Ficha - Suicide squad


Postado

Ficha - Suicide squad

Te achei bastante perfeccionista no que toca à escolha dos personagens, o que é sinal que a história vai ser boa ^-^.

[spoiler]

1° Ficha – Antes de se tornar vilão


╋ Nome Completo: Megan Allan Douglas

╋ Significado dos nomes: Megan- " forte, capaz"
Allan- " belo, formoso"
Douglas- " rio escuro, águas negras"


╋ Apelido(s): Mar negro ( Megan tem este apelido devido à sua doença)


╋ Nacionalidade: Escocesa


╋ Idade: 23 anos

╋ Sexo: Femenino


╋ Sexualidade: Heterossexual


╋ Dia do nascimento: 30/ 10/ 1993


╋ Signo: Escorpião


╋ Aparência: Megan possui o cabelo loiro e curto chegando até aos ombros, pele clara e olhos castanhos escuros com um certo brilho misterioso. Os seus lábios são um pouco volumosos e rosados enquanto o seu nariz é pequeno e fino, também possui 1,67 metros de altura e o seu corpo é magro no entanto um pouco definido.















╋ Personalidade: Megan era uma criança deprimida devido a não conhecer mais nada para além do quarto mas também era dona de uma personalidade inteligente, astuta e até simpática. Ela também era bastante calma e submissa com os médicos , socializava e até simpatizava com alguns ajudantes deixando mostrar o seu lado doce e ingénuo. Criatividade não lhe faltava nas histórias e nos desenhos que fazia até lhe terem tirado os lápis de cor devido a ter pintado a parede com os mesmos mostrando que era apenas uma criança pura não conseguindo ver o mal naquilo que fazia, era aluada perdendo a noção da realidade por estar perdida nos seus pensamentos porém era uma observadora nata conseguindo reparar até nos mais pequenos detalhes.


