~Cricket

Cricket
Stay Alive.
Nome: ∞ Rσввıε | {Luan💕Ɓαтмαη} Oph«marida [𝐼sa➷sweetheart]*.¸¸.☯ ƐƖƖα∴crushabatai 『Dia↔Mᴏᴍᴍʏ』 ♥Squad♥ 🎯
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 13 de Novembro
Idade: 19
Cadastro:

Fichas - Greymouth Academy


Postado

Mostrar Spoiler: Alicia Bianchini
Nome Completo
Alicia Evelyn Bianchini

Apelido
Ally

Idade
17 anos
Nascida dia 21/12 e, portanto, sagitariana.

Nacionalidade
Ally nasceu nos Estados Unidos, mas sua família paterna é Italiana, seu pai é o único da família que nasceu nos EUA, portanto ela é norte-americana e também tem nacionalidade italiana.

Aparência
Por causa de suas aulas de balé, desde pequena Ally tinha que controlar sua alimentação para se manter nos padrões que eram exigidos a todas as alunas conferindo-lhe uma cintura bem fina e barriga lisa embora não fosse algo que levasse muito ao extremo, na verdade ela têm até mesmo um peso normal para sua idade e altura, 1,70 m e 53kg.
Embora ser esguia seja uma vantagem para aquelas que querem seguir por essa carreira, Ally tem muitas curvas, coxas grossas, seios fartos e muito talento, compensando com maestria em outras características físicas que são muito importantes para se tornar uma bailarina (Flexibilidade, equilíbrio, coordenação motora e força) algo que com certeza vai lhe dar muita vantagem em provas de resistência ou que usem o corpo em demasiado.
Dona de belos olhos claros e bem vivos que estão sempre seguindo as pessoas por onde quer que elas vão, chegando a ser um pouco desconcertante. Sorriso aberto, sincero e cheio de felicidade, é uma das suas características mais marcantes, chegando a deixar todos encantados com tamanha beleza.
Sua pele é branca, embora levemente bronzeada o que combina perfeitamente com os cabelos castanhos longos e naturalmente lisos que ficam abaixo de seus seios e seus lábios são finos, rosados e macios. Possui algumas pintas escuras ao longo do corpo que chamam um pouco de atenção e lhe dão um charme a mais.









Nome do Artista
Lorena Rae

Curso
Dança, mais especificamente balé clássico.

Baseado no seu curso, mande uma foto/video mostrando seu talento
https://www.youtube.com/watch?v=Wz_f9B4pPtg
https://www.youtube.com/watch?v=-T2UeKKac-s





Casa/Dormitório
Wentworth.

Sexualidade
Heterossexual

Veterano ou Novato?
Novata.

