~Deby-Semideusa

Deby-Semideusa
Nome: Deby_LoveHDO
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Suzano, São Paulo, Brasil
Aniversário: 14 de Setembro
Cadastro:

Fichas para "The New Pack"


Postado

Barbara Palvin as...

Recomendação: Leia Ouvindo

☽ Nome completo ☾
Dália Salvatore Heinz.

Significados:
Dália – “Bela Flor”.
Salvatore – “Aquele que Salva”. Sobrenome de sua mãe.
Heinz – Sobrenome de sua família.




☽ Apelido ☾
Lia Dado por sua família por um gesto além de carinhoso, diversificar um pouco da forma que a chamar.



☽ Idade ☾
17 anos.
Nascida em 22 de setembro.
Signo Virgem.




☽ Personalidade ☾
Dália tem um instinto de aventura maravilhoso, é uma coisa deliciosa de se ver. Ela gosta de fazer loucuras, sendo que sai intacta das doideiras que faz. Mostrando um espirito desafiador que Dália definitivamente possui. Ela não tem medo de se machucar e sempre está aproveitando coisas novas e diversificadas, tentando aproveitar a vida ao máximo que ainda pode. Logicamente, junto a isso, nasce uma coragem lendária, onde ela parece não ter medo de nada, porém, ela é um ser-humano e tem sim seus medos, mas os esconde e tenta se fazer de forte. Ela não se mostra muito sorridente como é, enquanto ainda não conhecer ninguém, Dália é uma garota mais misteriosa que parece ser bem séria e ignorante.

Tem uma inteligência gigantesca, Dália é ótima em dar concelhos e em constatar fatos interessantes, mas gosta bastante de saber sobre bruxas com a avó, mesmo que não fale muito sobre isso porque sabe que os outros achariam estranho. Isso faz com que goste muito de ler e sempre varia os conteúdos, mas na maioria das vezes são antigos contos ou histórias reais da antiguidade. Claro que com isso, Lia acaba se tornando uma pessoa estrategista que adora formar diversos planos, ela planeja quase 10 em sua cabeça em menos de minutos e sempre sabe entrar e sair de uma enrascada sozinha ou em grupo.

Ela não aceita estar errada. Dália adora desafiar as pessoas em determinado assunto, sendo ela muito competitiva em diversas situações, ela nunca aceita derrota, fica muito desconformada e pensativa quando perde em algo. É perigosamente vingativa, age por impulso e raramente tem esses desejos insanos. Nada com coisas comuns como brigas ou derrotas de competições grandes, para isso ela não liga até porque não teria muitas chances, porém, nunca judie de ninguém na frente dela ou faça algo absurdo com ela perto, pois Dália vai cismar em desmascarar a pessoa na frente de todo mundo, sendo uma garota bem justa e perfeccionista, cobrando demais de si mesma (demais mesmo).

Pode ser considerada uma pessoa muito forte. Tanto fisicamente quando psicologicamente, Lia sabe esconder seus sentimentos e tenta se manter em pé quando as pessoas ao seu redor caírem. Alguns dizem que ela não tem lágrimas, mas Dália tem muitas e se conhecerem ela de verdade, poderão perceber que Lia só chora quando está sozinha e longe daqueles que podem lhe julgar pelas lágrimas, o que é um de seus defeitos. Ela esconde seus sentimentos de amor, raiva, felicidade e tristeza, tentando sempre se manter misteriosa e “assustadora” para transmitir isso para as pessoas.

Ela é incontrolável, ninguém consegue colocar ordens nela a não ser que seja para o bem de alguém importante para ela. Ela é perigosa e sabe muito bem brigar, tanto de palavras quanto de toque e não tem medo de machucar seu “oponente”, mexer com ela sem conhece-la a tira do sério, sendo que ela pode ser calma, mas não leva desaforo a lugar nenhum e é difícil deixa-la irritada, seu lado explosivo realmente consegue deixar alguém sem graça ou machucado por suas palavras sarcásticas. Mesmo assim, ela nunca faz “barracos”, ela é mais na dela, porém, mexer com ela sobre determinado assunto é como cutucar a onça com o dedo, ela é mais de dar patadas, nunca brigou com outros por toque.

É muito misteriosa, parece guardar mil segredos e não deixa de ser verdade, ela nunca fala de seus problemas e segredos tais como sua situação com seu irmão, etc. Ela mostra um olhar mais perigoso e normalmente, parece ser até meio cruel, isso afasta as pessoas dela, mesmo que não seja sua intenção. Ela raramente confia em alguém, normalmente, ela pode fingir confiar, mas na verdade, vai estar analisando a situação até ter certeza de que ela pode confiar, sempre aprendendo a lidar com o estilo e jeito de cada pessoa, sabendo também de quem deve se afastar.

A determinação dela, chega a ser teimosia também, ela não aceita que pessoas entrem na frente e dizem que é má ideia, se ela for se ferrar, ela vai e sozinha. Ela não desiste das coisas por nada nesse mundo, sendo que não espera as coisas irem até ela, ela vai atrás sem ninguém saber, não vai esconder, mas também não vai chegar falando. Ela é bem humilde e gosta de simplicidade, não esfrega nada na cara de ninguém, pelo contrário, ela gosta de ajudar crianças necessitadas.




