~FarofeiraHansen

FarofeiraHansen
Norminah Is Real, Bitches
Nome: Hαяmσtяσυxα 🌸🍃
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Florianopolis, Santa Catarina, Brasil
Aniversário: 26 de Julho
Cadastro:

~FarofeiraHansen - Norminah Is Real, Bitches

“We love the same music which is why we are way we are: Norminah strong. For life.”




I'm 𝚝𝚑𝚎 𝓻𝒆𝓪𝓼𝓸𝓷.

Postado



"Me encanta tudo aquilo que me tira da realidade".

𝑒𝓍𝓅𝑜𝓈𝑒𝒹



°❀° Informações Básicas


❀ Nome completo:
AmyLee Lowery Sangster

O nome Amy Lee é composto por dois nomes comuns: Amy (Latim de gênero feminino) e Lee (Anglo-saxâo de gênero masculino) . A origem do nome Amy Lee coincide do Latim. Amor.


❀Photoplayer
Normani Kordei Hamilton

❀ Apelidos

Amy: Apenas uma abreviação de seu nome, geralmente utilizado por seus amigos e parentes próximos. E a garota também prefere ser chamada assim.

Bumble Bee: O apelido surgiu quando em uma tarde na praia, a sapeca garota fora picada por algumas abelhas no bumbum, na época um pequeno desespero, porém nos dias atuais é motivo de piada quando em datas especiais são revistos álbuns de fotografias.

Bear: Apelido específico lhe dado perante sua irmã mais velha, segundo a de olhos verdes - idolatrados por Amy - por seus braços lhe acolherem em um braço confortável o suficiente para ser comparado o de um urso.



❀ Idade

17 anos. I 31 de Maio de 1999. I Signo de Câncer.

❀ Orientação sexual
Pansexual

" A razão pela qual intolerância, sexismo, racismo, homofobia existem é o medo. As pessoas têm medo de seus próprios sentimentos, medo do desconhecido. " - AmyLee

❀ Gênero
Feminino.

❀ Ocupação
AmyLee é estudante do segundo ano do ensino médio, e participa três vezes semanais de uma casa de apoio, onde exerce de suas melhores atividades de lazer. Pintura.



❀ Aparência

A aparência de AmyLee são bastante peculiares, pois tornam-se em mudanças bruscas principalmente em seus cabelos, essses são naturalmente cacheados, porém em sua primeira oportunidade os alisa, pintando ás pontas, ou até mesmo faz tranças permanentes por algumas semanas. Tudo cai muito bem nela. É a dona de uma pele negra e extremamente delicada, essa também aromada por seus cremes hidratantes, seus longos cabelos caem sobre seus ombros e chegam a uma altura mediana. Um olhar exuberante e não é de se duvidar muito, assim como seus cabelos, tem um par de olhos negros e brilhantes, lábios carnudos, nunca deixando de ser acompanhados com algum batom sobre eles - geralmente escuro - , rosto angelical e corpo definido, com seios e glúteos fartos. Não é muito alta, medindo em torno de um e sessenta e três de altura.














❀ Personalidade

Bumble Bee sempre foi uma garota bastante meiga, chegava a parecer mentira a forma na qual via sempre um ponto positivo, até mesmo nas piores situações. Ela sempre foi gentil com todos a sua volta, ele sendo bom com ela ou não.



Nunca fora apegada as coisas materiais, para ela nada disso nunca importou. Bastante humilde e modesta, não gosta de cantar vitória ou se gabar por méritos conquistados. Ela sempre gostou muito da presença das pessoas, era isso que importava para ela, que estivessem ali. Sua família principalmente, gostando de compartilhar cada momento.

Sempre foi muito sentimental, então acaba sempre chorando por quase nada, tendo de seus piores traumas. Apesar disso, ela odeia chorar, então sempre segura o máximo que consegue e finge que as coisas estão bem, até finalmente estar sozinha, só então ela chora, mas as vezes ela não consegue controlar, muitas das vezes ao canto do banheiro feminino, em suas costas Michelle á persegue, podendo acolhe-lá o quanto antes e reverter a situação.