Personalidade
Se pudesse definir Ally em uma única palavra essa seria Positividade. A garota está sempre com um sorriso no rosto e com as palavras certas na ponta da língua para incentivar e até mesmo ajudar os outros. Sua alegria contagia a todos, não há quem tente colocá-la para baixo porque além de ser uma tarefa muito difícil também pode ser muito cansativo, já que ela está sempre vendo o lado bom das coisas, por mais que esteja ruim ela sempre irá conseguir ver a luz no final do túnel.
Então quando você a ver triste pode ter certeza que se trata de algo muito sério mesmo, embora ela dificilmente demonstre seus sentimentos de forma totalmente aberta para qualquer um, preferindo guardá-los para si, sempre escondendo-os pros trás de seus sorrisos e brincadeiras.
Pelo lado negativo ela é tão otimista que chega a ser, por muitas vezes, irresponsável (mesmo sendo muito disciplinada), colocando não só a si como também aos amigos em situações indesejadas e desconfortáveis, mas não o faz por querer e sempre assume a culpa pelos seus atos, não importa o que tenha sido.
Honesta, sincera e simpática ela não vai pensar duas vezes antes de falar o que pensa de você ou de determinada situação, mas ao contrário de muitos, sempre vai tomar o cuidado de ser gentil enquanto o faz, escolhendo sempre as melhores palavras para que ninguém saia machucado.
De gênio forte não aceita ordens de ninguém, e tende a ser bem impaciente, se irritando de forma fácil e quando isso acontece é melhor você não ficar por perto. Ela acaba descontando toda a raiva e as frustrações em quem está ao seu redor, não importando se é seu amigo ou não.
É também muito, muito mesmo, desconfiada (principalmente com pessoas que não conhece e com os garotos, preferindo não se relacionar emocionalmente com ninguém.), quando gosta de alguém, ou gosta ou detesta, não há meio termo e muito menos não há quem a faça de mudar de ideia sobre isso ou qualquer outra coisa que seja. Quando não conhece a pessoa pode até parecer um pouco tímida, mas não demora muito para se soltar e começar a falar pelos cotovelos, claro que só se ela gostar da pessoa, se não vai ficar na dela.
Muito justa e leal, é capaz de se sacrificar para realizar um objetivo, o que a faz ser muitas vezes exigente não só consigo mesma, mas também com os outros. Fazendo qualquer coisa para ajudar a causa que acredita e até mesmo aqueles que ama, sempre pondo-os em primeiro lugar não importa o que aconteça.
Está sempre buscando se superar e superar aos outros se esforçando de tal maneira que não se importa quais as consequências ruins que podem vir a se aplicar a se mesma para que consiga realizar tal fato o que chega a deixar seus pais um tanto quando preocupados, pois quando ela coloca uma ideia na cabeça acaba se tornando muito obsessiva e não descansa até realizá-la.
Definitivamente não é uma garota que nasceu para perder. Sua força de vontade e determinação são as características mais marcantes que possui e quando tem um objetivo segue sempre em sua direção não importa o que aconteça ou os obstáculos que venha a dificultar seu caminho, dando sempre seu melhor. Portanto estará sempre se esforçando o máximo possível e ao contrário de muitos não se importa em admitir e aceitar uma derrota, pois sabe que fez tudo o que podia e se mesmo assim não foi o suficiente então era porque não devia ser ela a ganhar.
Precisa se sentir livre, não gosta de nada que a sufoque ou que a prenda, por isso detesta restrições e não se dá muito bem com ordens diretas, mas quando em um relacionamento, seja familiar ou emocional torna-se uma pessoa muito apegada e carinhosa que gosta de estar sempre por perto checando se está tudo bem sendo bem superprotetora com aqueles que ama.
Vai estar sempre bancando a engraçadinha e fazendo alguma piada ou brincadeirinha com os outros, não se importando se são seus amigos ou não. Ela é bem prestativa, você sempre irá contar com ela para o que der e vier, mas tende a ficar irritada quando os outros não aceitam sua ajuda.
Ela tende a ficar pensativa, calada e totalmente afastada quando está tendo algum problema ou quando algum evento lhe traz memórias ruins que ela gostaria de esquecer, esse é um dos sinais para as pessoas ao seu redor repararem e saberem que tem algo errado.


História:
Ally sempre teve uma vida simples, mas sem muitas dificuldades, em um dos bairros mais populosos de Nova Iorque, sua vida era sempre marcada pela correria do dia a dia de trabalho dos pais, pela escola, amigos e pelas aulas de balé.
Seus pais sempre se esforçaram para que não lhe faltasse nada e para que sempre tivesse tudo do bom e do melhor como achavam que ela e o irmão mereciam, o que rendeu aos mesmos uma vida um pouco difícil e cheia de sacrifícios. Mas Giovanni e Lilian nunca se reclamaram disso, muito pelo contrário, tinham orgulho de fazer o que podiam e não podiam pelos filhos.
Desde pequena era apaixonada pela dança e sua família sempre a incentivou muito a fazer as aulas e levar isso para a vida como uma profissão o que acabou se tornando seu maior sonho.
Passou a se dedicar mais e mais para se tornar uma das melhores alunas de sua turma e não foi difícil conseguir esse posto, conquistando o carinho e a admiração de sua professora que estava sempre ajudando-a e tentando fazer contato com outras academias melhores na cidade, mas por não ter uma condição financeira muito privilegiada era difícil conseguir uma vaga em uma das academias e mesmo que concorresse a uma bolsa o preço ainda seria muito alto para seus pais conseguirem bancar, sem contar que seu irmão estava prestes a entrar para a faculdade e mesmo com o fundo da poupança que eles vinham juntando para essa situação ainda precisariam de muito mais para a matrícula de Adrian.
Por isso ela resolveu procurar um emprego, conseguindo um de ajudante na própria academia que fazia suas aulas de dança. Com o dinheiro que ganhava na academia ela pagava as aulas que ainda tem e guarda o que sobra na poupança a fim de juntar uma boa quantia para ajudar os pais a realizar o seu sonho.
Depois de algumas apresentações da sua academia ela recebeu a proposta de uma bolsa da Greymouth Academy e não pensou duas vezes antes de aceitar, afinal aquela era a resposta para todos seus problemas, não teria mais que trabalhar, dançar e estudar ao mesmo tempo, seus pais não iriam se preocupar tanto com o seu sonho e poderiam se dedicar mais a ajudar Adrian.
Mas a bolsa vinha com alguns poréns. Ela não poderia tirar notas baixas, ou seja, suas médias deveriam se manter altas e todo o bimestre ela teria de atingir uma meta de pontos para manter a bolsa, sem mencionar que também não poderia se envolver em nenhum tipo de atividade que violasse as regras da academia.


