~CrazyKiller

CrazyKiller
Nome: LuMa
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Volta Redonda, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Maniac✘


Postado

Maniac✘

I Will Find You

Nome: Alice Woover-wood

Idade: 17 anos
Aniversário: 24/jun/1998

Aparência:
Atriz: Chloë Grace Moretz





Seus olhos possuem um verde acinzentado, suas sobrancelhas são um tanto grossas, seu nariz é fino e um pouco arrebitado, seus lábios são um pouco grossos e marcados, suas maças do rosto são levemente cheias e abaixo delas nas extremidades de sai boca existem suaves covinhas. Sua estatura é de 1,63 cm e seu peso é 55Kg. Seus seios são de tamanho médio e seu quadril não e muito largo, sua barriga é lisa. Seus cabelos são loiros e ondulados e vão ate a metade de suas costas, sua pele é de cor clara, é macia e lisa.

Personalidade:
Quando mais nova ela era gentil e inocente, bem agora ela não é mais tão gentil e nem um pouco inocente, ela se tornou um tanto fria e calculista, apesar de parecer o oposto. É extremamente observadora e é bem inteligente, consegue manipular facilmente qualquer tipo de pessoa, é fascinada por segredos e mente quase que o tempo todo, apesar de não conseguir evitar ela se lembrar de cada mal que alguém já fez a ela e isso a torna rancorosa.
Seu sorriso apesar de alegre sempre tem um pouco de tristeza que é imperceptível, apesar de tudo alguns sorridos são verdadeiros, ela não se irrita ou se estressa facilmente, mas existem momentos em que as coisas acumulam e ela explode, surta de vez. Ela não é vingativa, ela segue um pensamento de troca, a cada mal feito a ela um mal de valor equivalente é feito a pessoa, no entanto ela pode guardar e devolver tudo de uma vez quando a pessoa menos esperar.
Com pessoas em que ela confiar ela reage de maneira um pouco mais calorosa, claro que ela não conta os seus maiores segredo para ninguém, mas com essas pessoas ela passa a ter um pouco mais de intimidade e é um pouco mais verdadeira, com essas pessoas ela é divertida e descontraída
(só porque ela não gosta da maioria das pessoas daquele lugar não significa que ela não goste de alguns.).

História: (Essa é provavelmente a história mais clichê de filme que eu já fiz? Sim, mas veio inteiramente da minha cabeça sem nenhuma referencia então se for familiar é uma mera coincidência.)

Esse é um breve relato da infância de Alice (Ali) Woover-wood, nestas paginas estão contidos dados que muitos preferiram esquecer ou preferem esconder, afinal quem acreditaria que uma garota tão amada como Alice poderia ter sido tão maltratada pelas próprias pessoas que amam tanto ela? Ou será que isso não passa de um jogo de mentiras bem elaboradas onde cada participante usa uma mascara? Bem em todo caso vamos a historia.

Ela nasceu e cresceu naquela cidade, sendo filha de um homem muito rico que vivia viajando e uma mãe super protetora, vivia em uma casa muito mais que confortável, onde brincava e estudava. Mas seus pais acharam que essa vida era muito solitária, então quando ela fez oito anos, eles resolveram colocá-la em uma escola.
Sabe, crianças podem ser bem maldosas, poderia ser pelo fato da garota ser um tanto tímida, ou por se vestir de um jeito engraçado, ou por ser nova em um lugar onde todos se conhecem, podem existir n motivos para os acontecimentos, mas isso não importa de fato. Digamos que as crianças não reagiram muito bem a chegada de Alice e a rejeitaram quase que instantaneamente, algumas a ignoraram de primeira, outra a atormentaram sem cessar, com essa experiência um tanto traumática a garota passou a se isolar ate que fosse completamente invisível, mas sem problemas. Sendo invisível para todos, ela descobriu a coisa que mais gostava de fazer, observar e escrever sobre o comportamento das pessoas a sua volta, com isso ela passou a documentar cada comportamento, definir cada personalidade cada mania, tudo.
Por doze anos ela foi invisível, ate que ele apareceu (seu nome não importa muito, então vamos chamá-lo simplesmente de “amigo”) e tirou seu poder de invisibilidade e a encantou, ele não foi igual aos outros, ele foi gentil, logo eles viraram grandes amigos, sabe aquela amizade que vira amor?
As coisas finalmente estavam dando certo, ela finalmente conseguiu um amigo, mesmo ele sendo popular e adorado e ela invisível e quase odiada eles se davam bem, já havia se passado um ano desde a chegada dele. O dia passou normalmente, o sol brilhava e o céu estava azul e límpido, um perfeito dia de primavera, um lindo dia triste, quando a aula acabou ela seguiu normalmente para a saída, só que andar nos corredores agora estava meio desconfortável, era como se alguém a estivesse seguindo com o olhar. Ao sair da escola a coisa ficou mais estranha ainda, vários alunos estavam parados na saída formando um “bolo” de gente. Alguns perceberam a sua chegada e logo começaram a cochichar, ela então passou a apertar o passo, sem perceber, sentido mais olhares caído sobre si, na calçada os alunos cercaram a mesma, então uma garota de aparência metida apareceu e disse “Será que se eu jogar algo em alguém invisível, essa pessoa aparece ?” com isso vários alunos começaram a jogar vários tipos de coisa, desde tintas a comidas, ela tentou correr mas nas havia saída, então ela tomou coragem e abriu caminho empurrando alguns alunos mas foi empurrada na direção da rua.
O carro se aproximava de forma acelerada na direção da garota, Alice estava paralisada de medo, o carro agora a centímetros da garota não conseguiria parar, não existia mais escapatória, ela fechou os olhos esperando pelo impacto, mas ela nunca veio, ao invés disto ela foi empurrada novamente e caiu no chão. Quando abriu os olhos novamente, não havia quase ninguém no local agora, apenas alguns professores desesperados e curiosos, todavia nada disso importava, pois a alguns metros a sua frente se encontra o seu amigo caído e imóvel, desesperada Alice correu ate ele e o abraçou, mas ele não reagiu, demorou um pouco para que ela percebesse que nunca mais iria reagir a nada, nunca iria se levantar, abrir os olhos, nunca iria sorrir novamente para ela e nunca iria realizar os seus sonhos, ela ficou ale abraçada a ele e chorando ate os paramédicos chegassem.
Obviamente já era tarde de mais pra ele.
Um mês, Alice não saia de seu quarto fazia um mês, tudo naquela maldita cidade a lembrava dele, uma terrível depressão abateu a garota que agora quase não comia e vivia com os olhos vermelhos e inchados. Seus pais preocupados perceberam que alem de um tratamento psicológico, eles precisavam se mudar e o fizeram imediatamente,
Quatro anos se passaram e Alice cresceu e se tornou um pouco fria, agora sabia manipular as pessoas perfeitamente, já não possuía quase nenhum medo e adquiriu um grande fascínio por segredos, também aprendeu a lutar e a atirar. Agora as pessoas tinham inveja, sempre com a aparência impecável.
No entanto, seus pais decidiram que já estava na hora de voltar a sua cidade natal, mesmo contra a vontade dela, mas não seria perfeito mostrar que o mundo da voltas?
Bem, ela voltou para aquela escola infernal e parece que os alunos preferiram esquecer aquela menininha invisível. Rapidamente todos os alunos já sabiam o seu nome e logo já a admiravam, afinal ela era gentil, inteligente e linda. Alice se tornou cada vez mais popular e cercada de pessoas, mas velhos hábitos nunca mudam, ela ainda estuda o comportamento das pessoas, entretanto agora ela também conseguia a confiança das pessoas.
Bem, seu “reinado” seguia tranquilamente naquele dia, que era muito bonito por sinal o céu era ensolarado salpicado por nuvens, um lindo dia triste.

