é orgulhosa, e só irá pedir desculpas se isso realmente estiver a atormentando.

Apesar de ter essa aparência de gente trouxa, felizmente só aparenta, ela na verdade é extremamente inteligente, mesmo tendo estudado em casa, sempre foi capaz de entender tudo e mais um pouco, tanto que tem um entendimento elevado sobre diversos assuntos! Ela é uma boa observadora, sempre atenta aos mínimos detalhes, juntando isso com sua ótima habilidade de estratégia, faz do seu bando quase impenetrável, já que tudo o que acontece ali ela logo fica sabendo!

Brooke é uma pessoa extremamente possessiva, e mesmo que seja generosa com alguns, tem um espírito de egoísta! Sendo assim já se pode ver como ela é marrenta pra caralho! Nem cogite a ideia de pegar algo dela, é bem capaz dela agarrar com unhas e dentes e se duvidar ela ainda vai ROSNAR pra você, acredita?!!

Ela não se apaixona facilmente, na verdade é o mesmo esquema da confiança, precisa ter amizade, afinidade intimidade e antes de tudo, a confiança. Então eu diria que conquistar seu amor é até mais difícil do que conquistar sua confiança! Porém quando se apaixona ela fica mais possessiva coma pessoa, fica imaginando coisas entre outras coisas que o inconveniente do amor trata de fazer com a mente dos outros! Ela particularmente nunca se apaixonou para valer, sendo assim, tem uma pequena vontade escondida de se apaixonar uma última vez.

História:

Brooklyn é fruto de uma noite de prazer qualquer entre um alfa e uma humana qualquer. Mais precisamente Eliza, sua mãe e Adam, seu pai. Brooke já causava problemas antes mesmo de nascer, tanto que, quando sua mãe descobriu sua gravidez, ficou atordoada, afinal, ela era uma adolescente de dezesseis anos que vivia apenas com sua avó que por sinal não estava muito boa. Estando nessa situação complicada, Eliza não viu outra opção a não ser contar ao homem na qual sempre via sentado no mesmo lugar. Depois disso várias coisas aconteceram, como por exemplo, Adam forçou a ida dela para o lugar onde o bando dele ficava, pois ele queria essa cria mais do que tudo, portanto, ela era protegida naquele lugar, e assim ficou durante mais nove meses!
Quando Brooklyn nasceu, por incrível que pareça, ela chorou de tanta felicidade, mesmo que nesse tempo todo tenha sido dada como desaparecida entre outras situações na qual ela devia se preocupar, no momento a pequena Brooke era um motivo de muita alegria.
No final de tudo, ela aprendeu a viver naquele lugar no meio do mato, e assim viveu, cirando Brooke junto de Adam e o resto do bando. Porém depois de três anos vivendo assim, um outro bando descobriu que Adam mantinha duas humanas no meio da "alcateia", então resolveram ataca-los já que, eles ficariam mais fracos tendo que protege-las! E no meio disso tudo, os pais de Brooke acabaram falecendo - mas claro levando vários junto com eles -, o lugar estava totalmente destruído, e além do mais Brooke fora deixada a mercê do mundo.
O novo líder do grupo decidiu que iriam mudar de lugar, e levariam a pequena Brooke junto. Eles acabaram mudando de cidade, indo então para Westlake, uma cidade calma com aparência de cenário de séries de TV. Brooke estudava no grande casarão que o bando havia comprado, sendo assim, nunca fora a escola, e na verdade, nunca ligou muito para isso, ela tinha seus amigos no bando, não precisava de ninguém mais do que a sua família - isso é o que ela pensava no momento -.
Anos se passaram e Brooke tinha crescido, havia se tornado uma bela jovem, com uma aparência que lembrava seu pai, porém com os lindos olhos de sua mãe, sem sombra de dúvidas ela havia se tornado uma bela moça. Com seus quinze anos já sabia de tudo o que havia acontecido com seus pais, e bem, ela ficava triste por não te-los do lado. Em uma noite sem luar andado pela mata que ficava perto de sua casa, ela começa a ter uma dor de cabeça muito forte, logo ela foi se alastrando pelo seu corpo inteiro! E doía, doía muito, tanto que ela já não aguentava mais. Ela acabou caindo de joelhos enquanto ouvia o som de seus ossos se quebrando e formando algo novo, ela estava simplesmente se transformando em um... Monstro! Ela se lembra de olhar para as suas mãos e ver suas unhas longas e afiadas, ao ver seu reflexo na água do lago ficou pasma, seu olhos brilhando em um azul intenso enquanto suas presas não paravam de crescer. Sem sombra de dúvidas esse dia marcou a vida dela para sempre... Foi totalmente horrível.
O atual alfa havia lhe explicado que ela era de sangue, portanto não havia como eles saberem que isso aconteceria para eles darem dicas de truques para não doer tanto, sendo assim, ela sofreu mais do que o preciso. Depois disso a informaram sobre tudo, e bem, logo ela também fazia parte da alcateia.

