ORB; Ficha.


Postado

✴Nome Completo:
Sabrina Niney Gautier.

✴Nacionalidade:
Ucrâniana; nascida na capital (Kiev).

✴Nickname do jogo:
Choupette.

✴Idade:
Dezesseis anos.

Aparência da vida real e do avatar:

● Real:




● Avatar:





✴Personalidade:

A personalidade da garota é basicamente 'agridoce'. É uma menina que como qualquer outro ser humano normal odeia acordar cedo, com esse ódio é quase que impossível ela acordar de bom humor e com um largo sorriso no rosto, por tanto é melhor pensar duas vezes antes de dar um simples “Bom dia” quando ela estiver em sua crise matinal. Fora da parte da manhã ela é um pessoa comum mas raramente agrada a todos, pois ela têm uma ignorância que é um pouco caótica de se lidar. Não vou dizer que ela ira sair por ai gritando que adorou te conhecer, mas ela está sempre aberta para novas amizades. É a famosa “cara de pau”, gosta de ser obscena e soltar comentários bobos para todos os lados. É uma grande moleca e adora jogos de videogame, além de jogar futebol melhor que seus irmãos e primos e isso acaba irritando sua mãe que deseja um futuro que a própria garota não deseja: ser uma dona de casa.

Tem seus próprios ideais e defende eles com unhas e dentes, não liga para se as pessoas a chamem de “artificial” por escolher criar um personagem totalmente diferente de si, ela nunca se achou atraente de qualquer forma, um jogo virtual seria a escapatória. Um pouco agressiva com os amigos, fazendo a linha “Eu dou carinho machucando vocês”, inclusive para seu dragão, cujo o nome é Lacroix, ambos se dão bem e ele é inteiramente fiel a sua domadora, por mais que a ache impulsiva demais e tanto quanto maluca.

✴História:

Sabrina é filha de uma família da aristocracia Ucraniana contendo seus pais e quatro irmãos mais velhos (não culpem o números de filhos, os pais dela queriam uma menina), sua mãe na verdade é uma socialite ligada a varias campanhas de proteção ao meio ambiente e uma grande colaboradora da tão conhecida escola feminina, que Takeo frequenta e por golpe do destino (ou talvez meu) a mãe de Sabrina achou que seria uma ótima oportunidade de ensinar bons modos a sua filha, que é totalmente uma moleca. Sabrina se recusou a ir, ela não queria ser uma dama, dona de casa ou qualquer merda dessa escola e seu sonho é ser uma mulher de negócios, independente de qualquer homem. Sua mãe não compreendeu seus sonhos, a garota não arruinaria a tradição da família Niney, ela iria sim para o Japão, ela já teve aulas de japonês o suficiente para saber se virar por lá.

Mandada a força, Sabrina convive com uma das coisas que mais odeia: sua aparência, as japonesas eram tão magras e bonitas, ela era somente mais uma das ovelhas negras da escola, nem asiática era. Sofreu um bom tempo, nenhuma das meninas queria manter contato com ela, e seus únicos amigos eram os virtuais que ela conhecia através dos avatares dos jogos de realidade virtual. Não que ela se transformou em uma menina depressiva, muito pelo contrario, ela odeia demonstrar fraqueza.

Em meio as férias ela decide usar um dos mais cobiçados jogos de todos os tempos: ORB, os pais compraram um exemplar para o filho mais velho, mas claro que quando Sabrina pediu eles falaram “Isso é coisa de garoto, você é uma dama e não deve nos envergonhar”, então ela decidiu roubar. Dentro do jogo, ela encontra uma recompensa que no caso seria domar o terrível dragão de nome Lacroix, por tanto é ai que sua aventura começa..

✴Classe:
Domadora. Seu dragão é Lacroix, uma dragão incrivelmente grande que é mantido em pequeno porte graças a uma das habilidades de Choupette/Sabrina.

Lacroix.


