Omegaverse - A / B / O (Alfas / Betas / Ômegas)


Postado




OMEGAVERSE

O Omegaverse teve início nas fics de fãs da série Supernatural em 2010 e se espalhou rapidamente em fadons publicados com romances eróticos variados, onde sua principal característica é a existência de seis gêneros sexuais, além do feminino e masculino, cada autor variando em sua versão, da sua visão na dinâmica deste universo, altamente maleável.


Dean Winchester - Supernatural

O Omegaverse, também conhecido como como A / B / O = Alpha / Beta / Ômega são histórias em Fanfictions de universo alternativo (Alternate Unisverse - AU), em um contexto de fantasia ou ficção científica que os seres humanos tem certos traços animalescos altamente adaptável e é dividido em uma dinâmica de categorias baseadas sobre a idéia da estrutura hierárquica de cães e lobos, onde ser homem ou mulher não costuma contar tanto em parâmetros sociais, pelos costumes e aceitação da relação entre diferentes gêneros, além da igualdade entre os sexos, assim como em ambos os gêneros, os aspectos reprodutivos, pois existe toda uma estrutura biológica que permite isso.


Norio(Gato/Neko) e Kunimasa(Leopardo) - Love Pistols

A maior parte destes universos alternativos, tem a premissa de que os seres humanos não descenden dos primatas e sim de seleto grupo que evoluiu de outros animais, como no anime de gênero Yaoi "Sex Pistols", que se originou do mangá "Love Pistols", onde estes seres são chamados de "Zoomans ou Madararui" (Com a forma humana e a capacidade de se transformar em animais) e podem conceber filhos entre os machos desta espécie, através de um simbiotico.


Pirâmide da Hierarquia no Omegaverse

Escala de tamanhos/altura dos biótipos físicos no Omegaverse

ALPHA / BETA / ÔMEGA:

Para início, acho melhor começar a explicar os gêneros sexuais, onde existem os primários (Masculino / Feminino), que é definido já no nascimento e dita grande parte da anatomia reprodutiva dos indivíduos, já os secundários (Alpha / Beta / Ômega), são os que só se revelam na adolescência (Puberdade), por volta dos 12 a 15 anos de idade, geralmente nas últimas fases da puberdade, quando ocorre o primeiro cio, com algumas diferenças físicas e hormônias, o que irá modificar e enfatizar um comportamento particular dentro da fisiologia reprodutiva destes indivíduos, todavia não importa a dinâmica do universo alternativo da história, todos tem seu cheiro característico do gênero.

Existem habilidades comuns para estes três gêneros, que são os seus super sentidos. Com sua visão apurada eles podem não só vê melhor, como também enxerga perfeitamente a noite. Com seu super olfato, são famosos por conseguir farejar alguém pelo seu odor único, ou descobrir se um indivíduo é um alfa, beta ou ômega. Os alphas por exemplo sentem mesmo distantes, no ar o irresistível doce perfume de um ômega no cio, e também é por isso que alfas se afastam de ômegas acasalados, pela presença do aroma almiscarado tão forte de outro alfa, que mesmo no cio, faz que ômega cheiro do já não seja mais atraente. Já com sua audição aprimorada, basta se concentrar para escutar perfeitamente a conversa de alguém a curtas distâncias e muitos são capazes de dizer se alguém está mentindo só pelas batidas do coração.



Os três gêneros também possuem o seu metabolismo acelerado, e em alguns outros universos em que acontece até a regeneração aceleranda, ou cada escala da hierarquia sendo visível pela cor dos olhos, quando ativada alguma habilidade da raça, como em Teen Wolf, onde os olhos vermelhos indicam um alfa, dourados um ômega e os fãs usam azul para os betas nas histórias.




ALPHA / ALFA :

No topo da sociedade omegaverse, se destacam geneticamente fisicamente, como os mais fortes e dominadores, principalmente em suas relações amorosas, com grande influência sobre os betas e mais ainda sobre os ômegas, considerados em algumas histórias territorialistas, com o desejo inato de proteger aqueles sob seus cuidados, de personalidades arrogantes e autocrata. (Dependendo do universo em que é moldado a história, pois um ômega pode ser mais forte e inteligente que um alfa, que pode desempenhar apenas papéis com atividades físicas ou ter apenas os aspectos físicos reprodutivos de um alpha sem ser na personalidade, condizente com este perfil alfa tradicional).