Odeia ficar brigada com as pessoas, mas odeia mais ainda correr atrás delas. É bastante geniosa, e cabeça dura. Quando quer uma coisa, não desiste até conseguir.

Mas ela também possui suas fraquezas, todos temos uma certo? AmyLee é muito solitária a maior parte do tempo, por não possuir amigos para desabafar ela já passou por muitos problemas, muitos deles devido sua situação. Todo espelho possui dois lados, com ela não é diferente, por trás do seu semblante sorridente espelhado por muitos, é uma pessoa como poucas, muito companheira e leal, é difícil conhecer esse seu lado mais "profundo", afinal não são todos que se aproximam da garota. Foram poucas as vezes que pode demonstrar-lo, se esforça ao máximo para tratar todos igualmente, como deveria ser consigo, muitas vezes a estranham por ter um certo "amor" por todos, mas é como se a cada ano, descobrisse uma nova vida, com novos...amigos.



Ela não pode ver alguém cabisbaixo, seja um desconhecido, alguém que já lhe fez algum mal, ou até mesmo um funcionário da escola. Ela se aproxima, sentando ao seu lado e o abraça fortemente.

Ela vê isso uma boa solução para os problemas. Mas geralmente não é bem assim.

❀ História



Quando ao canto da grande faixada do hospital central fora avistado por Louie um pequeno embrulho em uma jaqueta escolar, o choro desesperado se fazia presente a ponto de sem ao menos contradizer, saber que se tratava de uma criança. Abismado, o jovem rapaz estava a martirizar os seguranças, que não se deram ao favor de recolher aquele indefeso bebê, portanto, não hesitou em retirá-la da pouca área onde lhe impedia de ser pega pela forte chuva daquela noite.

Era o fim do seu plantão, e o começo de uma nova vida.



Nunca se soube muito sobre Amy, pois desde aquele mesmo dia, o único vestígio de seu passado era uma carta de caligrafia aparentemente trêmula - ou um belo garrancho - onde carregava informações como o dia de seu nascimento e cidade natal. Houston, Texas. Seu paradeiro fora descartado, apenas afirmando que provavelmente uma mãe impossibilitada de cuidar de uma criança.

Naquela mesma época, Michelle estava prestes á completar seus dois anos de vida, e por sua inocência perante aos brilhantes olhos verdes, nunca via como um problema a irmã mais nova, que ao chegar em casa, tinha apenas poucos meses. Eram questão de tempo para ser a mais nova Lowery Sangster.

Estavam tão apegados que não seriam capazes de colocá-la em um lar adotivo, ou um conselho tutelar.




Para AmyLee Lowery ser tratada de forma nitidamente diferenciada e muitas das vezes sendo maltratada verbal e fisicamente nunca foi um problema. Seus dezessete anos foram muito bem vividos e os próximos que estão por vir, tendem a ser do mesmo jeito.

Ser autista proporciona à ela um outro modo de viver a vida, uma outra perspectiva, outras sensações. Imagine um mundo de cores vibrantes e pequenos detalhes que guardam belezas imensuráveis. Um mundo onde somos todos iguais, não há malicias e a paixão vem sempre em primeiro. Esse é seu mundo. O qual ela tenta compartilhar com as pessoas ao seu redor por meio de sua doçura e inocência.

Michelle, mesmo sendo pouco tempo mais velha, sempre cuidou de AmyLee, principalmente após o diagnóstico que alegava a síndrome da irmã.



A síndrome de asperger é a manifestação mais leve do autismo, interferindo apenas em alguns aspectos de comportamento e personalidade, podendo vir a comprometer a capacidade de interação, mas isso varia de pessoa á pessoa. No caso de Amy ela desenvolveu sua fala muito bem, mas é pouco comunicativa, falando só quando lhe convém. Ações falam mais que palavras. É normal o uso de palavras "difíceis" mesmo que ela não saiba o significado.

