~Cricket

Cricket
Stay Alive.
Nome: ∞ Rσввıε | {Luan💕Ɓαтмαη} Oph«marida [𝐼sa➷sweetheart]*.¸¸.☯ ƐƖƖα∴crushabatai 『Dia↔Mᴏᴍᴍʏ』 ♥Squad♥ 🎯
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 13 de Novembro
Idade: 19
Cadastro:

J.o.y I ++call [life]


Postado

❝Derrotada, só choro quando estou sozinha agora
Você nunca verá o que estou escondendo
Me escondendo lá no fundo, yeah, yeah
Eu sei, já ouvi essa história que mostrar seus sentimentos
É a única maneira de fazer as amizades crescerem
Mas eu tenho muito medo agora, yeah, yeah



Nome Completo

Roberta Jean Baker Crawford
Existem dois significados distintos para o nome Roberta.
O primeiro deles deriva de um termo germânico denominado Hrodebert, que é formado pela união dos termos hruot, que significa “glória”, e berhto, que quer dizer “brilhante", "afamado”, sendo assim o primeiro significado para esse nome: "brilhante na glória" ou "aquela que a glória tornou famosa".
O segundo deles deriva do latim, em que quer dizer "sábia" ou "mulher sábia"
Já o nome Jean é a variante francesa e feminina do nome João, que em hebraico significa "agraciado por Deus" ou "Deus é cheio de graça".


Apelido

Roberta não é muito conhecida pelo seu nome completo, na verdade a maioria das pessoas a conhece e a trata apenas pelos seus apelidos, deixando a denominação "Roberta" apenas para uso de seus próprios pais ou quando desejam tratar de assuntos mais sérios com a morena. Algumas vezes também usam seu nome para irritá-la já que a mesma não gosta quando a chamam pelo nome pois tem a impressão de que estão irritados ou brigando com ela.
Na maioria das vezes, quando vai se apresentar para alguém ela fala apenas algum apelido, esquecendo-se de citar que aquele não é seu nome.
Robbie — Esse é o apelido mais comum da garota, aquele que todos usam. Geralmente é o primeiro a ser apresentado pela mesma quando conhece alguém e, portanto, é pelo qual é mais conhecida.
Yoda — Esse é um apelido que ganhou de sua irmã mais velha, Dianna, por considerar a garota deveras inteligente e também por combinar com o fato se ser pequena. É usado exclusivamente pela mesma.
Robinha — Já esse foi um apelido que ganhou de seu irmão gêmeo, Ryan, e é usado exclusivamente por ele.
Robin/Robs/Robbins/Betta — São os quatro apelidos usados por aqueles mais próximos e foram criados por diferentes amigos. O primeiro é uma clara referência tanto ao parceiro de um dos personagens da DC comics, Batman e também ao conhecido heroi de contos chamado Robin Hood, aquele que roubava dos ricos e distribuía as riquezas provenientes dos furtos para os pobres. Os outros são apenas pequenas variações de seu nome e que não possuem um real significado ou referência.
Jigglypuff/Gnomo/Duende — Tais apelidos eram os que a morena mais detestava, pois achava-os um tanto quanto depreciativo, mas com o tempo passou a se acostumar com eles, embora continue não gostando tanto. São mais usados em situações que as pessoas desejam irritá-la ou zoá-la.


Idade

17 anos
Nascida dia 04/11, e portanto, escorpiana ♏


Aparência

A aparência de Robbie sempre lhe rendeu muitos apelidos carinhosos, tanto por parte da família como dos amigos. Seus traços leves lhe conferiram um ar jovial, quase infantil e angelical. O rosto redondo e levemente rechonchudo que é emoldurado por longos cabelos castanhos lisos até a metade de seu comprimento e que se enrolam de forma quase discreta em algumas ondas dando-lhe um certo volume, destaca uma das suas principais características: as bochechas bem marcadas e evidentes, sendo muitas vezes apelidada por bochechuda por alguns dos amigos mais próximos.
Dona de belos olhos doces e verdes, eles transmitem todo o ar misterioso contido em sua personalidade. Ao encará-los você nunca saberá exatamente o que se passa dentro daquela garota.
Os lábios são cheios, rosados e pequenos, o superior um pouco mais do que o inferior, e sempre que se curvam em um sorriso aberto e sincero faz com que suas bochechas levantem um pouco mais e pressionem os olhos, deixando-os fechadinhos, assim como acontece com a maioria das crianças.
Seu nariz é fino, pequeno e arrebitado, dando-lhe um ar de criança decidida, confiante e razoavelmente petulante, embora ela não fosse tanto quanto parecia, o que lhe conferia muitos apertões de leve no mesmo por parte dos pais em algumas conversas e, principalmente, por parte dos amigos.
Sua estatura também não é de passar desapercebida. Medindo 150 centímetros era considerada por muitos dos amigos baixinha, sendo este o porquê de ser apelidada, carinhosamente, de gnomo, fato que só contribuía ainda mais para a construção de uma aparência infantil. Mas as características que a assemelham a uma criança terminam quando voltava-se o olhar para o resto de seu corpo, o qual, certamente não pertencia a nada mais nada menos do que uma mulher.
Embora não tenha seios fartos como as outras garotas ou uma beleza estonteante, Robbie chama atenção por possuir muitas e belas curvas que dão um ar mais adulto a sua aparência. As pernas são torneadas e grossas, com músculos fortes e bem definidos, resultado de sua participação na equipe de natação do colégio e são a parte de seu corpo que ela mais gosta. Sua cintura é fina, mas não muito marcada e o bumbum tem um tamanho normal, não muito grande e nem muito pequeno, e proporcional ao corpo da garota.









