~Degenerates

Degenerates
"Born To Die."
Nome: 『Queen』Degenerates
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 16 de Julho
Idade: 16
Cadastro:

Ficha — The Choicen Ones


Postado

Ficha — The Choicen Ones

“Comer era difícil,
Respirar era difícil,
Viver era o mais difícil”.

"Isso é tão desconfortável, me ensinaram a fingir."

"Estátuas e cofres e paredes pintadas
Ninguém sabe o que aconteceu.
Ela se jogou da janela do quinto andar
Nada é fácil de entender."

▶ Nome:

Elizabeth Marie White Brückner MacIntyre


Elizabeth significa “Deus é abundância” ou “o meu Deus é juramento”. O nome se originou a partir do hebraico Elishebba, que significa "Deus é juramento".

Marie é variante francesa do nome Maria. No original em hebraico, "Myriam" significa senhora soberana, ou "aquela que ocupa o primeiro lugar".

O nome Elizabeth foi escolhido pelo seu pai, Richard, porque ele queria que sua filha sempre fosse protegida, independentemente do lugar em que ela esteja.

Já o nome Marie, foi escolhido pela sua mãe, Tracey, porque ela queria que sua filha permanecesse em primeiro lugar, não importando as circunstâncias.


▶ Apelido:

Seus poucos amigos a chamam de Liza ou Lih, uma abreviação do seu primeiro nome. Seus familiares a chamam de Ely ou Marie.
Formalmente, é chamada de Srta. MacIntyre ou Srta. White.
Porém, dentro do castelo, podem chamá-la por Liza, ou Ely.


▶ Idade:

17 anos.

9 de abril de 1999 — Áries.


▶ Sexualidade:

Heterossexual.


▶ Casta:

Casta 2.


▶ Profissão:

Modelo.


▶ Província:

Hanover.


▶ Aparência:

Photoplayer: Elle Fanning.



Elizabeth é dona de uma beleza angelical. Seus olhos são de um verde claro e profundo, mas, às vezes, podem ficar numa tonalidade de azul. Sua pele é demasiadamente clara, o que contribuí para algumas pessoas a acharem doente. Seus cabelos, abaixo dos ombros, são totalmente lisos, num tom loiro, em muitos momentos, confundido com branco. Sua altura é de 1,72 m, sendo relativamente alta. Seu corpo é magro, possuindo poucas e simples curvas.
Por ter uma aparência considerada estonteante e divina, Liza é sempre comparada a um anjo, ou a uma fada. Também é elogiada pelo seu sorriso maravilhoso, que de alguma forma, a deixa mais bonita. É quase impossível não reparar em Elizabeth, enquanto ela desfila ou caminha por aí. A menina parece ter um imã em sua face, que atraí vários olhares de admiração. Seus seios são pequenos, fato que não a incomoda muito.












▶ Personalidade:



Elizabeth é dona de uma personalidade considerada forte. Em muitas vezes, é julgada como uma garota fria e calculista, mas isso é uma grande e absurda mentira. Liza construiu uma armadura em volta de si, como uma autoproteção, para não se machucar novamente. Seus olhos carregam lembranças tristes, e que a atormentam dia e noite. Mas, como sempre, o seu sorriso camuflava todas as suas mágoas.
Ela é uma menina bastante orgulhosa, obstinada e teimosa. Porém, apesar de todos esses adjetivos, Lih é totalmente adorável e meiga, e também muito simpática. Às vezes, costuma ser misteriosa, porque ninguém sabe muito sobre si.


É dita como um pouco antissocial, contudo há vários motivos para o seu comportamento. A garota é extremamente realista e tem um grande senso de justiça. É bastante dedicada, empenhada e segura em tudo que faz. Não é tímida, mas prefere se manter reservada.
A pressão colocada sobre si, pela sua mãe, a estava matando aos poucos, por dentro e por fora. Há várias mentiras por trás dos flashes, e Ely sabe muito bem disso. Quanto menos gordura, mais dinheiro e vice-versa. O maior tormento de Liza é a voz de Tracey, que não a deixa esquecer-se de manter o controle, continuar forte e perder mais, sempre perder mais, e pesar menos. Bem menos.


Elizabeth costuma se comparar a uma garota de vidro, que não está morta, mas também não está viva. Uma menina gelada, presa entre dois mundos. Um fantasma com um coração que bate.
Apesar de seus problemas, ela é muito inteligente e tem conhecimento amplo em todas as áreas. A todo o momento está interessada em experiências novas e ama lê, porque para Lih, os livros são como "férias" da realidade conturbada, em que vive.