Gostos
- Ela adora plantas e natureza então sempre que possível está estudando debaixo de alguma árvore, na grama, perto do lago.
- Pessoas divertidas e sinceras
- Brincadeiras e duelos
- Ganhar em jogos
- A presença de um bom amigo
- Chocolate, ela é muito, muito viciada em chocolate.
- Dançar e tocar, quando ela dança ou toca é quase como se fosse transportada para um mundo paralelo, tudo em sua cabeça some e é apenas ela, a música e os passos da dança. Ela simplesmente ama o que faz.
- Guerras de bolas de neve não vou nem falar nada neh, guerra de bola de neve ja resume -q
- Festas
- Cavalheirismo
- Pequenos atos de gentileza
- Fazer as pessoas sorrirem
- Se apresentar
- Abraços
- Pessoas atrapalhadas e tímidas <33
- Música clássica, obviamente, mas ela também gosta de um pouco de pop e pop rock. Sua banda favorita é coldplay e suas musicas favoritas dessa banda são yellow e paradise , ela sempre gosta de escutá-las ou cantarolá-las.


Desgostos
- Ordens
- Dias quentes demais
- Lugares muito altos
- Areia
- Brigas
- Pessoas que não são dedicadas ao que fazem
- Mentiras e deslealdade
- Ser pressionada
- Detesta perder, principalmente em duelos e jogos
- Pessoas que gostem de humilhar outras ou oprimir e ameaçar.
- Arrogância
- Detesta sentir-se presa e impotente
- Errar algum passo de suas danças
- Ela não gosta de rock muito pesado, atrapalha sua concentração.
- Caras que dão em cima de forma descarada.


Manias
- Fazer caretas quando se mete em encrencas ou quando está sendo repreendida
- Dar pequenos pulinhos e risadinhas curtas uma atrás da outra quando está feliz
- Levantar as sobrancelhas quando alguém diz algo que ela não deveria ter escutado ou quando é pega fazendo algo de errado.
- Morder os lábios quando se sente envergonhada e também dar risadinhas nervosas nessas ocasiões.
- Correr do lugar quando está prestes a chorar
- Se isolar e fugir das pessoas quando está triste. Nessas ocasiões ela também gosta de tocar piano, pois isso ajuda a limpar sua mente.


Medos
- Ally possui fobia de trovões, sempre que está tendo uma tempestade ela costuma se esconder em algum lugar se isso for possível ou antão agarrar com toda sua força o braço da pessoa que estiver mais próximo de si.
- Ela tem muito medo de acabar perdendo a bolsa que conseguiu na nova escola por que isso significaria o fim de seu tão amado sonho de se tornar uma bailarina profissional, portanto vai fazer de tudo para mantê-la.


Família
- Pai: Giovanni Bianchini, 38 anos, dono de uma galeria (ele era pintor, mas parou de pintar há um tempo)


- Mãe: Lilian Bianchini, 38 anos, fotógrafa.


- Irmão: Adrian Bianchini, 18 anos, estudante de direito.


Relação
A relação de Ally com a família sempre foi ótima, embora os pais trabalhassem muito sempre tinham tempo para os filhos e sempre estavam presentes, fazendo questão de saber sobre tudo o que tinha acontecido em seu dia a dia.
São o exemplo de pais que não dispensam um jantar em família e que sempre proíbem a presença de celulares ou qualquer outra coisa que possa atrapalhar esse breve momento que eles quatro têm juntos já que estão muito ocupados no resto do dia.
Estão sempre dispostos a ajudar os filhos com os problemas, não importa o que seja e sempre sabem quando um dos dois está escondendo algo.
Estão sempre preocupados em agradar os filhos por isso sempre dão o seu melhor para realizar todos os seus sonhos e lhes dar tudo o que precisam, desde um mero abraço há melhor e mais cara educação mesmo que tenham que fazer imensos sacrifícios para isso.
A relação de Ally com o irmão é de uma profunda amizade, eles dois compartilham um vinculo digno de irmãos gêmeos, estão sempre brincando e tirando onda um com o outro e também com os pais. Com eles não há tempo ruim e se houver estarão sempre se apoiando e ajudando um ao outro.