╋ História: Algures em Aberdeen, na Escócia, uma empresa bastante poderosa de cientistas tinha um projecto que tinha o nome de " Centro de Observação para Cura" ou abreviado C.B.C que consistia em fazer experiências de novas curas para doenças em pessoas que se ofereciam para levar as injeções em troca de dinheiro que a empresa oferecia, contribuindo assim para o bem da humanidade. Porém nem tudo era para o bem, o problema era que a empresa criava crianças em laboratório usando-as para fazer as suas experiências, mas felizmente poucas crianças eram usadas devido ao processo lento e delicado de pagar a prostituas para serem barrigas de aluguer e de matá-las logo a seguir que estas dessem à luz para não correr riscos desnecessários.
Porque faziam isso? Bem, pagar a prostitutas era muito mais barato do que pagar a pessoas que se ofereciam, já para não falar que uma criança recuperava muito mais facilmente e rapidamente de que um adulto poupando assim a empresa de gastar milhões de libras. Como conseguiam manter isso em segredo? Nesse aspecto os cientistas foram inteligentes ao construir um instituto cheio de quartos individuais para as " pessoas que se ofereciam" ficarem lá até as experiências acabarem conseguindo a aprovação do governo, fechando assim as crianças nos quartos e ninguém saber. Ninguém suspeitava de nada? A empresa pediu para o governo que ninguém se aproxima-se do instituto pois era propriedade privada para além de estarem a estragar o trabalho das experiências, por isso ninguém suspeitava. O que faziam às crianças quando já não as queriam? Existia uma idade limite, que normalmente era até aos 18 anos, e sempre que alguma criança a ultrapassava matavam-na logo e como elas não tinham identidade devido ao governo que não sabia da existências delas não havia nenhuma possibilidade de ligaram as mortes à empresa.
Porém Megan foi vítima dos homens loucos que se auto intitulavam-se de " médicos de Deus" e assim que nasceu foi logo transportada para um quarto branco onde ficaria o resto da sua vida onde o único contacto com os seres humanos seria com os ajudantes que lhe davam de comer e com os cientistas que iam lá para fazer experiências de novas curas. E assim continuou até aos 12 anos onde foi aí que os médicos notaram que algo de errado estava a acontecer com a criança loira que começou a falar sozinha frequentemente e a ter comportamentos agressivos magoando alguns ajudantes e a si própria batendo com a cabeça violentamente nas paredes do seu quarto branco. Ao principio os cientistas acharam que era algum tipo de efeito secundário da injeção contra o cancro que Megan tinha levado à pouco tempo porém aos 15 anos a sua atitude começou a agravar-se quando Megan possuía graves hematomas espalhados pelo seu corpo fazendo os médicos chamarem um psicólogo do instituto que depois de algumas sessões com a jovem loira diagnosticou-a com um transtorno mental que denominava-se por distúrbio maníaco depressivo e que o caso agravou-se bastante devido ás injeções que Megan tinha levado durante a sua vida.
Após essa noticia os cientistas acreditavam que uma mente doente não ia interferir com o programa até que Megan teve que ser sedada devido ao súbito ataque que teve quando prenderam-na na maca para mais uma experiência e quando finalmente adormeceu deixou cinco ajudantes inconscientes fazendo os médicos perceberem, o estrago estava feito e tinham que se livrar dele pois ninguém queria lidar com o monstro inconsciente de Megan. Porém o que eles não sabiam era que a jovem loira era bastante astuta percebendo logo que iria ser o seu fim fazendo a mesma elaborar um plano que era mais de suicídio do que de fuga. Esse plano consistia em usar um ajudante fazendo com que este não trancasse a porta deixando ela fugir e quando finalmente escolheu o alvo perfeito que era uma ajudante que simpatizava meteu o plano em marcha. Assim que o alvo abriu a porta do quarto com o tabuleiro de comida Megan deixou a sua insanidade controlar o seu corpo fazendo este saltar para cima do homem pondo-o inconsciente em questão se segundos conseguindo assim sair do quarto, porém o plano foi por água a baixo quando o alarme começou a tocar avisando os cientistas que algo estava errado e assim que a jovem loira correu pelo corredor do instituto em direção à liberdade depara-se com os médicos que seguravam seringas bastante grandes com o objectivo de sedá-la e voltar a mete-la no quarto. Com a loucura e o medo a percorrer o corpo Megan agarrava o garfo do almoço que levou escondido antes de sair do quarto e apunhalou os cientistas matando-os com o mesmo e foi aí que a parte racional de Megan desapareceu dando lugar à pura insanidade.

✖ Família ✖


▶ Nome: Beth Mason

▶ Idade: 50 anos

▶ Relacionamento com o personagem: Beth foi apenas barriga de aluguer de Megan, logo não estabeleceu qualquer tipo de laço com a mesma.

▶ Aparência:



▶ Vivo ou morto: Foi morta pelos cientistas após ter dado à luz.



2° Ficha – Vilão

╋ Identidade falsa: Marte. - Megan escolheu esta identidade devido a ser aluada parecendo que vive em outro planeta e pelo facto de o único mundo que conhece ser apenas um quarto branco.


╋ Aparência de vilão: Marte ficou com a pele bastante pálida devido a ter sido cobaia de experiências durante 15 anos, deixou o seu cabelo crescer pintado-o de azul e fez diversas tatuagens nas quais se destacam uma rosa no ombro esquerdo, uma serradura no braço direito e uma frase escrita em havaiano que traduzida fica: " Esses prazeres violentos têm fins violentos "











╋ Habilidades:
- Sabe manipular as pessoas com umas simples palavras
- É bastante rápida conseguindo matar uma pessoa em segundos embora goste mais de torturar.
- Canta
- Tem bastante força e pontaria com facas de arremesso.