Marie é bem responsável e séria nas horas necessárias. Quando está chateada com alguém, ignora a pessoa, arte que ela faz muito bem. Consegue ser manipuladora e persuasiva quando quer e tem o dom de encantar e seduzir qualquer homem, com sua beleza angelical.
Ely não tem medo da morte, porque no seu ponto de vista, é inútil ter medo de algo, que não pode "ser", enquanto ela "é”.



▶ História:


A vida de Elizabeth sempre fora rodeada de poder, luxo e falsidade. Sua única "salvação", em meio aquele caos, era Richard, seu pai, que a apoiava em suas decisões. No dia do seu aniversário de 12 anos, Richard teve uma parada cardíaca, e faleceu a caminho do hospital. Com a morte dele, a mansão dos MacIntyre tornou-se mais fria e solitária do que já era.
Tracey, sua mãe, se transformou em uma mulher frívola, amarga e rude. Do que valia o dinheiro, se não houvesse felicidade? Era isso que Liza pensava todos os dias. Desde cedo, ela desfilava em vários lugares, por ser famosa no ramo da moda.
Toda a sua "família" trabalha em frente aos flashes, mas as pessoas não sabem que há verdades secretas, por trás das passarelas. A pressão colocada sobre Lih, a estava matando, dilacerando sua alma em milhões de pedaços irreparáveis. Sua obsessão por magreza a levava para o fundo do poço. Até que ponto, um indivíduo pode chegar para alcançar a perfeição? Não existem limites para Ely, porque para ela "os fins justificam os meios".
Podemos dizer que Liza não teve infância, já que em vez de brincar e se divertir, Tracey a colocava para praticar exercícios físicos e treinar os seus passos. Quanto mais magra Marie ficava, mais sua mãe dizia que ela estava gorda. A solidão tinha virado sua melhor-amiga e a dor interior, uma companheira eterna.
Aos 15 anos, Elizabeth começou a namorar. Ela não estava apaixonada por Ethan, mas Tracey interferiu na sua vida novamente, e a convenceu. Em um dia qualquer, ele convidou Lih para jantar na sua casa, ela hesitou no começo, porém, foi.
Chegando lá, Ely estranhou, porque não havia ninguém. Então, o inferno começou. Naquela noite, ela quase foi estuprada. Um vizinho ouviu seus gritos, e foi socorrê-la. Ele espancou Ethan, e a levou para casa.
Marie não contou para ninguém o que havia acontecido, e depois daquele dia, o seu "namorado" nunca mais a procurou.
Quanto mais o tempo passava, mais Elizabeth ficava doente. Como uma pessoa tão jovem e linda, pode ter sofrido tanto? Era essa a pergunta final.
Porém, não se engane. Ely continuava uma adolescente doce e adorável. Todos a achavam um anjo, e ela era um. Um anjo que queria voltar para casa, mas tinha um problema: a redenção parecia ser impossível.



▶ Família:

Tracey Mary White Thompson Brückner — 38 anos — Mãe.
Casta 2 — Atriz.
(Angelina Jolie)


Tracey sempre fora uma mulher arrogante, frívola, calculista e dura. Quando era mais jovem, possuía o sonho de ser modelo, mas, ela não tinha as medidas necessárias, fato que a deixou triste e amargurada. O tempo passou e Tracey conhecerá Richard, os dois se casaram, contudo ela não o amava, foi tudo por dinheiro, mais uma vez.
Em Elizabeth, ela viu a oportunidade perfeita para ganhar mais fama e poder. A ambição reinava em sua vida e parecia crescer cada dia mais. A frieza pulsava em suas veias, e isso a envenenava silenciosamente. Nunca demonstra afeto pelos seus filhos, porque Tracey não reconhece esse sentimento.
Possuí cabelos castanhos escuros, um pouco abaixo dos ombros. Uma pele branca e olhos verdes, característica que Liza herdou. A sua beleza é selvagem e avassaladora, porém, o seu interior é podre e vazio.


(...)


Richard David Brückner MacIntyre — Faleceu com 34 anos — Pai.
Casta 2 — Ator e modelo.
(Brad Pitt)



Richard era um homem maravilhoso para se conhecer. Andava sempre bem-humorado com todos e era extremamente cuidadoso e amoroso com seus dois filhos. No começo, era apaixonado por Tracey, mas o seu amor morreu, junto com os sentimentos dela.
Tinha um carinho especial por Elizabeth, e também era muito protetor e ciumento em relação a ela. Os dois tinham um vínculo lindo, porém Richard faleceu.
Possuía cabelos loiros e olhos azuis. Sua pele era bronzeada e seu corpo era forte.


(...)


