~atIantiz

atIantiz
»bitch«
Nome: •°•°•nobody's here°•°•°•
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Cabeceiras, Goiás, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

—i'm not your dear.


Postado


Nome Completo—
「Marilyn Young Morgan」
O nome Marilyn é de origem inglesa e significa “estrela da manhã”. Foi dado em homenagem a sua avó, que possuía o mesmo nome da garota. O nome Young vem da família de seu pai e Morgan de sua mãe. Por algum motivo, ela nunca gostou muito de "Marilyn" e prefere ser chamada de Mari.


Apelido—
「Mari • Lyn」
Mari → É assim que a maioria tem costume de chamá-la, a própria afirma preferir o tal apelido que seu nome.
Lyn → Apenas a família a chama dessa forma. É um apelido mais intimo, que surgiu quando sua irmã mais nova não conseguiu pronunciar o nome da garota e sempre acabava chamando-a de Lyn. Com o tempo, toda a família passou a chamá-la dessa forma, muitas vezes para irritá-la, já que não gosta do apelido. Depois de tudo, Marilyn acabou aceitando.


Idade—
18 anos | 18.06 | Gêmeos

Príncipe Escolhido—
Nathaniel. No começo Mari será meio relutante, por medo de abrir seu coração e por não saber como se lida com tais emoções, de inicio Lyn será meio indiferente, quase como uma amiga intima e não alguém que deseja algum casamento. Ela irá conversar com o príncipe sobre interesses em comum, rir, fazer piadas, desafiá-lo, enfim, ser ela mesma. Com o tempo Marilyn irá perceber que seus sentimentos não são apenas amizade, ela nunca imaginou que pudesse tanto amar um sorriso como ama o dele ou que fosse tão fácil conversar com alguém que ela conhece a tão pouco tempo.



Onde nasceu—
Liverpool, Inglaterra


Casta & Profissão—
Casta 6 | Garçonete

Aparência—
A jovem Marilyn Morgan por toda sua vida foi dotada de grande beleza. Uma verdadeira obra prima, muitos diriam. Não foi agraciada verticalmente, mas isso nunca a impediu de esbanjar uma beleza diferente. Algo que foge dos padrões normais, algo mais misterioso, cativante. Seu rosto de formato alongado e maxilar marcado foi presenteado com os mais belos traços. Seus olhos levemente esverdeados esbanjam insanidade, um enorme poder de encantamento. Lembra para muitos a inquietude das ondas marinhas que se chocam fortemente contra as pedras. Sua pele cor de marfim é naturalmente perfumada de um aroma leve e adocicado. As madeixas loiras da jovem possuem uma textura sedosa, em um corte repicado que cai perfeitamente sobre seu busto. Suas sobrancelhas são arqueadas, expressivas, o que costuma chamar atenção para sua boca carnuda e rosada. De fato, Lyn é dotada de extrema e pura beleza. Parece com uma boneca de porcelana, que se quebraria ao mais singelo toque.




[photoplayer: sabrina carpenter]

Personalidade—
Ela é jovem, isso em si já diz muita coisa. Lyn vive num mundo colorido e sensual inspirado por suas conexões com pessoas e ideias. É bem fácil encontrá-la em eventos sociais ou coisas do tipo, basta procurar pelo aglomerado de pessoas ao seu redor. Rindo e entretendo a todos com seu humor negro e rustico, definitivamente ama ser o centro das atenções, ela é a atriz e o mundo é seu palco. Uma pessoa sintonizada em variações sensoriais, isto lhe confere a incrível capacidade de trabalhar com diferentes tonalidades de emoções, acontecimentos e cores. Essa sensualidade observadora parece brotar naturalmente dentro dela, como uma capacidade inata.


Alegra-se a reinterpretar conexões, reinventar ideias, inovar. Gosta de fugir do senso comum e pensar diferente, ser diferente. Mari possui um inacreditável senso de espontaneidade, isso a faz ser imprevisível, até mesmo para as pessoas mais próximas. Gosta de drama, paixão e prazer, não pela emoção, e sim porque estimula sua mente lógica. Se pessoas fossem comparadas com fenômenos naturais, Marilyn Morgan seria o furacão. Incrivelmente sarcástica, utiliza da ironia em quase tudo que diz, seja brincando ou na direta intenção de atacar alguém. Não é difícil vê-la soltando os comentários mais absurdos e afiados nas piores horas. Não sebe lidar com emoções e nunca consegue descrevê-las muito bem, bom ombro amigo, mas uma péssima conselheira. Se alguém a pedir um conselho em seu lugar ela vai dar algum comentário sarcástico sobre a situação. Então, não a peça para acalmar ninguém, Lyn só vai fazer a pessoa se sentir pior.


