~drawmuky

drawmuky
V I N C E.
Nome: [ h i a t u s ] Rei.
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: Londrina, Paraná, Brasil
Aniversário: 21 de Abril
Idade: 21
Cadastro:

Sobre prioridades e o que se deve fazer?


Postado


I was told when I get older all my fears would shrink
But now I'm insecure and I care what people think

Used to dream of outer space but now they're laughing at our face
Saying, “Wake up, you need to make money”

Então estou aqui escrevendo mais um jornal quilométrico durante a madrugada, porque sempre penso melhor nas coisas durante a noite. E existe um problema que vem me atormentando já fazem mais de seis ou sete meses, fazendo me culpar por diversas coisas e, consequentemente desanimar com tudo. As pessoas mais próximas tem percebido meu desânimo surreal que veio surgindo e diversas vezes me perguntaram se eu não estava entrando em depressão. Mas afinal, por quê?

Sou uma pessoa que trabalha com criatividade. Pra quem não sabe, estudo Artes Visuais na faculdade e amo meu curso. Amo mesmo, porque lá temos a liberdade de nos expressar, ver tudo por outro ângulo. Entrei nele porque faço ilustrações, gosto de desenhar, sempre gostei desde criança e então quando precisei escolher algo para trabalhar me mandaram o clássico discurso do “Escolha algo que você goste de fazer e nunca irá precisar trabalhar na vida”. E é verdade.

O problema em si é que conforme o tempo passa e você vai subindo os degraus - digo, os degraus da vida mesmo. No trabalho, nos estudos, em tudo que deseja fazer - você começa a sofrer determinada pressão. Essa pressão surge naturalmente, pra todo mundo, e você precisa - diga-se, é obrigado - a ser maduro o suficiente para lidar com ela de cabeça erguida o tempo todo, senão você é considerado fraco e ninguém tem paciência com os fracos.

Essa pressão surgiu pra mim como: Você precisa melhorar sua técnica. Melhorar sua linguagem. Buscar um conceito. Precisa ganhar dinheiro com que faz, e dinheiro rápido. Você precisa fazer trabalhos incríveis e se destacar. Precisa estar em constante evolução. E eu entendo que tudo isso é necessário, porém gera frustrações demais enquanto somos apenas um bando de otários que acabaram de sair da adolescência e mal sabem o que fazer com suas próprias ideias.

Justamente porque trabalhamos com processo criativo, gostamos de elaborar várias coisas, trabalhar com meios diferentes, migrar mídias. Mas sempre existe aquela questão que fica lhe martelando: “Qual é a sua prioridade afinal?”. Porque, se você quer mesmo trabalhar com ilustração, você deveria estar praticando todos os dias, e não gastando seu tempo com outras bobagens, certo? Você precisa melhorar seu traço. Precisa praticar suas técnicas. Precisa divulgar seu trabalho e conseguir vendê-lo. Por que está gastando seu tempo com coisas que não possuem nada a ver com seus projetos profissionais?

É verdade. Faz meses que não desenho, e agora tenho gasto muito - muito mesmo - de meu tempo para escrever fanfics. Pois é. “Mas esse tempo que você está desperdiçando com essas bobagens poderia ser melhor aproveitado se estivesse praticando!”, as vozes se repetem, e se repetem, me acusando o tempo todo. Estou no sétimo semestre. Tenho um TCC para entregar, preciso arrumar um emprego de novo, e existe uma pressão vinte e quatro horas em cima de minha cabeça, me gritando que o tempo está acabando. Que preciso voltar ao foco, fazer o que tenho o dever de fazer. Que estou chegando aos vinte e um anos de idade e existem pessoas com doze vendendo arte no Tumblr e ganhando o triplo do que ganho o ano todo, em apenas um mês. Que estas mesmas pessoas de doze anos já possuem mais habilidade que eu, seus traços e técnicas são um zilhão de vezes à frente, porque elas possuem facilidade e treinam diariamente e se quiser alcançá-las vou ter que investir muitos e muitos anos. Mas eu? Ah, eu fico aqui, desperdiçando meses com coisas inúteis.

Mas eu tenho vontade de fazer tantas coisas! Escrever me faz tão bem, me acalma, me relaxa. Também quero desenhar, criar quadrinhos, personagens, universos, trabalhar com concept art. Tantas coisas! Quero me dedicar à todas, sim, aos poucos, devagar, no meu tempo. Mas a pressão continua lá, me apontando, me acusando de inútil, dizendo-me que não faço nada, que sou um nada. Que o tempo para brincadeira acabou e preciso levar tudo mais a sério, não existe mais diversão, eu deveria me divertir apenas com o que preciso fazer.




E aí com isso veio meu desânimo, a tal da depressão que me fez abandonar meus sketchbooks, me isolar, martirizar, achando que os outros estavam à frente de mim e eu estava ficando pra trás. Que todos eram melhores que eu porque não perdiam tempo, sabiam o que estavam fazendo e faziam bem. Enquanto eu achava que estava tudo errado, não conseguia progredir porque deveria gerar mais do conteúdo que realmente deveria produzir, e não desviar do foco. Aquilo me enlouquecia. No final minha vontade era desaparecer, sumir de todas essas responsabilidades, dessa pressão, dormir o máximo possível para evitar a realidade acusatória, imaginando que devido à minha inutilidade jamais iria melhorar meus conteúdos e sempre ficaria para trás, no fim.

Mas eu cansei, honestamente. Vou desenhar quando tiver vontade para. Assim como escrever, desenvolver meus personagens, meus quadrinhos. E não sob pressão, não para cumprir uma cota, não porque como artista visual preciso estar sempre realizando algo. Vou elaborar quando tiver motivos e vontade para, o conteúdo que eu quiser. Inclusive escrever mesmo estando na área visual. Porque possuo liberdade e minhas responsabilidades não deveriam existir apenas para criar intimidação. Slow progress is still progress!

Tento sempre manter em mente que se comparar aos outros é errado. É difícil, mas necessário. Não vale a pena se desgastar mentalmente tentando alcançar alguém, principalmente por causa de idade. Cada um progride de forma diferente, e é melhor fazer seu próprio progresso, com calma, para assim você ter mais satisfação no resultado final. Certo? Certo!

Enfim! Dêem uma olhada nos meus projetos;

What are you scared for? – jikook, two-shot em andamento (a parte dois será postada em breve), vampire!jeongguk & incubus!jimin.
Coming Down – yoonkook, capítulo 3 postado. (quase 50 favs, wê!)
Spring Flowers – yoonmin, oneshot.

Adendo, quem quiser falar comigo é só procurar @drawmuky no Twitter. Eu juro que vou te tratar super bem e podemos fazer amizade.

E por fim, vou deixar a música que a Maíra me mandou e que me fez lembrar dessa questão toda que estava martelando em minha cabeça e me convenceu a escrever sobre (pssst, obrigado).


Créditos das imagens: aqui e aqui.
Um beijo e até mais!

Escutando: Justin Bieber — Love Yourself.
Lendo: Moon Girl and Devil Dinosaur, da Marvel.
Bebendo: Mais uma vez: Queria estar...

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...