~revoir

revoir
!shipp&
Nome: • 𝒷𝑜𝑜𝓂𝒷𝒶𝓎𝒶𝒽; ... 𝟐𝟏 demons.
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: 4 de Novembro
Idade: 5
Cadastro:

. i n c o m p l e t a


Postado






nσмє: Yell Zani.

idαdє: 14 anos.

αραrêทciα: Hinata Hyuga / Naruto

Cabelos longos morenos e negros, pele pálida, olhos em um tom roxeado e nessa região não obtém pupilas. É baixinha, com 1, 61 de altura, sobrancelhas finas e nariz arrebitado deixando a ponta fina e empinada, lábios incolores e finos.

ρєrsσทαℓidαdє:

Yell tem uma personalidade um tanto peculiar. É uma garota tímida, considerada até infantil para muitos, mas ela apenas é uma garota que se importa com as pessoas à sua volta, sem ao menos saber o que acontece dentro de si, nunca foi egoísta e isso a faz muito carinhosa e bondosa, e tirando esses fatos Yell é vazia: nunca pensa em si e nunca se comparou com ninguém. Seus sentimentos são muito confusos as vezes, então sua tristeza pode ser facilmente composta com raiva ou carência, dando a ela um ar de estranha na maioria das vezes. Apesar de ser "confusa", Yell sempre faz com que suas promessas sejam cumpridas, mesmo não tendo nenhum valor para ela, a pequena apenas quer ver a felicidade das pessoas em sua volta.

Pode ser considerada doce demais, ou até calma demais. Sua voz sai devagar, doce e passiva, tirando alguns do sério as vezes, pelo motivo de estar sendo compreensiva ou clara em suas falas. Porém, atrás dessa moça legal que faz tudo por todos, ela é bastante triste e só quer uma companhia nas suas horas mais difíceis, seja essa pessoa legal ou não. E quando triste, ela gosta de fazer esboços de paisagens, várias delas de noite.

нisτóriα:

Yell nasceu em uma cidade pacata. Nunca soube como era sua mãe e seu pai, pois vive com sua tia e ela nunca permitiu fotos deles e nem qualquer lembranças, isso a magoava mas ela nunca pôde fazer nada, pois a sua tia, Hirai, sempre fora muito controladora e possessiva com Yell e ela mesma nunca soube o porque, até chegar um dia que a amiga de Hirai foi em sua casa, ela não deixara a menina sair do quarto e nem sequer comer algo o dia inteiro, e essa ordem permaneceu feita: ela não saiu, não se mexeu. Foi quando ouviu a conversa de que ela era uma aberração, dita por sua própria tia e faria de tudo para se livrar dela.

Isso doeu, muito.

Logo após esse encontro com sua amiga, a pequena decidiu fugir, porque ela conseguiu ligar todos os pontos: porque Hirai a tratava tão mal, não deixava-a sair e nem ter amigos. Isso na garota fez grande abalo em sua estrutura emocional, então para que não encontrasse ela de novo pediu para trabalhar em um restaurante de lámen que era na estrada de saída da cidade, o velho sábio que era dono do lugar deixou, contanto que ela não demorasse nas entregas e que não brigasse com os clientes; isso para ela foi fácil, já que iria ter uma morada e iria cuidar do local. Após "adotar" a garota, o velho chamado Junwoo matriculou ela em uma escola perto de seu restaurante e vive sua vida o mais feliz possível, tentando apagar as cicatrizes que a Hirai deixou.

sσƒrє dє dєρrєssãσ συ αℓgσ dσ τiρσ?: Nunca pensou em certa possibilidade de ter tido ou não. Ou seja, não ^^

cσмσ cσทнєcєυ нαrυ?: Conheceu ele no restaurante, era de noite e Haru entrou pedindo um pouco de tempo para que a chuva passasse, ela lhe deu cobertor para que ele se esquentasse e um pouco de comida, por conta da casa, já que seu rosto estava inchado e vermelho, aparentemente ele estava chorando. E ela quis que ele se sentisse bem.

sєxυαℓidαdє: Homossexual lésbica

ραr: Sim, pode escolhê-la ou fazê-la? Por favor ^^

rєℓαçãσ cσм σ ραr:

gσsτα:
ทãσ gσsτα:
αℓgσ α мαis?


[não concluída - incompleta]


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...