✴Ataques {Bonus}:

● Wake Up Lacroix: Consiste na habilidade de ativar o real poder de Lacroix e traze-lo de volta ao seu tamanho normal. OBS: quando ele está em pequeno porte, ele ainda têm a habilidade de cuspir fogo, porém em bolotas, mas quando está em sua real forma, ele é capaz de cuspir fogo em rajadas poderosas. Quando Lacroix está nessa forma, existe certa ligação entre ele e sua domadora, então ela é capaz de sentir desde o coração batendo até a dor dos ataques inimigos. Sendo assim, caso Lacroix morrer, ela morre, caso ele se ferir gravemente, o mesmo vale para ela.



● Lacroix Armor: É a habilidade de Lacroix que permite seu corpo entrar em chamas, aumentando os atributos de defesa e ataque, tanto de sua domadora quanto o dele. As escamas ganham uma segunda camada o que dobra sua defesa.

● Lacroix Hurricane: É o ataque que mais consome magia do dragão e de sua domadora, capaz de fazer uma grande vendaval ao redor do dragão que em si é uma barreira, apesar de não retirar a vida do oponente é ótimo para afasta-los e bloquear passagens de golpes físicos ou a distancia. OBS: O ataque dura somente três minutos.


✴Arma:

Bom, você esqueceu quais são as armas dos domadores, então vou dar ideias.

● Chicote: usado para auxiliar a domar bestas mas também pode haver uso como ataque.


● Dragão: o próprio dragão já é uma arma em si (Além de não deixar algo tão apelativo).


✴Traje/Armadura/Roupa de Passeio:

Traje(Retire as asas):


Passeio:


Armadura; prefere roupas leves e que não atrapalhe em sua performance durante o combate:


✴Gostos:
Pessoas com a personalidade semelhante a sua;
Pessoas com a mente aberta;
Animais e seres misticos;
Café ou chá;
Jogos de cartas;
Comidas apimentadas ou bem temperadas;
Games;
Roupas bem detalhadas;
Botas de cano longo.

✴Desgosta:
Drama;
Preconceito;
Pessoas sem atitude;
Perder;
Acordar cedo;
Que a ignorem;
Sua aparência.
Verduras e legumes.

✴Segredos/ Fobias/ Medos:
● Segredos: não é algo grande, mas ela foge toda a noite da escola para andar pela cidade;
● Medos: palhaços, mortos-vivos e aliens. Eu poderia dizer que ela têm medo de morrer, mas considerando que todos vão ter esse medo (afinal, faz parte da historia) não acho necessário colocar.


✴Ponto Forte:

● Têm a cabeça bem aberta e é livre de qualquer preconceito.

✴Ponto Fraco:

● Têm baixa autoestima quando o assunto é sua aparência real.

✴Como entrou no jogo? Sugestões de como encontrar Takeo ou outros jogadores?

Ela entrou no jogo pois decidiu roubar o game do irmão mais velho, pois os pais acham que uma dama não deveria jogar esse tipo de “porcaria”. E sobre Takeo, elas podem se encontrar meio que no aleatório, pedindo informação ou algo do tipo, e talvez quando se encontrarem pode acontecer de ambas acabarem descobrindo que estudam no mesmo local.

✴Porque quis jogar Orb?

Na verdade, ela sempre gostou de games e estava cobiçando o jogo fazia tempo. Parte foi por amar games mas a outra é o mesmo motivo que muitos: uma nova realidade, um novo corpo e um novo mundo no qual não faz sentido algum.

✴Promete que vai participar dos capítulos, fazendo comentários críticos e não ficar no "vai continua" ou "amei"?

Vou fazer o possível, posso comentar um pouco atrasado se estiver em semana de provas.

✴Sabe que se não comentar no mínimo 3 capítulos, seu personagem MORRE de uma maneira humilhante?

Okay, não precisava intimidar desse jeito, mas sim, eu sei.

✴É beta?


Não.

✴Algo mais?

Boa sorete com a fanfic.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...