Personalidade

Robbie sempre foi uma garota intensa, se tivéssemos que resumir sua personalidade em uma única palavra, essa seria, sem dúvidas, profundidade. Sente tudo intensamente, quando está feliz não é apenas feliz é radiante e quando está triste, não é apenas triste, é fundo do poço mesmo. Tudo para ela é aumentado, desde um mero abraço até a dor da perda de alguém importante e essa foi uma das características que mais contribuiu para a formação de sua personalidade tanto antes quanto atualmente.
Por ser muito emotiva e profunda, ela tem muitas oscilações de humor e pode ir de extremamente feliz até muito triste em um piscar de olhos, mas isso não significa que ela é uma garota instável, muito pelo contrário. Robbie costuma ter uma paciência e uma calma que são estranhas as outras pessoas, você não vai vê-la perdendo a cabeça muito facilmente como outros, por isso raramente está envolvida em brigas e discussões mais sérias, mas pode se magoar muito facilmente, as vezes uma única palavra é necessário para machucá-la, embora nunca deixe isso transparecer porque detesta se sentir fraca.
Ela repudia qualquer tipo de fraqueza e chora apenas quando está completamente sozinha e sabe que ninguém vai aparecer para acabar pegando-a no flagra. Muito orgulhosa e teimosa não gosta que ninguém faça as coisas por ela e quase nunca pede ajuda, sempre está tentando fazer tudo sozinha e claro da melhor maneira possível, mas nunca se recusa a ajudar alguém quando a sua ajuda é requisitada, muito pelo contrário, ela é bastante prestativa e sempre faz de tudo para ajudar quem está ao seu redor, mesmo que não conheça aquela pessoa muito bem.

É também desconfiada (principalmente com pessoas que não conhece e com os garotos, preferindo não se relacionar emocionalmente com ninguém.), quando gosta de alguém, ou gosta ou detesta, não há meio termo e muito menos não há quem a faça de mudar de ideia sobre isso ou qualquer outra coisa que seja. Quando coloca uma coisa na cabeça não tem quem a faça tirar de lá. Por isso pode demorar um pouco para ela se aproximar de alguém, evitando contato ao máximo até ver que aquela pessoa realmente vale a pena. Mas em alguns casos, quando a afinidade é inevitável ela se aproxima com muito mais facilidade do que gostaria.
Tem o péssimo hábito de guardar tudo para si, principalmente as mágoas, frustrações e todos os sentimentos ruins. Misteriosa e um pouco fechada, não é do tipo que fala sobre como está se sentindo, pois detesta falar sobre. Ela nunca consegue colocar as coisas e sentimentos que passam por sua cabeça em palavras e quando tenta isso tende a deixá-la confusa e frustrada por nunca saber exatamente como explicar a não ser que tenha uma conexão muito grande com a pessoa, tipo seu melhor amigo, esse sim será o único a saber o que realmente se passa dentro dela.
Se abre apenas com seu amigo mais próximo e eventualmente com o seu par.
Detesta brigar, então vai estar sempre evitando conflitos, embora possa ser irritada facilmente, brigas serão apenas um ultimo recurso. Quando alguém faz algo que ela não gosta vai ficar de cara feia e se tornará uma pessoa de poucas palavras, mas não vai falar nada para evitar brigas que ela sabe que serão desnecessárias, o que vai de encontro com sua personalidade entusiasmada e falante já que uma das principais características da garota é nunca conseguir ficar calada por muito tempo.

Mas, em relação as irritações, assim como todos a morena possui um limite, quando ela entra em uma briga pode ter certeza que não será para perder, vai se tornar explosiva e até mesmo um pouco cruel, jogando na cara da pessoa não só coisas que ela fez para com ela como também antigas mágoas.
Robbie sempre fala além da conta e quando percebe tal fato acaba pedindo desculpas e ficando calada por um tempo, mas logo depois vai começar a jogar informações a torto e a direito novamente, algo que faz boa parte de seus amigos tirarem onda com ela.
Se tornou uma pessoa bastante observadora com o tempo, do tipo que adquire o máximo de detalhes que consegue de determinada situação e pessoa e apenas dá sua opinião quando tem todos os detalhes que precisa.
Ela costuma prestar atenção em todos os detalhes das coisas e situações, principalmente quando se trata de seus amigos, pois gosta da sensação de que pode e consegue interpretá-los e as vezes saber de coisas sem nem mesmo que eles precisem lhe contar, como uma possível paixão ou um possível gosto.
Portanto apenas dá sua opinião quando tem certeza absoluta do que está falando, e não é do tipo que julga sem provas, mas sim daquela que desconfia e vai a fundo para descobrir o que quer o que ajuda seu lado determinado e um tanto quanto ambicioso.
Isso vem do fato de ser alguém que preza pela responsabilidade de seus atos e palavras, Robbie não gosta de fazer as coisas do jeito errado, na verdade busca sempre fazer tudo da maneira que acha correta e da forma mais realista e justa possível, pois, por mais que desejasse, nem sempre tudo é como queremos então ela busca, na maioria do tempo ficar com os pés bem firmes no chão. As vezes pode se atrapalhar um pouco com algumas coisas, pois tem o péssimo hábito de acumular muitas funções e tenta realizá-las ao mesmo tempo, e embora preze pela organização, simplesmente, não consegue se manter organizada por muito tempo, algo que a irrita bastante, então ela pode esquecer facilmente algum dever que deveria exercer ou qualquer outra coisa.

Não é uma garota que fica sentada esperando as coisas acontecerem, pelo contrário, quando quer algo é a primeira a levantar, correr atrás e até mesmo brigar por isso o que aguça sua competitividade. Robbie não gosta de perder, na verdade ela luta com todas suas forças para ganhar sempre, conquistar aquele objetivo que anseia, e quando isso não acontece tende a ficar um pouco decepcionada consigo mesma e em algumas situações chega, até mesmo, a sentir ódio de si. Mas quando se tratar de algum assunto amoroso ela pode demorar um pouco até perceber pelo que realmente está lutando, por isso suas atitudes tendem a ser um pouco confusas e conflitantes nesse sentido.
Portanto, Robbie é a personificação daquele velho ditado: “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.
Por ser bastante sincera e gentil, geralmente é procurada pelos outros quando os mesmos precisam de alguma ajuda ou um conselho e não se engane, ele nunca vai recusar oferecer uma ajuda a ninguém, simplesmente não consegue dizer não, por mais que esteja absolutamente sobrecarregada ela sempre vai dar um jeito de fazer aquilo que você precisa, pois sabe que se pediu é porque realmente necessita de sua ajuda. Tem uma enorme facilidade em dizer ou mostrar as pessoas ao seu redor a saída para determinadas situações ou a maneira como deveria se comportar diante de qualquer coisa, mas é péssima em seguir os próprios conselhos, na maioria do tempo fazendo exatamente tudo ao contrário do que ela falaria para outra pessoa fazer se estivesse nessa mesma situação.

