~CatyNews

CatyNews
¢ Little BabyGirl ¢
Nome: Gabriela // Caty // Baymax // Marshmallow // Moranguinho // Pooh // Carinho // Mione // Baloo
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Bernardo do Campo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 21 de Setembro
Idade: 15
Cadastro:

Revolution - Interativa [Ficha]


Postado

F I C H A :::



"As a child, you would wait
And watch from far away
But you always knew that you'd be
The one that work while they all play [...]"
~ Warriors - Imagine Dragons



Nome :::
Myeong Jaeyong {OBS: Os nomes orientais são escritos de trás para frente, ou seja, primeiro o sobrenome e depois o nome, portanto seu sobrenome é "Myeong" e seu nome é "Jaeyong", sendo escrito da forma como demonstrei}


Codinome :::
Flake.

"Flake", ou seja, "Floco", representa seus poderes com maestria, além de demonstrar o contraste entre o frio, o gélido e o compacto, com o delicado, sensível e mimoso, o que diz muito sobre a sua personalidade.


Idade :::
20 anos.


Aparência :::
Flake possui uma face levemente ovalada de maxilares bem marcados. Sua tez é inegavelmente pálida e macia como veludo, sem qualquer imperfeição ou saliência; as madeixas possuem uma tonalidade castanha quase negra, igualmente às suas sobrancelhas bem demarcadas. O nariz bem moldado e de tamanho proporcional ao rosto separa seus olhinhos puxados que abrigam orbes de um caramelado gélido, dando-lhe um olhar profundo capaz de transmitir de forma gritante qualquer emoção sobressalente em seu âmago, acompanhados de cílios pequenos e delicados. Seus olhos praticamente fecham-se ao sorrir, formando um fofo Eyesmile. Seus lábios médios e fartos possuem um tom naturalmente rosado e atraente, num formato arredondado e tentador. As orelhas médias carimbam sua aparência imponente e, ao mesmo tempo, amigável e receptiva.
Seu físico é levemente definido, sem exageros, embora ostente gominhos salientes e braços com músculos visíveis. As coxas são roliças e cheias, além das curvas bem esculpidas.
Photoplayer: Park Jinyoung - Junior do GOT7.






