Possui algum objeto especial?
Ally possui um colar que sempre usa, um presente que ganhou dos pais quando completou quinze anos.
[img]http://i.ebayimg.com/t/w-Swarovski-Crystal-Blue-BALLERINA-Ballet-Dancer-Teacher-Pendant-Necklace-Xmas-/00/s/NTAwWDUwMA==/$T2eC16N,!wsE9suw)kFCBQzpf(Ro+Q~~60_25.JPG[/img]

Par?
Sim *--*

Relação com o par
Por ser um pouco tímida com desconhecidos vai demorar um pouquinho para as pessoas se aproximarem.
Ela é um pouco travada quando se trata de garotos devido a um problema com um antigo relacionamento, então vai ser um tanto quanto desconfiada com qualquer cara que tentar se aproximar dela, embora tente ser o mais gentil possível.
Vai se sentir muito insegura em relação a qualquer sentimento amoroso que vier a nutrir por alguém e mais do que tudo vai tentar esconder de todos o que sente, mas não vai conseguir fazê-lo por muito tempo.
Pode até mesmo tentar se afastar da pessoa e tratá-la de forma rude, então quem vier a se interessar por ela não pode ser alguém que desista fácil, mas depois que passar dessa fase vai ser uma namorada atenciosa, carinhosa, fofa, porém, realista.
Vai sempre colocar o amado em primeiro lugar e por vezes ainda vai sentir-se um tanto quanto insegura, principalmente em relação a outras garotas e a uma certa duvida sobre a intensidade e veracidade dos sentimentos do garoto para com ela, mas com a dose certa de carinho e atenção tudo vai se resolver.
Por se irritar bem fácil pode vir a ter muitas brigas e desentendimentos no relacionamento.


Relação com os gêmeos
Ally é uma pessoa muito gentil e simpática.
Quando deixa sua desconfiança de lado pode fazer amizades com facilidade, embora, raramente se abra com pessoas que conheceu recentemente, mas no geral é uma pessoa afetuosa, gentil e muito honesta com os amigos, principalmente com eles. Sua personalidade não lhe permite enrolar e muito menos esconder sua opinião dos mesmos, então se quer um conselho sincero ela será a melhor pessoa a quem deveria recorrer.
Super protetora, vai sempre fazer de tudo para garantir o bem estar dos amigos, não se importando nenhum pouco com o seu próprio no processo o que deixa muitos deles preocupados já que Ally tende a se machucar com muita facilidade e na maioria das vezes é ela quem faz isso.
Assim que conheceu Alex se deu bem com ela de cara já que a garota a recebeu de braços abertos assim que a mesma chegou a escola e se encarregou de lhe mostrar tudo. Esse tempo que passaram juntas fez com que as duas se aproximassem bastante e contribuiu para o desenvolvimento de um carinho muito grande por parte da castanha para com a loira e por ser super protetora, Ally vai sempre fazer de tudo para garantir o bem estar da amiga, fazendo de tudo para que ela fique feliz e apoiando-a em tudo, não se importando nenhum pouco com o seu próprio no processo o que deixa muitos de seus amigos, inclusive Alex, preocupados já que Ally tende a se machucar com muita facilidade e na maioria das vezes é ela quem faz isso.
Vai sempre tentar tratar a todos com muita gentileza e cuidado, sempre colocando-o os outros acima de si está sempre se preocupando em fazer com que a pessoa se sinta bem em sua presença e isso não será diferente com Harry, embora ela não se sinta muito a vontade na presença do garoto, pois o mesmo a deixa encabulada e nervosa, vai sempre tratá-lo com educação e gentileza, mas não lhe dando tanta intimidade quanto a que ela deu a Alex.


