~subterfugir

subterfugir
#*a change of he?rt.}
Nome: {.%ѕ c α ɾ e ∂❞⋆
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Piranhas, Alagoas, Brasil
Aniversário: 25 de Novembro
Cadastro:

.reborn.}


Postado





"Guarda estes versos que escrevi chorando como um alívio a minha saudade, como um dever do meu amor; e quando houver em ti um eco de saudade, beija estes versos que escrevi chorando."
— Machado de Assis.
†.◝৩゜☾༘Nome Completo

Rosalinda Mary "Linda" González.

†.◝৩゜☾༘Idade

Dezessete anos. Nascida em 23 de fevereiro de 1999.

†.◝৩゜☾༘Aparência

Dona de uma pele branca e levemente rosada pela irritação solar, Rosalinda chama bastante atenção pela sua beleza. Olhos azuis-piscina que podem se tornar verdes bem claros, de formato grande. Seios pequenos, cintura de tamanho normal, pernas grossas se comparar ao seu corpo magricelo. Cabelos naturalmente loiros e lisos, de um tom muito claro. Sobrancelhas finas e arqueadas, parecendo as de uma atriz de cinema. É de estatura mediana, com 1,63 de altura e 53,5kg.


Dakota Fanning.

†.◝৩゜☾༘Personalidade

Linda é responsável e exige bastante respeito das pessoas a sua volta. Não é muito determinada, por isso, não se preocupa em medir esforços e sacrifícios para atingir seus objetivos e ambições. Acredita que são apenas sonhos que nunca irão se realizar. Possui um senso de disciplina fortíssimo. Por ser fria e reservada, tem bastante dificuldade em se expressar espontaneamente. Uma das suas maiores dificuldades é vencer as inibições. É sincera e leal em seus relacionamentos — o único que teve foi duradouro. A busca por prazer não é apenas uma vontade para Rosalinda, mas sim uma necessidade. Ela só tem de tomar cuidado com seu excesso de drama e egoísmo na busca pela satisfação.
Rosalinda parece ter muita alegria de viver, mas tem muita facilidade para realizar conquistas, mas seria bom ela prestar atenção para não se tornar muito competitiva, seja consigo mesma ou com os outros.
Ela é extrovertida, quer aparecer e brilhar constantemente, chegando algumas vezes a ser inoportuna. Sua vontade é lei. Criativa, generosa e muito romântica, ela é do tipo "com muito amor para dar". No entanto, sempre espera algo em troca, principalmente reconhecimento. Fazendo com que se decepcione bastante.

Linda pode revelar emoções muito intensas e extremas. Para ela, é tudo ou nada, em especial no que diz respeito aos sentimentos. Assim, é amor ou ódio, querer ou ter repulsa. Sua coragem e a busca por intensidade a levam ao extremo das situações, especialmente as emocionais. Com isso, Linda precisa ficar atenta para não passar dos limites. Deve sempre tomar cuidado para não guardar demais as emoções, principalmente as que considera negativas, e também para não alimentar o rancor e a vingança. Quando exagera na bebida, começa a contar tudo o que sente para pessoas, na maioria das vezes, inapropriadas.
Ela tem dificuldade conseguir virar a página, sempre sofrendo por tempo indeterminado.
A liberdade de Linda é como um porto seguro e ela pode até ter dificuldade de se envolver por conta disso. Há um medo de ter e perder, de mostrar suas emoções, de se entregar demais e perder sua liberdade. Com isso, Rosalinda pode viver relações mais impessoais e totalmente baseadas no intelecto.


†.◝৩゜☾༘Problemas

Bulimia nervosa.
"A bulimia nervosa é um transtorno alimentar caracterizado por períodos de compulsão alimentar seguidos por comportamentos não saudáveis para perda de peso rápido como induzir vômito (90% dos casos), uso de laxantes, abuso de cafeína, uso de cocaína e/ou dietas inadequadas."


Alcoolismo.
"Alcoolismo é um termo amplo para descrever problemas com o álcool, sendo geralmente usado no sentido de consumo compulsivo e descontrolado de bebidas alcoólicas, na maior parte dos casos com implicações negativas na saúde, relações afetivas e no papel social do alcoólico."