☽ História ☾
“ Um anjo sozinho e ferido, estava lutando a tempos em uma batalha que parecia ser sem fim, porém, naquela mesma noite de primavera, uma menininha nasceu e em instantes, os médicos tiraram as esperanças da família dela quando disseram que a menina nasceu morta. Os pais e a avó da criança caíram em lágrimas, mas houve alguém que não perdeu as esperanças, o irmãozinho mais velho. Esse começou a rezar, pedindo para que a irmã voltasse a vida que ele queria alguém para brincar, Deus ouvindo as preces desesperadas do menino, manda o arcanjo que lutava bravamente para ajudar a pequena, mesmo fraco, o anjo decide se unir com a alma da criança, estava muito fragilizado e essa foi a única forma de ajudar, pelo grau da situação, o anjo acabou tendo uma ligação muito forte com a menina, tornando-os um só e dando o suspiro da vida de volta a recém-nascida. Alguns médicos acabaram ouvindo o chorinho vindo do necrotério e conseguiram terminar o salvamento da menina, na qual foi para casa com a família alguns dias depois ”.

Dália foi a criança que deu um susto em sua família naquela noite e uma alegria desde então, nascida em uma família canadense, Lia teve uma infância feliz e relativamente comum, o que a família estranhava era o fato de todos serem próximos a ela, as crianças faltavam a idolatrar e ela vivia rodeada de pequenos animais da floresta que havia na frente da casa dos Heinz’s, fora que Dália nunca fazia nenhuma birra e nada de errado. Ela era muito próxima do irmãozinho mais velho, sendo que todas as tardes, a avó contava histórias diversificadas, as favoritas de Dália eram sobre anjos e a garotinha passou a idolatrar e decorar uma por uma.
A pré-adolescência da menina foi um tanto quanto divertida, ela e o irmão passaram a frequentar a floresta juntos, correndo pelas trilhas, escalando árvores e pulando rios, sempre observando animais de longe, eles ficaram bem próximos nessa época, Dália continuava a ser a famosinha da escola, na época, ela começou a fazer aulas de dança, melhorando sua flexibilidade e força o suficiente para que ela conseguisse se tornar líder-de-torcida, na qual treinava para representar a torcida de sua escola, do jeito que queria. Fora que vivia com livros de angiologia nas mãos, estudando cada vez mais a fundo nas histórias, mesmo que ninguém soubesse de nada nem mesmo ela, Dália sentia uma conexão com as histórias mesmo achando que era normal.
Os tempos se passavam, a vida perfeita de Dália continuava a mesma, até seus 17 anos, na qual o pai ganhou uma chefia na empresa que trabalhava, mas não naquele prédio e sim um bem mais longe, revelando que a família se mudaria para Beacon Hills, mas o que parecia comum, acabou se tornando um inferno.


Dália foi rápida na adaptação, não era surpresa que criaria amizades rápido, tanto com os alunos como professores, os assassinatos constantes da cidade não assustavam Dália, ela cresceu sendo inocente, sempre confiava que estava protegida por forças maiores. Isso foi até o dia em que recebeu um telefonema desesperado do irmão, mandando-a não ir para casa depois da aula de dança, os ruídos de fundo da voz do rapaz assustaram Dália, então, ela quebrou o que foi lhe dado, indo imediatamente para casa. Ao anoitecer da Lua Cheia e sozinha.
Dália percebeu que contrariar o que haviam lhe mandado a enfraqueceu, mas o que vinha a seguir foi a pior facada no estomago, seu irmão caído desacordado e ensanguentado no chão de seu quarto, correr até ele também foi um erro quando ela percebeu que havia alguém atrás da porta, pelos ruídos causados pelo ser, ela tinha certeza que aquilo não era humano e ao sentir a aproximação, Dália não fez nada além de gritar. Isso fez com que uma luz branca saísse de si, mas ela havia se fragilizado com isso, a última coisa que viu foi a criatura pular a janela do quarto e correr muito, pelo tamanho, definitivamente não era algo comum e que se viam todos os dias.
Uma sorte foi quando ela despertou no hospital, a notícia que ela e o irmão estavam bem se espalhou rápido, porém, depois do que ela viu sair dela e o enfraquecimento sem motivo fizeram com que Dália nunca mais fosse a mesma, o fechamento total e visível de Dália, ela aprendeu a não confiar em ninguém, ela se distanciou de todos seus amigos, continuou sua rotina e não foi fácil escolher esse caminho, Dália precisava de ajuda e procura até hoje, desesperada em saber o que ela é de verdade, não contando seu segredo para ninguém e não vai contar nem mesmo sob pressão.




☽ Aparência ☾
Possui cabelos castanhos, porem puxado para o ruivo raramente aparece, são sedosos e se movimentam levemente de acordo com a brisa, de raízes lisas até as pontas de cachos definidos e cintilados e belos. Seus olhos azul-cinzentos são extremamente brilhantes e claros, o que faz om que seus cílios longos e finos contribuam para que chamem mais atenção em seu rosto, seus lábios são extremamente grossos e rosados por natureza, normalmente é um de seus pontos mais atraente depois de seus olhos e corpo.
Sua pele é bronzeada, tendo belas curvas formosas, mede 1,73 de altura e pesa 53 quilos, sendo extremamente magra, dona de seios fartos e traseiro relativamente médio, suas coxas seguem o padrão do traseiro, mesmo sendo torneadas.
{Barbara Palvin}















☽ Família ☾

Pai:

Nome
Tom Montez Heinz

Relação
Tom tem uma preocupação tremenda com a filha, ele acaba sendo mais protetor do que o normal, fazendo Dália achar que ele não confia nela. Do jeito que o pai age, Dália tem a sensação que ele sempre acha que ela está fazendo coisas erradas, quando nunca está. Tem um carinho gigante pela filha, sempre perguntando de seus amigos para ter certeza que não há perigo. É o tipo de pai que faz dela sua princesa, e acha que ela vai ser sua garotinha para sempre, mesmo que Lia já tenha mudado seu comportamento para algo mais fechado, ele tenta descobrir o que aconteceu de tão errado, principalmente por ver o afastamento dos filhos.