A primeira palavra que descrevem Marilyn ao conhecê-la? Eufórica. Não se pode discordar, a jovem é de fato bastante extrovertida. Não reprime qualquer tipo de emoções e as libera a todo minuto. Seja sorrindo, gritando ou chorando, Mari simplesmente sente tudo que se deve sentir. Não possui papas na língua ou o mínimo bom senso do que se deve ser dito. Vive a vida de forma espontânea, livre, com a maior graciosidade possível. Seu maior desafio talvez seja planejar o futuro. Lyn não gosta de rótulos ou planejamentos, os odeia seria a forma certa de se referir. Costuma fazer tudo por impulso, no calor da emoção e no auge do improviso. Não segue padrões ou lê roteiros, Marilyn simplesmente faz o que der na telha. E mesmo que aparente uma face de pessoa gentil e fácil de lidar, ela é tudo, menos serena. Na minha mera opinião de narradora, explosiva seria o adjetivo perfeito. Alguém ferozmente independente. Repudia todo e qualquer tipo de subordinação. Nunca deu-se muito bem em locais extremamente organizados, tendo frequentemente problemas na escola. Não se engane, tal fato não é ocasionado pela falta de inteligência da jovem e sim por sua incrível teimosia. Regras são feitas para serem quebradas, pelo menos é assim que a Lyn pensa.


Marilyn vive todos os dias como se fosse seu último. O que a leva a ser agitada, vingativa, teimosa. Sua energia é tanta que quase pode ser palpável. Vive o momento e mergulha-se na ação, é o centro da tempestade. Seu maior defeito é sem duvida o seu incrível e inabalável orgulho, nunca admite estar errada por mais que tenha consciência disso. É raríssimo vê-la pedindo perdão a alguém e quando o faz, é por que ultrapassou todo e qualquer limite possível, mas ainda assim o seu perdão é de mau gosto, sem a mínima vontade. Engana-se ao pensar que Marilyn é alguém sonhadora. Incorpora os dons do carisma e confiança, projetando autoridade de um jeito que atrai multidões em busca de um objetivo. Mas apesar de tudo, é caracterizada por um nível cruel de racionalidade, usando sua motivação, determinação e mente astuta para atingir o que eles deseja.


Tem uma personalidade mais perceptiva e sem filtros, o que a torna capaz de notar as mais singelas mudanças, tanto físicas quanto emocionais. Brincalhona e debochada, Marilyn é simplesmente odiada pela maioria de seus supervisores. Ela não apenas gosta de causar confusões, ela é a confusão. Ferozmente rebelde e indomável, caracteriza a si própria como uma insana de corpo e alma. Mari ama contrariar, perguntar, rebater. Costuma entrar numa incessante batalha mental com seus adversários, e não para até cansá-los com suas respostas habilidosas. As palavras são sem dúvida sua maior arma. Não costuma partir para o confronto físico e a maioria de suas brigas caracteriza-se por argumentos rápidos e respostas sarcásticas. Por mais que nunca admita, ama uma briga de perguntas e repostas. Gosta de desafios, mas apenas os mentais, ela é horrível em esportes. Marilyn é o quente e o frio, o doce e o amargo, a luz e as trevas. Não é do tipo que se é possível descrever com um punhado de palavras soltas ao vento e sem conexão. Se de fato existe uma palavra no dicionário que a defina, esta é bastante complexa.



História—
Tudo começou numa noite desgostosa dos anos 90. Katherine Morgan tinha acabado de dar a luz a terceira filha quando tudo que ela tentava esconder desmoronou junto dela. Ela tinha três filhas com apenas 27 anos, nunca tinha realizado seus sonhos e trabalhava como recepcionista num hotel imundo. Tudo na sua vida estava errado e em poucos minutos segurando aquele pequeno bebê que nomeara de Marilyn, Katherine percebera isso, ela não poderia mais viver daquela forma. Tinha de fugir, precisava fugir. Levada pelo impulso enquanto todos dormiam, a jovem fugiu de casa e abandonou suas três filhas ao cuidado do marido.Quando Scott, marido de Kat, acordou ele encontrou apenas um bilhete de sua esposa, afirmando que não conseguiria mais fazer aquilo e que havia abandonado as filhas e ele. Foi nesse ambiente que Marilyn foi obrigada a viver, ou melhor, sobreviver.



Família—
「Louise Morgan • 27 anos • Irmã • Recepcionista」

[troian bellisario]

「Jessica Morgan • 25 anos • Irmã • Garçonete」

[victoria justice]

Hobbies—

Gostos e Desgostos—

Manias e Medos—

Encontro perfeito—

Presente Perfeito—

Motivo pelo qual está participando da Seleção—

Favoritou a fanfic?—

Palavra-chave—

Algo mais?—


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...