~Ravenblood

Ravenblood
The Last Nefilim
Nome: ?
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 1 de Agosto
Idade: 16
Cadastro:

Five Islands


Postado

Five Islands

Obs: É a primeira vez que faço um jornal e ainda por cima no celular, então dá um desconto.

Nome: Yusei Yoko


Idade: 16 anos


Sexualidade: Hétero


Data de nascimento: 01/08/2000 (Considere que ele já fez aniversário e agora tem 16 anos)


Aparência:


Criança: https://www.google.com.br/imgres?imgurl=https%3A%2F%2Fs-media-cache-ak0.pinimg.com%2F736x%2F5d%2F43%2Fc7%2F5d43c74cf7d699609fcfc74aa11e1533.jpg&imgrefurl=https%3A%2F%2Fwww.pinterest.com%2FLuffyNatsu%2Flagi-el-nagil%2F&docid=Njpl2SbAfScJBM&tbnid=GA_dOY_IcA078M%3A&w=736&h=592&client=ms-android-samsung&bih=239&biw=534&ved=0ahUKEwjv0d3onpzNAhUOOZAKHXXQBbYQMwgqKAYwBg&iact=mrc&uact=8


Atual: https://www.google.com.br/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Fvignette2.wikia.nocookie.net%2Fwand-of-fortune%2Fimages%2F6%2F6d%2FLagi_El_Nagil_full_212519.jpg%2Frevision%2Flatest%3Fcb%3D20131109182308&imgrefurl=http%3A%2F%2Fwand-of-fortune.wikia.com%2Fwiki%2FFile%3ALagi_El_Nagil_full_212519.jpg&docid=P000c37LhnHyhM&tbnid=57L0R0uL4yC6XM%3A&w=4559&h=3419&client=ms-android-samsung&bih=239&biw=534&ved=0ahUKEwjv0d3onpzNAhUOOZAKHXXQBbYQMwguKAowCg&iact=mrc&uact=8

https://www.google.com.br/imgres?imgurl=https%3A%2F%2Frei.animecharactersdatabase.com%2Fuploads%2Fchars%2F5092-692399011.png&imgrefurl=https%3A%2F%2Fwww.animecharactersdatabase.com%2Fcharacter.php%3Fid%3D33126&docid=ATDsHONhMVE-HM&tbnid=cG0cb92sWtTqeM%3A&w=454&h=590&client=ms-android-samsung&bih=239&biw=534&ved=0ahUKEwjv0d3onpzNAhUOOZAKHXXQBbYQMwgsKAgwCA&iact=mrc&uact=8


Descrição: Pele levemente bronzeada, músculos definidos, altura de aproximadamente 1,87, pesa 74 Kg.

Seus cabelos são ruivos, mas não aquele ''ruivo acastanhado'', e sim vermelho como fogo. É um pouco espetado pelos lados, e possuí duas mechas mais longas uma de cada lado do rosto que descem até depois de seu queixo.

Seus olhos são amarelos muito fortes, podendo ser considerados dourados. Suas pupílas ao contrário das outras pessoas são em um formato de fenda, e seus dentes caninos são levemente mais longos e afiados que de pessoas normais, adicionando um toque á mais ao ar ''bestial'' do jovem.


Roupas(Descrição):


Casual- Uma blusa listrada de bege e vermelho com mangas que chegam até seus cotovelos, calças pretas e tênis brancos com detalhes vermelhos. Para um toque final, um colar com pequenas presas de pokémons tipo Dragão.


Jornada- Uma camisa social branca com as mangas arregaçadas, (Ignore a gravata), calças pretas e botas da mesma cor. Uma luva preta de couro (Fingerless, ou seja, ''sem dedos'') em sua mão direita , esta (A luva) possuí nas ''costas'' da mão símbolos vermelhos que lembram as marcas que podem ser vistas nas nadadeiras frontais de Kyogre. Sua mão esquerda não têm luva mas um simples bracelete preto fica em seu pulso. Por último um manto que fica sobre seus ombros, o mesmo é preto mas seu interior é laranja, possuindo uma corrente que prende um ''broche'' no formato de cabeça de Dragão, este que possuí uma Key Stone na boca.


Gosta: Maçãs, Esportes radicais, escalar árvores, Tipos Dragão, Escuro (Seus olhos são adaptados para isso), Rock clássico, doces, lutar (Luta corporal).


Não Gosta: Tipos Psíquicos (Não tem nenhum trauma, a questão é que ele não gosta de enfrentá-los), Calor (Mesmo possuindo grande resistência ao clima), petulância, sarcasmo (Entretanto ele usa bastante), Injeções e Hospitais.


Medos: Claustrofobia. Aracnofobia. (Medo de lugares apertados, e medo de aranhas, respectivamente)


História: Yusei nasceu com graves problemas de saúde, o garoto era frágil e sua resistência biológica não se desenvolveu de maneira adequada.

Para a preocupação de seus pais, Ayla e Haruko, sua saúde apenas piorou com o tempo, onde o garoto sofria constantemente com hemorragias, além de seus ossos estarem perdendo o cálcio mesmo com o garoto crescendo com leite materno.

Os médicos diziam que o tempo de vida de Yusei seria no máximo até os cinco anos de idade, e a cada dia que se passava tal previsão parecia se tornar cada vez mais real.

Desesperados com a vida de seu primogênito, Ayla e Haruko foram forçados colocarem seu filho em um projeto científico chamado Genesis.

O projeto era feito em LaRousse City, tal experimento estava em sua fase de testes em humanos. O projeto Genesis buscava implementar pequenas doses de DNA de pokémons em pessoas com o objetivo de curar doensas e melhorar suas capacidades físicas.

Nunca se soube quem financiou o projeto, mas naquele momento isso era a melhor esperança de Yusei que morria aos poucos de uma maneira agonizante.

Os administradores da experiência permitiram que Yusei fizesse parte do projeto pois eles buscavam... Cobaias, e também que o estado do menino era algo deplorável.