Opção Sexual :::
Homossexual


Personalidade :::
Flake é um rapaz muito bem resolvido consigo mesmo acima de tudo, ou seja, não tem dúvidas quanto a si mesmo, principalmente se tratando da sua sexualidade...
Descobriu-se gay bem novo, por volta dos doze anos de idade quando começou a ver os meninos com os mesmos olhos com os quais deveria ver as meninas. Isso surpreendentemente não o assustou ou causou grandes conflitos internos, apenas deixou em sua boca um quê de receio, afinal de acordo com as diretrizes da sua cidade natal (Coreia do Sul) a homossexualidade não era muito bem aceita e respeitada, mas isso não o afetou diretamente. Admite sua sexualidade para quem quiser saber, embora tenha receio da homofobia e preconceitos derivados deste.
Uma de suas características mais louvadas é a calma e a paciência. Flake raramente se desespera ou sai do controle, somente em situações mais extremas do que o risco de morte - o que, cá entre nós, é algo até mesmo impossível de se imaginar. Com passividade e compreensão, Jaeyong trata tudo e todos com uma paciência por vezes incompreendida. Por mais que as circunstâncias lhe causem raiva, tristeza, medo, pavor ou qualquer outro sentimento altamente influente, o rapaz não cede à eles, permanece firme e sereno, com um sorriso no rosto. O mesmo vale para as pessoas: consegue lidar com qualquer gênio muito bem; consegue interpretar bem as ações alheias devido à sua alta capacidade de observação e interpretação, o que lhe dá certa vantagem. Sempre escolhe as palavras certas para animar, consolar, encorajar, repreender, e , principalmente, acalmar alguém que e encontra exaltado, estado esse em que raramente se submete. Não é nada fácil despertar sua ira ou ódio, embora muitos tentem. Por pior que a pessoa seja, Jaeyong se vê incapaz de odiar a qualquer um, mesmo que este consiga o milagre de adquirir sua antipatia. Aguenta muita coisa, engole muita coisa e suporta muita coisa sem nem sequer sentir o calor a frustração, embora o desgosto por brigas também contribua para tal.
Apresenta um desgosto mortal por conflitos e desrespeitos. Não admite qualquer forma de agressão - seja verbal ou física -, somente em situações de autodefesa. Sempre defende a vítima da agressão e tenta, de alguma forma, mudar a mentalidade do agressor, mesmo sabendo que isso muitas vezes é impossível. Quanto à preconceito, bullying e afins, seu nojo é notado há quilômetros! Tem total aversão à esse tipo de assunto, e tenta evita-lo como pode. Quando depara-se com algum atingido por tais monstruosidades, dá tudo de si para oferecer o devido auxílio a pessoa, mas quando ele é o alvo as coisas ficam diferentes...
Flake é do tipo que "sofre sozinho". Apesar de amar pessoas ao redor de si e fazer questão de cultivar muitas amizades, o jovem apresenta certo bloqueio com relação às próprias emoções. É uma pessoa muito sensível, que sente tudo ao extremo. Perdoa com facilidade e nunca guarda nenhum tipo de rancor, somente para poder ver o sorriso no rosto dos outros, pois essa é a sua missão diária. Por mais que ele mesmo esteja acabado e destruído completamente por dentro, não irá deixar que isso atinja ninguém além dele, continuará a sorrir mesmo que falsamente e velar pelo bem estar alheio sem nem pensar duas vezes. Nunca desabafa o que sente, pois ele mesmo não consegue externar suas emoções por palavras. Guarda tudo de mal para si, abaixa a cabeça diante de ofensas e calúnias, apanha sem revidar - tirando os combates em que sua vida está em jogo - e somente sente os golpes para absorvê-los sozinho depois, chorando escondido num canto.
É extremamente protetor e carinhoso quando se trata dos amigos. Sabe absolutamente tudo sobre eles e os conhece como ninguém, sabendo assim a melhor maneira de cuidar de cada um. Cuidar... Essa palavra o define bem. Flake está sempre atento e preocupado com os amigos e aqueles a quem ama, o que faz dele uma mãezona. Está sempre a postos para ajudar quem precisa da melhor forma possível, ouve todos os desabafos e dá os melhores conselhos, acolhe aqueles que estão aflitos e cuida de cada um com todo o apreço de seu ser, embora também possua uma capacidade lasciva de repreensão quando alguém faz uma besteira ou age de maneira imoral ou antiética.
Trata aqueles por quem não nutre simpatia ou vice e versa com simples indiferença. Não provoca, não ameaça, não desrespeita, muito pelo contrário, sua notória educação mantém-se intacta, apenas impõe uma distância confortável.
É um alguém carente e afetivo. Ama dar e receber carinho nas mesmas proporções, abraça as pessoas com frequência e gosta que façam o mesmo contigo, a não ser que a personalidade do sujeito o impeça. Está sempre receptivo à afagos e beijos inocentes na bochecha, assim como os executa com frequência também, gostando de deixar claro todo seu carinho pela pessoa. Torna-se manhoso quando a carência lhe bate, o que o deixa extremamente fofo.
Mesmo com toda a meiguice, ele ainda é um alguém forte. Aguenta o que for para proteger e prezar quem ama, além de encarar qualquer desafio de frente sem medo de falhar, pois prefere mil vezes morrer tentando do que ficar vivo e ser perseguido pelo peso na consciência de não ter arriscado. Não possui um "espírito de liderança", mas sabe se impor e impor a ordem quando nota ser necessário, pensando sempre no conjunto e no que seria melhor para todos. Quando percebe alguém querendo causar a discórdia ou influenciando os outros de maneira ruim, faz questão de chamar o dito cujo para uma conversa séria, porém aberta, onde se dispõe a resolver o problema pacificamente, sempre livre de preconceitos e julgamentos.
É consideravelmente fácil arrancar lágrimas de si - justamente por ser muito sensível -, mas também não é difícil fazê-lo sorrir e gargalhar, mesmo que tais atos não sejam puramente alegres.
Sua introversão é algo que poucos realmente compreendem, mas que todos respeitam. Por não desabar suas aflições, tristezas e traumas, ninguém sabe como ajudá-lo quando os momentos difíceis aparecem, e ele assim prefere. Gosta de cuidar dos seus problemas por si mesmo, odeia ser um fardo 'pra alguém, portanto isola-se quando a dor bate e permanece assim o tempo necessário até que seu estoque de lágrimas cesse e a dor amenize até que possa ser ignorada, embora ainda se faça presente.
Tem seu lado racional e emocional bem equilibrados. Não deixa de agir conforme a razão, mas também dá ouvidos ao seu coração e age de acordo com os mandamentos racionais e amorosos, conseguindo, na maior parte das vezes, tomar as decisões certas.