Profissão
Biólogo.

Aparência


{Vin Diesel}

Sabe que existem seres sobrenaturais?
Não sabe, mas acredita.


☽☾

Mãe:

Nome
Miranda Salvatore Connor

Relação
Miranda é bem amiga de Dália, gosta de ver a filha estudar ou querendo sair à noite. É mais liberal porque sabe do temperamento protetor e sério do marido, por isso, Miranda costuma a ser o tipo de mãe engraçada que faz os filhos passar vergonha, ás vezes, tudo na brincadeira. Sabe as horas de deixar os filhos sozinhos para pensar ou coisas do tipo, dando mais espaço a eles, mas não sabe o porquê, é mais rígida com Dália, mesmo que continue sendo carinhosa, ela faz bastantes perguntas a filha e tenta acompanhar seus desempenhos, na esperança de criar uma mulher independente.
Miranda entra várias vezes em desespero, não imagina que esteja criando um arcanjo e um lobisomem em sua casa, mas algumas vezes escuta alguns urros esquisitos de seu filho e outras, vê a luz branca saindo por debaixo da porta do quarto de sua filha adormecida.

Profissão
Escritora (trabalha em casa, mas algumas vezes tem convenções e viagens de divulgação importantes).

Aparência:

{Charlize Theron}


Sabe que existem seres sobrenaturais?
Não.


☽☾

Irmão Mais Velho:

Nome
Edward Salvatore Heinz

Relação
Brigas e brigas. Isso define completamente a relação dos dois. Edward não suporta ver Dália chorar, mas esconde isso, quer distância da irmã de todo jeito, eles eram bem unidos até ele virar um lobisomem e assim, sentir a atração de morder a irmã, com medo, ele acaba se distanciando demais de Dália, não tendo quase nada de contato com ela. Dália não sabe, mas Edward está sempre a observando de longe, sentindo que a irmã não é comum e sabendo que deve protege-la a todo custo, ela é muito importante para ele. Mas, Dália se sente triste em não trocar muitas palavras com o irmão desde aquela noite que ela o contrariou.

Profissão
Modelo.

Aparência

{Francisco Lachowski}

Sabe que existem seres sobrenaturais?
Sim, é um lobisomem.


☽☾

Avó Paterna:

Nome
Dorothea Montez Johnson Heinz

Relação
Muito carinhosa com a neta, deixa a garota respirar e ficar mais com os pais, é apaixonada por fazer biscoitos e ensina diversas receitas, histórias e tradições da família para Edward e Dália. Ela foi a primeira a ver que os netos estavam se distanciando muito, ás vezes tenta criar hipóteses do sobrenatural deles ou até mesmo se aproximar mais tentando tirar algum segredo, Dorothea é muito próxima de Dália e sabe que a menina precisa de ajuda, só não sabe com o que. Ela sabe sobre o sobrenatural e tenta distanciar Dália disso, mesmo que seja inevitável.

Profissão
Aposentada (era cientista) / Dona de Casa.

Aparência

{Meryl Streep}

Sabe que existem seres sobrenaturais?
Sabe, acredita que só sua neta seja, mas com tantos acontecimentos esquisitos, ela se preocupa com Dália e procura estudar para ter certeza.




☽ Gostos e Desgostos ☾

Gosta:
Aventuras;
Ler (mitologia greco-romana / egípcia; Época de Salem; Livros fictícios).
Abraços;
História;
Treinar (lutas, ginastica, armas);
Músicas;
Estrelas;
Dançar (e dança extremamente bem);
Patinação no Gelo;
Fazer alguns trabalhos como modelo.

Desgostos:
Assédios / Pervertidos;
Ordens;
Subestimação;
Derrota;
Responsabilidades;
Mentiras;
Injustiças / Desigualdades;
Crueldades;
Pessoas metidas;
Luxo.




☽ Manias ☾
Morder o lábio inferior.
Enrolar os cabelos com o dedo / ajeitar (ou jogar) os cabelos e a franja.
Cantar no banho.



☽ Medos, Fobias e Traumas ☾
Belonofobia medo de alfinetes e agulhas.
Ela tem horror de escuro (trauma da noite escura que descobriu que não é um ser comum).
Hemofobia Medo de tirar sangue e de ver seu próprio sangue.
Tanatofobia Medo da morte.
Claustrofobia Medo de lugares fechados.
Filofobia Medo de apaixonar-se.



☽ Sonhos/Desejos ☾
Dália quer fazer faculdade e se tornar ou historiadora ou modelo como seu irmão. Quer ter sucesso e ser feliz, tendo sua independência e aproveitar a vida. Esse é o maior objetivo dela, não tem muito sonhos altos.



☽ Orientação sexual ☾
Heterossexual.



☽ Par? ☾
Sim.