Andrew Robert White Brückner MacIntyre — 20 anos — Irmão.
Casta 2 — Ator e modelo.
(Daniel Sharman)


Andrew é um típico garoto "bad boy". Ele é bonito, sempre atraindo a atenção das meninas. Porém, é muito sarcástico e irônico, mas no fundo, tem um bom coração. Na sua infância, sentiu inveja de Elizabeth, contudo o sentimento passou. Nutre um grande ódio por Tracey, o que faz alfinetá-la, todos os dias.
Apesar de não demonstrar, Andrew tem um enorme carinho pela sua irmã, se preocupando e cuidando dela. É bastante ciumento, e odeia quando meninos ficam perto de Liza, situação que acontece frequentemente.
Possuí cabelos loiros escuros e olhos azuis, que herdou de Richard.


▶ Gostos e Desgostos ◀

Gosta:

♣ Flores, principalmente as rosas vermelhas e os lírios brancos;
♣ Cantar;
♣ Compor músicas;
♣ Dançar;
♣ Praticar exercícios físicos;
♣ Ler, não importa o gênero;
♣ Tocar piano, violino e violão;
♣ Inverno, ela simplesmente ama ver a neve caindo;
♣ Observar as estrelas e a lua;
♣ Caminhar e tomar um ar fresco à noite;
♣ Cavalgar, quando era criança, seu pai a ensinou e até hoje ela se lembra, apesar de não montar com muita frequência;
♣ Desfilar;


(...)


Não gosta:

♣ Que a chamem de "riquinha metida", somente porque é da casta 2.
♣ Que a julguem;
♣ Mentiras;
♣ Falsidade;
♣ Comemorar seu aniversário, porque o seu pai, faleceu nesse dia;
♣ Calor;
♣ Carne, odeia qualquer tipo, seja branca ou vermelha;
♣ Se ver "gorda" no espelho;
♣ Que a achem fraca;
♣ Feijão;
♣ Arroz;
♣ Café;
♣ Tempestades;


▶ Defeitos e Qualidades ◀

Qualidades:

♣ Inteligente;
♣ Manipuladora;
♣ Persuasiva;
♣ Corajosa,
♣ Determinada;
♣ Decidida;
♣ Empenhada;
♣ Simpática;
♣ Consegue ser impassível;
♣ Gentil;
♣ Criativa;
♣ Racional;


(...)


Defeitos:

♣ Orgulhosa;
♣ Teimosa;
♣ Às vezes, pode ser fria e insensível;
♣ Sincera;
♣ Misteriosa;
♣ Constante insatisfação com o corpo;
♣ Muito exigente com ela mesma;


▶Medos | Fobias | Traumas ◀


♣ Elizabeth possui astrapofobia, que é o medo mórbido de relâmpagos e trovões. Geralmente, quando isso acontece, ela fica ofegante, chora e sente falta de ar.

♣ A garota também tem medo de ser estuprada, já que uma vez, quase foi.


▶ Manias ◀


♣ Quando fica com vergonha, suas bochechas ruborizam, situação que é muito fácil de ser percebida;
♣ Tem mania de brincar com seu colar, ou cabelo, quando se sente entediada;
♣ Morde os lábios quando está preocupada com algo, ou com alguém;
♣ Quando está triste ou deprimida, olha para o “nada”;
♣ Roí suas unhas quando está impaciente, ou enraivada;


▶ Hobbies ◀


♣ Ler;
♣ Tocar piano, violino e violão;
♣ Ouvir músicas;
♣ Caminhar e tomar um ar fresco;
♣ Desfilar;
♣ Cantar;
♣ Dançar;
♣ Cavalgar;
♣ Observar o céu estrelado;
♣ Praticar exercícios físicos;
♣ Fazer coisas diferentes, divertidas ou perigosas;
♣ Ficar submersa na água;


▶ Problemas de saúde ◀


♣ Anorexia;
♣ Bulimia;


▶ Talentos ◀


♣ Tem um enorme talento para desfilar;
♣ Compõe músicas;
♣ Graças aos ensinamentos do seu pai, sabe cavalgar;
♣ Dança maravilhosamente bem;
♣ Canta e tem uma voz muito bonita;
♣ Consegue ficar submersa na água, por bastante tempo;
♣ Tem um raciocínio rápido;
♣ Habilidosa em manipular e persuadir;
♣ É uma boa mentirosa;


▶ Criadas ◀

Rebecca, 23 anos.
Photoplayer: Claire Holt.
É responsável pelo vestuário e estética de Elizabeth.



Personalidade: Sensual, engraçada, aconselhadora, alegre, misteriosa, honesta, extrovertida e otimista.