História :::
Jaeyong é nativo da Coreia do Sul, mais especificamente da cidade de Busan - litoral. Sua mãe, Kim Sook, engravidou de seu pai, Myeong Kwan, numa inocente aventura juvenil que resultou na gestação da mulher. Seu pai de início não aceitou muito o ocorrido, mas por ser de uma família influente no mercado, acabou por concluir que seria melhor dar à Kim Sook todos os auxílios necessários e mandá-la para outro país, afinal se a mídia soubesse disso seria o seu fim!
Sua mãe somente aceitou o acordo se Kwan permitisse o filho de conhecê-lo, ou seja, ambos esperaram até que Jaeyong completasse treze anos para, enfim, sumirem da vida de Kwan.
Durante esses treze anos, Flake nunca teve carinho ou afeto por parte do pai, que deixava bem claro o quanto a sua existência era desnecessária para si. Já sua mãe sempre lhe sorriu e cuidou, amou até mesmo quando não conseguia amar a si mesma. A mulher aceitava o filho em todos os sentidos, desde a sua sexualidade até o seu modo introvertido de ser. Já Kwan nunca nem suspeitou do apreço que Jaeyong tinha por outros garotos, afinal era de família tradicionalíssima, e se suspeitasse de tal coisa odiaria o filho ainda mais.
Mesmo depois de saírem do país e deixarem suas origens para trás, Jaeyong e Sook nunca esqueceram os costumes de sua cultura, deixando-os vivos em suas vidas! Flake, mesmo com todo o desprezo que sofria do pai, jamais o odiou, aliás, dava-te carinho e lhe sorria mesmo não sendo retribuído. Em sua despedida proferiu um belo "Saranghae, Appa" (Eu te amo, papai) seguido de um beijo da bochecha do mais velho. A figura paterna nunca lhe fez falta, pois sua mãe se encarregava bem sozinha de ambos os papéis.


Poder :::
Criocinese, ou seja, controle e manipulação de gelo.
Flake é capaz de criar e moldar gelo, neve, flocos, brisas gélidas e afins como bem desejar e com a intensidade que lhe convém - desde simples geadas até nevascas bruscas e fractais afiados e velozes capazes de matar num único golpe.
Consegue congelar qualquer coisa em questão de segundos, além de criar armas de gelo quase indestrutíveis, como: Katanas, espadas, punhais, escudos, arco e flechas e etc. É capaz de concentrar fortes geadas em campos temporais na palma de sua mão e, quando lançados em algo ou alguém em específico, congela tal completa e absolutamente até que se desfaça em gelo triturado.


Como descobriu os poderes? :::
Seu poder foi manifestado pela emoção. Em uma noite, após voltar da escola poucos dias após completar dezessete anos, Jaeyong fora abordado por uma "gangue" de seu colégio que sempre implicava consigo e com os seus colegas. O grupo consistia em seis garotos armados de pedaços de madeira e ferro que o cercaram com sorrisos sádicos. Não demorou para que começassem a agredi-lo xingando-o de "veadinho" e afins. Em meio a dor e ao desespero, enquanto jazia encolhido no chão, Flake impulsionou uma forte frente fria que congelou o chão ao seu redor e reduziu os valentões a simples montes de neve fofinha. O garoto ficou extremamente assustado com o ocorrido e correu para a casa com dificuldade devido aos ferimentos.
Trancou-se em seu quarto e começou a pensar sobre a situação. Tentou repetir o feito, assim explorando seus poderes aos poucos, descobrindo-se por completo a cada dia mais. Até hoje culpa-se pela vida dos meninos, mesmo estes sendo extremamente cruéis... Nunca se sentiu no direito de tirar a vida de ninguém, e se sente mal com isso por tê-lo feito com a gangue.