( Essa parte é caso resolva aceita-la como alfa)

Três meses após ela completar seus dezenove anos, houve uma briga entre bandos, parece que eles sempre arrumam um motivo para brigas... Porém o que ela não esperava é que ao sair pela porta dos fundos para verificar a situação da briga, la encontrasse o alfa agonizando no chão, prestes a morrer, e ficou ainda mais surpresa quando ele pediu para que ela o matasse, ela inicialmente hesitou um pouco, porém olhos profundamente dos olhos dele perguntando se era isso mesmo o que ele queria, logo depois afiou suas unhas e apenas dilacerou a garganta dele, assim o matando na hora. Depois disso veio um incomodo igual a aquele da sua primeira transformação, era como se estivesse acontecendo novamente! Ela estava... Pegando o cargo de alfa, afinal, ela, uma beta havia matado o alfa, sendo assim, era obrigatório que esse "poder" passasse para ela.
Desde então ela vem cuidando de seu bando que infelizmente naquela noite na qual ela nunca esquecerá vários deles haviam morrido. Porém ela prometeu não só para eles mas para ela mesma que isso não voltaria a acontecer, ela iria... Acabar com qualquer um que ousasse por as mãos na sua... Família!

Aparência:

Humana
















Brooke tem longos cabelos de um tom amendoado, que, na maioria das vezes parece que é castanho escuro, então só se pode ver sua "verdadeira cor" no sol, eles são suavemente carregados de leves ondulações,descem como uma bela cascata pelos seu ombros largos e batem na altura de seus seios medianos.Costuma deixá-los soltos, presos em um rabo de cavalo ou em um coque mal feito.

Seus olhos são de um tom esverdeados, que, dependendo da luz do local podem passar a impressão de serem azuis, eles estão sempre brilhantes e expressivos; ambos possuem cílios longos e volumosos. Suas sobrancelhas são grossas e minimamente arqueadas, e bem, elas não são totalmente arrumadinhas.
Seu nariz é fino e reto, ele é pontudo e um pouco arrebitado. Seus lábios são carnudos e possuem uma coloração rósea.

Sua pele é morena, macia e quase sem nenhuma imperfeição. Tem 1,76 de altura, tendo assim uma estatura bem alta para uma mulher, seu corpo não é muito curvilíneo, porém ela o considera bonito, sem falar que ele possui uma magreza moderada.
Fora seus seios, suas coxas e bumbum são medianos, e para ela, estão perfeitos assim!

Lobisomem



Como ela já é alta, com essa transformação ela chega a esticar até mais, assim só não alcançando os dois metros por 13cm. Com olhos de um tom âmbar brilhantes e desafiadores. Seus pelos variam entre tons claros e escuros - que pessoalmente, ela os adora -.

(Base das cores, já que eu não sei o nome delas ;-; )



Possui um bando ou é solitário? Possui um bando.

Se possui um bando, qual é a sua posição?

[x] Alfa ( se não achar viável, pode passar para beta )
[ ] Beta
[ ] Gama
[ ] Ômega
[ ] Filhote

Como age com os membros de seu bando?

Ela se considera a melhor líder que eles poderiam ter, afinal, ao contrário de quase todos os alfas e betas, ela não costuma diminuir os que estão em uma posição inferior aos betas, sendo assim, trata todos igualmente, até porque o seu ex-namorado que mai marcou na sua vida era um ômega, e ele ensinou tanta coisa boa e importante para ela que ela pensou "porque a maioria os trata diferente, eles são tão... Doces e mais humanizados!". Sem falar que ela conversa com todos, sempre está a procura de uma boa conversa, e se algum deles precisar, será uma boa ouvinte também, os aconselhando e fazendo várias outras coisas que uma amiga faria!
Ela também os alerta sobre muita coisa, não é atoa que ela foi dada como a mais esperta do bando, então ela exige que quando ela alertar algo, que eles não ignorem e sigam o que ela disser a risca, pois ela sabe o que faz, e faz para o bem deles, como já foi dito antes, ela não quer perder mais nenhum integrante da sua "família".
Porém mesmo se esforçando para ser uma líder descente, não consegue esconder sua grosseria e frieza nata, então é aquela coisa, é melhor se acostumarem com o jeito dela, porque apesar de tudo, ela ainda é.... Ela.

