~Greystark

Greystark
- Daddy Wolf
Nome: Greystark
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 25 de Dezembro
Idade: 15
Cadastro:

The elf and the witch - Part. 1


Postado

The elf and the witch - Part. 1

Enquanto Uziel fugia com a princesa, em Zefhrian, o reino dos elfos. Começou a revolução, a rialidade, ataques...

- Zarry! - dizia acorrentada a anos nos espinhos das árvores... - Zarry... por favor. Zarr... - a corrente apertou o seu pescoço. Ranlyha Menriel esta presa a essa correntes a catorze anos desde o ocorrido em sua casa, em sua cidade.


Ranlyha Menriel, era uma das mais belas da liga dos rogue de Trhujiam, a liga dos Azreth.

Olhos amarelos esverdeados cabelos loiros quase um branco manchado pelo sujo do tempo que está acorrentado, sua roupa de pelos brancos suja e rasgada, a mão ferida de tanto bater contra as correntes tentando achar a liberdade.
Ranlyha completou seus 21 anos acorrentada, até que a bruxa possa concluir o ritual.

- Olá, criança - a bruxa apareceu como fumaça, sua roupa quase não tinha, gostava de andar nua. E precisava para o ritual. - Saudades de mim? - se aproximou perto o suficiente para esfregar seus seios no rosto de Ranlyha.

- Sai de mim, Bruxa! - gritou acorrentado dando uma cabeçada em seus seios. - Vaca!

- Me chame de Smokewitch, certo cachorra elfica! - segurou no pescoço de Ranlyha. - Vamos começar essa porra. - Smokewitch ergueu seu cajado e começou a falar em outra língua. - Hasch morfe, lar dentris dus tor, maaris, mabaris do inferno...

Palavras de línguas misturadas em que não entendia. A bruxa puxou um punhal e enfiou na joia laranja da garganta de Ranlyha. A corrente quebrou em pedaços, por um pela primeira vez em catorze anos conseguiu respirar de verdade, livre de correntes.







Ranlyha caiu de joelhos ao chão quando lembranças e memórias chegaram como uma explosão em sua mente. Sua cabeça começou a doer e gritou com a dor em sua cabeça.

- Você é a escolhida, Ranlyha - a bruxa queimou a roupa da elfa e enfiou o punhal em seu coração. - Sinta queimar dentro de si, Mariel... sinta o fogo... queimando seu coração.

Fumaça saia de si enquanto seu cabelo mudou de cor para um castanho claro avermelhado.







Absorveu a dor, o fogo que queimava dentro de si. Seus olhos brilharam com o poder absorvido. Memórias voltando, mas não eram suas. O que houve?


Ranlyha esta vendo memórias do mundo moderno. Mas por que?

- Agora, dei-me seu corpo elfa! - a bruxa se aproximou encostando na ferida. Mas Ranlyha segurou sua mão.

- Não, bruxa. Dei-me seu poder... - Ranlyha enfiou a mão em sua barriga com suas unhas crescidas a anos...

A bruxa virou cinzas após ser absorvida, e Ranlyha estava livre, sem memória. Parecia desperta de um coma profundo que durou anos.



°°°


Acordou encostada em uma poste com uma lanterna acessa.





Sozinha, com roupas onde não sabe de onde tirou, tenho que voltar para Azreth. Disse em mente.

Escutando: Halsey - Is There Somewhere

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...