Dotados de altos níveis de testosterona, por instinto são competitivos, teimosos, inflexíveis, intimidantes e agressivos, com senso nato para liderança, além de excessivamente protetores com seus seus filhos, assim como, cuidadosos de mais com seus parceiros, como também possessivos. Sendo os primeiros na hierarquia, a sociedade tradicionalista acredita que eles devem não apenas serem temidos por sua superioridade e sim respeitados, podendo contextos de histórias ter múltiplos parceiros, pois culturalmente um alfa pode praticar a poligamia (Uma pessoa casar com mais de um indivíduo).

Quando um Alfa (Masculino / Feminino) encontra um parceiro, geralmente o marca com uma mordida sob glândula aromática do parceiro durante a relação sexual (Geralmente alfas são retratados durante o ato como insaciáveis e selvagens). A mordida tem a capacidade de impregnar o parceiro (geralmente ômega) com o cheiro do alfa e é feita sobre a glândula aromática localizada na junção entre o pescoço e o ombro. (Nos casamentos modernos, em vez de o alfa apenas morder a omega, eles trocam mordidas de acasalamento, de modo que não só o cheiro omega reivindicado, mas o mesmo acontece com o alfa.) Eles possuem uma espécie de composto cicatrizante e/ou anti infeccioso/inflamatória na saliva, usado na mordida que faz em seu parceiro na hora do acasalamento. Os alfas são extremamente protetores com seus parceiros, alguns os considerando suas propriedades, sendo capazes de entrar em brigas mortais por seus parceiros.

Rotina / Cio

Os períodos de cio dos alfas são chamados de rotina, que dura em média um dia e meio. Um alfa pode ter sua Rotina desencadeada ao entrar em contato com o embriagador aroma doce dos feromonios de um ômega no seu cio / heat / Ciclo, tornando-se governado mais por seus instintos.

Os alfas sobre o efeito do cio de um ômega, torna-se tão extremamente excitados, que pode ficar violentos. Todos os alfas estão sujeitos a isso, porém os que estão ligados a um outro parcerio (Geralmente ômega), tem facilidade em resistir (Se quiser) a um Heat / Cio de um ômega.


Atar / Nó

Os alfas dos dois gêneros (M/F) tem o "nó" durante a relação sexual, mas o "atar" só acontece quando um alfas, após estar com todo seu órgão sexual dentro do canal retal/cloaca ou vaginal dos ômegas, tem um orgasmo. Quando ejacula, o pênis do alfa se dilata na base, prendendo o indivíduo dentro de seu parceiro por algum tempo (Cerca de 10 minutos no mínimo e 30 minutos no máximo), a fim de fortalecer as chances de reprodução bem sucedida. Alfas tem seu primeiro "nó" por volta dos 13 a 14 anos de idade, o que significa que já são capazes de produzir filhos.


Mordida ou Ligação Com a Alma Gêmea / True Mate

True Mate / Alma Gêmea / Par Verdadeiro

Ocorre quando dois indivíduos do omegaverse (Somente com os Alfa e os Ômega), que são biologicamente / geneticamente perfeitos para a reprodução, um com/do o outro. Este tipo de ligação é extremamente forte, sendo considerado um laço mais forte até que um casamento, já que surge o amor incondicional entre eles, durando até o fim de seus dias, a separação forçada podendo gerar a depressão em ambos. (Amantes podem formar um laço com uma conexão especial com qualidades telepáticas ou empáticas.)

Em quase todos os omegaverse, a presença de um "True Mate" desencadeam o cio no alfa e/ou ômega, na maior parte das histórias, acontece quando o ômega está tendo seu Heat, e está ligação acontece quando o alfa morde o seu parceiro ômega ao estar "atado" a ele, sob a glândula aromática em seu pescoço, impregnando-o com seu cheiro, durante seu ciclo / cio. Uma vez que a marca é feita pelo alfa, o ômega deve fazer o mesmo, para o alfa ficar impregnado com seu cheiro, o perfume de ambos misturados em seus corpos indicando que estão ligados para os outros, o laço empático sendo feito. A ligação ajuda a sentir a presença um do outro, cada sensação ou emoção, sendo tudo compartilhado, adivinhando o que o outro está sentindo por puro instinto.

