Poemas


Postado

Poemas

Vou postar alguns poemas pessoais que escrevo nas horas vagas...



Meridiano Azul

Eu vejo o azul dos teus olhos, o mesmo azul que invade esse cômodo.
É acolhedor e intenso, na mesma medida da tua respiração.
Eu percebo levemente o teu incômodo com a situação,
Desligando teu cérebro e acelerando o coração.

Tuas mãos estão conectadas as minhas,
transmitindo energias eletrizantes,
Me impedindo de padecer em teu calor.
Minha mente pretende me abandonar quando me encaixo em teu ser
E sou movida por teu ardor.

As batidas de teu coração preenchem o vazio do meu peito e ritmiza nosso amor,
Embalando esse encontro em conexões simplórias.
Fazendo com que eu sinta-te preenchendo meu âmago com doçura e por completo.
De movimentos lentos e intensos em pura glória.

Em teus lábios eu sinto o sabor da paixão e do desejo de satisfação,
De fazer esse encontro além do espirito e do prazer.
O calor que sai de nossas almas transborda o nosso pertencer,
Aquilo que está apenas entre nós, tão acalento e palpável,
que no ápice da conexão o toque se torna profundo e destruidor.

Minha visão se amplia com uma dilatação de dentro para fora
E enxergo o meridiano que atravessa o equador, um ponto único entre o único,
levando aos confins da minha terra.

Faça em mim o teu destino ao paraíso não encontrado,
Aquele que se busca nas loucuras mais intensas da mente em entrega profunda.
Desbrava meus sete mares e me afogue em você.

Escutando: Sad Girl - Lana Del Rey
Lendo: Memórias Póstumas de Brás Cubas
Bebendo: Água

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...