~Crazy-chan

Crazy-chan
Luke
Nome: Luiza
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 19 de Julho
Cadastro:

[Confissão] Por um mundo com ficwriters mais felizes.


Postado

Olá, pessoas! Como estão todas vocês?

"Então, Crazy-chan, sobre o que você falará agora?". Pois bem, pessoas, esse jornal pode ser - e provavelmente será - um pouco cansativo, mas a questão é que essa criatura que vos fala sentiu certa urgência em abordar esse assunto.

"Tá, Crazy-chan, o que é, afinal?". Então, pessoas... Há algum tempo, confabulando com um leitor meu (que, por um acaso, também escreve uma coisa ou outra aqui no site), eu descobri que ele também sofre com o tal do Favoritismo desenfreado. "Mas o que é isso, Crazy-chan?".

Simples! Acredito que todo ficwriter aqui, mesmo que minimamente, já sofreu com isso. O Favoritismo desenfreado, expressão criada pura e exclusivamente por esse ser que vos fala, é aquele típico caso onde um ficwriter passa um tempão escrevendo um capítulo, corrigindo a gramática e criando personagens para, no fim, só receber notificação de favoritos.

"Ai, não, Crazy-chan! Esse assunto de novo?!". Sim, pessoas. Esse assunto de novo. Eu sei que ele está batido e ultrapassado, mas acontece que muitos escritores da web ainda sofrem com isso. "Ai, Crazy-chan! Que exagero!".

Não. Eu bem que gostaria que fosse, pessoas, mas o problema é que isso acontece com frequência. E bastante, até, para a infelicidade dos escritores. Eu não quero ser chata ou inconveniente, mas acredito que isso PRECISA ser dito. É algo crucial para manter a integridade entre os leitores e os escritores.

Diga-se de passagem, como uma escritora da web, eu sei muito bem como é isso. Lembrando-lhes que eu NÃO estou apontando para alguém específico; falo no geral, mesmo. "Mas Crazy-chan! Vocês não gostam de receber notificações de favoritos?". É claro que gostamos, mas não apenas isso.

O objetivo de um ficwriter é atingir a um público que goste das mesmas coisas que ele. Atingir a um público que faça parte do fandom. Para isso, portanto, nós gastamos um tempo em frente ao computador. E por diversas coisas, diga-se de passagem. Composição de enredo, elaboração de personagem, objetivo da trama... Fora a revisão da gramática, que - querendo ou não - leva BASTANTE tempo. (No meu caso, eu volta e meia perambulo pelas histórias mais antigas, procurando por erros de digitação ou algo assim).

"Tá! Mas aonde quer chegar?". Pois bem, pessoas. Temos diversos tipos de ficwriters pelo mundo afora, certo? Alguns postam por mera diversão, outros porque estavam apenas entediados. Mas há autores que postam porque querem se introduzir no mercado e escrever profissionalmente. (E eu, Crazy-chan, sou um exemplo). Se aventurar pelo ramo das fanfics, portanto, é uma boa alternativa para começar. E é aí que está o problema.

Nós não temos editores e supervisores para nos dar auxílio, então onde é que está a "base" dos escritores da web? Nos comentários. É de lá que vêm as críticas e os elogios; é de lá que, muitas vezes, tiramos nossa inspiração e nossa força de vontade para dar continuidade à trama. É de lá que adquirimos a consciência de que algo não está bom, de que há uma palavra escrita da forma errada. Dos comentários, simplesmente.

"Tá, mas eu não tenho tempo de ficar mandando comentário o tempo todo!". Ok, cada caso é um caso. Nós entendemos que sua prioridade é, por exemplo, ir a uma consulta médica ou terminar sua lição de casa. Claro, porque essas coisas influenciam em sua vida real. Mas o que custa voltar àquele capítulo para dar um feedback mais tarde, quando estiver em seu mundo virtual? O autor vai realmente gostar desse gesto, mesmo porque ele precisou abdicar de outro hobby para estar ali, postando um capítulo para quem o acompanha.

Mas individualidades à parte, pessoas! O caso é que muitos leitores deixam de enviar por pura preguiça. E isso nos magoa MUITO, para ser bem franca. Como dito anteriormente, é lógico que apreciamos um favorito na história, mas acontece que isso não influencia em absolutamente nada. Ou seja, nós não saberemos se a narrativa está agradando, se o enredo continua à altura, se os personagens são instigantes. Porque o favorito não nos remete a nada. Sinceramente, nós até ficamos na dúvida sobre a pessoa ter realmente lido o capítulo. Quem garante, afinal? Eu, por exemplo, tenho uma one-shot com os favoritos por volta de 123 pessoas, mas com apenas dez comentários de feedback. É desanimador, galera. Realmente desanimador, falando a verdade.

Nós meio que escrevemos às cegas sem os comentários, o que os torna fundamentais para a "evolução" de nossa escrita. Porque, sendo bem franca agora, quando não recebemos comentários, o que acontece? Simples! Nossa mente nos induz a pensar que está tudo idilicamente estruturado. Isso porque aquela é a nossa zona de conforto. Mas a questão é que isso nem sempre agrada aos que estão acompanhando. Os leitores, às vezes, podem achar que certa expressão ficou esquisita, ou que tal parte da narrativa não ficou clara. Mas aí é que está, não é? Se o leitor NÃO fala, não haverá melhoria, pois o escritor acha que tudo está nos conformes. E aí o erro vai se repetindo consecutivamente.

Mas essa é apenas uma das razões para se mandar um comentário. Como eu bem disse, a composição de uma história leva tempo, e o ficwriter precisou abdicar de uma outra atividade para fazê-la. Elogiá-lo pelo esforço não tomará muita parte de sua carga horária. Além de que isso fará uma pessoa feliz. MUITO feliz, a depender do conteúdo da mensagem.

"Ai, Crazy-chan! Mas eu tenho vergonha de postar um comentário! Todo mundo pode ver!". Simples! Envie uma Mensagem Privada (ou MP) ao autor. Diga o que gostou, o que acha que poderia melhorar e o que gostaria que acontecesse a X personagem. Não se preocupe, nós não mordemos. (Risos). Isso fará com que o autor se sinta mais próximo de você, na verdade. Eu costumo até marcar os usuários que fazem isso, dando um tipo de "atenção extra" para suas opiniões. E é assim que um vínculo de amizade se forma, até. (Risos).

Enfim, pessoas, era isso. Foi mais uma forma de extravasar o meu rancor, mas, de qualquer forma...

Ratificando: eu NÃO apontei o dedo para pessoas em especial. Foi uma chamada de atenção geral, para todos se conscientizarem de que essa mania do Favoritismo desenfreado é frustrante.

Então, por um mundo com ficwriters mais felizes...

Comente! (Risos).

Abraços,

Crazy-chan.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...