Antes do início do projeto os pais de Yusei foram avisados que seu filho teria muitas chances de não sobreviver, pois ao contrário dos outros participantes o garoto estava muito fraco, mas por outro lado já que Yusei era uma criança seu corpo poderia se adaptar mais rápido ao DNA intruso por seu sistema imunológico não ser desenvolvido o bastante, fazendo com que assim haja pouco resistência por parte de seu corpo contra o agente mutagênico.

Sem muitas opções os pais aceitaram tais condições e assinaram uma permissão para que se algo acontecesse a responsabilidade não seria dos cientistas.

Ao todo 18 participantes entraram no projeto Genesis, cada um receberia uma dose de DNA de um tipo de pokémon diferente.

Fogo, Elétrico, Planta, Água, Gelo, Fada, Psíquico, Fantasma, Sombrio, Venenoso, Voador, Normal, Ferro, Solo, Pedra, Inseto, Lutador... Devido sua condição Yusei foi escolhido para receber o DNA de talvez o tipo mais poderoso dentre todos os dezoito, o tipo Dragão.

Simultâneamente todos os voluntários foram levados para salas diferentes.

Yusei foi colocado em uma maca e imobilizado por questões de segurança.

Em seguida foi aplicada no garoto uma anestesia para a dor que estava por vir. Depois de tais procedimentos os cientistas colocaram diversas máquinas ao lado da maca do garoto, cada uma deles continua uma seringa com um pouco de DNA de tipos Dragão.

Depois tudo ficou bem gravado na mente de Yusei, as seringas furando sua pele, perfurando seus osos, o líquido de coloração esverdiada sendo injetado em todo o seu sistema nervoso, seu cérebro sendo bombardeado pelas toxínas, seus olhos queimando de dentro para fora.

Aquele foi o dia mais longo da vida do pequeno ruivo de apenas quatro anos.

Depois, tudo que Yusei se lembrou foi de acordar e ver um teto branco, logo sua visão recobrou o foco, dessa vez muita mais nítida do que antes mas o garoto não teve tempo de pensar nisso quanto viu seus pais do lado de sua cama.

Ayla e Haruko esperaram três dias para que seu filho acordasse da experiência, nesse período eles ficaram sabendo que o seis dos dezoito voluntários morreram durante o experimento, isso serviu para intensificar ainda mais a preocupação de ambos para com seu filho. Mas todos os pensamentos morreram quando os pais viram o garoto grunhir em sua cama.

Rapidamente os dois se colocaram ao lado da cama do garoto mas imagine a surpresa dos pais quando viram que os olhos azuis de seu filho agora deram lugar para olhos dourados com pupílas em formato de fenda.

Nesse instante Ayla, a mãe de Yusei se lembrou que alguns efeitos colaterais poderiam surgir depois do experimento, desde algumas mudanças no físico do paciente á até mesmo alterações de comportamento. Ayla segurou sua respiração quando Yusei a olhou com oque parecia ser incerteza, mas logo depois o garoto fechou os olhos e deu um radiante sorriso, expondo ao mundo seus dentes caninos que agora deram uma pequena alongada.

- Kaa-san! - Exclamou o ruivo para a mulher de cabelos rosados

Com seus olhos marejados Ayla abraçou com cuidado seu filho, demonstrando todo o amor que uma mãe poderia para com seu filho.

Momentos depois Ayla desfez o abraço.

- Deixe-me vê-lo melhor Yu-chan. - Comentou a rosada ao segurar as bochechas de seu filho cautelosamente

A mulher olhou para o corpo de seu filho, ele parecia bem, na verdade melhor do que já esteve. A pele do garoto deixou seu tom pálido e agora estava em um saudável rosado.

- Como se sente? - Perguntou Haruko para seu filho

Yusei se virou para seu pai e depois flexionou os músculos praticamente inexistentes de seus braços.

- Me sinto ótimo Tou-san! - Respondeu o garoto para seu pai com o mesmo sorriso no rosto

Haruko sorriu e afagou os cabelos vermelhos de seu filho.

- Fico feliz por isso meu campeão. - Falou o ruivo mais velho antes de levantar sua mão direita em um gesto conhecido entre os dois - Toca aqui.

Yusei deu um sorriso de canto mostrando seus dentes caninos e em seguida levantou sua pequena mãozinha e a bateu com a do seu pai.

Neste pequeno gesto Haruko percebu algo, o mesmo pegou o pulso de seu filho e disse ao mesmo para abrir a palma de sua mão.

Não vendo problema nisso o garoto fez oque lhe foi pedido e abriu a palma de sua mão.

- O que foi Haru-kun? - Indagou Ayla

Haruko em resposta mostrou a palma da mão de Yusei para sua esposa, e lá estava, uma marca, um símbolo, um desenho de dragão.

- Uma... Tatuagem? - Questionou Ayla ao fitar Haruko totalmente confusa - Será que é um efeito colateral?

Haruko deu de ombros, ele não sabia como responder a isso.

Yusei com toda a sua curiosidade olhou para sua mão e lá estava uma pequena marca.

- Que legal! - Exclamou o garoto ao ver a tatuagem de dragão

Seus pais notaram o comportamento alegre de Yusei e não puderam ajudar a não ser sorrir, já fazia bastante tempo em que o pequenino não agia de certa forma

- Acho que podemos nos preocupar com isso depois. - Comentou Haruko para sua esposa que assentiu

Minutos depois um dos médicos entrou no quarto onde a pequena família estava, depois de uma breve checagem em Yusei para ver se o garoto sentia alguma dor ou qualquer outra coisa do gênero o médico concluiu que o experimento foi bem sucedido, mas que alguns outros testes deveriam ser realizados para assegurar de que tudo estava em seus conformes.

Um dia depois Yusei foi designado para alguns exames que comprovaram que sua saúde estava melhor, nesse perído mais quatro dos pacientes de antes morreram por seus corpos não suportarem as mudanças que o DNA proporcionou.