Robbie também é bastante conhecida pelo seu raciocínio lento para piadas. Ela é aquele tipo de pessoa que escuta uma piada, ri e logo depois fica séria dizendo que não entendeu absolutamente nada. Se a piada tiver algum duplo sentido então, esqueça, você vai ter que explicar para ela exatamente o que quis dizer, pois, nem mesmo jogando algumas pistas ela vai conseguir ligar os pontos.
Extremamente carinhosa, a morena vai estar sempre tentando demonstrar com pequenas ações o quanto gosta daqueles que são próximos. Beijos na bochecha, abraços, cafunés, mordidas carinhosas, todos esses carinhos serão constantes na vida de seus amigos, principalmente os abraços e as mordidas, ela simplesmente ama morder as pessoas, geralmente isso acontece quando a pessoa faz alguma coisa muito fofa ou quando está muito animada ou feliz.
Além de carinhosa ela é também muito ciumenta e possessiva com seus amigos, podendo até mesmo ter ciúme de um amigo que está mais próximo de outro dos seus amigos apenas naquele momento. Quando estiver com ciúme ela vai fichar a cara e se tornar um tanto quanto azeda por alguns momentos, mas logo depois volta ao normal e toda sua animação e entusiasmo se mostram presentes.

É uma pessoa extremamente curiosa e ansiosa, está sempre querendo saber de tudo e isso pode acabar fazendo-a tomar uma atitude um tanto quanto inavisa na vida dos outros, já que costuma fazer muitas perguntas sobre tudo, mas a morena costuma tentar ser o mais gentil possível quando o faz, para que a pessoa não se sinta desconfortável ou a afaste. Detesta a simples frase "te conto depois", para ela não tem essa de depois, o depois é o agora e enquanto você não contar para ela o que desejava a garota simplesmente não vai conseguir sossegar.
Ela vai andar de um lado para o outro, morder as unhas, quicar as pernas e não vai conseguir pensar em outra coisa a não ser no que poderia ser tal "coisa", o que a faz criar em sua cabeça várias situações e possibilidades, algumas até mesmo absurdas e quase inacreditáveis.
Robbie não está acostumada a receber elogios, na verdade ela não sabe lidar com eles muito bem, pois nunca sabe como reagir. Quando elogiada ela vai, provavelmente, ficar surpresa e absolutamente sem jeito, mas vai agradecer de uma forma um tanto quanto envergonhada e logo depois dizer que talvez a pessoa esteja exagerando um pouco e que ela nem é tudo aquilo que ela disse.
Todos os laços que forma são frágeis e suscetíveis a quebrar com uma facilidade enorme, ela faz o tipo de pessoa a qual se demora anos para conquistar a confiança, mas que sem o devido cuidado e zelo pode acabar perdendo a mesma em meros segundos... E para conquistar essa confiança de volta... Digamos que não será nenhum pouco fácil.
Portanto nunca a magoe, se o fizer ela tenderá a afastá-lo e ignorá-lo, mesmo que isso a machuque muito mais do que o motivo que a levou aquela situação.


História

Theresa Baker nunca imaginou que um dia viria a se casar, muito menos com um homem que parecia ser completamente o oposto de si mesma. Completamente independente, sonhadora e apaixonada por arte, Tess, como é mais conhecida pelos amigos, sonhava em viajar pelo mundo expondo seu trabalho nos mais diferentes locais e cidades, além de, claro, ter a oportunidade de ter contato com diferentes culturas e diferentes tipos de artes.
Seus planos sofreram uma pequena alteração, quando, por um completo acaso do destino a garota estudante de artes plásticas conheceu um estudante do curso de engenharia chamado Raymond Baker que naquele dia passeava pelo pátio parecendo um tanto quanto afastado do mundo e mal humorado e que, acidentalmente, tropeçou em um de seus quadros que estavam expostos.
Após aquele dia uma aproximação de ambos foi inevitável e aos poucos, depois de alguns jantares na lanchonete mais barata perto do campus e algumas noites que passaram em claro conversando sobre diferentes tipos de assuntos que simplesmente surgiam quando estavam juntos, a paixão foi algo inevitável e absolutamente aceito por ambas as partes. Os jovens tinham bastantes sonhos e expectativas em relação ao mundo e costumam dizer que a vida foi bastante boa com eles por ter lhes proporcionado o melhor dos acasos que foi conhecer um ao outro, pois sabiam o quanto era difícil encontrar alguém tão diferente e ao mesmo tempo tão certo para você.
O casamento não demorou para acontecer, uma cerimônia simples e muito bonita em que foram convidados apenas as famílias de ambos e alguns dos amigos mais próximos e logo os planos que tinham juntos começaram a ser colocados em prática. Assim como Tess, Raymond também sempre gostara da ideia de conhecer o mundo e os primeiros anos de casados foram recheados de viagens e aventuras pelo mundo, até descobrirem que a garota estava grávida.
Dianna já estava nos planos do casal, mas eles tinham a sensação de que deveriam esperar mais um pouco até que sua chegada fosse possível, mas assim como quando no dia em que se conheceram foram surpreendidos pela noticia de que teriam de antecipar a compra de enxoval para os bebês que planejavam ter.
A pequena foi bastante esperada não só pelo casal como também pelo pai de Tess, Edwin que estava, simplesmente, extasiado com a ideia de ter uma netinha a quem poderia ensinar tudo o que ele sabia e com a chegada da mesma o casal foi obrigado a buscar um pouco mais de estabilidade, fixando-se em sua antiga cidade por algum tempo, Califórnia.
A pequena Dia cresceu em um ambiente extremamente alegre, divertido e cheio de amor e quando completou seu primeiro ano de vida recebeu como presente uma noticia que mudaria não só sua vida para sempre como também a de toda a família. Tess estava grávida novamente, um fato ainda mais inesperado do que a vinda de Dia ao mundo e após alguns meses o fato de ser uma gestação dupla apenas aumentou a surpresa de todos ao redor, além de deixar Tess um tanto quanto preocupada, afinal, como ela faria para cuidar de três crianças pequenas ao mesmo tempo?
Todo o medo e a preocupação da garota sumiram de vista quando o casal de gêmeos veio ao mundo. Enquanto os observava deitados em seus berços e a pequena Dia ao lado dos mesmos tentando, inutilmente, chamar a atenção dos pequenos com um chocalho colorido Tess não conseguia mais sentir medo ou receio, na verdade ela só conseguia amar ainda mais suas crianças e foi assim pelos anos que se seguiram.
Isso não quer dizer que foi fácil, muito pelo contrário. Mesmo com a ajuda de Edwin que se mudara para a casa do casal e com a ajuda de seu marido no tempo de folga que o mesmo tinha ainda era um tanto quanto caótico manter uma casa em ordem com três crianças correndo para lá e para cá e discutindo por conta de brinquedos, comidas e até mesmo pelo controle da TV, algo que costumava tirar Tess do sério muitas e muitas vezes, mas que também não deixava de ser divertido em sua opinião.
Quando as crianças já tinham uma certa idade Raymond sugeriu para Tess que eles voltassem com os planos originais de antes da chegada dos garotos e foi quando eles decidiram retomar as viagens pelo mundo, dessa vez acompanhados de três pequenos experts em confusão e diversão. No começo a mais velha até pensava que seria uma má ideia e que faria apenas uma experimentação, se não desse certo os dias dela em viagens junto com os gêmeos e a mais velha estariam contados, mas Ray já sabia que aquela experiência seria unica não só para eles como também para seus filhos e não foi diferente.
As viagens tornaram-se ainda mais divertidas e proveitosas, mesmo que agora só pudessem acontecer durante as férias das crianças, já que as mesmas precisavam frequentar a escola periodicamente e assim foi até os dias de hoje.
Recentemente a família Crawford fez uma viagem para a Nova Zelândia durante as férias de seus filhos, embora fosse uma viagem de diversão para a maioria dos componentes da família, o destino foi escolhido a dedo por eles não por considerarem o mais divertido, mas sim porque Robbie, a mais nova dos filhos de Tess e Raymond havia conquistado uma vaga em um importante campeonato de natação que aconteceria no país. Embora não tenha sido uma de suas melhores competições foi a que lhe levou mais longe e tanto a pequena quanto todos de sua familia se orgulham muito disso, o que fez a volta para casa ser ainda mais esperada e divertida.