Os laços entre o alfa e ômega é algo biológico / místico, geralmente só são quebrados quando um morre, mas um pode desistir do outro, porém o desenlace pode causar grande dor e sofrimento, em alguns casos danos mentais. Para fortalecer ainda mais a ligação entre eles, muitos casam, porém alguns alfas só mordem um ômega para garantir que este não seja tocado por outro alfa, não se deixando marcar pelo ômega.

Os mais velhos tradicionalmente fazem casamentos arranjados para seus filhos ainda na adolescência, o que é algo comum no omegaverse, em alguns casos cobrado e em outros até forçado pelas famílias.( Algo antiquado, que não impede as pessoas do omegaverse de se casarem com quem querem)

Nas cerimônias de casamento tradicionais, os alfas usam ternos / smoking e os ômegas túnicas / vestido e a mordida acontece sem haver relação sexual alguma, a mãe levando o ômega até seu futuro cônjuge alfa, com um laço branco que simboliza a passagem da terna idade, quando a mesma o entrega para os seu par e ambos são envoltos em um laços vermelhos simbolizando a idade adulta.


Voz Alpha

Conhecido como "A VOZ" ou "Voz Alfa", os alphas podem usar este dom para submeter betas aos seus comando de voz e tornar ômegas completamente submissos, a voz alterada parecendo com uma voz animalesca.



Super Alpha / Alpha Lupos / True Alfa

São alfas que não só tem os sentidos apurados, a força superior a de qualquer gênero de alpha, como outras características desta escala superior na hierarquia do omegaverse. Eles são capazes de resistir ao desejo despertado por um ômega no cio, além de subjugar com "A VOZ" tanto betas e ômegas, como outros alfas mais fracos ao seu comando.


Derek Hale - Teen Wolf

ALFA MASCULINO:

Alfas masculinos são maiores que os betas e os ômegas, além das Alfas do gênero feminino, produzindo mais testosterona que um homem comum, sendo considerados tradicionalmente como os "chefes das famílias".



A maior diferença entre um alfa masculino e os outros é o "nó" na base do pênis, como acontece aos canideos e seus os órgãos genitais bem maiores em circunferência e comprimento que os dos ômegas e a média dos betas (Que é a média comum humana, que é de 13 a 16 cm no comprimento / 11 a 12 cm na circunferência dos betas, enquanto alfas tem o tamanho peniano grande, de 17 a 23 cm de comprimento / 13 a 16 cm de circunferência, os ômegas tendo os menores tamanhos de genitais, que é de 9 a 12 cm de comprimento / 8 a 10 cm de circunferência).

O nó se inicia quando fica muito excitado e se expande na base, dentro do ômega (ou beta) durante o sexo, ao atingir o orgasmo, os unindo até que este seja desfeito, em conjunto com as enormes quantidades de sêmen produzidos pelos alphas, aumentando as probabilidades de gravidez, em algumas histórias sendo narrado sua ejaculação sendo correntes contínuas de sêmen, como se não acontecesse de uma vez.


Lexa - The 100

ALFA FEMININO:

Alfas femininos são capazes de impregnar seus parceiros com seu cheiro na mordida, sendo fisicamente fortes, de tamanho e massa muscular maior que a dos betas e ômegas, um pênis menor que o dos alfas masculinos, porém capazes de fazer o "nó", apesar de bem menor. Mesmo tendo um útero, é considerado pela maioria das alfas, um sinal de fraqueza carregar um filho em seu ventre e seus altos níveis de testosterona dificultam a concepção e permanência de um feto no mesmo.

As alfas possuem um pênis retrátil onde fica o clitóris pronunciado, que aparece quando em estado de excitação e também possuem testículos, situados internamente, em uma proteção, que se assemelha a uma vagina, com sua temperatura corporal adaptada para preservar seu esperma.

Quando estimulado (excitado) o pênis retrátil sai pela vagina, prolongando-se, até permitir que a alpha se funda ao parceiro(a), ocorrendo na ejaculação o "nó" ou o "atar" (É uma torção com base nos glandis Bulbus ", uma estrutura de tecido erétil no pênis de mamíferos de canídeos) . A abertura da vagial do alfa feminino é bem menor que que a média normal, assim como o ovário, tropas de falopio, que é substituída por um trato reprodutivo e urinário masculino e no momento do orgasmo, a alfa pode ejacular através de uma uretra secundária.

Os seios dos alphas femininos tendem a ser pequenos, mais pertos de serem só tecidos, os maiores sendo produto de gordura, em muitos dos universos das histórias nem produzem leite, devido a falta de mamas.