Um a um, os pacientes morreram rápidamente, isso em apenas três dias, deixando somente Yusei e uma jovem chamada Hitomi que recebeu o DNA de tipos Fantasma. A garota de cabelos negros e olhos verdes sobreviveu mas por outro lado o DNA infundido ao seu corpo não foi totalmente benéfico para a mesma, sua pele ficou mais pálida e seus cabelos ficaram brancos além de fortes dores no corpo se fazerem presentes, mas ela sobreviveu. Por outro lado Yusei não sofreu nenhum efeito prejudicial pelo que os outros sabiam, mas na verdade o garoto começou a escutar uma voz dentro de sua cabeça, como se uma segunda pessoa estivesse habitando o mesmo corpo que o seu mas que porém permanecia ''dormente'' a maior parte do tempo, então o ruivo resolveu não contar para ninguém pois realmente aquilo não era algo preocupante para ele... Pelo menos não por enquanto.

Dias foram-se passando e mais alguns testes foram sendo realizados com Yusei e Hitomi, mesmo que a jovem de cabelos brancos não pudesse fazer muita coisa. Os procedimentos consistiam em ''exercícios'' de velocidade, força, e etc...

Conforme Yusei foi concluindo tais exercícios, foi comprovado que ele havia se tornado mais forte que o normal (Apenas mais forte que uma criança de quatro anos poderia ser é claro.) Seus reflexos eram afiados como um fio de navalha, sem falar de seus cinco sentidos.

Mas com isto Haruko já estava começando a suspeitar de algo, afinal o program Genesis era apenas uma experiência para curar doenças graves, então porque estariam ''treinando'' o garoto com os mais diversos exercícios sendo que o mal que lhe aflingia já foi completamente erradicado de seu corpo, não fazia sentido!

Mas sendo um Pokémon Ranger, Haruko sempre esteve envolvido com trabalhos secretos, missões e coleta de informações ao longo de sua carreira, fora os múltiplos contatos e amigos que fez durante suas viagens, e se tem uma coisa que Haruko aprendeu durante toda a sua vida foi á sempre estar preparado.

O pai nunca aprovou muito a ideia de colocar seu filho no projeto Genesis, mas como muitos dizem, ''Tempos desesperados pedem medidas desesperadas!'' Então ele não teve muita escolha a não ser apostar na sorte, que por sinal sorriu para ele, e é por isso que Haruko ficou ainda mais desconfiado, ele nunca foi do tipo sortudo mesmo.

Com seus contatos e um pouco de... Ahm... ''Investigação'' (Roubo de documentos, e implementação de escutas), ele conseguiu descobrir pequenos detalhes de Genesis, este que não era um programa de experiências médicas e sim militar, e seu filho era a cobaia!

No mesmo dia Haruko estava no quarto de hotel que ele e sua eposa estavam ocupando, já que era proíbido ficar com Yusei depois que o ''horário de visitas'' terminasse.

Ayla que acabara de voltar de um passeio adentrou no quarto e se deparou com a imagem de seu marido arrumando as malas de ambos junto com alguns pertences de Yusei.

- Haru-kun? O quê está acontecendo? - Questionou a mulher em confusão para com o comportamento do marido que parecia um pouco (bastante) apressado

Haruko estava tão imergido em seus afazeres que nem reparou quando sua esposa entrou no quarto e por consequência disso o mesmo levou um susto quando escutou sua voz. Rapidamente ele se recompôs e se virou para sua mulher.

- Temos que sair daqui, vamos embora! Levaremos o Yusei pra longe desse lugar! - Disse o homem com sua voz entrelaçada á um pouco de desespero

Ayla foi pega de surpresa por isso, não era do feitio de Haruko em parecer tão... Amedrontado.

- Mas por que? Nem todos os exames do Yusei foram concluídos, isso pode causar algum problema. - Falou a rosada expressando sua verdadeira opinião, ela não queria que seu filho sofresse futuramente por não ter tido seu tratamento totalmente completo

Haruko andou até a sua esposa, parando na frente da mesma onde ela foi forçada a olhar para cima pela diferença de tamanho entre ambos, em seguida o ruivo agarrou os ombros de sua amada (Não com muita força pois ele não queria machucá-la).

- Pegue as malas, coloque tudo no carro e vai pra saída da cidade. - Falou o ruivo olhando bem nos olhos azulados de Ayla - Precisamos ir embora daqui. Eu vou buscar o Yusei, faça oque eu lhe pedi e confie em mim. - Sem mais delongas o mesmo depositou um beijo na testa de sua esposa e saiu correndo do local

Ayla foi deixada lá, perplexa sem saber oque fazer até que as palavras de seu marido foram registradas em sua mente e a mesma começou a fazer oque lhe foi pedida, mas antes disso reparando em um documento sobre a cama de ambos.

A rosada abriu a tal pasta e começou a ler com destreza e rapidez. Alguns minutos depois seus olhos se encheram de espanto e a mesma se prontificou que sua tarefa fosse concluída, deixando a pasta de documentos cair no chão onde se abriu, exibindo uma folha que mostrava a escritura Genesis ao lado de um símbolo de sol escuro onde se mostrava as letras dizendo Team Solus.

(...)

Depois de chegar ao hospital e agir de maneira normal, Haruko teve a permissão de visitar seu filho, o mesmo foi acompanhado por um médico para o quarto do garoto, ao entrarem viram o mesmo sentado na cama enquanto comia uma maçã e assitia Tv.

Haruko se virou para o médico e com todo o seu poder de atuação o pediu para que desse licença do local, pois ele queria ter um momento de pai e filho com seu menino.

O médico sem suspeitar saiu do quarto pois Haruko tinha entregado suas pokébolas para a recepção para que pudesse entrar na ala dos pacientes.

Após o médico sair Haruko se certificou de que não havia ninguém próximo.

Yusei deu uma mordida em sua maçã antes de olhar de esgueira para seu pai, suspeitando do comportamento do mesmo.

- Ei Tou-chan... - Disse o garoto ainda de boca cheia antes de engolir sua comida para falar melhor - ... Você tá estranho. - Constatou o ruivo mais novo

Haruko não prestou atenção no comentário de seu filho e ao invés disso andou até a direção do mesmo enquanto retirava uma pokébola de um bolso escondido de sua jaqueta de Ranger, a pequena esfera era feita de um material diferente para que não fosse encontrada pelo detector de metais que ficava á frente da recepção do hospital.