☽ Relação com.... ☾

Par
Tomara que seu par seja muito bom em ler “entre linhas” das palavras de Dália, pode falar uma coisa, mas seu olhar pode dizer outra no início, não admitiria um sentimento para o garoto jamais, ela esperaria ele tomar a iniciativa. Conquista-la é meio complicado, ela não causa uma primeira impressão de comportamento muito boa, sendo meio ignorante principalmente com garotos, acha que todos vão falar com ela por aparência. Dália é definitivamente a pior pessoa para se tentar conquistar de cara.
Dália é engraçada com ele, vivendo de provocações fofas que acabariam em risadas. Uma garota compreensiva que ajudaria o par no que der e vier, o aconselharia bastante normalmente ficaria preocupada com ele em algumas situações. Sempre daria provas de lealdade ao mesmo de diversas maneiras, não é muito ciumenta, ela deixa bem claro que se acabar com raiva dele: “o silêncio vale mais do que mil palavras”.
Acima de tudo, seria uma boa amiga, nada pegajoso ou coisas do tipo, ela deixa o par respirar e ter sua privacidade, não é lá uma garota que leve jeito para romance, ela é mais brincalhona e companheira, sendo que vai brincar dizendo que gosta de abraços quentinhos, o que não é mentira. Saberia quando ele esconder algo dela e não pararia até descobrir, para ter certeza de que ele está bem ou se precisa da ajuda dela e também compreendendo os momentos mais sérios e que ele precisa de ajuda, ou seja, sabe a hora de parar de brincar.

Amigos
Do grupo, ela é aquela que estraga os climas entre romances. O tipo de amiga provocante que adora irritar os amigos e rir junto com eles, mesmo assim, fazer amizade com Dália é raro pelo mistério nela. É uma ótima amiga, principalmente por ser conselheira e protetora daqueles que forem bem próximos a ela, Dália sabe como consolará alguém e como nunca teve muitos amigos, ela é meio insegura em amizades novas, mas se soltaria aos poucos até se apegar aos mesmos e estar sempre fazendo-os sorrir. Porém, desde os acontecimentos misteriosos, Dália se fechou completamente e nunca mais foi a mesma, sendo que sempre está sozinha mesmo que sua aura continue chamando atenção.

Inimigos
Tentar fazer algo para Dália é como cutucar uma onça com o dedo, nem ser com vara curta chega a ser. Ela saberá ser mais provocativa e tirar trocadilhos da cara do rival ou retruca-lo, sendo que vai retribuir as provocações no nível que ele a provocar. Nunca vai partir para agressão, mas saberá se defender de diversificadas formas, isso se aplica a pessoas safadas que a assediarem, quem faz isso, definitivamente, já se torna seu rival.





Sobre seu Ser Sobrenatural

☽ O que é ☾
Arcanjo.
São os anjos principais ou anjos da mais alta ordem (a oitava) na hierarquia celeste. Esses comandam os exércitos de batalha, sendo que mudou os conhecem por tal título. Existem poucos arcanjos conhecidos, o caso de Dália foi um que se perdeu da história depois que se uniu a ela. Humanos podem se tornar arcanjos depois de serem conectados a um por salvação da morte.


☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾

☽ Poderes e Habilidades ☾

Poderes

Força sobre-humana A força física de um arcanjo em um vaso é extremamente grande.

Telecinese Arcanjos têm a habilidade de mover matérias e influências com suas mentes. Capacidade de manipular e controlar objetos com a mente, podendo levitar, mover, atirar ou quebrar qualquer objeto físico, é mais fácil controlar objetos com movimentos de mão do que apenas com a mente pois com a mente seria necessário ou uma certa habilidade com essa técnica, ou um certo esforço. Um telecinético poderoso é capaz de controlar vários objetos pesados com facilidade sem um único movimento físico.

Aura de Poder Uma aura em volta de si que para humanos, é invisível, mas os sobrenaturais veem uma aparência mais autoritária e “brilhante”, nada que não dê para olhar, mas é algo que chama atenção à distância, isso era para mostrar a força e a liderança de batalhas, porém, prejudica Dália por não saber se defender. Os mortais sentirão que é mais por uma simpatia e beleza vinda dela, já o sobrenatural verá um brilho a mais e em alguns casos, poderá sentir o sangue diferenciado.

Oneirocinese Capacidade de manipular e controlar os sonhos. O usuário invade os sonhos de outro ser vivo e se torna onipotente naquele lugar. O usuário pode fazer com que tudo o que acontece no sonho seja ocasionado na realidade (exemplo: caso o braço da vítima for cortado, o ferimento aparecerá em vida real, isso acontece tanto com a vítima quanto a usuária caso ela acabe se ferindo), inclusive a morte da vítima. Os arcanjos usam tal habilidade para acalmar pesadelos, já Dália usará para defesa/ataque.

Detector de Perigo O usuário sentirá quando há algo de errado, perceberá um ataque ou uma ameaça, o sentimento vem rápido como um arrepio na nuca que vai se estendendo até se tornar um pressentimento terrível, automaticamente o arcanjo sentirá a presença da ameaça e saberá exatamente quem ou o que a causa (a ameaça).

Asas/Voar Um humano que tenha tido a conexão com o anjo/arcanjo pode criar asas com a força de seu pensamento, assim como pode sumir com elas também pela mente. Normalmente as asas não são tocáveis e com penas, elas são feitas de luz e intocáveis (é como tentar pegar ar na mão), mas funcionam da mesma forma, e são lindamente celestiais. Voar é fácil, mas ainda assim requer grande treinamento ao ponto de controlar a mente perfeitamente.

Cura Com a mente bem controlada, um arcanjo pode se curar e curar quem quiser. Os primeiros “níveis” de controle mental pode fazer o usuário curar pequenas feridas e cortes, um arcanjo de “alto nível” pode curar até mesmo feitiçarias.

Manipulação Elemental Habilidade para controlar todos os 4 elementos e suas divisões (terra, fogo, ar e água).

Força Mental Um conectado com anjo será imune a ataques mentais (persuasão, dicas ruins, etc), seria como se sua alma a aconselhasse, fazendo com que o usuário siga mais seu “coração” (que na verdade são os concelhos da alma) e não acreditar na mentira dos outros.

☽☾☽☾☽☾

Habilidades Humanas

Pontaria É extremamente precisa na pontaria, ela nunca erra, vence-la no fato é muito difícil, quase impossível.