Em alguns raríssimos universos alternativos, a evolução hominídea na área fez surgir um diferente tipo de evolução no mecanismo de reprodução, onde as fêmeas alfas exerceriam o papel na sociedade dos "homens" e os ômegas machos os das "mulheres".



Fempreg

As alfas são as únicas que podem fazer isso no omegaverse, ao acasalar com uma ômega ou até uma beta.

"Fempreg" não se refere a todas as histórias em mulheres estão grávidas, mas para àquelas em que a concepção é devido à uma relação sexual onde só há seres do sexo feminino envolvidos.




Sistemas Reprodutores dos Alfas





BETAS :

Abaixo na hierarquia apenas dos alfas, sendo mais fracos ou menores que eles, com a capacidade de distinguir cada gênero também pelo seu característico cheiro, apesar de não exalar grandes quantidades de hormônios como as outras categorias ou são levados à instintos selvagens.

Na maioria dos universos em que ocorre a história eles constituem cerca de cinquenta por cento da população mundial, ou mais, enquanto em outros poucos "mundos" são raros, ou o autor coloca que eles simplesmente não existem, todavia possuem pouca ou nenhuma influência nas histórias.

Ambos os gêneros sexuais dos betas, não diferem em quase nada dos seres humanos modernos (Sem alterações corporais), em todos os universos tendo os sentidos apurados. Está classe do omegaverse não sofre com as mudanças ou exageros hormonais dos alfas e ômegas, não sendo territoriais, sendo mais variados em suas personalidades que os outros grupos, seu desejo por procriar sendo algo mais suave, mas tanto um alfa como um ômega não são um parceiro indicado, já que a relação sexual com eles dificilmente gera filhos, sendo mais fácil a concepção na relação entre betas.


Marcel Gérard - Os Originais

BETAS MASCULINOS :

Os betas masculinos são incapazes de engravidar ou serem auto lubrificaveis como os ômegas, além de não terem o "nó" ao acasalar dos alfas, possuindo uma altura igual a dos alfas femininos, maiores que os betas femininos e os ômegas dos dois gêneros, mas geralmente menores que os alfas masculinos.


Bonnie Bennett - Diários de um Vampiro

BETAS FEMININOS :

As betas femininas não possuem qualquer órgão ou função sexual do gênero masculino, sofrendo os ciclos de menstruação em vez do característico "cio". São fisicamente iguais às mulheres modernas, menores que as alfas e maiores que as ômegas.



Sistemas Reprodutores dos Betas



ÔMEGAS :

Considerados como os mais baixos na escala da hierarquia do omegaverse, sendo os mais férteis que Betas, possuem uma estrutura física menor que suas contrapartes e são muito mais pequenos e frágeis que os alfas, tendo grande dificuldade em adquirir massa muscular, assim como muito pouco pêlos pelo corpo e são considerandos como os mais fracos pela sociedade, que não esperam muito deles, sendo em sua maioria submissos (Principalmente durante as relações sexuais) as outras classes da escala A / B / O, mas também ciumentos e possessivos em relação aos seus companheiros (Geralmente Alphas).

A cultura tradicionalista do omegaverse diz que os ômegas são criados para servirem ao seu alfa, tendo que respeitar e obedecer cada/toda ordem dada por ele, se submetendo as vontades de seu parceiro, estereotipados como os "Donas de Casa", além de serem responsáveis pela criação dos filhos, dificilmente tendo um emprego com um cargo de alto nível.

O ponto de vista da maioria das fanfictinons, é justamente provar que na verdade, os ômegas são tão bons quanto os alfas e não deveriam ter suas capacidades subestimadas. É comum que ômegas arranjem um "parceiro" cedo, para que eles possam ter filhos e construir uma família, o que alguns alfas idiotas vêem como a única função do ômega, o casamento na adolescência não costuma ser mal visto no "omegaverse", sendo cobrado de algumas famílias.

Enquanto muitos escritores seguem um enredo em que um forte alfa forçaria um frágil ômega para acasalar com ele e o ômega estaria tão desesperado para se aliviar sexualmente que não teria escolha, como na natureza, um ômega poderia se reservar o direito de se negar aos avanços de qualquer alfa. Você pode estar se perguntando como um ômega faria isso, suportar estar perto de alfa durante seu Heat / Cio? É só olhar para a natureza e observar que machos tentam desesperadamente impressionar as fêmeas, mas elas gostam de esperar o tempo que precisarem para encontrar o parceiro adequado durante sua época de acasalamento, não necessariamente indo para o mais forte, mas as vezes para o mais inteligente, ou em outros casos o mais bonito.