- Yusei, vamos sair daqui agora entendeu? - Disse o pai para seu filho usando um tom de voz imperativo

O menino assentiu, afinal não estava muito acostumado a ver o lado mais sério de seu pai.

Haruko acionou sua pokébola que liberou um Alakazam, este que ficou ao lado da dupla quando Haruko colocou a mão em seu ombro.

- Segura. - Disse o mais velho estendendo sua outra mão para o menino que obedeceu e entrelaçou seus dedinhos com os dedos maiores de seu pai

Depois disso Haruko olhou para seu Alakazam e assentiu, o pokémon fechou seus olhos em concentração e uniu suas colheres na posição de um ''X'' antes de sua forma brilhar em branco junto com a dos outros dois ocupantes e depois sumir em um flash.

(...)

Em uma sala de video onde dezenas de telas mostravam todas as filmagens feitas em Yusei e Hitomi, estava uma equipe de soldados, todos vestidos com uniformes acinzentados, e um homem que trajava um terno com uma gravata azul.

As filmagens mostravam todo o desenvolvimento das duas cobaias restantes do projeto Genesis, e sem nenhuma dúvida Yusei era o que mais recebia atenção por existirem mais telas mostrando seus videos do que a de Hitomi.

- O que você acha? - Perguntou um homem com um tablet na mão enquanto revisava uma série de arquivos

A pessoa de terno assentiu enquanto um pequeno brilho em seus olhos se fazia presente.

- Espetacular. - Disse o mesmo - E pensar que uma criança não só sobreviveu ao processo de infusão do DNA, como também não teve nenhum problema decorrente do processo.

Um dos trabalhadores assentiu.

- Sim. Até mesmo Hitomi que possuí um corpo mais desenvolvido não conseguiu se adaptar totalmente até agora. Se conseguirmos encontrar oque faz daquele garoto ser tão especial poderemos replicar o processo de infusão de DNA e assim criar mais soldados. - Declarou o cientista

O homem de terno iria responder quando a porte da sala foi aberta abruptamente revelando o mesmo médico que havia acompanhado Haruko para o quarto de Yusei.

- S-senho Michael! Eles fugiram! - Gritou o senhor para o homem que estava vestido de maneira formal

Michael estreitou os olhos e perguntou com sua voz surpreendentemente calma.

- Quem escapou?

O doutor não perdeu tempo a responder.

- O garoto! De alguma forma o pai dele consegiu tirar ele daqui!

E foi neste instante que Michael perdeu toda sua paciência.

- Como assim fugiu?! É proíbida a entrada de qualquer pessoa carregando uma pokébola! Não há como eles saírem daqui, o sistema de câmeras deve ter os flagrado! - Disse Michael ao mesmo tempo em que dava a ordem subliminar para que alguém olhasse o sistema de vigilância de todo o hospital

- Impossível, eu estava bem á frente da porta do quarto do garoto! Eles não saíram, e quando eu entrei eles não estavam lá, era como se tivessem sumido! - Exclamou o médico para Michael que rangia os dentes

- De alguma meneira eles fugiram! Achem aquele moleque agora!

(...)

Alakazam havia levado a dupla para bem longe do hospital, mas não o suficiente para os levar até a saída da cidade onde Ayla supostamente estava os esperando.

Decidindo á ser o mais silencioso possível, Haruko foi por um pequeno bosque que daria de encontro com a estrada principal para sair de LaRousse.

O ruivo mais velho carregava seu filho nos braços para acelerar o passo.

Neste instante Yusei que estava abraçando o pescoço de seu pai começa a sentir um desconforto na palma de sua mão direita. O garoto tira o seu braço ao redor do pescoço de seu pai e depois olha para sua mão onde o símbolo de dragão brilhava em um laranja avermelhado, e mais curioso ainda era que a ''tatuagem'' estava se expandido lentamente, e por onde a marca se espalhava, uma sensação de que sua pele queimava se intensificava.

- T-tou-chan. - Falou o garotinho com sua voz já trêmula pela dor que aumentava em sua mão, seu punho já estava coberto pelas marcas que agora subiam até seu cotovelo em um ritmo muito lento

- Uhm? - Murmurou Haruko ao advertir seu olhar em um breve momento para o rosto de seu menino

E nestes poucos segundos um vulto vermelho apareceu praticamento voando em direçã da dupla, mas graças aos seus reflexos trabalhados ao longo dos anos Haruko desviou dando um pequeno pula para o lado, mas não antes de levar um corte em seu braço esquerdo por causa do vulto que passou voando pelos dois ruivos.

Haruko ignorou a dor e olhou para trás e seus olhos se arregalaram quando um Scizor pousou metros atrás de onde ele e seu filho estavam.

Clap Clap Clap

O som de aplausos acoou pela mata onde Haruko se virou para o outro lado onde um homem vestido com um uniforme preto com detalhes vermelhos e dourados surgiu, um distintivo com o símbolo de um sol escuro estava em seu peito.

- Bravo. - Comentou o homem logo e seguida, dando um sorriso de escárnio ao perceber que Haruko deu um passo para trás e agora encarava Scizor e ele - Belos reflexos. Uma surpresa termos um Ranger por aqui, e acima de turo roubando nossa propriedade.

Ao escutar isso Haruko segurou seu filho com ainda mais força (Sem machucar o garoto).

O homem em seguida estendeu sua mão na direção da dupla.

- Olha, me entrega o garoto e tudo vai ficar bem compreende? Eu posso até esquecer todo esse incidente, o quê me diz? - Questionou o mesmo e sorrindo ao ver Haruko colocar seu filho no chão mas logo seu sorriso se transformou em uma carranca de raiva ao ver que o pai se pôs na frente do filho enquanto pegava uma pokébola

- Nunca! - Haruko rosnou ao jogar sua pokébola que continha seu Alakazam - Vá para trás das árvores. - Falou o mesmo em um tom mais baixo sem ao mesnos olhar para o meninho que assentiu e lentamente se escondeu atrás de uma árvore enquanto o combate ocorria com fúria e intensidade

Logo Yusei caí sentado se recostando no tronco da árvore enquanto olhava as marcas da ''tatuagem'' pouco á pouco avançando pelo seu antebraço enquanto lágrimas se acumulavam nos olhos dourados do garoto pela gigantesca dor de queimadura que se espalhava, parecia que sua pele estava derretendo.