Agilidade Ela é muito rápida, não dando tempo para o oponente pensar. Assim como fugir é muito fácil se ela não fosse de enfrentar as coisas.

Flexibilidade Ela é meio que flexível pelas aulas de dança, sendo que consegue se encolher ao extremo ou chutar algo acima de sua cabeça.

Equilíbrio Ela tem um equilíbrio incrível, sendo que consegue se equilibrar nas cordas mais finas que há.

☽☾☽☾☽☾

Desvantagem/Vantagem


Como arcanjo, Dália deveria ser pura, mas deve lembrar que o arcanjo se conectou com a alma dela, sendo assim, Dália tem o corpo físico e consequentemente, seria “pecadora” se não fosse anjo. Ou seja, a cada coisa que Dália faz errado (relacionado aos sete pecados capitais ou desobedecer alguma ordem) vai enfraquece-la 1%. Mas, em compensação, a cada coisa que ela faz de certo (caridade, gentileza, lealdade, proteção, etc), ela se recupera ou fica mais forte.

☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾

☽ Como virou um ou como descobriu que é um ser sobrenatural? ☾
Ela já nasceu sendo, mas ela esconde isso até mesmo de sua família, Dália não faz ideia do que é, mas sabe que é não é comum, sendo assim, ela se escondeu muito e está desesperada por ajuda.

☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾

☽ Está mais para o bem ou mal? ☾
Bem.

☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾☽☾

☽ Está disposto a matar? Porque? ☾
Sim, defesa tanto dela quanto das pessoas próximas a ela. Ela só pode matar aqueles que fizeram coisas ruins, jamais poderá matar um inocente, caso contrário, se torna um anjo caído.


★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾

Francisco Lachowski as...

Recomendação: Leia Ouvindo

Nome completo
Edward Salvatore Heinz

Significados:
Edward “Protetor das Riquezas”.
Salvatore “Aquele que Salva”. Sobrenome de sua mãe.
Heinz Sobrenome de sua família.



Apelidos
Ed Dado por alguns "amigos de escola" (que por acaso o traíram depois). Esse apelido é conhecido quando se trata dele, qualquer um pode utiliza-lo.

Ward Apenas Dália o chama assim, ele gosta por ser um diferencial, mas desde que se tornou lobisomem, ouvir o apelido sair dos lábios da irmã o machuca muito pela distância que tomou dela.



Idade
22 anos.
18 de agosto.
Signo Leão.



Personalidade
Ele é a prova que as aparências enganam, pode parecer um rapaz calmo e inofensivo, mas Edward é bem perigoso, ele sabe fingir uma situação que não existe simplesmente para enganar as pessoas, ele é ótimo nisso, adora fazer as pessoas acharem que ele é um ser legal e comum, mesmo que Edward seja excessivamente misterioso, ao ponto das pessoas o temerem, seu sorrisinho sarcástico pode várias vezes demonstrar um piadista e amor de pessoa que ele definitivamente não é basta falar com ele que a “primeira impressão” sobre o mesmo caí por terra, ele é bem sincero, ao ponto de parecer excessivamente arrogante, ele acaba fazendo parecer que as pessoas devem ter a permissão para conversar com ele.

Ele esconde seus sentimentos muito bem, normalmente ele só expressa a raiva e vive descontando a mesma em tudo, por disfarce, ele se mostra bem ignorante e machuca as pessoas somente pelas palavras, mas não queira cruzar com ele na rua durante a noite. Edward é cheio de defeitos e ele admite cada um, mas se machuca por isso, ele queria voltar a ser o simpático e sarcástico garoto que era antes, mesmo que antes fosse considerado “fraco” por seus “amigos”, era a época em que era próximo das pessoas, mas agora, Edward é cego por vingança e a única pessoa que ele defende no momento é Dália. Ele até que gosta de ser um lobisomem, mas preferia a longa época que jogava vídeo game e posava de modelo para fotos de revistas adolescentes, não agora na qual sua carreira está mais alta por conta do corpo que lhe foi atribuído por conta da transformação.

Edward é a pessoa mais vingativa do mundo, ele não liga para o motivo de querer, ou seja, qualquer coisinha, ele acha que já deveria devolver na mesma moeda, ele não gosta de ser assim, prefere tentar controlar, mas é quase inevitável, quando ele vê, tem vários planos em mente e prontinho para fazer aquele que o fez sentir o mesmo que ele sentiu. Isso o leva a ser bem burro, mas ele se faz de tal, Edward é bem inteligente e adora estudar, ler é com ele mesmo e formar planos também, mesmo que ele admita que não é perfeito e erre seus cálculos algumas vezes.

É um rapaz bem determinado e não para até que seus objetivos sejam cumpridos, isso é algo que ele não mudaria em si. Gosta de correr atrás, ele vê as pessoas falarem sobre seus objetivos e nunca os cumprir, ele é o oposto, faz mais e fala menos. Ele raramente fala sobre seus objetivos, gosta de fazer mistério e surpreender as pessoas quando diz que conseguiu algo que ninguém se quer sabia o que ele estava fazendo. Isso o leva a ser bem discreto, Edward pode aparecer do meio do nada que muitos acharam que é um poder, mas não. Ele é bem discreto e sabe muito bem chegar de fininho e se esconder quando percebe que está sendo procurado para benefícios ruins.