Ela sempre foi um pouquinho diferente, sabe? Aquele tipo de criança que sonha com o futuro, que tenta contar as estrelas, ou que ama ver a poeira voando na luz do sol. Tal como ama o prazer de sentir a brisa do mar e os grãos de areia entre seus dedos, até mesmo a grama amanhecida com sereno prevalecendo sua pele ao deitar-se sobre o gramado.



Fonte: Innocence - Norminah


❀ Famíia

Zooey Deschanel as Meredith Anne Lowery


Aos seus 40 anos, Meredith jamais poderia ser uma pessoa melhor ao ver de suas filhas, mesmo que essas reclamando de suas malditas manias em colocar Elvis Presley - usando um cabo de vassoura para cantar Jailhouse Rock - ao último volume quando insiste em limpar a casa aos Domingos pela manhã. Ela é fanática por limpeza, a ponto de revirar os armários de suas filhas caso encontrar alguma bagunça. Irônica e extrovertida boa parte do tempo, adora cantar vitória ao ganhar suas partidas de poker sábados á noite, com direito á dancinha da vitória.

Sua convivência com AmyLee vai além de laços maternos, geralmente insiste em poupar os sábados da filha, colocando edredons ao chão da sala e colocando um bom e velho musical da década de setenta para assistirem. Mesmo sabendo ás falas de cor. Entre algumas risadas e breves sorrisos da pequena, acaba sempre adormecendo aos braços da mãe.

Meredith é delegada municipal, e atualmente exerce á atividade.

Patrick Dempsey as Louie Willian Sangster


Louie aos seus 45 anos, é o irmão mais velho de Ava Marie Sangster, assim erguendo em sua família o sobrenome que se tornara melhor conhecido após a morte de seu sobrinho. Com gosto á uma boa leitura, não deixa de esbanjar seu amor por livros, o que de fato fora passado como costume á Michelle, com direito a um jornal todas ás manhãs e panquecas ao acordar, é um homem com um coração maior que o corpo.

Na presença de AmyLee, se tornou apegado desde o momento que a teve em seus braços. Tipicamente levando á para passeios tardios aos finais de semana, a garota adora uma boa convivência com o ar livre, e faz questão de tomar seu tempo para tal ato.

Lauren Jauregui as Michelle Lowery Sangster


Mesmo por um tempo mais velha, Elle sempre fora apegada á irmã mais nova, dando-se bem com a garota desde cedo, embora brigas lhe fossem comum naquela época, essas por atenção. De personalidade forte, é capaz de tudo por Amy, que sempre pode esperar de um ato carinhoso seu. É do tipo que não se importa em acordar de madrugada com o abafado e sufocante choro da menor em noites chuvosas, simplesmente lhe acomoda em seus braços querendo suprir aquele medo para si. De olhos atentos á cuidados, não poderia exercer um amor emocional maior.

Suas amizades vão além de um sobrenome compartilhado e quartos lado á lado.



°❀° Quem é AmyLee Lowery


Na escola é a garota calada e ao mesmo tempo observadora, nada comunicativa, sempre andarilhando pelos corredores ou em sua cadeira escolar antes mesmo da aula ser iniciada. Inteligente e compreensível. Muitos de seus professores tratam-a com um carinho incomum, devido seu diagnóstico, fora necessário um acordo jurídico para estar em um ambiente de pessoas "normais". Geralmente tendo algum conselheiro na sua cola.

Com menos turnos que o comum, costuma estar sempre no jardim á espera de Michelle, no meio tempo observando o treino das Líderes de Torcida, na qual como o restante das pessoas daquele lugar, ela nunca se dera muito bem. Fora até convidada, mas a vergonha e indiferença á faz negar, embora aulas de dança quando menor haviam lhe dado certa flexibilidade e talento.



Também conhecida como "A Garota da Tinta Azul", fora um momento onde havia de pegar algumas paletas de tintas reservas para aula de artes, sua favorita, em meio ao caminho ao corredor movimentado, trombou com uma das Cheerleaders fazendo com que respingos de tal tinta colidissem ao uniforme devidamente limpo, resultando em certos xingamentos e a forma que lhe chamava atenção.