Mais á frente Haruko lutava uma batalha perdida, Alakazam não era seu pokémon mais poderoso e ainda por cima estava com desvantagem contra Scizor que era muito superior.

O Ranger sabia que iria perder se continuasse assim, mas tinha que continuar, ele não deixaria seu filho se transformar em uma ferramenta de guerra, isso nunca!

A batalha continuou por mais alguns instantes até Alakazam ser atingido por um X-scissor que o lançou contra uma árvore de onde o mesmo se chocou e ficou temporáriamente inconsciente.

Depois disso ao mando de seu treinador Scizor abriu suas duas garras e disparou dois Hyper Beam que acertaram o chão a poucos metros de distância na frente de Haruko. O choque foi forte o suficiente para estourar o solo e mandar o ruivo voando baixo á alguns metros antes de cair no chão novamente por onde se arrastou até que o momentum do golpe se dissipou.

Perto dali o jovem Yusei viu seu pai caído no chão, as marcas no braço do menino haviam parado de avançar quando chegaram ao seu cotovelo, mas ainda retiam aquele brilho laranja avermelhado.

O garotinho viu quando o treinador de Scizor ordenou para que seu pokémon usasse um Bullet Punch em Haruko, o mesmo tinha vários cortes pelo corpo decorrente de alguns pedaços de pedra que voaram em sua direção no momento da explosão.

O tempo pareceu parar quando uma das garras de Scizor começou a brilhar, Yusei já não mais sentia a dor pela marca, ao invés disso uma onde de adrenalina circulava pelo seu sangue, e sem perceber seu corpo começou a se mover sozinho.

- Lute! - Gritou uma voz na cabeça do garoto dando ainda mais combustível para suas pernas correrem com mais velocidade

Yusei se pôs na frente de seu pai pouco antes de Scizor chegar com seu golpe pronto, sua garra envolvida com um brilho azul claro e com força o suficiente para quebrar um grande rocha.

Yusei cerrou seu punho direito e levou seu braço para trás enquanto as marcas ardentes em sua pele brilhavam com mais intensidade, depois o garoto estendeu o braço para frente, depositando toda sua força que lhe foi concebida no momento.

Punho e garra se chocaram, e em um único segundo, para a sua surpresa, Scizor foi lançado para trás com tamanha força que o mesmo chegou até o outro lado do campo destruído do bosque.

Todos observaram aquilo atônitos, como poderia um simples menino, não, uma CRIANÇA ter força o suficiente para bloquear o golpe de um Pokémon, e ainda por cima superá-lo?!

Mas aquilo era a chance perfeita!

- Alakazam! - Gritou Haruko para seu pokémon que havia acordado á pouco tempo

O tipo Psíquico entendeu a mensagem e se teleportou para seu treinador, este que agarrou seu filho e em seguida Alakazam teleportou todos para fora do bosque.

Ao perceper que sua presa escapou o homem rangeu seus dentes de raiva e em toda a sua ira começou a procurar por seus alvos novamente.

(...)

Ayla tinha feito oque Haruko havia falado e neste instante estava fora da cidade esperando para que seu marido voltasse, o coração da rosada parecia querer sair pela sua própria garganta.

Foi neste instante que um flash de luz chamou sua atenção, a rosada colocou a mão na frente dos olhos para tapar a luminosidade e logo depois pôde ver quem estava naquele lugar.

Alakazam usou o resto de sua energia para teleportar o trio para fora do bosque, o mesmo caiu apoiado em um joelho entes de ser retornado para sua pokébola.

Haruko estava um pouco ferido, com suas roupas com alguns rasgados e seu braço esquerdo sangrava.

Yusei se encontrava nos braços do pai, o menino havia perdido a consciência e agora as marcas em seu antebraço estavam retrocedendo para a palma de sua mão.

Ayla ao ver o estado de todos se desesperou e correu até o seu marido antes de pegar seu filho nos braços.

- O que aconteceu com você Haruko?! O Yusei está bem?! - Exclamou a rosada enquanto revesava por entre olhar o estado de seu marido e seu filho

Haruko balançou a cabeça negativamente dizendo que estava bem e que Yusei estava apenas cansado, claro que sua esposa não acreditou nisso, mas qual seria uma melhor desculpa? Alô! Nosso filho salvou a minha vida de um Scizor que ia usar um Bullet Punch! E adivinha só! Ele fez isso com o próprio braço!!! Não, Haruko não era idiota para falar uma coisa dessas.

O Ranger retirou seu casaco e em seguida rasgou uma parte do tecido e o enrolou no próprio braço esquerdo para estancar o sangramento e depois se dirigiu ao carro com sua esposa o seguindo.

- Haruko, onde estão as suas pokébolas? - Indagou Ayla preocupada ao ver que no cinto do Ranger havia apenas uma pokébola, será que ele poderia ter perdido seus pokémons? Ele podia jurar que havia visto ele deixar o quarto de hotel com todos as pokébolas em seu cinto

Enquanto entrava no veículo o ruivo disse que eles estavam dentro de suas pokébolas dentro de sua mala e que havia levado pokébolas vazias para o hospital, como uma forma de manter as aparências pois existia a possibilidade de que alguém suspeitasse do por quê um Ranger estar ''desequipado''.

E com isso Haruko deu partida no carro e começou a dirigir enquanto pensava no ocorrido de minutos atrás.

(...)

Graças aos seus amigos de outras regiões que lhe realocaram de região através de seu trabalho, Haruko e sua família se mudaram para a região de Sinnoh em Jubilife City, mas meses depois alguns membros de Team Solus foram vistos circulando pela cidade e isso fez com que a família saísse da cidade para outro local.

A partir deste ponto Yusei sempre foi levado de cidade em cidade, nunca ficando em uma por muito tempo, mas na opinião do garoto isso era muito divertido! O fato de Haruko ser um Ranger e Ayla ser uma fotógrafa (De pokémos, natureza e etc...) ajudava com o problema de mudança.