Outra coisa que ele adora é ser protetor, Edward é a pessoa mais protetora do mundo com aqueles que ama, isso é visível. Mesmo que ele mantenha a pose séria, Edward não consegue ver alguém próximo correr perigo sem fazer nada, ele gosta de interferir, ele jamais vai deixar esses alguéns sofrerem, mostrando que “até as pedras tem coração”. Ele é um ótimo líder, sabe muito bem trabalhar em grupo, desde que seja aquele que manda, não é à toa que é um alfa. Gosta muito de instruir aqueles que estejam a seu lado, mesmo que seus treinamentos normalmente sejam bem pesados, ele gosta de ver esses evoluindo ao ponto de ajudarem-no.



História
“Nascido no Canadá. Edward Heinz foi o primeiro filho do mais jovem casal que carregava esse mesmo sobrenome, antes seu pai era bem inocente, então seus familiares chamavam o garotinho de milagre, justamente por isso. O garoto alegre e sorridente já nasceu desacreditado, nunca foi um garotinho que acreditasse em super-heróis ou florestas encantadas, sua família era meio triste por isso por não ter com quem contar histórias que ele acreditasse, gostariam de um filho assim já que todos herdaram o modo sonhador, com Edward foi diferente até o nascimento de sua irmã, o dia em que ele presenciou um verdadeiro milagre e finalmente seus olhos se fecharam da realidade, também o levando a ser bem sonhador”.

Finalmente, Edward passou a ser uma criança comum, mesmo que se sentisse esquecido por conta da chegada da mais nova, ele tentava entrar no embalo e mimar a pequena também, tanto é que realmente ficou muito próximo a Dália, raramente tinha ataques de ciúme sobre a pequena com a família, mas a adaptação não foi tão difícil. Ele não era um amante das histórias da avó, mas gostava das histórias que lhe causavam medo, tanto quanto causassem em Dália, ele gostava de assustar a pequena durante a noite, uma crueldade com uma criança, mas que eles acabavam se divertindo com isso.
Os tempos se passaram e aos 10 anos que tudo o que Edward acreditava passou a prejudica-lo, ele confiava com tata força que vivia contando histórias para seus “amigos”, mas naquela idade, eles já não acreditavam em mais nada, com um tempo, ele acabou sofrendo muito, os meninos viviam batendo nele falando que era “bruxaria” e as meninas zoavam da cara dele. Ele não contava para os pais, queria ser o orgulho da família e tinha medo de ser comparado a Dália que era rodeada de amigos, ele escondia as aflições até mesmo da irmã, chorando de raiva sozinho. A única pessoa que conseguia faze-lo sorrir era Dália, que vivia brincando com ele e correndo na floresta, coisa que eles amavam fazer juntos.
A pré-adolescência dele foi outro inferno, principalmente por acabar tendo uma paixonite, não demorou muito para que as pessoas descobrissem inclusive a garota, uma pessoa famosa da escola, ela acabou magoando Edward várias vezes, ele já estava cansado, não queria ir mais par a escola e além de ser chamado de “criancinha”, Edward passou a ser chamado de “fraco” por nunca se defender. O garoto começou a dar mais problemas, por vez, ele começou a brigar na escola, ele começou a se defender, mas nunca foi forte o suficiente para sair intacto depois de muitos meninos indo para cima dele, na época era só por olhar para a garota na qual gostava, já que era a “famosinha” muitos garotos gostavam dela, isso significava problema, então, ele tentava ficar mais próximo das crianças e amiguinhos de Dália, foi quando começou a se sentir melhor mesmo que zombassem dele por isso.
Seus pais não imaginavam do que ele passava na escola, ele finalmente se formou no colegial aos 18 anos. Ele era magrinho, mas ainda tinha um rosto muito bonito, o que o fez optar pela carreira de modelo, ele começou a fazer a faculdade, mas foi obrigado a ser transferido aos 22 anos, bem perto do final dos estudos, isso porque seu pai conseguiu um emprego em Beacon Hills e, depois de tantas encrencas que ele arranjava na escola, a família queria que por um tempo ele morasse mais próximo a eles. Edward não ligou muito, seria bom para apagar seu histórico e recomeçar.
A mudança foi um sucesso na visão dele, até que ele teve a brilhante ideia de visitar o bosque que havia ali perto, era tardezinha e ele queria verificar o local antes de passear com a irmã por ali, seus pais não estavam em casa, sua mãe e a avó em convenções de beleza, Dália na aula de dança e o pai trabalhando, então ele não teve para quem gritar ou pedir socorro quando percebeu que estava sendo perseguido, o ser discreto atrás dele continuou o perseguir até em casa, inclusive quando ele começou a subir as escadas até seu quarto percebeu que o cara tentava arrumar uma forma de entrar, assustado, Edward pegou uma arma que seu pai havia lhe dado, isso até perceber que o “cara” era maior e mais peludo assim que o viu pela janela de seu quarto, sua reação foi ligar para Dália não voltar para casa.
Ele não teve muito o que fazer quando a criatura entrou pela janela do quarto, a mesma em que Edward estava o observando antes, ele tentou atirar, mas quando a coisa partiu para cima dele, Edward não teve muito o que fazer e se sentiu ser mordido, a aflição foi tanta que ele acabou desmaiando e ficou mais desesperado ainda que a última coisa que viu foi Dália entrar em seu quarto com a criatura lá dentro.
Desde então, ele nunca mais foi o mesmo, a personalidade ainda não havia mudado, mas sua força, seu corpo e suas habilidades com certeza não eram mais as mesmas. Ele passou a ver a aura da irmã e se sentir atraído em morde-la, o que lhe causou um choque, depois de várias pesquisas e testes que ele aplicava em si mesmo, Edward percebeu que havia se tornado um lobisomem. Não ligou muito de início, mas acabou descobrindo coisas sobre seus antigos colegas de escola, todos juntos em encontros e nunca o chamaram, sempre havia alguma coisa que eles ainda o zoavam nesses “encontros” e colocavam em rede social, Edward começou a se descontrolar a partir daí em toda Lua Cheia.