Família

▪ Mãe ▪
Theresa Elise Baker Crawford - 41 anos - Pintora
A relação de Robbie com sua mãe sempre foi pautada em uma palavra: confiança. Theresa nunca desconfiou de nada relacionado a filha e elas tem um relacionamento bastante aberto, conversam sobre tudo e sempre entendem o ponto de vista uma da outra quando estão em alguma discussão ou debate, pois se respeitam bastante e a mais velha sabe que pormais que seja sua filha mais nova Robbie sabe muito de muita coisa e que sua opinião deve sempre ser levada em consideração. Embora ela não seja a primeira opção de Robbie quando precisa de um conselho ou de alguém para desabafar, Theresa e Robbie são bastante ligadas e acima de tudo bastante amigas, vai sempre ser possível vendo-as conversando sobre seus dias pela casa, rindo uma da outra, trocando abraços, beijos e brincadeiras uma com a outra e muito mais. Robbie sabe que sua mãe estará lá para ela sempre que precisar e que a mesma é capaz de fazer qualquer coisa para que sua pequena garotinha seja feliz ou simplesmente sorria e isso torna a relação de ambas ainda mais carinhosa e amável.
Theresa conhece a filha que tem e por isso lhe dá bastante espaço para que ela pense e fala o que deseja, mas está sempre impondo os limites que acha necessário, não só por questão de achar que tudo necessita de um limite, mas sim para a própria segurança de sua filha, já que se preocupa bastante e faz questão de que ela tenha toda a privacidade de que precisa. Quase nunca lhe faz perguntas constrangedoras ou se mete muito na vida da filha,deixa que ele comparti-lhe consigo apenas aquilo que sente que pode compartilhar e fica bastante feliz com isso.
Mas, Theresa também se preocupa bastante com Robbie e está sempre tentando garantir que tudo esteja bem, algo que pode parecer um pouco irritante para a garota de vez em quando, mas que ela não deixa de amar é essa preocupação exagerada de sua mãe, algo que ela ama tanto quanto a comida que a mesma faz. Theresa sempre foi uma ótima cozinheira e Robbie vive falando disso para todos os seus amigos. A garota é completamente apaixonada pela comida da mão e sempre que ela está cozinhando costuma ficar no pé da mesma para burlar algumas regras e experimentar a comida em seu andamento.

▪ Pai ▪
Raymond Stephen Crawford - 41 anos - Engenheiro
A relação de Robbie com Raymond é muito parecida com a da garota com a mãe com apenas algumas diferenças. Assim como Theresa, Raymond preza bastante pela privacidade de seus filhos e tenta não se meter muito nos assuntos deles, mas isso é quase impossível pois o mesmo quer estar sempre do lado dos filhos e participar de tudo em relação a eles.
Raymond está sempre perguntando aos garotos onde eles vão e como estão ou como foi seu dia e também está sempre oferecendo ajuda para os mesmos, seja em algum trabalho, atividade ou até mesmo tarefa extra curricular que não tenha nada a ver com a escola. Embora tente se manter sério na maioria do tempo, sendo incrivelmente bom nisso, o mais velho não esconde sua faceta divertida e brincalhona. Ray é o tipo de cara que vê algo na rua e ja começa a tirar onda ou montar alguma piada sobre tal coisa apenas para fazer as pessoas ao seu redor rirem.
Sedo um homem incrivelmente criativo e amante dos livros, Ray tem uma facilidade incrível para montar planos e executá-los, sendo bastante perfeccionista e até mesmo um pouco rígido em relação aos seus projetos, mas também tenta ao máximo ser compreensivo e essa certamente é a característica que mais define seu relacionamento com Robbie: Compreensão.
Os dois se entendem de uma maneira até mesmo estranha para os outros, são bastante parecidos não só na personalidade como também na mentalidade e na visão de mundo. É sempre possível ver ambos debatendo sobre algum assunto mais sério, seja ele sobre ciência, questões sociais ou públicas, acontecimentos importantes e até mesmo política. Seus debates sempre são acalorados e podem durar várias horas, mas no final deles é sempre possível observar que, embora escutem a opinião um do outro sempre terminarão por manter suas posições iniciais acerca dos assuntos a unica coisa que muda é que agora os dois entendem as razões um do outro.
O assunto sobre o qual eles mais gostam de falar é sobre livros, Ray adora sugerir livros para que a filha leia e eles possam conversar depois sobre o mesmo e isso contribuiu e muito para uma aproximação de ambos. Em meio a pequenas brincadeiras e risadas, Ray se preocupa bastante com a filha, principalmente com seu futuro e seria capaz de fazer qualquer coisa pela mesma, mesmo que tivesse que abrir mão de algo muito importante para si, assim como faz o mesmo pelos outros dois filhos.
Ray sempre os colocará em primeiro lugar e sempre batalhará duro para dar-lhes tudo que acha que merecem.