O tempo foi se passando em quando Yusei tinha seus seis anos de idade seus pais tiverem um outro bebê, esse que era uma menina e que foi batizada de Naomi.

Os anos correram e Yusei horas ajudava sua mãe com seus trabalhos de foto e em algumas ocasiões o mesmo ia com seu pai para algumas expedições de pouco risco, e foi em numa dessas expedições nas ruínas do templo de Snowpoint City em que Yusei encontrou sua Key Stone.

Aos seus dez anos, quando ele e sua família estavam em Johto, Yusei foi levado á uma Safari Zone pelo seu pai, que dizia que lá seria um belo lugar pare se ter seu pokémon inicial sem a tão famosa restrição de escolher entre apenas um tipo Água, Fogo e Planta, como eram nos laboratórios de todas as regiões.

E para a surpresa de muitos e alegria de poucos, Yusei capturou nada mais nada menos do que um Gible, na verdade não foi uma captura, o pokémon simplesmente gostou de Yusei e começou a seguí-lo, mas de qualquer forma o garoto acabou vencendo a competição.

A partir deste ponto Yusei e seu Gible eram inseparáveis, e um bônus era que o pequeno pokémon também gostava de sua família, especialmente da pequena Naomi.

(...)

Anos depois, Yusei já crescido estava sentado no quintal de sua casa em Viridian City. O jovem observava o céu estrelado perdido em seus pensamentos.

Pouco depois Haruko veio andando em sua direção com as mãos no bolso.

- Noite bonita. - Falou o ruivo mais velho parando ao lado de seu filho que assentiu antes de olhar para o chão - Algo lhe aflige?

Yusei suspirou antes de olhar para seu pai.

- Acho que já está na hora de ir Tou-san.

Haruko pareceu parar pra pensar no momento.

- Acha mesmo? - Disse o ruivo olhando de esgueira para o filho

- Sim. - Respondeu com convicção - Irei para outro lugar, e conhecendo a Solus eles irão me seguir.

- Não deveria ir embora só para que Team Solus deixe de nos seguir para seguir você. - Repreendeu Haruko para o filho que coçou a cabeça

- Eu sei, mas isso é necessário. Já são anos que estamos fugindo, mudando de cidade em cidade, eu me cansei disso, quero lutar e acabar com esse joguinho de gato e rato. Além do mais, Imouto precisa de uma vida mais pacífica Tou-san, ela não sabe da Team Solus e acha que nós nos mudamos tanto assim por causa do trabalho do senhor e da Kaa-san, eu quero que a Naomi tenha a oportunidade de criar amigos, viver da maneira que uma criança deveria. - Discursou Yusei

Haruko assentiu compreendendo os motivos de seu filho, no fundo ele estava orgulhoso por ter criado um jovem tão altruísta, ele sabia que cada palavra que lhe foi dita era verdade, especialmente na parte sobre Naomi, afinal Yusei amava a irmãzinha com toda as suas forças, mas isso não significava que Haruko não estava preocupado.

- Tem certeza que vai saber se cuidar? - Questionou o mais velho para seu filho que deu um de seus tradicionais sorrisos de canto mostrando seus dentes caninos mais afiados

- Mais é claro. Você me ensinou bastante coisa, sou muito ardiloso lembra-se disso? - Falou o jovem mexendo suas sombrancelhas

Haruko não pôde fazer nada a não ser rir.

- E pra onde você irá? - Questinou o pai

- Pra um lugar bem longe, o mais longe possível. - Respondeu Yusei

- Entendo. Procure fazer alguns amigos em suas viajens, você não pode resolver todos os problemas sozinho, entende? - Perguntou Haruko vendo seu filho assentir

- Hai. Mas acho que nesse quesito vou falhar, afinal, quem seria amigo de uma... Coisa como eu. - Terminou o jovem dando uma risada amarga

- Não fale assim. - Reclamou Haruko - Você é mais humano do que muitas pessoas neste mundo.

- É... Pena que a maioria não me vê dessa forma. - Falou o ruivo mais novo

- Não é só porque você tem DNA de tipos Dragão que significa que você é um monstro. - Disse o mais velho ao colocar sua mão sobre a cabeça de seu filho e afagar seus cabelos - Você é uma boa pessoa, e é isso que importa.

Yusei assentiu em silêncio.

- E saiba essa sua aparência ''feroz'' pode ser um belo atrativo pras garotas. - Comentou o mais velho com um sorriso amarelo

Yusei grunhiu enquanto revirava os olhos.

- Lá vem você mudando de assunto de novo. - Murmurou o ruivo de olhos dourados

Haruko deu de ombros. Vai saber? Sempre existem aquelas que gostam dos meninos mais... Selvagens.

- Tudo bem, mas lembre-se... - Disse o mais velho ao dar uma pausa fazendo com que seu filho o olhasse com curiosidade - Eu quero ter netinhos antes dos meus quarenta anos entendido mocinho?

Minutos se passaram com Yusei apenas olhando para seu pai com um olhar vazio, até que o mesmo balança a cabeça negativamente.

- Vou tentar... - Sussurrou o ruivo mais novo mas foi o suficiente para Haruko escutar, e uma coisa é certa, o mais velho gostou bastante da resposta!

No dia seguinte Yusei se despediu de sua família e foi ao aéroporto.

Ele sabia que Solus iria localizá-lo por isso, mas esse era seu plano, afinal, para um grupo militar privado, Team Solus até que era bastante idiota.

(...)

Hitomi, a cobaia com o DNA de tipos Fantasma sobreviveu e virou parte da Team Solus, a jovem mulher agora caça o seu ''semelhante'' seja onde for, dizendo para si mesma que o capturaria e o transformaria em seu marido para assim continuar sua ''espécie'' com filhos fortes que subjugarão a humanidade. Isso é uma obsessão. Team Solus pensa que ela é apenas uma marionete, mas pelo contrário, ela é mais inteligente do que pensam.