Algo mais?
- Ninguém na escola sabe que ela toca piano, ela gosta de manter esse fato como uma coisa somente sua, porque quando está triste e vai para a sala de música tocar é quase como se lá se tornasse seu refúgio, um lugar onde ela se sentisse bem consigo mesma e algo que não queria dividir com ninguém (a não ser com alguém muito importante vulgo o par -q)

Primeiro Relacionamento
O primeiro relacionamento de Ally foi com um garoto dois anos mais velho que ela. Augustus costumava ser o melhor amigo de Adrien, irmão da garota e desde que se entendia por gente Ally era completa e absolutamente apaixonada por aquele garoto bem humorado e divertido. Não demorou até Ally crescer e tomar forma de uma linda mulher, alguns costumavam dizer que ela era uma menina no corpo de uma mulher e isso chamava atenção por onde ela passava, até mesmo de Augustus.
Ally e Augustus acabaram se aproximando e não foi surpresa para ninguém quando os dois assumiram um relacionamento sério. Por ser o melhor amigo de Adrian, Gus sempre foi muito bem recebido e conhecido pelos pais dos garotos que ficaram muito felizes com o namoro.
Alicia não poderia estar mais feliz. Gus estava apaixonado por ela e agora a fantasia de estar com ele e ter seu sentimento correspondido não era apenas uma fantasia, havia se torado realidade. No começo do namoro tudo era perfeito, Gus era carinhoso, atencioso e sempre fazia de tudo para colocar um sorriso no rosto de sua amada, mas com o tempo ele passou a se tornar cada vez mais possessivo com a garota.
Ally não podia vestir roupas muito curtas, sair com os amigos e nem ao menos conversar com seus colegas na academia que isso desencadeava a fúria de Gus. No começo eram apenas brigas, discussões e desentendimentos pequenos, os quais ela sempre tentava manter escondidos dos pais e do irmão, mas logo as coisas foram tomando proporções ainda maiores e agora as brigas antes cautelosas e discretas chamavam a atenção de todos a sua volta com os xingamentos e shows de ciúmes de Augustus no meio de todos que conheciam. Ele não ligava mais para onde estavam, se visse algo que o irritasse explodia ali mesmo, nem ao menos ligando para o que os outros pensariam.
Augustus também se tornou muito controlador, e nunca aceitava um não como resposta, chegando ao ponto de ameaçar a garota para fazer o que ele quisesse.
O relacionamento que antes era muito mais do que Ally poderia sonhar acabou se tornando seu pior pesadelo, ela não conseguia mais amar Augustus porque seu medo das coisas que ele poderia fazer superava qualquer outro sentimento que tivesse sentido e quando finalmente tomou coragem para terminar com ele Augustus ficou completamente maluco chegando ao ponto de Adrian ter que intervir para que o mesmo ficasse longe de sua irmã, mas ele não desistiu fácil e passava a seguí-la, tentando fazer chantagem emocional para que a garota voltasse para ele.
Depois de tudo o que passou Ally resolveu passar as férias no sítio de seu avô na Itália, na esperança de que com um tempo longe Augustus a tirasse de sua cabeça e também precisava de um pouco de paz, algo que não conhecia desde que seu namoro virou de pernas para o ar há mais ou menos um ano e quando voltou fez de tudo para ficar longe de Augustus.
Por esse motivo Ally é muito desconfiada com os garotos e de forma nenhuma quer entrar em um outro relacionamento, pelo menos não por um bom tempo, ela tem medo de acabar se machucando e se decepcionando novamente.


Mostrar Spoiler: William O'Connel
Nome Completo
William O’Connel

Apelido
Will (Todos o chamam assim, apenas seus pais o chamam pelo nome)

Idade
18 anos
Nascido dia 19/11 e, portanto, escorpiano.


Nacionalidade
Britânico.

Aparência
Will é alto, magro e musculoso, possuindo 180 centímetros de altura e 65 quilos. Sua pele é tão branca quando uma folha de papel e, consequentemente, é mais suscetível a ficar marcada seja por beijos, tapas ou até mesmo pelo sol.
Will possui um corpo bastante invejado por outros garotos e o principal objeto de desejo das garotas, com músculos muito bem distribuídos, mas não de forma exagerada, mas sim sutil. Seus olhos são tão verdes quanto a grama do jardim ou as folhas das árvores na primavera, embora não tão intenso, é um verde mais transparente e claro, o que muitas vezes pode fazer com que as pessoas confunda sua tonalidade com um leve azul, e carregam toda sua intensidade e profundidade. Eles são a maior prova da frase: “os olhos são a porta da alma”.
Os cabelos são de loiro claro, quase comparados aos raios de sol e tão finos e lisos quando uma corrente fina de ouro que quando deixados crescer um pouco além da medida tornam-se rebeldes e bagunçados conferindo-lhe um charme a mais.
Os lábios carnudos e macios estão sempre curvados em um sorriso por vezes gentil e sedutor e também gosta de deixar a barba por fazer, por achar que isso lhe dá um charme a mais, além de uma aparência mais velha e madura.