A relação entre as duas é ótima. Sempre anima Liza, quando ela está abatida, ou triste. Tenta convencê-la de que não é e nunca foi gorda, mas, às vezes, isso não funciona. É conselheira e a todo o momento, está respondendo dúvidas da garota. É bem humorada, e na maioria do tempo, impulsiva. Tem um maravilhoso senso de moda, e em algumas situações, faz de Elizabeth sua "cobaia", para montar looks, já que Ely é modelo.


Brittany, 26 anos.
Photoplayer: Vanessa Hudgens.
É responsável pela limpeza e organização do cômodo de Elizabeth.



Personalidade: Educada, responsável, profissional, exigente, perfeccionista, divertida e calma.

Assim como Rebecca, a relação entre elas é boa. Brittany sabe sempre usar as palavras certas para acalmar Liza, o que faz as duas, tornarem-se intimas. Algumas vezes, ambas acabam discutindo, por conta da exigência de Brittany, mas, logo depois, fazem as pazes. Não gosta quando Rebecca elogia a beleza dos príncipes, coisa que acontece frequentemente.



▶ Objeto especial ◀

♣ Um colar — feito de ouro — de coração. Possuí um grande valor para Elizabeth, visto que, foi um presente de seu pai, coincidentemente no dia do seu aniversário de 12 anos, ou seja, no dia da morte de Richard. A forma de coração é feita de diamantes, e dentro dela, tem uma foto de Liza, Andrew e Richard.



▪▪▪▪▪ Perguntas sobre a Selecionada ▪▪▪▪▪

▲ Príncipe escolhido ▼

Matthew Dylan James Gales de Cambridge.


▲ Como agirá nas entrevistas? ▼


Na primeira entrevista, Elizabeth não estará nervosa, porque já é acostumada com os flashes. Será sempre sincera nas respostas, transmitindo confiança, segurança e leveza aos telespectadores, a família real e a Augustus, o apresentador. Algumas vezes, responde com bom humor, o que arranca várias risadas, das pessoas ali presentes.
Depois, conforme o decorrer do tempo, Liza se soltará ainda mais, encantando a todos, com seu jeito meigo e sua beleza angelical. Continuará sendo verdadeira, mas, não ao ponto, de revelar seus segredos obscuros, que a atormentam dia e noite. Não dirá nada sobre seus sentimentos por Matthew, deixando o mistério pairando no ar. Contudo, ela não faz por mal. É só uma forma de protegê-lo, do monstro que há em si.



▲ Qual o opinião dela sobre ser Selecionada? ▲


“É algo inusitado, sabe? De uma hora para outra, absolutamente tudo mudou. Em um momento, posando para as câmeras. Em outro, participando da seleção. Isso é incrivelmente fantástico. Nunca imaginei a possibilidade de ser uma, dentre várias, selecionadas. Garotas disputando por um príncipe e uma coroa, o quão estranho e assustador poderia ser? Sinto que estou presa em uma areia movediça, onde me afundo, cada vez mais. E meu maior medo, por ora, é não consegui sair viva disso."



▲ Como reagiria à um ataque rebelde?▼


"Sinceramente, não ficaria assustada. Seguiria os guardas, se os visse, em algum lugar. Mas, caso estivesse sozinha, a mercê de mim mesma, procuraria um esconderijo próximo. Contudo, se avistasse alguém em perigo, ariscaria minha vida, em pró dessa pessoa. Pois, não tenho medo da morte. No meu ponto de vista, é totalmente inútil e irrelevante, temer algo, que não pode "ser", enquanto nós "somos"."



▲ O que pensa sobre a Seleção? ▼


“Lembro-me de assistir a Seleção, quando criança, ao lado do meu pai. Tudo parecia ser tão perfeito e único, como um belo conto de fadas. Eu amava aquela sensação, e todas as coisas, que a envolviam. Mas, aí, os anos passam, e percebemos, que a verdade nem sempre é o que enxergamos. Há algo obscuro, escondido entre milhares de sorrisos falsos, e de uma felicidade artificial. Toda a mágica, simplesmente dissipou-se. É doloroso amadurecer, talvez, porque crescer significa mudar e mudar envolve riscos, uma passagem do conhecido para o desconhecido.
Quando soube que os príncipes, não queriam estar ali, naquele lugar, foi como um choque de realidade. Uma verdadeira amostra, de como o mundo é triste, injusto e odiável.
Não sei o principal motivo para uma Seleção nesse exato momento, já que Cambridge está indo tão bem, mas, tenho algumas teorias.
Em minha opinião, é assustador — e um pouco intrigante — ter vários corações, lutando por um único propósito. Hoje, a única certeza que tenho, é a de que estamos numa guerra. Só resta saber quem irá vencer, o amor ou a razão? Não confie em ninguém, todos estão aqui por 2 motivos, o príncipe, ou a coroa."



