~ommahope

ommahope
+badboy.mp3
Nome: @edsheeramaconha
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 14 de Setembro
Idade: 66
Cadastro:

-prey


Postado

칩Fichas칩

Fanfic Prey


。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ All we 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆
。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆need is 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆

。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ faith in something. 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆







。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ |J|A|C|O|B| 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆
。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ |N|E|B|R|A|S|K| 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆

。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ |L|O|U|L|A|R|S| 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆




Nome

Jacob Nebrask Loulars.

Apelido

Pode ser chamado de Jake, pelos colegas e amigos. Porém, apenas os amigos mais próximos o chamam de Lou, ou Nebs, que é como ele prefere ser chamado.

Idade

20 anos | 14/03, às 03:47 AM, sendo do signo de Peixes.

Aparência

Representado por Jake Cooper.





。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



Espécie

Humano.

Personalidade

Sente um prazer imenso em quebrar regras. Desobedecendo várias delas apenas pelo prazer de fazê-lo, pelo capricho. Viver o momento, experimentar com as mãos, e aprender com o que ele erra, e não apenas com teorias e achismos, é o que mais marca sua personalidade. Com uma tendência para coisas perigosas, para a adrenalina, basicamente, uma má influência para qualquer calouro inocente da faculdade.
Não é nem um pouco inocente, e piadas maliciosas vindas de sua boca não são raras, pelo contrário. Não é um tarado, ou coisa parecida, ou pelo menos, não demonstra ser. Algumas pessoas dizem que ele tem uma mentalidade de um garoto de treze anos. Talvez elas estejam certas.
Odeia dizer que não sabe de algo, possuindo um orgulho maior do que deveria. Quer sempre dizer que sabe, "pagar de sabichão". Porém, se não precisar envolver ninguém para saber de algo, vai de bom grado de encontro à informação, até uma biblioteca, um site informativo, ou qualquer outra coisa deste tipo.
É o tipo de pessoa movida a caprichos e desejos normalmente momentâneos, não se importando de mudar de rumo na vida muitas vezes apenas pelo fato de ter "enjoado", pelo calor do momento, mesmo que seja algo crucial de sua vida. Por isso, evita a raiva, a decepção, a melancolia, e outros sentimentos negativos, pois sabe que é bem capaz de cagar toda a sua vida com mudanças que ele faria sem pensar, apenas guiado pela emoção.
Acredita fortemente em predestinação, no destino. Gosta de brincar de vidente, e sempre tem uma grande curiosidade em saber o que o destino guarda para ele, ou para seus amigos.
Não tem muita fé na humanidade, afinal, ele é um espécime dela. É um tanto auto-depreciativo, e admite isso. Quando não está fazendo piadas maliciosas, está fazendo troça de si próprio, pois é da natureza dele.
É extravagante, fala alto e não teme expor suas opiniões, por mais conflitantes e diferentes do padrão que elas sejam. Seus amigos dizem que ele parece que está bêbado em tempo integral, devido aos seus modos extravagantes.
Ele é sempre todo sorrisos, pois odeia demonstrar sentimentos que o deixem vulnerável. Como se estivesse sempre na defensiva, se protegendo de algo que não sabe exatamente o que é. Só sabe que teme algo, algo que está até mesmo no ar. Ele não realmente possui experiências que tenham o deixado deste modo, entretanto.
Possui um modo de andar confiante. Sempre de cabeça erguida, deixando que seu orgulho seja exalado por onde passa. Porém, um nervosismo que é próprio de Jacob é visto em seus olhos, e na maneira como seus tiques são em grande quantidade.
É um ser que, apesar de todas essas coisas que fazem você pensar que Jake é uma completa bagunça, ele é um ser que prioriza a organização. De acordo com ele, "Se minha personalidade já é bagunçada assim, podemos compensar numa organização na casa. Eu acho...".
Comunicativo, e extrovertido, faz amizades onde quer que vá, sem medo de iniciar uma conversa com um completo estranho do nada. Porém, algumas vezes, simplesmente para de ser a borboletinha social que é, e fica numa introspecção que pode durar dias. Algo que assusta até seus amigos mais próximos, é a rapidez com que isso muda, e ora ele está falando com todos, e no segundo seguinte arranja uma desculpa para sair de perto e ficar entretido em seus pensamentos, ora é o contrário.
Ele é um ser que não é apenas preto e branco, e que possui uma infinidade de tons de cinza, assim como qualquer outro ser humano.