Mesmo com raiva, o garoto acabou se encontrando com o rapaz que havia lhe transformado antes, e, durante meses, Edward se fez de "melhor" na alcateia, ficou durante esses mesmos meses fazendo uma amizade concreta com o homem, mas ele queria mais. Edward não queria ser apenas o braço direito do alfa, ele queria de fato ser o alfa. Depois de finalmente aprender a controlar-se, ele tentou pesquisar formas para se tornar um alfa e chegou a conclusão... tinha que matar o monstro que havia feito aquilo com ele.
Eletricidade, foi a primeira ideia que acabou na mente de Edward, comprar a arma de choque foi fácil, ele já tinha uma boa pontaria, agora era só preparar a trama. O antigo amigo e alfa da alcateia que Edward pertencia nem mesmo prestou atenção quando Edward o levou para um lugar mais afastado para definitivamente meter o choque no rapaz, enquanto o mesmo se desesperava e não podia se transformar, Edward enfiou sua garra no pescoço do rapaz, matando-o de vez.
Foi fácil "domar" a alcateia que ia contra as normas de Edward, quem não quisesse e não desafiasse, se tornava ômega, quem não quisesse e contrariasse-o ou ameaçasse a entrega para caçadores, Edward ou aqueles que estavam de seu lado matavam o mesmo. Assim a alcateia foi divida e reconstruída quando o novo alfa mordia outro humano que estivesse disposto a se tornar um vingativo.
Irado por ter tido uma péssima experiência escolar, ele começou a matar pessoas, só por descontar a raiva. Até o dia em que Dália o atraiu mais ao ponto do rapaz ir até seu quarto no meio da noite enquanto a mesma dormia, próximo de morde-la, Edward parou desesperado e arrependido por quase ter arriscado sua "tão bela irmã" como ele a chamava, depois disso, Edward nunca mais foi o mesmo fisicamente e mentalmente, não queria machucar sua família, mas queria ir atrás de vingança contra aqueles que o humilharam, em busca de descontar toda a raiva que sentiu durante sua vida toda, e principalmente, Edward ficou cego e maníaco pelo poder.
Com tudo formado, Edward se distanciou da família e guarda o segredo sobre si de todos, ele nunca vai falar que é lobisomem para alguém que não seja de sua alcateia, continua a procura sempre aqueles que passaram raiva e que também querem algum tipo de vingança, os que recusarem... morrem. O rapaz começou a seguir a irmã algumas vezes sem apresentar ameaças, ele sabe que ela é especial, só não sabe o que ela é. Com isso, ele está sempre pronto para defende-la, mesmo que vá engana-la muito para que ela não descubra que é ele e que nunca apresente ser o "líder" da alcateia que só terá o objetivo de matar.



Aparência
Um belo rapaz de cabelos castanhos e sempre em um penteado bagunçado, o que o leva ter um charme gigante com aqueles cabelos de fios mal aparados e finos. Dono de olhos também castanhos e brilhantes puxados de seu pai, seus cílios longos e finos dão destaque a eles, onde os lábios medianos e rosados também chamam a atenção para seu rosto “angelical”.
Uma boa estrutura corporal, ele não é o mais musculoso da era, mas também não é considerado magro demais, está num meio termo e mesmo assim, continua recebendo vários olhares femininos visíveis, coisa que ele gosta.













Família

Pai:

Nome
Tom Montez Heinz

Relação
Desde a mudança repentina no comportamento de Edward, Tom diz não conhecer mais o próprio filho. Ed se distanciou muito deles e as poucas conversas que têm sempre acabam em patadas da parte do filho, mesmo assim, o pai tem orgulho do garoto mesmo que não demonstre, ele imagina que isso seja por conta do trabalho e da faculdade, então ele raramente tenta se aproximar do garoto, dando algum livro interessante ou perguntando se vai sair à noite, isso para tentar se reaproximar do garoto.

Profissão
Biólogo.

Aparência

{Vin Diesel}

Sabe que existem seres sobrenaturais?
Não sabe, mas acredita.

★★★

Mãe:

Nome
Miranda Salvatore Connor

Relação
Ela continua a mesma com Edward, ela sabe de truques para “cortar as asinhas de Edward rapidinho”. Dá concelhos a ele e tenta convence-lo de que acabar com a amizade que tinha com o pai e com a irmã é burrice da parte dele, ela continua tirando sarro do jovem assim que pode, na tentativa de fazê-lo rir.

Profissão
Escritora (trabalha em casa, mas algumas vezes tem convenções e viagens de divulgação importantes).

Aparência:

{Charlize Theron}

Sabe que existem seres sobrenaturais?
Não.

★★★

Irmã Mais Nova:

Nome
Dália Salvatore Heinz

Relação
Edward sente muita falta de abraçar a mais nova ou persegui-la pela casa e fazer cócegas nela assim que a pegar, tudo para vê-la rir e isso consequentemente o faz rir também. A amizade deles era ótima e eles viviam grudados, mas Edward tem insegurança, tem medo de morder a irmã e tomou uma distância incrível dela, desde então, eles vivem discutindo e Edward nunca se demostra abatido quando vê a irmã chorar ou falar seu apelido “especial”, mas ela e sua família são aqueles que mantiveram a humanidade dele, fora que a bola e a ganancia dele acaba perto deles, ele sente muita falta de poder rir com a família ouvindo as histórias de sua avó comendo biscoito. Ele vê Dália sair à noite sozinha (o que raramente ocorre) e ele vive indo atrás dela secretamente, Dália sente uma presença errada, tem medo, mas Edward nunca chegou a atacar a irmã desde aquela noite que quase a mordeu.