Nome do Artista
Douglas Both

Curso
Desenho/pintura

Baseado no seu curso, mande uma foto/video mostrando seu talento











Casa/Dormitório
Davenport.

Sexualidade
Heterossexual

Veterano ou Novato?
Veterano, está há três anos na academia.

Personalidade
William sempre foi conhecido pelo seu temperamento forte e pelo sucesso com as garotas. Seus sorrisos fazem as mesmas suspirarem e caírem de amores e suas palavras doces e convidativas atraem os mais variados tipos, todas sedentas por um pouco dele.
Misterioso e dono de um olhar fixo desconcertante, Will não é o tipo de garoto que se abre com muitas pessoas, pelo contrário, ele faz o tipo que se esconde por trás de uma máscara a qual todas e todos desejariam tirar para poder ver o que realmente tem por trás dela. Ele desperta a pulga atrás da orelha que todos temos, tornando-se um verdadeiro enigma para aqueles que não o conhecem de perto, embora muitas vezes seja um enigma até mesmo para os amigos.
Observador, está sempre atento aos arredores e um dos seus passatempos preferidos é analisar as pessoas. Adora desvendá-las, expor seus desejos reprimidos mais profundos e sempre fica obcecado em descobrir tudo sobre aquele que despertou sua curiosidade, chegando a mover mundos e fundos para realizar o mesmo. Sua brincadeira preferida é sentar em uma mesa de um restaurante e olhar as famílias, casais e até mesmo as pessoas solitárias a sua volta enquanto tenta montar a história de cada um deles, afinal sua sensibilidade capta até mesmo o menor indicio do que seja.
Sua leitura corporal é incrível e nada lhe escapa, o levando a ser um perfeito sabichão que presume estar sempre certo, o que resulta em um sorriso arrogante a enfeitar seu belo rosto.
Assim como a maioria das pessoas de seu signo, William é uma pessoa muito profunda, daquelas que sentem tudo intensamente o que o faz buscar relacionamentos tórridos que supram essa sua necessidade de emoção, amor, calor, aventura...
Para ele nada é simples, tudo tem um significado mais complexo e com certeza não busca pela simplicidade, pelo contrário. Ambicioso, faz qualquer coisa para tornar seus objetivos realidade, tornando-se, muitas vezes, até manipulador, moldando as pessoas a seu bel prazer e divertimento de forma que o ajudem no que precisar, sem se importar com as consequências de tal comportamento.
Um pouco intolerante, Will acha que todos são como ele e muitas vezes acaba por entrar em brigas desnecessárias por conta de seu comportamento não muito admirado. Pode perder a paciência muito facilmente, mas na maioria das vezes passa a sensação de ser alguém calmo e compassivo, embora esteja sempre com uma piadinha sarcástica na ponta de língua.
Ciumento ao extremo, não admite que ninguém se aproxime ou tente lhe tomar aquilo que pensa ser seu, isso mesmo, pensa. Sempre fica de cara feia quando vê alguém olhando ou até mesmo conversando e chegando perto daqueles que gosta, amigos, parentes ou suas garotas.
Extremamente vingativo, ele é o tipo de pessoa que se torna fria e calculista quando magoado e quando isso acontece não espere que ele vá ficar sentado, apenas esperando a poeira abaixar. Se ele ficar calado e passivo é bom se preocupar, porque algo grande estará vindo, e Will fará questão de arquitetar o plano mais cruel de todos na intenção de punir a pessoa devidamente.
Para ele nada deve sair impune e segue a risca o ditado “olho por olho, dente por dente”.
Em seus relacionamentos amorosos Will é um perfeito conquistador, visto por muitos como um predador nato, ele circula e amansa sua presa até a mesma estar pronta para o bote e o faz das maneiras mais variadas possíveis, afinal ele sabe que cada pessoa é diferente, então nunca usa uma mesma técnica. Ele se aproveita de suas fraquezas, se apropria de seus gostos e faz de tudo para ter a garota que deseja perto.
Embora visto como pegador, é romântico e muito carinhoso e, quando realmente apaixonado, pode ter certeza que ele vai fazer de tudo para proteger a garota de tudo que tentar lhe fazer mal e vai estar sempre agradando-a.
Com os amigos é uma pessoa divertida que está na maioria do tempo dando pitacos sobre as vidas dos mesmos, seja na intenção de ajudá-los quanto na de brincar ou deixá-los irritados e ao contrário do que muitos imaginam é alguém companheiro e por vezes compreensivo.
Extremamente competitivo, Will não aceita de forma alguma perder e está sempre buscando seu melhor. Pode vir a ficar horas treinando um mesmo movimento para que este saia perfeito e não vai admitir nada menos do que a performance perfeita em quadra.
É um garoto cheio de contrastes.
Arrogante, mas apaixonado e sensível, intolerante, mas compassivo.