▲ Reação ao ser eliminada ▼


"Não acredito em conto de fadas, ok? Quer dizer, nem sempre as coisas acabam bem, nem sempre existem finais felizes, nem sempre há redenção. Aparentemente, o mundo não é uma fábrica de realização de desejos. Vivemos pela ilusão, pela paixão, e pela coragem. Nada é 100% certo, e nada é 100% errado. Tudo é cercado de incertezas, não é mesmo? Quando entrei nesse castelo, tinha plena consciência, de que poderia ser eliminada a qualquer momento. Não o culpo. Quem ia querer, uma garota anoréxica para casar-se? Todos nós, algum dia, teremos nossos corações quebrados. Não, meu coração não foi quebrado! É impossível quebrar algo que não existe, não mais. "



▲ Teria coragem de trapacear? ▼


"Não. Vencer com trapaça? Como? A sensação de vitória só existe quando vem acompanhada da consciência do esforço."



▲ Teria coragem de agredir uma Selecionada? ▼


"Depende da situação, sabe? Não agrediria ninguém, por motivos insignificantes e irrelevantes. Sou uma garota racional e paciente, em todos os assuntos. Há única coisa que não suportaria, de nenhum jeito, ou modo, são comentários maldosos a respeito do meu pai. E, por mais que isso aconteça, tentaria manter a calma."


▲ Trairia o príncipe? E se amasse outra pessoa, contaria para ele? ▼


"Traição não é acidente. Não. Cair de bicicleta é acidente, escorregar no chão molhado é acidente. Quem trai, trai porque quer, ok? Isso é para os fracos, porque os fortes jamais trocam um verdadeiro amor, por uma aventura qualquer. E eu, nunca o trairia, pois, se fosse comigo, de forma alguma, perdoaria esse ato. Apenas erros podem ser perdoados, e traição não é um erro, é uma escolha.
Se amasse outro alguém, contaria para ele e sairia. Não é justo partir seu coração, sei como é a sensação de depositar esperanças em um indivíduo, e essa pessoa, dilacerar sua alma. E, garanto a você, é muito ruim."



▲ Príncipe, coroa ou outro motivo? ▼


"Bom, o motivo foi pressão. Sim, pressão. Tracey, minha mãe, pressiono-me para participar da Seleção. Ela almeja a coroa, e fará de tudo para consegui-la, inclusive usar-me como "cobaia”. Afinal, a única garota de 17 anos em casa, sou eu."



▲ Já esteve em outros relacionamentos? ▼


"Sim, em alguns. Às vezes, você procura sua cura, nos outros, sabe? O tempo nem sempre cicatriza tudo. Alguns machucados vão tão fundos, que serão eternos. E, aí, pensamos que nossa "poção mágica" está lá, em algum lugar. Mas, na verdade, não está. É uma ilusão, uma grande e terrível ilusão."



▲ É virgem? ▼


"Não, não sou."



▲ Qual seria o projeto de filantropia da Selecionada? ▼


"Cambridge é ótima, não posso mentir. Mas, é impossível não reparar nos problemas desse lugar, há uma distinção absurda! Uns, tem mais. Outros têm menos. Os dias passam, e a vida para pessoas de castas baixas, piora. Meu projeto seria a igualdade civil, política e social para os indivíduos que fazem parte dessa sociedade. Tornando o acesso às escolas, a segurança, a saúde e a hospitais viáveis a todos."



▲ Qual o lugar favorito no palácio da Selecionada? ▼


"O jardim! Adoro ir lá, caminhar e inspirar ar puro. Traz-me calma e paz, como se meu interior fosse invadido por sentimentos bons. E, simplesmente, amo essa sensação. Gosto de lugares sem muita turbulência, onde posso vagar em pensamentos, cantar minhas composições, ou, quem sabe, tocar instrumentos. E, a biblioteca e o meu quarto; solidão, às vezes, é bom."



▲ Qual é o melhor presente que ela poderia ganhar? ▼


"Não tenho restrições com presentes. Tudo que venha do coração, ou da alma, é bem vindo. Que faça recorda-me dessa pessoa, em um futuro próximo."



▪▪▪▪ Opiniões e pensamentos da Selecionada ▪▪▪▪


▲ O que ela pensa sobre o governo atual? ▼


"Sempre tento manter-me informada sobre política. É um ótimo lugar, não serei hipócrita. Mas, nada e ninguém é perfeito. Em tudo e em todos, há erros. Adoramos a perfeição, porque não podemos ter; repugná-la-íamos, se a tivéssemos. O perfeito é desumano, porque o humano é imperfeito. Como disse, é um bom governo, porém, ruínas e vácuos existem, em todos os tempos e lugares."