História

[centro]Nascido em Aix-en-Provence, que é uma comuna da França localizada no departamento de Bocas do Ródano, na Região Provença-Alpes-Costa Azul. Não é muito grande, nem muito pequena. Seus pais eram separados desde quando o menino tinha dois anos, e ele morava com a mãe, Indila. Seu pai era americano, e, por pedido dele Jake possui o "Nebrask" no nome. Não que sua mãe tenha se importado, afinal, era menos burocracia na sua vida se não tentasse mudar o nome do bebê no cartório.
Pelo fato de Indila ser muito ocupada, devido ao seu trabalho num escritório de advocacia, o mesmo passava a maior parte do tempo com babás. Porém, isso não afetou muito o mesmo, visto que sua mãe dava a ele todo o amor e carinho do mundo quando estava em casa.
Estudou numa boa escola, particular, com bons professores. Mesmo tendo um comportamento bagunceiro, arteiro e desobediente às vezes, suas notas eram boas. Mas não o poupavam de levar uma série de advertências e detenções ao longo de sua vida escolar. Sua mãe sempre dizia, com indiferença e diversão: "Se eu era suspensa várias vezes, e inclusive reprovi no sétimo ano e estou aqui sendo advogada, não posso reclamar de você que está aqui, levando no máximo detenções e tendo essas notas perfeitas."
E não era só nisso que sua mãe era liberal e "de boas". Ela realmente não liga para que religião o filho escolhe ter. Por isso, Jacob prefere se considerar um praticante do "de tudo um pouco". Porém, ele se sente apegado aos ensinamentos base do Budismo. Mas várias outras coisas em que ele acredita são tiradas de outras religiões, formando sua própria crença. Sempre teve essa curiosidade e essa paixão pelo conhecimento de religiões, afinal, crenças alheias são sempre divertidas.
Assim que se formou, não hesitou em tentar entrar para uma faculdade. E conseguiu, iniciando o curso de Teologia que sempre quis fazer.

Orientação Sexual

Homossexual.

Está ciente que, independente da espécie, seu personagem pode morrer a qualquer momento?

Sim, com certeza. Isso torna tudo mais emocionante.

Observações ou curiosidades

↪Ele fuma, mas somente quando está muito agitado.

↪Possui uma série de tiques e manias, tais como: Bater a mão direita na perna esquerda quando sentado; morder o interior das bochechas; ficar vesgo do nada propositalmente; mexer em seus cabelos, bagunçando-os completamente; sempre ficar ajeitando suas roupas e checando amassados; entre muitos outros. Nem ele sabe ao certo o porquê desta grande quantidade de tiques, apenas é algo que ele cultiva desde muito pequeno.

↪Já foi numa série de cultos, concentrações, missas, e outros tipos de reuniões religiosas diversas, apenas pela curiosidade.





。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ All we 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆
。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆need is 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆

。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ faith in something. 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆








。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ |H|E|I|N|Z| 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆

。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ |K|R|I|S|T|O|F|E|R| 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆


ou.....


。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ |A|N|A|E|L| 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



Nome

Seu nome humano é Heinz, porém, seu nome dos tempos de anjo era Anael, que significa "a graça de Deus", "o dom do Senhor".

Apelido

Seu nome em si já é bem curto, porém, alguns o chamam de Kris, ou de "Albino falsificado".

Idade

Possui na realidade cerca de 290.971 anos, porém, caiu a mais ou menos 560 anos. Envelhece de um modo bem lento, de modo que 250 anos são equivalentes a 1 ano humano. Por este motivo, aparenta ter por volta de 20 e poucos anos.

Aparência

Representado pelo Luke Worrall.





。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆




Espécie

Anjo Caído.