Team Solus é um pequeno grupo militar autônomo, muito inferior se comparado a outras organizações (Como Team Flare, Magma e etc...) mas é igualmente persistente, pois uma prova disso é que perseguem Yusei a mais de dez anos.

Eles querem o garoto pois ele é a ferramenta necessária para que o projeto Genesis possa continuar, seu código genético é a chave para o grande quebra cabeça. Nenhuma nova cobaia conseguiu sobreviver até hoje, tirando Hitomi que foi uma das originais, mas a albina é inferior com relação á Yusei, eles precisam do ser perfeito.

Se Team Solus conseguir seu objetivo, seu poder não terá limites.


Efeitos Colaterais da infusão de DNA em Yusei: Mudança dos olhos de azuis para dourados. Melhora dos 5 sentidos. Marca de dragão em sua mão. Desenvolvimento mais rápido dos músculos e cérebro. Segunda voz em sua cabeça (Ninguém sabe deste efeito).


Objetivos: Pretende se tornar um Ranger, mas quer competir na Liga para testar suas habilidades enquanto ainda não está apto para seguir a mesma carreira de seu pai.


Personalidade: Yusei não se alterou muito neste aspecto, ele ainda é aquela pessoa alegre e energética que custamava ser, ele apenas amadureceu com o tempo.

Ele se tornou uma pessoa contraditória, muitas vezes sendo chamado de ''duas caras'' (Não por ser mentiroso, mas por realmente as vezes parecer uma pessoa diferente).

Sarcásmo, isso seria uma coisa que Yusei odeia com todas as suas forças, mas ele gosta de usar e abusar deste artifício, ele acha a sensação.. Intoxicante.

Yusei é de natureza pacífica, porém tem uma tendência a ser um pouco ''selvagem'' em algumas ocasiões, podendo ser um pouco sádico, e de vez em quando podendo ser considerado louco (No mal sentido), mas não é nada que traga perigo para as pessoas ao seu redor... Pelo menos por enquanto...

É bastante inortodoxo, fugindo completamente do padrão do ''políticamente correto'', isso faz que as pessoas muitas vezes pensem que ele abusa de seus pokémons, mas pelo contrário, eles (Seus pokémons) aprovam e gostam de seu estilo de treinamento e batalhar, já que o ruivo percebe que um único estilo se torna obsoleto com o tempo, por isso a cada batalha disputada, Yusei muda de estilo e ainda busca se adaptar ao adversário, o tornando um inimigo formidável.


Pokémons: Garchomp, Heracross, Staraptor, Electivire, Lapras, Typhlosion (Shiny).


Linha evolutiva:


-Gible, Gabite, Garchomp, M.Garchomp.

Ataques (Garchomp - M.Garchomp): Draco Meteor, Flamethrower, Dragon Rush, Brick Break.

Hability: Sand Veil


- Heracross

Ataques: Power-Up Punch, Hyper Beam, Mega Horn, Thunder Punch.

Hability: Swarm


- Starly, Staravia, Staraptor.

Ataques (Staraptor): Brave Bird, Close Combat, Aerial Ace, Steel Wing.

Hability: Intimidate


- Elekid, Electabuzz, Electivire.

Ataques (Eletivire): Thunderbolt, Protect, Fire Punch, Ice Punch.

Hability: Motor Drive


- Lapras.

Ataques: Surf, Ice Beam, Sheer Cold, Hydro Pump.

Hability: Water Absorb


- Cyndaquil, Quilava, Typhlosion (Shiny).

Ataques (Typhlosion): Lava Plume, Flamethrower, Double Edge, Defense Curl.

Hability: Blaze


Personalidades:


Garchomp: De longe o pokémon mais apegado ao seu treinador, muito gentil com o mesmo, mas na maioria das vezes é um pouco territorial demais e agressivo com pessoas desconhecidas, é um pokémon difícil de conquistar a confiança. Garchomp gosta muito de ficar fora da pokébola, porém com seu tamanho o tempo fora da esfera fica um pouco reduzido, Yusei sempre o solta a partir do momento em que eles se encontram em um lugar aberto e um pouco longe de pessoas. Uma das coisas que Garchomp mais gosta é deitar sua cabeça nas pernas de seu treinador enquanto o mesmo o faz um cafuné. De todos ele é o Pokémon favorito de Yusei, não é nada de favoritismo, mas sim porque os dois já são parceiros desde a infância. (Macho)


Heracross: Um pokémon bem preguiçoso, sempre sendo encontrado dormindo ou comendo algo, mas isso é na verdade uma ''tática'' que o mesmo inventou para economizar energia, visto que em batalhas e nos seus treinamentos ele é competente. (Macho)


Staraptor: De natureza curiosa, Staraptor adora sair voando por aí quando seu treinador lhe dá permissão para tal ato. Um verdadeiro espírito livre. Para chamá-la de volta, Yusei realiza um forte assobio que chama a atenção da mesma. (Fêmea)


Electivire: Um pokémon que pode ser considerado um tanto sádico demais, até mesmo para os padrões de Yusei. Seu sorriso ''doentio'' nunca abandona seu rosto, e apenas aumenta se o mesmo se encontra em uma batalha, que quanto mais destrutiva e mortal, melhor. (Macho)


Lapras: O pokémon mais doce de todo o time, não se limita a ser gentil apenas com seus colegas de equipe e treinador, mas também com todos a sua volta. (Fêmea)


Typhlosion: O típico exemplo de Pokémon orgulhoso, suas chamas se queimam mais ardentemente a cada segundo que o mesmo batalha, é como se ele quisesse provar não para os outros mas para si mesmo que ele é superior ao seu oponente, não importa o quão forte seja. (Macho)


Par: Fica ao critério do autor


Treinador ou coordenador: É um treinador para adquirir experiência e futuramente se tornar um Ranger.


