~Dhampir

Dhampir
Some things never change
Nome: Lady Darkness
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

Sandman


Postado

Sandman

Andei fazendo uma lista de tudo que não ensinam na escola. Não ensinam a amar. Não ensinam a ser famoso. Não ensinam a ser rico ou pobre. Não ensinam a se afastar de alguém que você não ama mais. Não ensinam a saber o que se passa na cabeça dos outros. Não ensinam o que dizer a alguém moribundo. Não ensinam nada que valha a pena saber


Algumas coisas são grandes demais para serem vistas. Algumas emoções enormes demais para serem sentidas.

Os costumes têm poder. E apenas os realmente corajosos ou perigosos os desafiam. Não é sensato ofender os vizinhos


Você já amou? É horrível, não? Você fica tão vulnerável. O amor abre o seu peito e abre o seu coração e isso significa que qualquer um pode entrar em você e bagunçar tudo. Você ergue todas essas defesas. Constrói essa armadura inteira, durante anos, para que nada possa lhe causar mal. Aí uma pessoa idiota, igualzinha a qualquer outro idiota, entra em sua vida. Você dá a essa pessoa um pedaço seu, e ela nem pediu. Um dia, ela faz alguma coisa besta como beijar você ou sorrir, e de repente sua vida não lhe pertence mais. O amor faz reféns. Ele entra em você. Devora tudo que é seu e lhe deixa chorando na escuridão. E então uma simples frase como ‘talvez devêssemos ser apenas amigos’ se transforma em estilhaços de vidro rasgando seu coração. Isso dói. Não só na sua imaginação ou mente. É uma dor na alma, uma dor no corpo, é uma verdadeira dor-que-entra-em-você-e-o-destroça-por-dentro. Nada deveria ser assim, principalmente o amor. Odeio o amor


É apenas isto: se você vai ser humano, tem um monte de coisas no pacote. Olhos, um coração, dias e vida. Mas são os momentos que iluminam tudo. O tempo que você não nota que está passando… é isso que faz o resto valer.

O mundo é tão sólido e estável quanto uma camada de espumas sob um poço sem fundo de águas negras.
Significa que somos apenas bonecas. Que não sabemos nada sobre o que realmente acontece.
Que só nos enganamos sobre controlarmos nossas vidas porque a uma distância menor do que a espessura do papel, coisas que nos levariam à loucura, se pensássemos nela por muito tempo, brincam conosco



Nossa existência deforma o universo. Isso é responsabilidade

Chorozon: Eu sou a anti-vida, sou a besta do julgamento, a escuridão no fim de tudo. O fim de universos, deuses, mundos…..de tudo. E o que você é então, mestre dos sonhos?
Sonho: Eu sou a esperança.


Nunca acredite no contador de histórias, apenas na história

Você comparece ao funeral, e dá adeus ao morto. Você fica aflito. Então continua sua vida. E as vezes, o fato da sua falta vai te acertar como um soco no peito, e você irá chorar. E isso vai acontecer cada vez menos com o passar do tempo. Ela está morta e você vivo. Então viva.



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...