Heat / Calor / Cio / Ciclo

O Heat / Calor é o momento em que o ômega é mais fértil (Preparado para conceder) e pronto para acasalar, narrado por muitos como um processo doloroso, ou o ômega pode apenas se esconder até que isso passe. Qualquer gênero de ômega pode conceber um filho (M/F), sendo muito mais férteis que os betas. O período de fertilidade / Ovulação dos ômegas chamasse "Heat" (Calor) ou conhecido por alguns como "Ciclo", que é quando os hormônios estrogenio fazem com que eles fiquem no "Cio" (Sentir um desejo de ter relações sexuais por motivos biológicos fora de seu controle ) mensalmente, durando o período de 5 a 7 dias, dependendo da fertilidade do ômega. (Assim como a menstruação tem seus sintomas antes de vir, o Heat poderia deixar sinais antes de acontecer, como tornar os ômegas temperamentais, igual a famosa TPM feminina).

A primeira vez do Heat ocorrere em torno dos 12 aos 15 anos de idade. Os alfas se sentem extremamente atraídos por ômegas em seu Heat, sendo que neste estado, ômegas exalam um perfume adocicado que se fortalece, adquirindo bem maior intensidade, a fim de atrair possíveis parceiros alfas nas redondezas, assim como sua lubrificação natural é em maior quantidade e estão muito mais propensos a engravidar, só se sentindo realmente sexualmente satisfeitos se conseguirem acasalar com um alpha, um Heat / Cio ocasionado por um alfa (True Mate / Par verdadeiro) só passando se saciado pelo mesmo.

Se um ômega não tem companheiro, é perigoso até ele sair de casa, pois o cheiro dos feromonios de um ômega faz deles irresistivelmente atraentes de uma forma totalmente sexualidade, deixando todos os alfas agitados, afetados, no caso muito excitados, então é recomendado que ele fique isolado até que seu Heat acabe. Alfas se sentem extremamente atraídos por um ômega no cio e é preciso muito autocontrole, só para ficar perto dele sem o querer tocar. Sair de casa seria perigoso, por que alfas poderiam em seu estado de rotina desencadeada força-los a ter relações sexuais, mesmo que o ômega em questão consiga resistir, sofrendo um estupro, em alguns casos o ômega sofrendo uma espécie de estupro consentido, já que seus hormônios em ebulição, nublam seu raciocínio e tudo que deseja é saciar sua necessidade.

Basicamente os ômegas que sofrem o Heat / Calor se trancam em seus quartos e utilizam brinquedos sexuais para se aliviar de seu intenso e doloroso cio, porque ficam tão excitados (Especialmente desejando um alfa), que mal conseguem se levantar, comer ou descansar apropriadamente, por isso muitas vezes seus parceiros alfas cuidam deles nessa época, já que essa dolorosa sensação só passa após o acasalamento, mas sempre pode voltar enquanto durar o período do Heat / Calor / Cio. (Algo similar a ovulação feminina, só que em níveis muito mais elevados, algo como se a pessoa fosse levada à loucura devido aos hormônios .)

Geralmente no omegaverse, os pais são bem mais abertos em relação a sexualidade de seus filhos, e não se incomodam em comprar vibradores, entre outros acessórios sexuais para seus filhos, considerando-se que está é uma legítima necessidade física deles no Heat / Cio.

Quando estão grávidos, o organismo dos ômegas começam a mudar para dificultar a existência de problemas durante a gravidez, o cheiro que se desprende de seus corpos é alterado, para avisar a qualquer um, (Principalmente Alfas) que está gestante, sendo protegido por seu companheiro alfa e isso impede que seja agredido por outros alphas.