╋ Poderes:Não tem



╋ História de vilão: Depois de Marte matar os cientistas sentiu algo que nunca sentiu na vida, prazer e alivio. Porém o medo de a empresa persegui-la habitava na sua mente doente fazendo a jovem de cabelos azuis fugir de Aberdeen e viajar clandestinamente, devido a não ter identidade, para a América onde deixou a sua loucura à solta fazendo muitos inocentes sofrerem com o monstro incontrolável que vivia dentro dela. Marte nunca sentiu arrependimento pelo que se tornou pois nunca conheceu o bem que as pessoas normais acreditavam, ou amor de pais ou mesmo o orgulho de passar de ano como os estudantes têm e por uma vez na sua vida miserável ela sentiu que a vida do crime era o que o seu vilão interior implorava desde que nasceu. Gostava de sentir o poder de tirar a vida a inocentes sempre que lhe apetecia e se lhe dessem a opção de viver uma vida normal e monótona ela não aceitaria pelo facto de gostar de ser a louca que se divertia a matar inocentes do que ser um robot da sociedade imitando tudo o que ela dizia. Após cinco anos a viver uma vida intensa e cheia de diversão a polícia conseguiu capturá-la com muito esforço prendendo-a numa prisão de alta segurança onde até agora se encontra a cumprir dois penas de prisão prepétua por ter matado mais de 200 pessoas.


╋ Personalidade de Vilão: Marte tem o seu lado louco, manipulador e sádico mostrando uma energia incontrolável mas também tem os seus momentos calmos. Quando está a ter ataques parece uma pulga cheia de raiva saltando de um lado para o outro, é bastante inteligente e astuta e nunca perdeu o hábito de ser aluada e bastante observadora. É uma pessoa que sempre têm a necessidade de dizer piadas sarcásticas e de ser o mais direta possível irritando as pessoas ao seu redor, é uma mulher confiante e bastante possessiva naquilo que é dela sendo ás vezes confundida como uma pessoa egoísta. Consegue expor os seus sentimentos facilmente porém é orgulhosa demais para pedir desculpa ou agradecer por algo afastando assim as pessoas que ama.

╋ Roupa de vilão:



╋ Armas: - Facas de arremesso


- Machado


- Punhal


Informações


╋ Gostos: - Adora destruir tudo no que toca
- tudo o que tenha açucar ( mas o seu grande amor é algodão doce)
- ama panteras negras devido à sua beleza e temperamento
- viver intensamente e sem medos
- cantar e escrever aquilo que vem na cabeça
- chuva e nevoeiro
- treinar com as suas adoradas facas
- batido de chocolate e pizza
- tem um gosto estranho em colecionar lembranças das suas vitimas ~~


╋ Desgostos: - mentiras
- pessoas fracas, que não gostem de adrenalina
- não gosta quando lhe chamam de louca homicida
- que mandem nela
- que lhe façam frente
- pessoas ótimistas
- toquem nas suas armas sem permissão
- deixam-na de parte


╋ Manias: - Ás vezes fala sozinha
- observar demasiado as pessoas
- roer as unhas quando está nervosa e puxar o cabelo quando está zangada
- Pintar as unhas de acordo com o seu estado de espírito


╋ Medos: - espaços pequenos
- seringas
- que a empresa de cientistas venha atrás de si
- os mortos acordarem e se vingarem dela



╋ Objeto valioso: não tem


╋ Extras da aparência:

╋ Alguma meta de vida: Marte não possui sonhos nem objectivos pois a unica coisa que ela quer fazer é deixar a sua loucura comandar o mundo e ter prazer e divertimento naquilo que faz.

╋ Par:


( ) Escolherei eu mesmo
( ) Criarei o par do meu personagem
( x) Quero que a autora escolha por mim - Quero que o par goste de diversão mas que saiba controlar um pouco a Marte, que seja compreensivo e que goste da personalidade louca dela.

╋ Música do personagem: halsey- Control

╋ Frase que seu personagem sempre diz ou interpreta em sua vida: Isto não é um conto de fadas querida/o




╋ Sabe que posso matar seu personagem se preciso, não sabe: sim

╋ Seu personagem será de minha autoria a partir dai, tem noção disso: sim


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...