▪ Avô Materno ▪
Edwin Stanley Baker - 70 anos - Ator aposentado
Robbie tem uma relação extremamente calma e cheia de admiração para com o membro mais velho de sua família. Desde pequena a mais nova dos Crawford ficava encantada com as histórias que seu avô costumava contar, a maioria sobre suas próprias aventuras no teatro já que o mais velho foi ator quando mais jovem e todas as noites, Robbie sempre pedia para o mesmo contar mais uma, mais uma, mais uma até que ela finalmente dormia no colo do mais velho e era prontamente colocada em sua cama pelo mesmo.
Isso alimentou um carinho e uma admiração tão grande na mais nova que ela passou a ver o avô como um exemplo e sempre desejou ter uma vida tão incrível e cheia de realizações quanto a dele, algo que era, sem dúvidas recíproco já que Edwin tem um carinho muito grande pela mais nova e tenta sempre estar por perto. É o maior incentivador da mesma, sempre dizendo que ela deve acreditar em seus sonhos e fazer de tudo para que eles aconteçam, porque ela merece uma vida tão incrível quanto ela acha que foi a dele.
Um amante nato da astrologia, Edwin dedica sua vida atual a observar as estrelas e a estudá-las, algo que despertou uma grande curiosidade da mais nova por esse interesse do avô. Ela costuma passar algumas noites observando as estrelas com o mais velho e se diverte bastante nesses momentos, pois Edwin sempre tem uma maneira de tornar a noite menos silenciosa e didática e muito mais animada e divertida.
Mesmo que alguns considerem o mais velho um senhor um tanto quanto louco e com alguns parafusos faltando, Robbie sabe muito bem que seu avô é muito mais são do que muitas pessoas mais jovens por ai e admira como ele consegue levar todas as brincadeiras de mal gosto "numa boa", mas também faz de tudo para protegê-lo de tais situações.

▪ Irmã Mais Velha ▪

Dianna Jonnes Baker Crawford - 18 anos - Estudante
{Personagem da @Girassol_- }
A relação entre as duas garotas Crawford sempre foi marcada pelo carinho existente entre as mesmas. Girassol, como Robbie apelidou carinhosamente sua irmã mais velha, sempre foi extremamente protetora com a garota. Sendo a irmã mais velha, Dia sempre se preocupou muito com sua irmã mais nova querendo saber todos os detalhes de tudo que se tratava dela e estando sempre atenta a todos os detalhes, preparada para agir a qualquer momento se detectasse um mínimo sinal de que a garota está se sentindo incomodada ou até mesmo ameaçada, pois não aceita que nada nem ninguém a machuque, muitas vezes sendo até mesmo comparada a uma leoa furiosa que protege seu filhote até o fim nesses momentos.
Por sua vez tal característica pode irritar um pouco a mais nova, já que Dia muitas vezes é extremamente protetora até mesmo nas horas em que não deveria ser, mas Robbie entende que a garota apenas faz isso porque a ama e segundo sua concepção "quem ama, cuida", portanto, tenta se manter calma e chamar a atenção da irmã para que ela maneire quando sente a mesma que está extrapolando.
Como dito antes, Girassol está sempre querendo saber de tudo sobre sua irmã e quando se trata de seus possíveis interesses amorosos então isso apenas se intensifica. A mais velha não vai sossegar se suspeitar de uma possível paixão da irmã e estará sempre tentando conversar com a mesma em relação a isso, enchendo seu saco e até mesmo fazendo algumas brincadeiras com a mais nova e também pode até mesmo dar uma de cupido como toda boa irmã mais velha que quer ver a felicidade da mais nova emergir o quanto antes.
Robbie também é muito curiosa em relação a irmã quando se trata de seus interesses amorosos, ela sempre tenta prestar bastante atenção nas reações da irmã quando os garotos estão por perto e geralmente, para ela, é muito fácil descobrir quando a irmã está apaixonada. Ela gosta de escutar as histórias dos relacionamentos da irmã e costumam conversar muito sobre isso e vários assuntos que podem ou não ter alguma relação com tais relacionamentos.
Além disso tudo, elas são, também, extremamente divertidas uma com a outra e adoram fazer brincadeirinhas ou simples comentários divertidos na presença dos amigos ou até mesmo dos familiares, algo que sempre faz as pessoas ao seu redor rirem. Morder as bochechas é quase como uma mania existente entre as duas, segundo a mais velha as bochechas de sua irmã são "extremamente fofas e mordíveis" e Robbie geralmente sempre retribui o carinho da irmã com a mesma intensidade.
Tudo isso colaborou para uma relação repleta de brincadeiras e risos por parte das duas.
Robbie é extremamente apegada a irmã mais velha e na maioria do tempo, quando está na dúvida sobre alguma coisa, seja sobre o que for, ela sempre recorre a irmã mais velha, pois sabe que ela será sincera com ela e que não haverá arrodeios.