Personalidade

Por conta do fato de ter sido banido do céu, ficou um tanto amargurado. É um tanto complicado explicar o sentimento que o tomou desde que caiu. Algo como uma tristeza, uma amargura, e uma frase predominante para consolá-lo: "Se eles não me quiseram, por que eu haveria de querê-los?". A queda o tornou meio instável nas emoções, de modo que as oscilações no seu humor são frequentes e bruscas. Mesmo que alguns anjos caídos tenham superado a queda, alguns ainda continuam com essa mágoa, e Heinz faz parte desse grupo dos magoados.
Apesar da queda ter mudado vários aspectos de sua personalidade, Heinz ainda tem o mesmo senso de humor que mistura a inocência esperada de um anjo com algo de extremamente "corrompido" e malicioso. Algo que faz com que suas piadas saíam ambíguas acidentalmente, ou não. Como uma criança arteira e alegre, pegadinhas são constantes com seus amigos, porém, nada que irrite eles. Algo que seja como um susto de leve, seguido de uma risada.
Não sabe reagir a surto de emoções de outras pessoas, mesmo ficando bem irritado quando as pessoas não compreendem os seus próprios. Fica parado, e as vezes abraça ou passa a mão nas costas da outra pessoa desconfortavelmente, com uma careta de desespero às vezes maior do que a da pessoa que tá surtando. Isso era um problema quando era um anjo, visto que faz parte do trabalho deles compreenderem isso, sem pânico.
É a mistura perfeita de uma criança alegre, um adolescente questionador, e um velho amargurado pelo tempo. Como uma criança, seus assuntos são completamente sem-noção, porém discursados com louvor e alegria. Eles vão desde como ele queria que a lua fosse feita de queijo, até coisas filosóficas e profundas, como crises existenciais. Como um adolescente, sempre possuiu uma petulância natural, um quê de questionador, que precisa saber o porquê de tudo. Se não concorda com uma opinião, e mesmo assim a mesma é doutrinada na cabeça dele, Heinz não hesita em armar uma gritaria e uma briga para tentar fazer com que todos entendam seu ponto de vista e ao mesmo tempo parem de encher a porra do saco dele, de acordo com ele mesmo. Inclusive, foi esta petulância que causou a queda dele. Desacato também é crime no céu. Como um idoso, já mencionei sua amargura criada pela queda, e sua mágoa sobre isso.
Possui um andar de cabeça erguida, pois, mesmo não possuindo o maior ego do mundo, não quer que alguém perceba isso, preferindo que as pessoas foquem nos seus próprios problemas, não nos dele. É simplesmente aquele traço de anjo que todos os desta espécie possuem. Um orgulho grande, simplificando, e deixando de um jeito menos pomposo, afinal, toda esta pomposidade pode fazer parecer que é altruísmo, mas, na verdade é um medo de que as pessoas notem a grande mágoa que ele guarda, e, assim que alguém questionar isso, ele desabe.
Possui um amor por amar. Acha que essa foi a grande vantagem de ter caído. Agora, ele pode amar quem quiser, o que quiser, da maneira que quiser. Não totalmente, óbvio. Porém, ele sente essa liberdade por não possuir nenhuma regra que o impede de amar. De fazer a coisa mais pura que os humanos fazem.

História

Sempre viveu no céu. Treinava, ajudava humanos, e fazia seu melhor para ajudar ao próximo e para cumprir com os Mandamentos da melhor forma possível. Porém, desde que se entedia por anjo, sempre questionava. Tudo. Tudo, cada coisinha mais simples existente. "Por que essa regra é assim?"; "Por que nós não podemos amar alguém, como os humanos?". Ele não possuía medo algum de perguntar qualquer coisa para qualquer um lá, coisa que ele considera um excesso de inocência e de idiotice da parte dele. Porém, uma vez, foi longe demais. Questionou o próprio Deus, não diretamente, óbvio. Mas ergueu os braços para o alto, e, em voz alta e clara, perguntou o porquê de anjos não serem permitidos a amar, logo depois que vira um anjo ser banido do céu pelo simples e puro fato de amar um humano. Estava tão indignado com isso, que se exaltou, armou um barraco, mesmo sabendo que era inútil, e quase uma tempestade em copo d'água. Deus não ficou nada contente com a petulância e do desacato que Anael estava tendo para com ele, e o anjo teve suas asas arrancadas.
Logo que caiu do céu, teve uma vida sofrida, vivendo nas ruas, e com uma mágoa gigante. Porém, com o decorrer dos anos, seu padrão de vida foi melhorando. Permanece muito magoado, e se sente injustiçado. Sabe que não é saudável, porém, não consegue evitar. Sabe que anjos não são tão bons, muito menos O Criador. Porém, sabe que não pode sair falando isso para todos, e evita ao máximo tocar no assunto religião.
Caiu na região Germânica, e já escolheu muitos nomes que tenham a ver com essa região. Foi mudando, mudando, até que ficou como Heinz Kristofer. Meio que mudando os nomes quando se entediava de um ao longo dos séculos.

Orientação Sexual

Pansexual.

Está ciente que, independente da espécie, seu personagem pode morrer a qualquer momento?

Sim, como já disse.

Observações ou curiosidades

↪Seus cabelos são pintados. Quando era um anjo, seus cabelos eram loiro-escuros e acinzentados.

↪Seu maior sonho é encontrar o amor de sua vida.