▲ O que ela acha que tem que melhorar no governo? ▼


"Apesar de nunca ter passado necessidades, acredito que deve ser uma sensação horrível. A rainha fez várias coisas boas, mas, há vácuos para serem preenchidos na sociedade. É inacreditável, saber que nos tempos modernos, ainda existe desigualdade. Oh meu deus, o mundo está dividido em números! Indivíduos favorecidos e não favorecidos ocupando o mesmo espaço, porém, com algumas restrições. Como chegamos nessa situação? Nesse ponto? Sei que a retirada das castas, não é assim, tão fácil. Por isso, proponho o igualitarismo e a ajuda, aos que realmente precisam."



▲ O que ela pensa sobre a Família Real? ▼


"Parece ser uma família amorosa e companheira, e talvez, perfeita. Para pessoas, como eu, arrancadas da felicidade, é algo invejável, confesso. Mas, também sei, que a verdade nem sempre é o que enxergamos, há coisas secretas, por trás de sorrisos e gestos falsos. Como, uma mentira artificial."



▲ O que ela pensa sobre a rainha Bridget? ▼


"É uma bela mulher, não irei mentir. Mas, há algo em sua face, que me intriga e desconfia-me. Sei que ela é a Rainha, porém, seus olhos são secos, sem felicidade, sem amor, e sem bondade. Sou uma garota esperta, e alguma coisa, diz-me, que Bridget é um poço de segredos. E, eu os descobrirei, um por um."

"Minha intuição estava certa, mais uma vez. É, ela não presta, porém, o reino ainda, não sabe disso. Sinceramente, não consigo entender. Na televisão, seu rosto é capaz de enganar a todos, menos a mim. A forma como anda, exala poder e ambição, e, intimida os mais fracos. Todos os seus filhos a temem, agora, só resta saber o porquê."



▲ O que ela pensa sobre o príncipe Nicollas? ▼


"O Príncipe Nicollas parece ser um cavalheiro; gentil, educado, engraçado e encantador. Exala simpatia, porém, pelo que observei, é um pouco tímido. Quem sabe, não nos tornamos amigos?"

"O Príncipe Nicollas é realmente divertido, apesar de ter uma grande timidez. Ele tem um jeito sensível, algo que me encanta. Também tem um relacionamento estranho com a Rainha Bridget — sua mãe — como se eles se odiassem mutuamente, fato que já havia percebido, antes. Às vezes, permito-me rir, enquanto Nicollas arruma o castelo, coisa que acontece com frequência."



▲ O que ela pensa sobre o príncipe Christian? ▼


"O Príncipe Christian parece ser bastante espontâneo e engraçado. Aliás, acho que a rebeldia, corre em suas veias, algo que realmente admiro."

"Conversar e estar com Christian, é fantástico. Como previsto, ele é muito divertido e sempre me faz rir, até quando, estou triste, ou deprimida. Na maioria das vezes, é impulsivo e impassível, fato que não me incomoda. Seu senso de justiça impressiona-me, mas, prefiro não demostrar."



▲ O que ela pensa sobre o príncipe Matthew? ▼


"O Príncipe Matthew parece ser engraçado, despojado e calmo, aparentemente o significado da "perfeição". Seu sorriso contagiante e sua feição leve são características marcantes, e que se destacam nele."

"Qual o problema desse garoto? Ele é lindo, tem um sorriso maravilhoso — e destruidor — e uma voz, simplesmente divina. Mas, suas ações, contrariam tudo que ele aparenta ser. Como não pude perceber quem era realmente Matthew? Às vezes, estamos muito bem; conversando, rindo e compartilhando algumas coisas, porém, logo depois, ele volta a ficar grosso e insuportável. Isso é totalmente e completamente bipolar."



▲ O que ela pensa sobre a princesa Audrey? ▼


"A Princesa Audrey é totalmente a cópia de Edgar. Quando meu pai, ainda era vivo, ele comentava sobre como fora único o reinado do Rei. Em minha opinião, Edgar parecia ser uma pessoa maravilhosa, então, Audrey deve ser também.

"É fascinante ver a sintonia de Audrey e Nicollas, eles são os irmãos mais próximos que já conheci, e confesso, isso é realmente invejável. Ainda não tenho um pensamento fixo sobre ela, porque Audrey é um pouco duvidosa — e misteriosa — trancando-se em um baú silencioso, de uma hora para outra. Mas, logo depois, saí alegre e animada, algo, talvez, incompressível."