▪ Irmão Gêmeo ▪

Ryan Viktor Baker Crawford - 17 anos - Estudante
{Personagem do @Alpha- }
A relação de Robbie com seu irmão se destaca pela união existente entre eles. Gêmeos, Roberta e Ryan ou "R & R", como alguns gostam de chamar o casal de irmãos, nunca estiveram separados em momento algum de suas vidas e possuem uma relação de extremo afeto, amizade e, principalmente, cumplicidade. Os gêmeos conhecem um ao outro tão bem e tem uma ligação tão forte, que muitas vezes não precisam nem mesmo escutar uma palavra sequer vinda do outro para saberem como estão se sentindo, um mero olhar para eles pode dizer tudo o que precisam e raramente discutem por qualquer que seja o motivo. Se você vê-los brigando é bom se preparar e ter a certeza de que a coisa está feia e bastante séria.
Embora, brincadeiras um tanto quando desnecessárias sempre ocorram, a maioria por parte de Ryan, como pintar o rosto de sua irmã com pasta de dente durante a noite e tirar fotos da mesma nessa situação, ou pelo fato do rapaz adorar ressaltar que ainda que sejam gêmeos é sim o mais velho - mesmo que por pouco tempo de diferença - do que a irmã, ou apertar suas bochechas em demasiado e estar sempre tentando roubar sua comida, nada disso diminui o sentimento de afeto entre eles, na verdade só o faz aumentar. É comum você ver Robbie pulando nas costas do irmão e sendo levada por ele pelo corredores da escola e até mesmo da casa, e os comentários divertidos da mesma sobre alguns deslizes do garoto, algo que o deixa de bico por um tempo, mas que logo depois entra na brincadeira rindo juntamente com ela.
O fato de seu irmão mais velho ser extremamente ciumento, muitas vezes causa uma certa irritação em Robbie, mas ela sabe que o garoto não tem como evitar, ela mesma é extremamente ciumenta em relação a todos e quando se trata do irmão então, ela detesta vê-lo de gracinhas demais com seus amigos ou que a deixe de lado por conta deles, embora na maior parte do tempo seja mais drama da menor do que um fato real, pois Ryan nunca a trocaria.
Ambos se chamam por apelidos próprios; Ryan a chama de "Robinha" - em homenagem ao jogador de futebol brasileiro muito conhecido - e Roberta o chama de "Ezra" - um personagem de uma serie que eles vêem que teve relacionamento com uma aluna, o que Ryan fez quando tentou dar aulas de violão para garotas, um fato que Robbie nunca esquece e, sempre que pode, tira uma certa onda com o irmão.


Ocupação

Como dito anteriormente, Robbie tende a acumular várias funções e na escola não é diferente. A garota, desde muito pequena, mostrou uma afinidade com a água que poucos em sua família tinham, uma tarde na piscina ou até mesmo alguma viagem que fazia para algum lugar que tivesse praia, mesmo não gostando muito das mesmas, faziam sua felicidade atingir proporções inimagináveis e não foi uma surpresa para ninguém quando a garota entrou para a equipe de natação do colégio e começou a participar de algumas competições, destacando-se entre seus colegas e conquistando o título de capitã da equipe.
Sua paixão pelos livros também a fez entrar para o clube de teatro. Embora deteste mentiras, Robbie sempre teve uma habilidade natural para mentir, ninguém nunca conseguia diferenciar se a garota estava falando a verdade ou mentindo e isso, além da facilidade que tinha de incorporar o personagem a fez conquistar um espaço no clube, embora não interprete um papel tão frequentemente, pois ainda não conseguiu superar totalmente a barreira da vergonha que possui de atuar, preferindo ficar mais na área de coordenação e organização das peça, até mesmo costuma dizer que "gosta de fazer a mágica acontecer".
Além dessas duas atividades, a garota também é um membro ativo do grêmio da escola. Ela gosta de estar por dentro de tudo e de participar das decisões do grêmio, dando muitas ideias e opiniões sobre os assuntos que estão em discussão, assumindo uma postura critica e realista que, na maioria das vezes influencia os outros membros.


Orientação sexual

Heterossexual


Deseja par?

Sim... Não pera, não... Ah tô indecisa!


Relação com par

Robbie não teve muitas experiências amorosas bem sucedidas, na verdade a maioria delas se mostrou um completo desastre e por isso a garota tende a ser um tanto quanto conflituosa quando se trata de relacionamentos. Ela também não costuma ficar com os garotos apenas por ficar, se ela quiser ficar com alguém é porque realmente gosta da pessoa e quer um envolvimento maior e mais profundo com ele, mas no começo ela vai tentar negar de todas as formas que está sentindo alguma coisa por tal pessoa, mas em alguma situação difícil ela, finalmente, vai perceber que, realmente, está sentindo algo e que não pode ser ignorado, mas não vai falar nada por medo.
Ela só falará alguma coisa se tiver certeza que é reciproco, então, não, ela não será a primeira a falar sobre sentimentos com quem quer que seja, a não ser que tal fato acabe escapando em meio alguma briga ou em uma situação de estresse e enquanto isso não acontecer suas atitudes podem se tornar um tanto quando confusas. Um dia ela estará ótima ao lado do garoto, no outro pode estar irritadiça e nada disposta a conversar, outro dia vai ficar completamente sem jeito em sua presença e em algum outro poderá até mesmo tentar chamar sua atenção das maneiras mais variadas possíveis.
Quando finalmente se abrir para a pessoa e decidirem levar o relacionamento para frente ela vai mergulhar de cabeça e se doar completamente ao parceiro. Se tornará uma pessoa ainda mais carinhosa, estando sempre preocupada com o bem estar do amado e fazendo o possível para que ele se sinta feliz e bem com sua presença.
Extremamente companheira e compreensiva, Robbie estará sempre disposta a escutá-lo e ajudá-lo com o que quer que seja, estará sempre ao seu lado, não importa a ocasião e fará questão de estar presente nos momentos especiais para ele.
Mas nem tudo ao lado dessa garota serão apenas flores. Robbie pode ser uma pessoa extremamente difícil de lidar, sua teimosia e seu orgulho poderão atrapalhar bastante o relacionamento, sem contar o ciúme e a possessividade da garota, mas com o tempo e com muita paciência ela pode aprender a ceder. Até lá, algumas brigas, discussões e caras feias serão inevitáveis.


Relação com Beatriz Foster


Robbie e Bea não são muito próximas, mas se conhecem, possuem os mesmos amigos e muitas vezes conversam sobre amenidades, mas nada muito pessoal. Robbie a acha muito engraçada e uma boa companhia, admira sua pose divertida e quando estão juntas fazem de tudo para divertirem quem está ao seu redor. Um dia Robbie lhe contou sobre seu desejo de entrar para o grupo das líderes de torcida e foi prontamente encorajada pela ruiva, mas como tinha tantas coisas para fazer no período atual acabou pensando melhor e decidindo não fazer o teste, mas até hoje Bea diz que ela seria muito bem vinda a fazer o teste e entrar para o grupo quando quisesse.