↪Gosta muito de esportes.





。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ All we 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆
。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆need is 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆

。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ faith in something. 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆







。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ |D|A|R|A| 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆




Nome

Dara, que significa “segurando firmemente”, “possuidora”, “a que detém o bem”, “rainha, soberana”, “mantenedora”, “que suporta”.

Apelido

Dara não possui nenhum apelido, porque, além de ter um nome bem curto, odeia apelidos.

Idade

910.801 anos. Seus documentos da Terra dizem que ela possui 26 anos, e que nasceu dia 14 de setembro.

Aparência

Representada pela Emma Watson.





。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



Espécie

Anjo.

Personalidade

É muito altruísta, e não pensa duas vezes antes de ajudar os outros, afinal, é para isso que ela foi criada. É extremamente obediente, não possuindo nenhuma resistência para cumprir ordens dadas pelos seus superiores. Possui uma falsa inocência interessante no olhar. Algo que esconde o humor negro que ela faz de tudo para esconder, apesar de o mesmo vir a tona algumas vezes sem o desejo de Dara. Porém, a anjo consegue controlá-lo ao máximo.
Um doce de pessoa. Gentil, calma, e obediente, é bem agradável e amigável, aquele tipo de pessoa que gosta de conversar com todos, e todos gostam de conversar.
Muito curiosa, às vezes até demais, não controlando sua boca antes de falar ou perguntar algo indecente ou grosseiro, se apressando em pedir desculpas. Mas, logo após essas desculpas, solta algumas risadinhas, simplesmente fingindo serem de vergonha, mas na verdade, as risadas são de graça, de ver a cara normalmente ultrajada dos outros anjos quando ela pergunta "essas coisas impróprias".
Possui um certo descaso pelo mundo humano, está realmente cagando pra eles. As únicas coisas que ela realmente acha interessante nos humanos são seus xingamentos, os quais ela usa e abusa, e a comida. Porém, faz parte do trabalho dela pelo menos fingir que se importa com eles. pesar de ser curiosa, acha que não há muita coisa interessante nos humanos.
Não possui nenhuma dificuldade em mentir, consegue fazê-lo com facilidade. Porém, evita ao máximo isso, pois sabe que é errado, mas, se encontrar-se numa situação extrema, mentiria sem pensar duas vezes.
Odeia o tédio, ele é seu pior inimigo. Como possui poucas atividades no Céu, considerando o fato de não ser um anjo experiente, várias vezes o mesmo a assola.
Discreta e sutil, pode passar despercebida por lugares, o que faz com que ela saiba vários segredos sujos de vários anjos. Ela gosta de usar isso para seu próprio benefício, chegando a chantagear alguns deles.
Realmente, não é uma espécime exemplar de anjo.


História

[centro]Dara não é tão antiga como alguns anjos são, na realidade, é bem nova. Não possui grandes tarefas no Céu, mas sempre consegue arrumar algo de interessante pra fazer, e inveja quem possui tarefas importantes. Sua vida no Céu é bem pacata, mas ela nunca conseguiu entender o porquê dos anjos seus companheiros ficarem tão obcecados com os humanos a ponto de se tornarem caídos por quererem copiar o que eles fazem e defendê-los nas opiniões e posicionamentos.
Não é como se ela não soubesse que humanos podem ser interessantes - Ela já foi anjo-da-guarda de um ou dois humanos legais e curiosos -, porém, a grande maioria para ela são apenas sacos de carne que não sabem a alegria de poder se sentir livre de peso, sendo apenas um espírito quase-livre.
Por ser bem nova, alguns dos anjos a menosprezam, e isso é uma das coisas que ela mais odeia. Ser subestimada, é, simplesmente, o cúmulo para ela.
A mesma já se meteu em problemas pelo seu humor, e possui vários anjos que sabem o quanto ela pode ser naja, chantagista e boca suja, o que a torna um caldeirão de segredos, tanto os dela, quanto os dos outros.

Orientação Sexual

Anjos não possuem sexualidade. Ou, pelo menos, não deveriam possuir. *Mas a criatura aqui é lébiska meixmo, ama umas pepeka.*

Está ciente que, independente da espécie, seu personagem pode morrer a qualquer momento?

Sim, senhora. *bate continência*

Observações ou curiosidades

↪ Já possuiu vários cortes de cabelo. Desde cabelos cacheados e longos, até cabelos bem curtinhos e lisinhos, batidinhos como os de um menino.

↪ Já desceu até a Terra apenas para provar alguns doces, com a desculpa que deveria vigiar seu protegido, que estava passando por momentos difíceis, mais de perto.