Porém naquele momento contesta o contraste que havia caído perfeitamente em forma de respingos, dando mais vida á singela peça de roupa. Ao fitar uma das latas de tinta - que também carregava - quase ao seu fim por cair deitada ao chão, somente curvou-se silenciosamente, medindo o quanto usaria de força e a distância que percorreria, assim, sem pressa, jogando contra a mesma garota, onde teve boa parte do corpo manchado na tonalidade preferida por Lee. Tal ato lhe renderam sorrisos vitoriosos e risadas alheias.

Hoje ela persiste em alguns ensaios de dança na própria escola.



°❀° Sobre AmyLee


❀ Qualidades
- Dedicada
- Carinhosa
- Atenta
- Cumpre palavras
- Persistente

❀ Defeitos
- Quieta demais
- Curiosa
- Fácil de ser manipulada
- Sensível o suficiente

❀ Vícios, medos ou traumas:

V: Ao seus castanhos olhos, doces e música são uma combinação perfeita.

M: Viver presa nesse "mundo" que não á pertence, na repentina rotina entre escola á casa, casa á escola.

T: A morena tem Astrofobia, que coincide um medo irracional e fóbico de raios e de trovões. A ponto de agarrar-se ao que estiver ao seu lado e chorar em desespero. Muitas vezes se entregando o favor de uma "fraldinha", que nada passa de um pano fino usado quando menor para acalmar-se, o mesmo tem aroma á colônia infantil.

❀ Hobbies

Sem dúvidas a dança é sua grande paixão, mesmo além de pincéis cobertos de tinta e telas brancas sem vida, ao menos que pinte-as. Idolatrando o fato de cantar, porém é algo que acontece quando sozinha, e de modo bastante silencioso. Sua voz é um tanto suave quando em simples melodia.






°❀° Gostos


❀ Animal
Seu cachorro, Menet.

❀ Comida
Mesmo morando permanentemente em Bonner Springs, suas raízes permaneceram no Texas, idolatrando toda a culinária bastante apimentada como base, não se cansa em elogiar o Mac and Cheese, esse preparado por sua avó. Nesse tópico é bastante parecida com Emerald. Sorvete é sua paixão.

❀ Estação do ano
Outono, ela ama andarilhar pelas calçadas cobertas pelas secas e alaranjadas folhas pelo chão. Ama mais ainda jogar-se entre o monte delas e afundar contra as mesmas, em seu ver, melhor que guerra de bolas de neve, no inverno.

❀ Programas de TV, séries e filmes
Ela não tem muita decisão perante isso, mas geralmente assiste á romances melancólicos ou policiais. Sempre meloso o suficiente para fazer sua irmã simular ânsia ao passar pela sala de estar.

❀ Música que o define

Echosmith - Cool Kids



Human - Christina Perri



Tove Lo - Cool Girl



❀ Esteriótipo
"A vida é da cor que você pinta".



°❀° Desgostos


❀ Animal
Abelhas e anfíbios em um geral.

❀ Comida
Oriental, apenas.

❀ Estação do ano
Ela costuma dizer que tudo vem com seu tempo, há coisas boas e nas consequências, haverá algo ruim. Portanto não há uma estação que desgoste, nem que goste menos, apenas ao seu ver está á fazer seu dever. Como o inverno tende á ser frio, o verão tende á corroer o suor.

❀ Programas de TV, séries e filmes
Terror e Horror em um geral. Odeia quando suspense corre por suas veias,

❀ Pessoas
Preconceituosas e superficiais. Sua irmã costuma dizer que são lixos que merecem ser enxotados, porém para a de descendências africanas, são apenas desprovidas de uma alma mais pura.



❀° Perguntas


❀ A personagem é virgem?
Sim, ela é inocente o suficiente para nem ao menos poder sair de casa aos finais de semana. Não tem expectativas, mesmo sabendo do que se trata, ela prefere pensar que será no momento certo.