Relação com Bella Young


Por serem do grupo de teatro, Bella e Robbie estão acostumadas a trabalhar juntas. Costumam passar horas conversando e planejando as peças, organizando as coisas, mas não costumam se falar tanto quanto deveriam quando se trata de outros assuntos, algumas vezes debatem sobre situações que acabam surgindo por entre suas conversas nas peças e sobre alguns comportamentos de ambas, mas apenas isso. Robbie e Bella não são muito intimas, mas a menor a considera uma boa pessoa e ri muito de suas ideias e comentários interessantes, até mesmo ganhou vários apelidos da garota que apenas ela usa, entre eles estão "chocolatinha" e "Kit-kat" ou "Kitkatzinha" e em retribuição Robbie a apelidou de "Belita".


Relação com Ella Montgomery


Das três garotas a mais chegada a Robbie, certamente, é Ella. As duas se conheceram ainda crianças já que moram em casas vizinhas e costumavam se ver sempre e até mesmo a brincar juntas o que contribuiu e muito para a formação de sua amizade, mas inicialmente não eram muito próximas isso só veio acontecer depois que a irmã mais velha da Crawford se tornou amiga da Montgomery, depois disso foi inevitável para as duas não se tornarem amigas também.
Atualmente, Robbie e Ella são muito próximas, a morena se preocupa bastante com a castanha e faz questão de apoiá-la em todos os seus projetos oferecendo todos os tipos de ajuda possíveis, por sua vez, Ella está sempre disposta a escutá-la e faz questão de ser sincera ao extremo com a amiga e até mesmo se arrisca em lhe dar algumas dicas sobre alguns garotos, fornecendo-lhe todas as informações que tem sobre o mesmo. Elas não tem nada a esconder uma da outra e sempre que Ella precisa, Robbie está disposta a lhe dar seus conselhos, mas sempre espera que a mesma os peça, pois tem medo de parecer intrometida demais já que sabe que ela precisa de seu próprio espaço.
A alegria e determinação de Ella contagiam Robbie, sua coragem sem dúvidas é algo que mais admira na garota e não importa o que aconteça estarão sempre lá uma para a outra.


Vícios

▪ Chocolate ▪
Desde que provou pela primeira vez o doce, quando era pequena demais para se lembrar, Robbie simplesmente se apaixonou e desde então o mesmo tornou-se seu doce preferido. Hoje ela não consegue passar um dia sequer sem comer pelo menos um pouco do doce e se isso acontecer ficará bastante mal humorada e tentará subornar seus amigos até que eles lhe consigam um pouco do mesmo.

▪ Sorvete ▪
Robbie é absolutamente viciada em sorvete, podendo chegar a comer um pote inteiro sozinha se deixar, se for de seu sabor preferido então, é melhor você nem tentar segurá-la. Ela simplesmente ama doce gelado.


Música tema

Eu n.ã.o sou ++a mais bonita que já ‣‣viu
Mas eu tenho meus 𝚖𝚘𝚖𝚎𝚗𝚝𝚘𝚜, tenho meus momentos
Não sou →perfeita←, 𝓷𝓾𝓷𝓬𝓪 fui
Mas eu {tenho} meus momentos, tenho meus мσмєηтσѕ
(Eu ◢posso◣ ficar um ...//pouco... bêbada, faço o que não devo...
Mas nos dias [[bons]] sou ⓒⓗⓐⓡⓜⓞⓢⓐ para c*cete.)²
Moments — Tove Lo

++ Extras ++
▪ Unstoppable - Sia ▪
▪ Yellow - Coldplay ▪
▪ Joy I Call Life - Sia ▪
▪ What You Wanted - OneRepublic ▪


Gostos

▪ Kiwi e maçã ▪
▪ Bolos de todos os tipos, ela simplesmente adora bolos ▪
▪ Sorvete de doce de leite ▪
▪ Qualquer demonstração de carinho, mas principalmente, abraços, cafunés e beijos na testa ▪
▪ Noites estreladas ▪
▪ Qualquer tipo de livro ▪
▪ As cores azul e branco ▪
▪ Pessoas leais e divertidas, que a façam rir ▪
▪ Chuva, principalmente o som da mesma batendo no teto da casa, ou no teto do carro, e o cheiro de terra molhada que fica logo depois da mesma passar. ▪
▪ Beijos longos e apaixonados e também beijos no pescoço ▪
▪ As matérias Biologia e Química ▪
▪ Assoprar dentes de leão ▪
▪ Balas de hortelã ▪
▪ Flores, principalmente tulipas brancas e margaridas ▪
▪ Ser elogiada, embora isso a deixe com muita vergonha ela simplesmente adora o fato de que as pessoas acham que ela foi bem em algo. ▪
▪ Escutar música ▪
▪ Mostarda ▪


Desgostos

▪ Café ▪
▪ Melancia ▪
▪ Mentiras, detesta tanto o fato de mentir quanto o fato de alguém mentir para ela ▪
▪ Pessoas intrometidas, mesmo ela sendo uma ▪
▪ Camarão, pois é alérgica ▪
▪ Dias muito quentes ▪
▪ Aranhas ▪
▪ Ser ignorada ou não ser levada a sério ▪
▪ Comidas salgadas demais ▪
▪ Ver pessoas chorando ▪
▪ Discussões ▪
▪ Pessoa fúteis e egocêntricas ▪
▪ Detesta com todas suas forças lerdar, não entender o que estão falando de primeira ▪
▪ Marshmallowns ▪
▪ Arrogância ▪
▪ Praia ▪
▪ Ficar ser internet ▪
▪ As matérias física e matemática ▪
▪ Filmes de Terror ▪
▪ Perder ou estar errada ▪


Qualidades

▪ Boa conselheira e ouvinte | Amigável | Gentil | Sincera | Alegre e entusiasmada | Está sempre tentando alegrar as pessoas | Observadora | Uma boa julgadora de caráter e situações | Divertida | Carinhosa | Prestativa | Determinada ▪


Defeitos

▪ Teimosa | Orgulhosa | Pessimista, em relação a si mesma | Extremamente ciumenta | Não gosta de falar sobre seus sentimentos e nem mesmo compartilhá-los | Não sabe dizer não quando é preciso | Extremamente lerda | Muito Desconfiada | Falar demais | Um pouco instável e irritadiça| Se magoa muito fácil | Extremamente confusa e covarde em relação a seus sentimentos amorosos | Não consegue seguir os próprios conselhos | Possessiva | Rancorosa | Desorganizada | Se preocupa demais com as pessoas, até mesmo com aquelas que ela mesma sabe que não dão a minima importância para ela ▪


