~Young-Angel

Young-Angel
Anjinhos
Nome: Lukas Michael
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: Tururu, Ceará, Brasil
Aniversário: 11 de Fevereiro
Idade: 15
Cadastro:

Bernd Rothschild


Postado

Bernd Rothschild

>>Nome e sobrenome<<
Bernd Rothschild

>>Apelido<<
Be

>>Idade<<
15 anos

>>Signo<<
Peixes

>>Uke ou Seme<<
UKE

>>Aparência<<
Ele é um jovem que não aparenta ter a sua idade, pois é um pouco magro e têm apenas 1,52m de altura, isso faz com que ele pareça uma criança de 10 ou 12 anos. Tem os cabelos em um castanho na altura do seu pescoço, tem traços finos em suas feições, seus olhos são de um tom de azuis muito bonitos, possui uma pele clara e as bochechas levemente rosadas, por não possui músculos e tem uma face bem infantil que acentua mais sua aparência de criança.







>>Personalidade<<
Para quem o vê, ele se mostra como um garoto decidido, resistente, teimoso, obstinado, energético e intuitivo. Como também entende que ele há momentos para ser sociável como também momentos para se isolar de tudo e todos. Para os que o conhecem há mais tempo conseguem ver o outro lado dele que é um jovem sensível, tímido e de certa forma ingênuo para certas coisas. Ele facilmente consegue colocar no local dos outros e isso faz com que muitas vezes ele sinta a mesma dor de um amigo seu e consequentemente mente lhe de um ombro amigo ou lhe diga palavras acolhedoras, o que faz muito bem por sinal.
Ele também apresenta um grande imaginação, o que as vezes o leva ser muito fantasioso coma s coisas ao seu redor, ele gosta bastante de musicas , literatura e artes, em especial as artes dramáticas, pois ver nela um ponto de fuga para o seu dia a dia.
Ele também demostra uma excelente memoria, comumente se recordando do passado, e sendo o tipo de pessoa que não ira perdoar outra tão cedo por lhe magoar, pois é capaz de lembrar cada detalhe do ocorrido como se estivesse acontecido há apenas algumas horas. Mas como ninguém é perfeito ele também tem seus defeitos, por sua ingenuidade ele pode ser facilmente iludido por muitas pessoas (não precisar ser um gênio para fazer isso), com muita dificuldade ele consegue manter suas coisas organizadas, tanto que vive escutando reclamações de sua mãe sobre a bagunça do seu quarto (mas é como ele diz “Aqui é uma bagunça organizada”, pois ele sabe onde esta tudo que precisa) detesta que arrumem suas coisas, pois quando fazem ele nunca encontra nada do que quer, ele tende a ter um complexo de inferioridade e também tende a ser um jovem bem manhoso e carinhos com quem goste.

>>História<<
Be é filho único o que de certa forma é bom para ele, já que o mesmo é um jovem manhoso e carinho para com seus familiares e assim, não tem eu fazer disputas por atenção, o que certamente iria perder já que é filho adotivo. Isso se deu por conta que sua mãe por diversas vezes tentou engravidar, mas nunca conseguiu por ser infértil, então ela teve uma conversa com o marido e eles acabaram por adotar uma criança, o no orfanato local. Quando se juntou a família Rothschild, para ele foi uma alegria, mas também uma tristeza já que teria que deixar seus amigos.
Be sempre foi um bom filho, tanto que com o passar do tempo seus pais já o viam como se realmente fosse seu filho de sangue. Já na escola ele nunca foi do tipo brigão, mas também não era do tipo nerd, ele conseguia com um pouco de esforço manter suas notas na media, o que para seus pais era bom. Sempre foi muito achegado a sua família, mesmo sendo apenas os três, com o passar do tempo Be entrou no grupo de teatro da escola e seus pais sempre iam assistir suas apresentações, o que deixava o garoto muito feliz.
Mas também foi nesse grupo de teatro mais precisamente aos seus doze anos, que ele conheceu o significado da palavra amor e também teve seu primeiro relacionamento, mesmo seu pai não gostando muito no final acabou aceitando, mas no anos seguinte seu “namorado” teve que se mudar para outro país e isso fez com que Be se trancasse em seu quarto por muito meses fazendo apenas o caminho de casa para o colégio e do colégio para casa e evitava ao máximo o grupo d teatro, já que fora lá que ele conheceu Dominik e também onde tinha memoria dos seus melhores momentos. Porem depois de longos nove meses sua mãe o convenceu a voltar para o teatro, mas não era a mesma coisa.


Abraçar os sonhos perdidos
Proteger seus novos amigos
Acreditando que venceu e vencerá
Deixe vir a força que dentro há
Só assim aquilo que desejar
Será concedido, basta lembrar-se
De que a bravura está
Em seu coração


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...