▪▪▪▪ Relações da Selecionada ▪▪▪▪


▲ Qual a relação dela com as outras Selecionadas? ▼


"Não as vejo como inimigas, mas, também, não vejo como amigas. Sim, estamos numa guerra sem armaduras e sangue. Uma guerra de vestidos, sapatos e joias. Uma guerra com 2 propósitos. O príncipe e a coroa. Todas temos armas, e a usaremos. Há apenas uma regra: Não confie em ninguém. Relaciono-me bem com as outras selecionadas, e convivemos tranquilamente. Não serei um anjo, contudo, não serei o diabo."



▲ Qual é a relação dela com a Rainha Bridget? ▼


"A respeito. Ela é a rainha de Cambridge, não é mesmo? Talvez, por ser uma Dois, ela sempre tenta conversar e elogiar-me, algo que acho patético, porém, tudo bem. Estou tentando descobrir seus segredos obscuros, contudo, até agora, não colhi resultados."



▲ Qual é a relação dela com o príncipe Nicollas? ▼


"Minha relação com Nicollas, no começo, era razoável. Mas, conforme o tempo passava, nos aproximávamos, cada vez mais. Não somos "melhores amigos", porém, o respeito, porque ele é um príncipe, não é? Às vezes, conversamos sobre assuntos banais, e Nicollas, sempre acaba recomendando-me um livro. Em alguns momentos, cavalgamos juntos, atividade que gostamos de realizar. Digamos que sou sua "conselheira", o ajudando e respondendo suas dúvidas.
De um jeito ou de outro, acabo amenizando sua timidez, e o deixando constrangido, em certas situações."



▲ Qual é a relação dela com a o príncipe Christian? ▼


"Christian é uma pessoa maravilhosa e incrível. Nunca consigo ficar triste, deprimida ou chateada perto dele. Ele sempre tenta fazer-me rir, independentemente das circunstâncias. Nossa relação é "perfeita". Acho que nossas personalidades são parecidas, sabe? Amo o espírito de aventura e sua rebeldia, e o sentimento é considerado, mútuo. Divertimos-nos bastante, fazendo e aprontando coisas pelo palácio.
Eu não sei o porquê, porém, Chris diz frequentemente que sou magra, acho que ele deve estar com um grave problema de visão, não é? Contudo, voltando ao assunto, o garoto não perde uma oportunidade de irritar-me, utilizando os sentimentos conturbados de Matthew, para isso, é difícil, não?"



▲ Qual é a relação dela com o príncipe Matthew? ▼


"Às vezes, à noite, fico pensando em como a personalidade de Matthew é forte, aparentemente e interiormente difícil de lidar, ou aguentar. Totalmente impassível em meio aos sentimentos, e indiferente aos desconhecidos. Desconfiado com tudo, e com todos. Quem é ele? Verdadeiramente? Quem é a pessoa, por trás dessa armadura? Sim, confesso. Matthew intriga-me, desperta meu lado de antigamente, o lado doce, puro, e real. Sem mentiras, sem fingimentos, e sem falsidade. Isso é estranho, quer dizer, vejo-me perdida aqui, como se estivesse em uma gaiola trancada, mas, ao mesmo tempo, em um sonho, como mágica. Como felicidade.
Adoro mistérios, portanto, o adoro. O vejo como uma incógnita, contudo, sou ótima em matemática.
A verdade é que passamos a vida inteira no labirinto, perdidos, pensando em como um dia conseguiremos escapar e em quanto será legal. Imaginar esse futuro é o que nos impulsiona para frente, porém não fazemos nada. Simplesmente usamos o futuro para escapar do presente. Não faria isso, não mais.
Eu já tinha feito minha escolha, e lutaria por ela, até o fim. Os frutos dessa decisão seriam árduos, sabia disso. Talvez estivesse fazendo errado; meu pai dizia que se ao menos conseguíssemos enxergar a infinita cadeia de consequências que resulta das nossas pequenas decisões, tudo seria melhor. Mas só percebemos tarde demais, quando perceber é inútil.
É idiota sentir falta de um indivíduo com que você nem se dava tão bem. Contudo, sei lá, é bom, sabe? Ter alguém com quem você possa brigar sempre.
Nós somos fogo e gelo. Uma hora, estamos conversando, e se divertindo. Em outra, ele está um grande idiota e babaca. Acho que se as pessoas fossem chuva, eu seria um furacão, e Matthew, um ciclone."