Habilidades

Como dito anteriormente, Robbie tem uma notável habilidade para mentir bem. Muitas pessoas simplesmente acreditam em sua mentira por ela ser tão bem arquitetada e contada, e embora deteste tal fato, uma vez ou outra faz uso da mesma, mas apenas poucas vezes e quando acha realmente necessário, pois tem a concepção de que mentira tem perna curta e de que mais cedo ou mais tarde a verdade virá a tona, podendo até mesmo lhe causa problemas.
Outra habilidade notável da garota é ser tanto uma boa conselheira quanto uma boa mediadora. Robbie consegue analisar a situação sem colocar-se na mesma, sendo assim, na maioria das vezes, deveras imparcial. Ela gosta de manter-se de fora da briga e analisar os argumentos de cada lado para então decidir quem, em sua opinião, está certo ou errado, assim como faz com os conselhos que juntamente com sua habilidade de ser uma boa ouvinte faz com que ela preste atenção em cada detalhe e analise a situação dando a resposta mais verdadeira e imparcial que consegue.
Certa vez disseram a garota que ela tem a capacidade de ser contagiante, quando feliz ela consegue passar isso para as pessoas ao seu redor e também deixá-las feliz quase que automaticamente.
Mesmo que não tenha uma das melhores coordenações motoras a pequena garota sempre se saiu bem em alguns seletos esportes, como a natação e o handball, este ultimo sendo um pouco menos praticado que o primeiro, portanto ela é uma exímia nadadora e se orgulha bastante disso.
Desde pequena Robbie também sempre teve uma certa facilidade para aprender as coisas rapidamente, você nunca vai precisar explicar a ela mais do que três vezes o que ela deve fazer e isso a ajudou bastante na escola.
Por fim, a última habilidade, e a qual a garota mais se orgulha, é saber tocar piano. Quando cresceu e passou a entender um pouco mais sobre música, Robbie simplesmente se apaixonou pelo instrumento e de tanto pedir aos pais para lhe colocar em aulas os mesmos atenderam aos seus pedidos.


Manias

▪ Quando era pequena, Robbie tinha o hábito de roer a unhas, mas ela não gostava muito disso pois costumava machucar muito os dedos então resolveu parar e com muita determinação ela conseguiu, mas isso resultou em outra mania: morder suas unhas. Sim, morder, não mais roer, apenas morder. É um ato inconsciente, volta e meia você conseguirá vê-la fazendo isso, principalmente quando está muito concentrada em algo ou tentando pensar em alguma coisa ou resposta.
▪ Também possui a mania de balançar a perna quando está nervosa ou impaciente ou bater as unhas, uma por uma, na mesa ou em qualquer superfície que esteja perto dela na mesma situação. É um reflexo da sua condição de não conseguir ficar parada quando está nervosa.
▪ Pressionar os lábios um no outro quando não sabe o que dizer.
▪ Coçar a o nariz ou apenas passar o dedo na ponta do mesmo de forma inconsciente. Não há um porque ou uma situação específica para ela fazer tal coisa, ela até mesmo costuma dizer que essa é sua mania mais estranha e sem sentido.
▪ Robbie também tem a mania de levantar a sobrancelha esquerda para tudo. Quando está surpresa, quando escuta alguém dizer alguma coisa que considera idiota, quando está fazendo algum comentário sarcástico ou irônico, ou até mesmo para tirar fotos. É muito comum você encontrar fotos da morena com a sobrancelha esquerda levantada.
▪ Quando está muito, muito, muito brava ela costuma fazer um leve biquinho com os lábios e quando está com muita raiva também costuma ficar levemente vermelha, algo que não consegue controlar e que a irrita terrivelmente, pois isso sempre lhe rendeu muitas brincadeirinhas chatas por parte de seus amigos.
▪ Sua ultima mania é rolar os olhos quando está descontente ou irritada, ou quando escuta algo que não gostaria de escutar, como comentários que considera idiotas demais e sem nenhuma graça.


Hobbies

Robbie ama nadar, é uma das coisas que ela mais gosta de fazer. Gosta da sensação de estar dentro da água, de poder nadar, de competir e de ser boa no esporte, mas principalmente gosta porque se diverte e também porque é algo que a acalma, quando está estressada ou quer ficar sozinha o lugar mais provável no qual vai encontrá-la é dentro de uma piscina.
A garota também é completamente viciada em livros. Robbie simplesmente ama ler, quando a garota pega em um livro é como se tudo o mais ao seu redor simplesmente desaparecesse e ela entrasse no mundo da história. A sensação de poder ser qualquer pessoa e de viver as aventuras dentro de um livro a intriga e acabou cultivando esse hábito de ler a partir do incentivo do avô e do próprio pai, sendo este ultimo um assíduo leitor. Foi Raymond quem deu o primeiro livro de histórias que a mais nova teve e que guarda até hoje.
Algo que nos leva a seu ultimo hobbie que é o de colecionar livros, ela coleciona livros de todos os tipos, mas tem um certo fascínio pelas primeiras edições dos exemplares ou as edições mais antigas que conseguir encontrar. Está sempre buscando livros novos para sua leitura e posterior incorporação em sua coleção.
Portanto não será muito difícil vê-la com algum livro embaixo no braço enquanto anda para lá e para cá no colégio.


Possui preferência por alguma autora para escrever sobre seu personagem?

Sim, a Ellachu <3


Algo mais?

Curiosidades
— Robbie é uma péssima cozinheira, suas habilidades na cozinha se resumem a fazer chocolate de panela, esquentar comidas pré-cozidas, macarrão instantâneo e pipoca. Recentemente ela aprendeu a fazer um macarrão apresentável, mas apenas isso.
— A garota é alérgica a camarão e aos mais diversos tipos de frutos do mar
— Robbie é uma péssima dançarina, não uma péssima dançarina em tudo, mas sim em danças e ritmos que necessitam de um par como valsa e outros. Em uma boate ela se sai bem, mas em festas mais formais é um pesadelo.




Eu coloco minha armadura, te mostro o quanto sou forte
Eu coloco minha armadura, te mostro o quanto sou incontrolável,
Sou uma Porsche sem freios, sou invencível, yeah, eu ganho todos os jogos
Sou tão poderosa
Não preciso de baterias para jogar
Sou tão confiante, é, estou incontrolável hoje❞


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...