Supressores / Anticoncepcional / Contraceptivos

Existe formas no omegaverse de evitar tanto o cio como a gravidez. O uso de bloqueadores / inibidores de Heat é comum, mas os ômegas podem usar pílulas, preservativos, injeções, anticoncepcionais, entre outros e assim como como algumas histórias, assim como no mundo real o uso excessivo pode causar infertilidade ou alguns ômegas podem ser simplesmente alérgicos. (Existem até casos em que eles simplesmente não são afetados pelo remédio)


Nasir - Spartacus

ÔMEGAS MASCULINOS :

Ômegas homens possuem feições mais delicadas, com pequenos pênis de tamanho de 10 a 12 cm, sem testículos e a capacidade de fazer o "nó" dos alfas em seu pequeno órgão sexual, os seus corpos mais curvilíneos, com um cheiro adocicado típico dos ômegas (M/F), sendo facilmente detectado pelos alfas, ainda mais em seu período fértil, quando o cheiro se fortalece e sua "cloaca" (Entrada onde seria o ânus, na anatomia zoológica é a única abertura que serve para o intestino e o sistema reprodutivo) auto lubrificavel, (Ativada no cio ou qualquer excitação) produz o muco / secreção indispensável para tornar agradável a sua relação sexual, ao ser penetrado pelo grande pênis de um alfa.

Assim como as alfas fêmeas tem pênis, os ômegas masculinos possuem em seu interior ovários e um útero, com acesso pelo canal retal (ânus), que só se abri quando o ômega está excitado, via cloaca (A via que ele usaria para expelir excrementos é bloqueada e outra seria aberta, para levar o sêmen ao seu útero ou saída do bebê, no seu nascimento ).

Ômegas masculinos desenvolvem suas mamas quando lactantes e seus seios retornam ao que eram antes, quando cessa a lactação.


Abertura supravaginal que permanece fechada até as dores de parto começar, localizado onde deveria ser os testículos, que relaxa e dilata até que a criança possa nascer
Mpreg

No omegaverse o Mpreg é bem mais comum que o Fempreg, acontecendo na maioria das histórias, quando alfas e ômegas masculinos copulam.

"Mpreg" não se refere a todas as histórias em que homens estão grávidas, mas para àquelas em que a concepção é devido à uma relação sexual onde só há seres do sexo masculino envolvidos.


Gravidez Ômega - Mpreg

Citação:
É válido constar, para terminar essa parte sobre ômegas, que apenas Alfas e Ômegas conseguem fazer uma certa atividade sexual chamada de “atar”. Quando o alfa vai gozar, ele não goza de uma vez. O pênis dele se prende ao interior do ômega e vai lançando uma corrente contínua de esperma no interior do ômega por vários minutos, visando facilitar a reprodução. A sensação de “atar” é mais sexualmente prazerosa do que simplesmente gozar para os dois. Além disso, ao “atar” em um ômega, em muitos omegaversos o alfa deixa o seu cheiro nele gravado por um longo tempo, mas o oposto não costuma acontecer, o que em alguns universos tornaria alfas polígamos e ômegas monógamos, tratando-se de parceiros. Novamente, esse ponto costuma ser contestado e criticado pela maioria das fanfictions.

O ômegas masculinos tem a entrada para o seu colo do útero pelo dentro do reto, com a entrada para o seu colo sendo em torno do mesmo lugar onde seria as vesículas seminais de um homem. Teriam uma vagina, mas a entrada iria ser coberto por uma camada de pele. Durante a gravidez, esta pele iria dividir, revelando uma abertura para a criança a nascer a partir, em torno do mesmo lugar testículos de um homem seria (ômegas masculinos não teria necessidade de, e, portanto, não teria, testículos) Esta pele iria curar, uma vez que a criança nasça. Seu pénis seria muito menor do que o homem médio de, e eles desenvolveriam seu tecido mamário nesta época. A maioria dos ômegas masculinos só teria seios com cerca de um tamanho de uma laranja e teriam mamas, que usariam para amamentar os seus filhos.




Blair Waldorf - Gossip Girl

ÔMEGAS FEMININOS :

A diferença entre um ômega feminino e um beta feminino são mínimas, pois as ômegas não tem partes especiais ou adicionais em sua estrutura física, ambos os ômegas (M/F) apenas com o sistema reprodutor feminino, mas em vez de ter ciclos menstruais como as betas, as ômegas experimentam mensalmente o "Heat" (Calor), que é quando as grandes taxas de estrogenio fazem com tenha seu "ciclo / cio". Fisicamente, as ômegas são pequenas, com a maioria possuindo seios fartos e quadris largos arredondados, as grandes taxas de hormônios acabando por as tornar extremamente férteis.

Talvez a única diferença maior na anatomia das ômegas sejam as glândulas especial dentro da vagina, que liberam os hormônios e óleos, durante o cio / calor, período em que são bem mais férteis.



Sistemas Reprodutores dos Ômegas


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...