Tabagismo
"O tabagismo é uma toxicomania caracterizada pela dependência física e psicológica do consumo de nicotina, substância presente no tabaco."


†.◝৩゜☾༘História

Nascida em Tarragona, Espanha, Rosalinda sempre foi a criança mais cobiçada da família, daquelas que viviam no colo de seus familiares. Se mudou para a América junto de seus pais com seis anos de idade, inclusive, foi no dia de seu aniversário.
Estava tudo indo muito bem, até quando seus pais a matricularam na nova escola. Suas pernas eram bastante torneadas e a chamavam de gordinha, a menina no começo não ligava. Mas ela foi crescendo e seu corpo desenvolvendo rapidamente.

Com quinze anos, chegou em casa, depois do seu trabalho de verão na sorveteria e decidiu fazer um bolo de chocolate, a receita que mais amava, e ainda ama. No fim das contas, foi um bolo enorme e calórico que Linda comeu sozinha. Seu pai chegou em casa e disse à ela que deveria emagrecer, que estava engordando um pouco demais e que sentia desgosto da filha única por isso.
As palavras doem até hoje no interior de Rosalinda, que de imediato foi até seu banheiro com azulejos cor-de-rosa e vomitou todo o bolo que havia feito com tanto carinho no vaso sanitário. Foi se sentindo melhor quanto mais fazia isso, ia se sentindo mais magra, fazendo com que adquirisse a bulimia nervosa.

Um ano depois conheceu um garoto chamado Jason. Ela o considerava incrível, com seu cigarro canelado e ar de bad boy dos anos cinquenta, não havia nada em para não se gostar nele. O primeiro cigarro e o primeiro whisky foram com ele, os seus maiores vícios. Terminaram o namoro porque Jason disse que detestava garotas muito parecidas com ele, fazendo com que Linda partisse seu coração e afundasse mais nas drogas lícitas.


†.◝৩゜☾༘Relação com a família, amigos e demais pessoas

É um tanto complicado explicar a relação que tem com sua mãe. Já que em alguns momentos a trata com todo o amor do mundo; e quando se entope de álcool no sangue, começa com suas ameaças de ir embora de casa ou até mesmo que vai "enchê-la" de socos.
Rosalinda não intitula as pessoas que têm a sua volta como amigos, apenas como colegas, não importa o quão próximo ele for, será sempre um colega para ela. E com eles se sente um pouco limitada à bebidas, por este motivo é bastante amigável com todos.
Com as demais pessoas é bastante simpática e gentil, não é porque Rosalinda não conhece tal pessoa que deve tratá-la mal.


†.◝৩゜☾༘Aceitará entrar no grupo de imediato?

Claro que não! E vai ser muito difícil de Rosalinda mudar de ideia. Ela precisa confiar muito na pessoa que fez tal convite.

†.◝৩゜☾༘Como se relacionará com o grupo?

Pra começar, ela ficará bastante nervosa e não dirá uma palavra. Conforme for se acostumando com o rosto das pessoas, nomes e vozes, irá se soltar e perceber que aquilo tudo não é tão ruim como pensava.

†.◝৩゜☾༘Par?

Sim. Acima de tudo, seu par deve ser compreensivo com ela e principalmente com seus vícios. E nunca, em hipótese alguma, reclamar de algo que ela faça. No fim das contas, Linda é bastante carinhosa com ele e quer ficar por perto o tempo inteiro.

†.◝৩゜☾༘Curiosidades sobre a personagem

— Possui um gato filhote de pelagem preta chamado Snowball, uma ironia e tanto.


— É heterossexual, apesar das pessoas dizerem que é lésbica.

— Possui um aparelho de chá que só usa em ocasiões especiais, quando está muito feliz, por exemplo. Tem tanto ciúmes de tais xícaras que as guarda em seu guarda-roupa.


— Odeia roupas muito coloridas, geralmente só veste roupas pretas, brancas e cinza.

— Uma leitora assídua. Se reparar, a cada três dias, Linda está com um livro novo a tira-colo.

— Não haverá um dia em que ela não usará seus queridos anéis. Além disso, Rosalinda tem um cuidado excessivo com suas mãos, que são bastante delicadas e sempre cheirosas.



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...