Caso exista um eventual romance, você deseja um par? Sim

Foi mordido ou nasceu com o vírus? Nasceu com o vírus.

Gosta:

▸ Música | Quanto a isso ela é bem eclética, mas tem lá suas preferencias.

▸ Doces | De todo tipo, porém em especial os chocolates.

▸ Liberdade | Já mencionei o fato dela odiar estar presa a coisas sem ter pedido por elas?

▸ Ler | Mistérios, ficção, romances... Tudo!

▸ Internet | E tudo que envolva tecnologia! Ela simplesmente vive grudada nesses aparelhos, ou ouvindo música ou fuçando em alguma outra coisa interessante.

▸ Boas conversas | Não dispensa uma conversinha banal, porém as memoráveis são....

▸ Cor amarela | Não sabe ao certo o porque, apenas simpatizou com a cor.

▸Kpop | E apesar de ser coisa para adolescentes, ela não está nem ligando, e se duvidar sabe uma coreografia. Seus grupos preferidos são o GOT7 e BTS.

▸ Indie/Rock | Apesar de curtir um kpop, ela é bem chegada em Arctic Moneys, Lana del Rey e coisas do tipo!

Não gosta:

▸ Arrogância | Simplesmente prefere nem olhar na cara de pessoas que se acham as maiorais.

▸ Perder | Ela sabe perder, mas ninguém disse que ela gosta..

▸ Tomate | Ou qualquer outra coisa que se use em saladas.

▸ Que fiquem no seu pé | Simplesmente CHATO!

▸ Gente muito boazinha | Isso não existe, é cilada!

▸ Que tentem a manipular.

Onde estuda/trabalha?

No momento faz duas faculdades, a de história e a de filosofia. E trabalha meio período como professora substituta em uma escola estadual, mais precisamente dá aula para o oitavo ano.

Medos/Fobias:

▸ Apesar de não aparentar - por saber esconder bem as coisas -, tem um puta medo de morrer cedo demais! Não pode ser chamado de tanatofobia porque não é extremo, é apenas um receio de deixar tudo desmoronando e simplesmente... Morrer.

▸ Tem medo de perder seu bando por completo, imagina a tragédia que seria....

Mataria ou morreria para salvar alguém? ( irei por do ponto de vista dela )

Depende de quem eu mataria e quem eu salvaria. Bem, não querendo me gabar mas eu não posso sair me matando por qualquer um! Eu em dias normais e em sã consciência não morreria por ninguém, a menos que eu tenha alguém fodidamente importante, ai podemos pensar no caso, só que tem uma coisa: Morrer não está nos meus planos! Eu voi salvar esse infeliz e vou sair viva dessa porra toda entendeu?!

Agora sobre matar alguém, realmente depende muito de quem eu irei matar, se eu tiver uma amizade verdadeira com a pessoa eu não sei se conseguiria, mas é como eu disse antes, irei tentar deter esses dois vacilões de merda! Não vejo necessidade de sujar as mãos sendo que posso manipular a pessoa para ela não fazer isso! Mas se eu não tiver saída, não penso duas vezes, se é matar ou morrer já está mais do que óbvio que eu não nadei para morrer na praia!

Qual é o seu pensamento a respeito dos caçadores? ( Ponto de vista de novo... )

É para definir? "São uns paus no cu!". Porque olha, pensa comigo, eu vivi grande parte da minha vida no meio da floresta sofrendo pra cacete porque isso dói, e não é como um simples enxaqueca, é tipo... Cem vezes pior então eu acho que a vida criou um povo desses pra foder ainda mais com o anús dos coleguinhas! Eu fico de cara porque as tretas que tem é só entre os bandos, eu mesma nunca vi um do meu bando ir fazer algazarra nessa cidade!

Mas sei que é o trabalho deles e blá blá blá, só que já foi avisado, eu não planejo morrer tão cedo! E se vierem para cima farei o que tiver que ser feito, afinal, eles podem ter armas que doem pra caralho, mas eu tenho vantagens, como por exemplo, eu certamente dou dois de cada um deles! Sem falar que eu sou mais rápida, regenero e antes de tudo, mato mais facilmente. Então não há problemas, eu tenho um bando também, temos tudo para triunfar caso eles queiram vir para cima! Eu já disse... Não vou pensar duas vezes antes de arrancar um pescoço fora.

Algo a acrescentar:

▸ Tem mania de roer as unhas ou ficar mexendo no cabelo quando está ansiosa/inquieta.

Favoritou para receber o capítulo com avisos? Sim

Palavra-chave: Sua mãe catando feijão




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...