❀ A personagem já teve seu primeiro beijo?
Com sentimentos? Não. Porém fora forçada por um aluno da mesma escola na qual ainda frequenta, esse havia lhe pego de surpresa, praticamente forçando a pequena garota, abusando de sua inocência conforme queria lhe tirar as vestes. Porém fora impedido por um ato irracional da mesma, que simplesmente o empurrou com toda sua força, apenas acreditou ser o certo quando correu para longe dali.

❀ A personagem já se apaixonou?
Não, embora tenha algumas paixonites, ela nunca foi além de alguns sorrisos e acenos.

❀ Namora?
Não.

❀ Bebe?
Toddynho, aos fim de tarde.

❀ Fuma?
Noops.

❀ Usa drogas?
Inalar fumaça á considera chapada? Pois o quarto de sua irmã parece uma câmara de gás.



°❀° Sobre o personagem principal


❀ Como era sua relação com ele?
AmyLee e Newt mesmo sendo bastante próximos perante sua família adotiva, nunca foram muito comunicativos. A garota já era calada o suficiente quando menor, claro que amava a presença de seu primo, isso herdando até seus últimos dias de vida. O que não lhe era falado, era demonstrado em abraços calorosos, o mesmo já havia lhe salvado de alguns momentos.

❀ Como a personagem se sente com a morte de Newt?
Devastada, e esgotada até sua última gota de lágrima presente.

❀ Sua personagem é um dos 13 porquês?
Não lhe cabe motivos.

❀ Seu personagem carrega uma certa culpa consigo?
Não, mas gostaria de lhe conceber um último abraço de urso. Na ausência, o leva flores todas as semanas, onde encontra seu túmulo.

❀ Sobre o tema suicídio, o que sua personagem pensa a respeito disso?
O suicídio não é querer morrer, é querer desaparecer. O suicida na verdade não quer se matar mas quer matar a sua dor, mesmo que provocando uma maior.



°❀° Bônus


Deixo aqui um bônus das minhas garotas, aguente esse amorzinho que elas são! rs ♥
















XoXo.

Permalink Comentários (0)

[14/04/2017] I'm 𝚝𝚑𝚎 𝓻𝒆𝓪𝓼𝓸𝓷.

[09/04/2017] Look At You

[24/03/2017] Oddities In New York City

[15/03/2017] Don't Stop Believin - Norminah


Atualizações do Usuário

Usuário: ~FarofeiraHansen
Depois dessa vou até virar hétero
Usuário: ~FarofeiraHansen
7 anos sem saber o sobrenome dele e ele brotar na minha timeline
Usuário: ~FarofeiraHansen
Eu não acredito que encontrei meu crush de 2010
Usuário: ~FarofeiraHansen
Queria reclamar que Guns N' Roses em Welcome To The Jungle é um pouco demais para meu normal
Usuário: ~FarofeiraHansen
E eu nunca pensei que ia escrever fanfic camren, mas o que não faço para ganhar reputação? Sorry @Laur


Dados do Usuário

Bandas ou Músicos Favoritos:
❥ Fifth Sapatas Harmony

❥ Little Mix

❥ One Direction

❥ Zayn Malik

❥ The Chainsmokers

❥ Twenty One Pilots

❥ Arctic Monkeys

❥ Guns N' Roses

Citação Pessoal:
Eu não posso fugir de quem eu sou. Eu não posso mudar quem eu sou. Não posso mudar os erros que cometi, não posso mudar as lágrimas que fiz derramarem. Também não posso mudar os sorrisos que tirei do meu rosto e te dei. Pudera eu mudar o passado? Pudera eu voltar atrás e não cometer os erros que cometi? Pudera eu não deixar lágrimas caírem sobre o teu rosto, muito menos sobre o meu. Quantas vezes te fiz sorrir? Foram mais que as vezes que te fiz chorar?.

Estilo ou Arte Digital Favorita:
Sou literalmente péssima.

Filmes Favoritos:
Queria saber também ツ

Gênero de Música favorita:
❥ Pop

❥ Rock

❥ Qualquer coisa que me tire da Bad.