Qual foi sua reação ao descobrir que é um mutante? :::
Demorou um pouco para processar tudo. Nunca ousou comunicar a mãe sobre isso, justamente por não ter completa noção das proporções das coisas. Aos poucos passou a admirar e amar seu dom, vendo como era maravilhoso, apesar de mortal também, o que o fez empenhar-se para controlá-lo bem, conseguindo com êxito, embora às vezes descontrole-se um pouco ao ser atingido por emoções fortes.


Gostos :::
- Livros
- Café
- Doces
- Frutas
- Amigos
- Família
- Carinho
- Afeto
- Segurança
- Justiça
- Paz
- Ajuda
- Frio
- Neve
- Gelo
- Ventos fortes
- Comidas quentes
- Pinheiros
- Cheiro de livro novo


Desgostos :::
- Violência
- Conflito
- Crueldade
- Preconceito (em todas as suas formas)
- Julgamento
- Desrespeito
- Picles
- Calor
- Verduras
- Desorganização
- Tristeza alheia
- Injustiça
- Trovões


Manias :::
- Morder e chupar o lábio inferior
- Apertar as próprias coxas
- Fungar
- Chamar os homens mais velhos que si de Hyung (termo coreano atribuído por homens para se referir à homens mais velhos), e chamar as mulheres mais velhas que si de Noona (termo coreano atribuído por homens para se referir à mulheres mais velhas)
- Chamar aqueles que são mais novos que si de Dongsaeng (termo coreano atribuído para se referir à pessoas mais novas)
- Piscar de canto
- Arrumar tudo que pode (TOC)
- Estar sempre lendo algum livro
- Exclamar um "Aigoo!" quando está envergonhado, embaraçado ou muito feliz
- Soltar um "Aish!" áspero quando está impaciente

Medos/Fobias :::
- Astrofobia (medo de trovões)
- Medo de elevadores (não é claustrofobia, apenas medo de elevadores em específico)
- Medo de altura


Quer par? :::
(X) Sim.
( ) Não


Relação com o par :::
É sempre carinhoso e caloroso, receptivo à carícias, por vezes dando início à elas. Confia por completo em seu parceiro e lhe dá total liberdade, porém sempre com aquele ciuminho saudável, nada doentio ou extremamente radical. Faz de tudo para ver o par sorrir e gosta da sua companhia, sempre pronto para ajudá-lo e lhe dar apoio com o que quer que seja. Diz um "Saranghae" (Eu te amo) sempre que pode e sorri logo em seguida exibindo seu Eyesmile. Cuida do seu amado com afinco e maciez. Odeia mentiras e falsidades no relacionamento e gosta de tentar coisas novas, seja na relação ou até mesmo na cama, sendo o bom e verdadeiro Uke.


Relação com os outros membros da equipe :::
Se relaciona bem com a maioria, sempre sorridente, alegre e prestativo com todos, além que aquecê-los com o seu carinho. Ajuda no que pode e até não pode, certificando-se sempre com relação ao bem estar de todos. Quando algo não está certo é o primeiro a tomar uma atitude e tentar colocar as coisas nos eixos, além de incentivar a turma e lhes alegrar com piadas e encorajamentos.


O que faria em uma situação perigosa? :::
Colocaria seu lado racional em alerta e deixaria o emocional de suporte fundamental. Olharia ao redor vendo se alguém precisa de seu auxílio antes de focar-se em si e no que fazer para se salvar, de preferência levando todos consigo para se safarem do aperto. Concentrando e focado sempre, agiria com agilidade e estratégia, atingindo os pontos fracos do oponente para destacar os pontos fortes de si e, assim, conseguir êxito.


Sabe que, a partir do momento em que enviar esta ficha, seu personagem me pertence e eu posso fazer o que quiser com ele? :::
Certamente.


Algo mais? :::
Não.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...