Profissão
Estudante.

Aparência

{Barbara Palvin}

Sabe que existem seres sobrenaturais?
Não acredita, mas teme a existência e tem medo dela mesma por isso.

★★★

Avó Paterna:

Nome
Dorothea Montez Johnson Heinz

Relação
Ela observa o menino de longe, ela não teve mais uma relação muito boa com o jovem depois de sua respectiva mudança de comportamento, ela ama Edward, quer protege-lo, mas sabe que o neto não é o mesmo e que assim como Dália, não é normal.

Profissão
Aposentada (era cientista) / Dona de Casa.

Aparência

{Meryl Streep}

Sabe que existem seres sobrenaturais?
Sabe.



Gostos e Desgostos

Gostos:
Terror;
Treinar suas habilidades;
Sua irmã;
Ler;
Armas diversificadas;
Florestas;
Sua carreira;
Estudar;
Treinar os lobisomens de sua alcateia;
Piadas.

Desgostos:
Ficar longe da irmã;
Romance;
Caçadores;
Choradeira sem sentido;
Fraquezas;
Interrogatórios em cima dele;
Pressão;
Ordens;
Derrota;
Subestimação.



Manias
Ele vive esfregando as mãos uma na outra, normalmente quando está pensativo.
Perseguir a irmã secretamente;
Umedecer os lábios toda hora;
Bagunçar seus próprios cabelos.



Medos, Fobias e Traumas
Tanatofobia Medo da morte.
Claustrofobia Medo de lugares fechados.



Sonhos/Desejos
Alcançar sua vingança e finalmente poder voltar a falar com sua irmã direito, ele tem a esperança de voltar a ser um humano comum e voltar a se focar mais na carreira.



Orientação sexual
Heterossexual.



Par?
Sim! Pode ter!



Relação com....

Par
Depois de sua mudança, Edward nunca mais se aproximou de qualquer menina ao ponto de ficar apaixonado por uma, então, a garota deveria ter bastante paciência e ser compreensiva ao ponto de esperar um tempo até que ele admita estar gostando da mesma, ela experimentaria um pouco de como ele era, Edward vai fazer bastante piadinhas com ela e vai ser bem carinhoso, fora que ele é um ótimo “guarda costas misterioso”, ele normalmente vai aparecer na janela da garota caso esteja aberta, só para avisa-la que deveria fechar a janela durante o anoitecer.
Estar apaixonado não ajudaria só sua relação com a garota, ajudaria o comportamento dele, se sentir amado novamente faria bem para a cabeça de Edward, coisa que poderia mudar a cabeça dele com muita dificuldade e intensidade do sentimento. Ele se faria de difícil e se distanciaria da menina assim que percebesse, mas seria inevitável e ele faria de tudo para ver um sorriso no rosto dela e abraça-la bastante, mas ele é cheio de segredos e não revelaria que é um rapaz sedento por uma vingança sem motivo.

Amigos
Que amigos? Bem, fazer uma amizade com Edward é bem complicado, quase impossível já que o rapaz não aceita se aproximar das pessoas, ele prefere evitar aproximações, mas nada impede Edward de ser o misterioso que raramente solta uma piadinha sarcástica do grupo. Ele seria um bom amigo até, aquele que saberia o momento de mandar uma realidade para os outros e que saberia aconselhar também, normalmente ele mostre duas saídas e fale que cabe apenas o amigo escolher, mesmo assim, os únicos amigos de Edward são os integrantes de sua alcateia.

Inimigos
Morte. Com rivais é fácil de lidar, as patadas de Edward são ótimas, mas tente não apelar nas brigas, Edward pode se tornar um ótimo pesadelo ao anoitecer. Seus inimigos não consistem em ser só os dele, os inimigos da irmã, de seu par e de seus amigos automaticamente se tornam dele também.



Sobre seu ser sobrenatural

O que é
Lobisomem

★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★

Poderes e Habilidades

Transformação Mesmo antes de se transformarem, lobisomens já se mostram diferenciadas. Raramente adoecem, possuem boa constituição física, força, velocidade e sentidos bem apurados (extremamente apurados). Após a transformação em lobo, esses poderes aumentam, ou seja, ode se tornar um lobo.

Cura Uma cura bem mais acelerada, ele não pode curar outras pessoas, mas ferimentos em si são curad0os de imediato.

Força sobre-humana Tanto em sua forma lupina como em sua forma humana, um lobisomem possui uma força quase que invencível.

Super Agilidade É uma mistura de super velocidade, super equilíbrio e super-reação. Pode dar saltos, girar no ar e correr em grande velocidade.

Reflexos Apurados Capacidade de reagir mais rápido do que um humano normal.

Uivo O uivo de um lobisomem quando concentrado, pode chamar todos os membros de sua alcateia.

Mordida A mordida de um lobisomem alfa pode transformar outro ser também em um.

★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★

Como virou um ou como descobriu que é um ser sobrenatural?
Depois que foi mordido e ter sobrevivido, ele começou a si estudar, fez várias pesquisas e chegou no conceito de teste, onde acabou descobrindo suas habilidades secretamente.

★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★

Está mais para o bem ou mal?
Alfa Rival, ou seja, mal.

★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★

Está disposto a matar? Porque?
Ele mata por que quer. Como explicado na história, ele quer se mostrar mais forte.


★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾★☾

É isso! Eu espero muito mesmo que você tenha gostado da Dália e do Edward! Estarei esperando respostas!
KISSES! ♥



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...