História
William vem de uma família rica do interior da Inglaterra. Seu pai, Arthur, é dono de um dos mais importantes polos tecnológicos do mundo e sempre foi um homem sério e severo que acabou por ter o coração completamente amolecido pela adorável e carismática Serena, uma famosa pintora do país. O garoto foi criado de um lado pelo pai exigente que sempre queria que ele desse seu melhor e de outro pela mãe compassiva e amável.
Desde muito cedo Willim acompanhava a mãe em seu ateliê onde ela passava horas pintando paisagens ou retratos, ou até mesmo quadros abstratos, e passou a se apaixonar pela arte, chegando a pedir para a mesma treiná-lo, Serena não pensou duas vezes antes de fazer a vontade do filho.
Não era de se admirar que o garoto tivesse talento, afinal sua mãe era uma pintora exemplar, nada mais justo que o garoto também fosse e ele provou seu talento para todos quando começou a fazer seus próprios desenhos e pinturas sem a ajuda da mãe. Todos aqueles que gritavam a plenos pulmões que ele não passava de um garoto mimado, superestimado pelo favoritismo que todos tinham por Serena tiveram que se calar diante dos contornos quase perfeitos e traços suaves que se entrelaçavam parar criar uma imagem.
Serena, então passou a dedicar-se quase integralmente as aulas que dava ao filho na esperança de que sob sua tutela ele desenvolvesse seu talento ainda mais e acabou por tomar uma decisão muito importante para sua carreira: ela iria se aposentar para poder se dedicar melhor ao filho.Mas o que ninguém sabia era que por trás dessa decisão também havia outro motivo, um que Serena fez questão de manter em segredo de todos e que William só viria a descobrir muito tempo depois.
Ao contrário do que muitos poderiam dizer ele tinha sim a vida perfeita, ou pelo menos acreditava ter até descobrir a doença de sua mãe, quando ela acabou passando mal em um de seus treinamentos e teve que ser socorrida as pressas. Serena O’Connell, a mais notável estrela da nova geração de pintores britânicos possuía um tumor cerebral, inoperável e que poderia explodir a qualquer momento, resultando em sua morte.
Após esse acontecimento Serena foi proibida, por ordens médicas de fazer qualquer esforço físico, a fim de não piorar sua situação que começava a ficar crítica e Arthur decidiu enviar o filho para a Greymouth Academy, conhecida por ser uma das melhores dos EUA na esperança de que lá ele tivesse o melhor treinamento.
No começo o garoto discordou plenamente com a decisão do pai, chegando até mesmo a brigar com ele, pois não queria se afastar da mãe e perder nenhum momento sequer com a mesma, mas Arthur o convenceu de que ficar ali não ajudaria em nada, apenas o faria sofrer ainda mais, sem contar que a mãe não queria que o garoto presenciasse suas crises e pioras, persuadindo a obedecer o pai.
Desde então ele sempre visita a mãe nas férias, feriados e até mesmo recessos que têm no colégio, e sempre chega em casa com uma história nova para alegria e divertimento de sua mãe.


Gostos
- Adora noites frias, principalmente as mais gélidas, pois o faz lembrar de casa.
- Neve
- Chá
- Caminhadas noturnas, é muito fácil vê-lo caminhando pelos corredores do colégio pela madrugada, ele não vai para nenhum lugar específico, apenas fica caminhando sem rumo.
- Beijos acalourados
- Sorrisos provocativos
- Desvendar pessoas
- Competir
- Ganhar, não importa o que seja
- Estar apaixonado
- Honestidade
- Pessoas sinceras e misteriosas
- Um bom enigma para ser desvendado
- Jogos e filmes
- Observar a chuva, ele pode passar horas sentado observando a chuva.
- Desenhar os rostos das pessoas, principalmente se tal pessoa não sai de sua cabeça.