Obs.: O dia em que a historia acaba se junta com o inicio da fic.

Gostos:
Estranhamente ela gosta de andar na chuva e de fazer coisas sozinha como sair ou ficar em casa. Ela ama ler, ela também ama animais sendo as corujas o seu tipo preferido. Seus tipos de comida favoritos são massas e doces, sua cor favorita é verde água e suas flores favoritas são os lírios. Tem um gosto musical muito variado e gosta muito de usar vestidos.
Desgostos:
Ela passaria longe de pessoas que julgam os outros de mais e/ou tem mente fechada e de coisas com abacaxi. Com certeza barulhos altos a incomodam, outra coisa que a incomoda é não fazer o que ela sente que tem que ser feito.
Ter sua linha de pensamento a irrita assim como ser ignorada.

Manias/vícios:
Ela é extremamente viciada em pirulitos, em ler e tem um serio problema com mentiras (às vezes ela mente sem ter necessidade e pah.).
Ela sempre começa um livro antes de terminar outro, às vezes ela entra em lojas só para sentir o cheiro das coisas seja roupa, CDs ou livros, ela só come alguma coisa diferente de o cheiro for agradável e as vezes quando ela fica nervosa/irritada ela começa a coçar o braço.

Defeitos e qualidades:
Creio que sua maior qualidade seja o fato de que ela é muito fiel as pessoas de quem ela realmente gosta. Mesmo que não gostando das pessoas que a cercam ela as trata com gentileza, a menos que alguém a irrite, o que é bem difícil, pois ela tende a ser bem calma. Ela tem uma bela voz, em um momento da sua vida ela aprendeu a atirar e lutar, mesmo que na luta ela não seja La essas coisas, no tiro ela é muito boa, também é uma ótima escritora e tem uma imaginação fantástica e criativa e sabe cativar as pessoas e ser confiável
Seu maior defeito é agir muito por impulso. Ela é muito boa em mentir, mas não se importa de falar umas verdades na cara dos outros, levando em conta que ela é fria isso a deixa bem arrogante, ela também é bem manipuladora. Ela pode saber fazer umas coisas diferentes, mas ela sem duvidas não sabe cozinhar ou fazer qualquer atividade domestica.

Faria de tudo para viver?
Quase qualquer coisa.
Trairia alguém para a própria sobrevivência?
A menos que ela ame muito a pessoa, o que é difícil de acontecer, tirando isso ela não se importa.
Motivos que teria se, caso, fosse o maníaco:
Acho que pela história vai estar claro, mas, por via das dúvidas. Motivos não faltam, pode ser da forma como ela foi tratada por anos, pode ser por vingança por tudo, pode ser pela morte de seu amigo, pode ser por quase ter morrido. Mas quero que seu principal motivo seja por que ela resolveu fazer um grande jogo onde todos que usam uma máscara sejam desmascarados, porque no final das contas ela só quer ver o circo pegar fogo.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...