Algo a mais:

Marca de Yusei: https://www.google.com.br/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Fdragon-tattoos.org%2Fimages%2Fgallery%2Fuploads_big%2Fdragon-tattoo%2FTiny-tattoo-of-a-dragon-on-thigh-667.jpg&imgrefurl=http%3A%2F%2Fdragon-tattoos.org%2Fdragon-tattoo%2F17635-Tiny-tattoo-of-a-dragon-on-thigh.html&docid=ZgWRnaKJjlbaRM&tbnid=rYcChC1Ay29ILM%3A&w=604&h=453&client=ms-android-samsung&bih=508&biw=320&ved=0ahUKEwiribiq_ZPOAhVJI5AKHSiKDfkQMwgqKA0wDQ&iact=mrc&uact=8


Descrição: De coloração preta. Se encontra na palma da mão direita de Yusei, por isso o mesmo usa uma luva para escondê-la.

Fase 1: A pequena ''tatuagem'' fica no formato de dragão na palma da mão de Yusei. Ocasionalmente a mesma brilha em um laranja avermelhado, provocando uma ligeira formigação na mão de Yusei.

Fase 2: A marca brilha e cresce até o ante braço de Yusei, deixando o seu formato de dragão e obtendo uma aparência tribal. Nesta fase uma sensação de descomforto e uma pequena ardência se fazem presente em todo o seu ante braço, mas não é nada insuportável.

Fase 3: A fase final onde as marcas tribais brilham mais forte e se expandem até o ombro de Yusei. Nesta fase Yusei sente como se sua pele estivesse derretendo (Mas não está).

Quanto maior a fase de sua marca, mais prejudicial se torna para Yusei.
A marca de alguma forma retém bastante do DNA de tipo Dragão no corpo de Yusei, e quanto mais a ''tatuagem'' cresce, mais o DNA começa a circular o corpo do jovem. Isso não pode matá-lo, porém seu corpo fica muito exausto após alguna instantes. Estranhamente a voz na cabeça de Yusei fica cada vez mais alta e forte conforme a marca avança de fase.

A mudança de fases ocorre geralmente em situações de estresse. Mas ocasionalmente a marca se ''ativa'' sem motivo aparente.



Hitomi-

Aparência: https://www.google.com.br/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Fdata.whicdn.com%2Fimages%2F65337205%2Flarge.jpg&imgrefurl=http%3A%2F%2Fweheartit.com%2Fentry%2Fgroup%2F30656399&docid=Yvt8oPdPK7bDoM&tbnid=qcOZr-23i3NXqM%3A&w=500&h=375&client=ms-android-samsung&bih=295&biw=534&ved=0ahUKEwi-w4y1-pPOAhWFiZAKHVEJBv0QMwhZKDIwMg&iact=mrc&uact=8


Descrição: Pele pálida. Cabelos brancos. Olhos que eram verdes mas mudaram para vermelhos. Têm uma marca, uma ''tatuagem'' do mesmo tipo de Yusei, porém a sua é em formato de cruz em fica em seu braço direito. Corpo relativamente bonito para uma psícopata (Como Yusei diz). Seios e bumbum medianos. Altura de 1,70. Pesando 50 Kg. Idade de 20 anos.


A marca de Hitomi tem as mesma ''propriedades'' da de Yusei, a diferença é que a sua brilha em azul. E Hitomi pode usá-la sempre quando bem entender, diferentemente de Yusei que precisa estar sobre pressão.


Família-


Naomi:

Aparência: https://www.google.com.br/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Fwww.wallpaperfo.com%2Fthumbnails%2Fdetail%2F20121106%2Ftext%2520blue%2520eyes%2520redheads%2520long%2520hair%2520twintails%2520bracelets%2520logos%2520simple%2520background%2520anime%2520girls%2520faces%2520guil_www.wallpaperfo.com_31.jpg&imgrefurl=http%3A%2F%2Frole-player.net%2Fforum%2Fshowthread.php%3Ft%3D46336&docid=cKSf33OBBKuZUM&tbnid=7qfKd-FFaW-t-M%3A&w=728&h=409&client=ms-android-samsung&bih=295&biw=534&ved=0ahUKEwijz__expzNAhVJOZAKHdWCB6cQMwiJAShjMGM&iact=mrc&uact=8


Descrição: Tem 10 anos de idade. Pele clara, longos cabelos vermelhos, olhos azulados. Altura de 1,50, pesando 45 Kg.


Ayla:

Aparência: https://www.google.com.br/imgres?imgurl=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-peSxPRkSLPQ%2FUCGsEU0Y-6I%2FAAAAAAAABLI%2F_9EI35TkA4k%2Fs320%2Fluka_megurine_render_by_naminechuu-d4hwkb0.png&imgrefurl=http%3A%2F%2Fmegumianimes.blogspot.com%2F2012%2F08%2Fpngswallpapersavisoilustracoes-para-post.html&docid=sClwZHUqbyfbQM&tbnid=pduimvqDD4fzRM%3A&w=204&h=320&client=ms-android-samsung&bih=508&biw=320&ved=0ahUKEwiqmuGq95POAhUGfZAKHb2lAikQxiAIBSgB&iact=c&ictx=1


Descrição: Cabelos rosas que chegam até sua cintura. Olhos azulados. Altura de 1,59. Pesando 50 Kg. Pele clara. Idade de 34.

Obs: Ayla é práticamente uma Loli.


Haruko:

Aparência: https://www.google.com.br/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Fimg4.wikia.nocookie.net%2F__cb20130520130222%2Fnightcrawlersrp%2Fimages%2F6%2F63%2FRedHairAnimeBoy.jpg&imgrefurl=http%3A%2F%2F3dspaint.com%2Fmemberblog.php%3Fblog%3D93504&docid=YZ3VlEcX7HEebM&tbnid=B9nughvp5U0W_M%3A&w=450&h=450&client=ms-android-samsung&bih=295&biw=534&ved=0ahUKEwjfztj09ZPOAhXFvJAKHe5tBFYQMwhjKDwwPA&iact=mrc&uact=8


Descrição: Cabelos ruivos um pouco espetados e rebeldes. Olhos vermelhos, beirando o laranja. Pele um pouco bronzeada. Altura de aproximadamente 1,90. Pesando 70 Kg. Idade de 35 anos.

Escutando: In My Remains
Assistindo: Não sei ao certo
Jogando: O jogo da vida
Comendo: Ar
Bebendo: Sangue

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...