。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ All we 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆
。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆need is 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆

。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ faith in something. 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆








。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ |J|A|C|Q|U|E|S| 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆
。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ |D|U|M|O|R|T| 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆

。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆ |B|L|A|N|C| 。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆






Nome

Jacques Dumort Blanc. Este é seu nome humano, porém, seu nome é Agiel. Prefere usar seu nome humano. Porém, já teve vários nomes em várias épocas, mas este é o que ele mantém por mais tempo, cerca de 150 anos, um recorde.

Apelido

Jac, para os amigos íntimos. Porém, prefere ser chamado pelo seu nome, sem apelidos.

Idade

Possui a aparência de um homem de cerca de 27 anos, mas tem vários e vários milhões de anos, sendo meio que da época que Lúcifer foi banido do Céu com seus companheiros...

Aparência

Representado pelo Paul Van Haver, ou Stromae.






。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



Espécie

Demônio.

Personalidade

Engana-se quem acha que demônios são monstros sem consciência que apenas pensam em sangue, tortura e morte. Talvez nem tanto...
Jacques é um ser de gostos peculiares, é atraído pelo estranho e pelo o que muitas vezes é considerado tabu pela sociedade. Não se importa de admitir isso, sendo considerado alguém estranho por muitos.
É o tipo de homem homossexual que alguns chamam de "bichinha", e não se importa. Realmente, é um tanto afeminado, mas nada disso importa para ele na hora de conviver com outros seres em sociedade.
Não é do tipo que gosta de participar de brigas, não diretamente, pelo menos. Ele gosta de apenas participar nos bastidores, entrando apenas nas deixas importantes, falando coisas que parecem simples e inocentes, livres de qualquer intenção ruim, mas que são carregadas de malícia e veneno.
Possui um orgulho gigante, sendo também muito teimoso, além de muito malicioso, em todos os sentidos possíveis da palavra. Algo que irrita muito seus conhecidos, de verdade. É bem sincero em opiniões simples, que podem ser dadas a qualquer segundo, porém, evita dizer a verdade em outras opiniões mais elaboradas.
Debochado e sarcástico, destila veneno em cada uma de suas frases, ([ignore]"limpa o veneno do canto da boca pra ñ escorrer, naja"[/ignore]) não se importando se suas opiniões incomodam ou machucam os outros. Ele tem a liberdade de expressão, não está cometendo nenhuma libertinagem, na visão dele.
Total e completamente excêntrico, muito mesmo, e isso é refletido pelo seu estilo de roupas ousadas, pelo seu modo de interagir com as pessoas no geral, e tudo nele exala isso, sendo sincera. Isso e o fato de ser muito orgulhoso complementam um ao outro, e, junto da sua teimosia, forma uma combinação perigosa e explosiva.
Não é o tipo de pessoa em quem você deveria confiar facilmente, até porquê, ele mesmo não confia nos outros fácil. Porém, assim que começa a confiar em você, pode ficar tranquilo, que ele não lhe fará mal algum. Precisa apenas ficar atento para ver se essa confiança não é fingimento.

História

Era um anjo que, assim como Anael, era extremamente questionador, porém, além disso, não concordava com nada dos Céus, achava que Deus era o maior hipócrita existente em todo o universo. Realmente, ele nutria um quase ódio pela divindade.Não pensou duas vezes antes de juntar-se à Lúcifer.
Não foi muito ruim, e a vida no inferno não é nada desagradável, sendo extremamente "bacana", nas palavras dele. Ele é encarregado de cuidar do Oitavo Círculo do Inferno, Malebolge, onde são punidos diversos pecados relacionados a fraudes, como o pecado da simonia, da corrupção, e etc.
Porém, passa a maior parte do seu tempo na Terra, junto dos humanos, se divertindo da maneira dele.

Orientação Sexual

Pansexual.

Está ciente que, independente da espécie, seu personagem pode morrer a qualquer momento?

Sim , mas, por enquanto, use e abuse do meu baezinho que dá mais pinta do que os 101 dálmatas <3.

Observações ou curiosidades

tava ouvindo Miss Jackson do P!ATD ñ me julgue* Ele costuma se apresentar a homens (gays, claro. Não ofenderia possíveis vítimas na primeira vista) deste modo: "Prazer, *levanta a mão lentamente, com um meio sorriso* meu nome é Jacques Blanc, mas pode me chamar de Jac, se você é perverso. *risada debochada*".

O que eu usei para me orientar no inferno.



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...