▲ Qual é a relação dela com a princesa Audrey? ▼


"Audrey e eu temos uma ótima relação. Posso atrever-me a chamá-la de "amiga” e vice-versa. Damos-nos muito bem, e sempre conversarmos e debatemos sobre assuntos banais, ou não. Mas, a atividade que realizamos com bastante frequência, é a dança. Sinto que ela confia em mim, e o sentimento é mútuo. Às vezes, cantamos algumas, de minhas composições, ou seja, a diversão está completa."



▲ Qual é a relação dela com os guardas? ▼


"Os respeito, porém, nunca troquei uma palavra, com um deles. Quem sabe, um dia desses?”



▲ Qual a relação dela com as criadas? ▼


"Também as respeito. Não sei como são os seus trabalhos, contudo, isso não é motivo para humilhá-las. Sempre troco algumas pequenas saudações, às vezes, respondidas."



▲ Qual a relação dela com o apresentador Augustus? ▼


"Digo obrigada ao Augustus, por fazer-me rir, quando estou triste, deprimida ou chateada. Suas piadas sempre me animam, de um jeito, ou de outro. Com certeza, sei que posso contar com ele, para tudo. É um bom amigo, e, às vezes, conversamos sobre coisas banais."



▲ Qual a relação dela com a senhorita Margot? ▼


"Temos uma relação amigável, ela sempre diz que não dou trabalho algum — já que sou modelo — Às vezes, Margot pede minha ajuda com as outras selecionadas, e, é claro, que vou. Admiro sua paciência e compreensão, mas, não vou dizer!"



▪▪▪▪ Roupas | Acessórios | Estilo ▪▪▪▪


▲ Qual o estilo da Selecionada? ▼


Elizabeth tem personalidade forte, e suas roupas mostram isso. A garota tem um estilo próprio e marcante, o que causa inveja e admiração. No dia-a-dia, ela opta por combinações muito estilosas. Gosta de vestidos, saias curtinhas, moletons e casaquinhos. Nos pés, não dispensa seus tênis diferentes, rasteiras e ankle boots.
Nos tapetes vermelhos, Liza usa looks ousados e modernos. Abusa de formas diferenciadas, cores neutras/fortes e algumas estampas. Investe em scarpins variados.
Seu estilo varia bastante, porém, não perde a essência.
Por ter lindos cabelos longos, Ely prefere mantê-los soltos, na maioria do tempo, contudo, às vezes, os deixa presos ou meio-presos, em penteados bonitos.
Como é da casta 2, a todo o momento, está comprando novas roupas, porém, não é fútil, e nunca será.

Estilo das roupas:


















Estilo das roupas de academia:







Estilo dos penteados:














▲ Tem algum acessório(s) que está sempre presente? ▼

Sim, o colar que seu pai lhe deu.
(Objeto especial)


▲ Roupas ▼


•●• Que usará na primeira conversa com o príncipe:



•●• Que usará no primeiro encontro:



▶ Algo mais?

♣ Aos 15 anos — depois que quase foi estuprada — Liza começou ir a festas e beber — para tentar esquecer o fato — Foi nessa época, que ela perdeu a virgindade. Porém, logo depois, parou de frequentar esses lugares.

♣ Os seus "alguns relacionamentos" — constados no tópico "Já esteve em outros relacionamentos?" — foram curtos, e motivados apenas para tentar libertar-se e esquecer-se de sua vida trágica.

♣ Suas cores favoritas são rosa, lilás, verde e preto.

♣ Liza não tem uma aparência "anoréxica", pelo contrário, seu corpo é igual ao de Elle Fanning — atriz que a representa.

♣ Andrew — seu irmão — não sabe que ela sofre de anorexia.

♣ O motivo de Elizabeth participar da Seleção, foi pressão — como constado no tópico “Príncipe, coroa ou outro motivo?" — Tracey, sua mãe, a pressionou, por ambição. Em sua opinião, seria ótimo para os seus planos, se Liza casasse com o príncipe.

♣ Músicas que a representam:

Avril Lavigne – Nobody's Home


Avril Lavigne – I'm With You


Lana Del Rey – Dark Paradise


Lana Del Rey – Born To Die


Paramore – Brick By Boring Brick


♣ Músicas que ela "compôs":

Evanescence – Everybody's Fool


Evanescence – Hello


Linkin Park – Iridescent


Linkin Park – Numb


Linkin Park – Castle Of Glass


Avril Lavigne – Everybody Hurts


Avril Lavigne – Keep Holding On


Avril Lavigne – When You're Gone


Lana Del Rey – This Is What Makes Us Girls


Imagine Dragons – Demons


Foto Do Casal



Escutando: Lana Del Rey
Lendo: Hush, Hush
Assistindo: American Horror Story
Comendo: Salada
Bebendo: Água

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...