Desgostos
- Pessoas falsas e desleais
- Ser manipulado
- Que o digam o que fazer
- Errar
- Perder
- Ser ignorado ou esnobado
- Hipocrisia
- Pessoas muito mal humoradas ou que o afastem
- Grosserias
- Que falem mal de sua família
- Pessoas muito curiosas
- Suco de limão
- Comidas insossas


Manias
- Bagunçar os cabelos quando está nervoso ou não sabe o que fazer
- Travar o maxilar quando irritado
- Soltar piadinhas sarcásticas durante as conversas
- Fazer bico quando contrariado (olha a criança -q)
- Conversar com as pessoas olhando nos olhos
- Desenhar o rosto das pessoas aleatórias quando está triste ou frustrado, as vezes ele só se senta em um banco de algum parque e começa a desenhar as pessoas ao seu redor.


Medos
- William é claustrofóbico
- Ele tem muito medo de acabar não podendo se despedir da mãe antes dela morrer.



Família
- Mãe – Serena Bennett O’Connell | 38 anos | Pintora


- Pai – Arthur Richard O’Connell | 51 anos | Dono de uma empresa de tecnologia (empresário)


Relação com a Família
William tem uma relação muito harmoniosa com sua família, embora de vez em quando surjam algumas discussões com o pai, não passam de meros desentendimentos, naturais, entre pai e filho. Muitas vezes desencadeados pelo comportamento manipulador e sarcástico do garoto, mas no fundo, embora não demonstre muito, Arthur ama o filho mais do que ama qualquer outra pessoa.
Tem um carinho muito grande pela mãe e sempre foi muito apegado a mesma. Desde pequeno a vê como sua maior heroína e sabe de cor todos os momentos mais brilhantes de sua carreira.
Por ser adorável, calma e compreensiva, Serena sempre teve muita paciência com Will e se esforçou para formá-lo como um homem justo e bondoso, ignorando completamente os defeitos do filho.


Possui algum objeto especial?

Par?
Sim *----*

Relação com o par
Por ser muito ciumento ele não vai gostar que ninguém chegue perto de sua amada e quem o fizer vai deixá-lo sempre de cara feia, sem contar os olhares tortos e os resmungos.
É uma pessoa muito carinhosa, que além de distribuir carinhos e gentilezas para com sua amada também adora quando recebe, pois se sente muito amado nesses momentos. Um simples cafuné ou o entrelaçar de mãos para ele é o suficiente para se sentir bem, mas dá mais valor aos carinhos mais ousados e provocativos, como beijos no pescoço, beijos quentes e até algumas mãos bobas, claro tudo com o consentimento da pessoa.
Vai ser alguém bem companheiro e gentil, chegando a se tornar um cavalheiro de primeira até, mas não se engane, não é muito fácil conquistar o coração desse garoto... Ele gosta de pessoas difíceis de se desvendar, alguém que lhe renda uma boa conquista.



Relação com os gêmeos
William é o típico garoto líder do grupinho, o que sempre está a frente das atividades, planos mirabolantes perfeitamente prontos e montados em sua mente e que sempre tem um piadinha certa na ponta da língua ou até mesmo um comentário desconcertante, algo que sempre lhe rendeu uma convivência um tanto quanto complicada com Alex já que ele estava sempre tentando irritá-la de alguma forma pois achava suas reações engraçadas.
Desde o primeiro momento eles não se deram muito bem, na verdade Alex não o suportava muito e Will levava tudo em relação a ela na brincadeira, outra coisa que sempre a aborreceu, pois o garoto nunca era capaz de a levar a sério.
Quando começou a crescer e virar esse garoto conquistador isso só piorou ainda mais a forma como a garota o via, embora ele não se importasse tanto com sua irritação e continuasse tirando brincadeirinhas com ela.
Já com Harry, sua relação é completamente diferente, embora as brincadeiras estejam presentes não há a constante irritação por parte de Harry assim como há por parte de Alex.
Quando se conheceram, Will e Harry não se deram bem de cara, mas a amizade foi difícil de evitar e passou a ser construída aos poucos, eles passaram a estar sempre juntos, conversando e dividindo suas experiências até se tornarem inseparáveis. Will adora ajudar o amigo com suas conquistas amorosas tanto quando adora tirar onda com a cara do mesmo e pregar peças. Extremamente companheiro e atencioso, vai estar sempre do lado de Harry e do lado de todos os outros amigos para o que der e vier, não importa se termine em tragédia. É do tipo que trata todos os amigos como se fossem seus irmãos caçulas.


Algo mais?
Segredos?
- Ele esconde de todos a situação da mãe, um pedido que a mesma lhe fez quando ele saiu de casa para ir para a academia.
- Também esconde de todos como o fato de poder perder a mãe a qualquer momento o deixa aflito e triste.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...