~ChickenPoop

ChickenPoop
Rainha da camuflagem
Nome: Gabriela
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 26 de Fevereiro
Idade: 12
Cadastro:

Aaron Gilligan


Postado

Aaron Gilligan

[spoiler]
♤Nome e sobrenome: Aaron Gilligan

♤Apelido: ×

♤Idade: 24

♤Vai querer par? Sim

♤Gênero: masculino

♤Sexualidade: heterossexual

♤Aparência:




Cabelos castanhos, mais curtos dos lados e maior em cima. Olhos azuis, quanto mais perto da pupila mais claros. Sombrancelhas finas e castanhas como seus cabelos. Lábios rosados. Algumas pintas pelo rosto.



(Só leve em conta o peitoral, não o rosto)

Magro e um pouco definido. Mais ou menos 1,88m de altura.

♤Nome real da aparência: Jake Cooper

♤Personalidade: Observador, sempre foi muito quieto, mesmo quando está mais próximo da pessoa, nunca deixa de ser observador e um cara de poucas palavras. Tem dificuldade em confiar nas pessoas, por isso nunca teve muitos amigos, além de não ser bom de puxar assunto, claro. Quando ele abre a boca para falar algo, ou é para chamar alguém de burro ou para fazer comentários sarcásticos. Mesmo parecendo um garoto burro e mimado (pelo menos é isso que eu esperaria ao conversar com um garoto desses) ele na verdade é bem inteligente, e nunca foi mimado. As vezes muito duro ou frio quando está nervoso. Quando está com raiva estrapola nas palavras e acaba gritando. Tem um orgulho maior que o jatinho do John Travolta, por isso sempre pensa que consegue fazer as coisas sozinho, bem difícil de admitir para si mesmo que está errado. Sempre foi muito cético, o tipo de pessoa que si acredita vendo. Não é de sentir pena das pessoas, acredita que todos merecem o que tem. Sempre preferiu cachorros a pessoas, mas nunca teve um por falta de tempo para cuidar do animal. Realista, nunca vai deixar de ser, mesmo que tente não consegue ser otimista, ele sabe que fim algo pode ter. Não é de chorar, pode até saber que é um bom jeito de expressar seus sentimentos, mas ele não gosta de chorar.

♤Defeitos: Dificuldade para confiar nas pessoas. Muito seco com certas pessoas. É muito orgulhoso.

♤Qualidades: Observador, pode ajudar muito em um apocalipse. Conhece bem o comportamento humano, então consegue distinguir quando alguém está mentindo, o que também faz dele um bom mentiroso.

♤História: Aaron nunca foi de falar muito, mas era sociável, tinha uma timidez fofa, sabe aquele tipo de garotinho que se agarra a perna da mãe quando está com vergonha. Ele foi assim até seus 7 anos. Sua mãe desconfiava que seu pai a estava traindo e conversava sempre com o filho, por falta de ter com quem desabafar. E Aaron sempre conversava com seu pai sobre o que a mãe dizia a ele, seu pai sempre prometeu a ele que não estava e nunca trairia sua mãe. Aaron confiou nele, dizia todas as noites quando ela ia dar um beijo de boa noite nele que era para confiar no "papai". Algumas semanas depois de seu aniversário de 9 anos, ele chegou mais cedo da escola, ele só queria contar para seu pai que o valentão da sua sala tinha o empurrado de novo contra os armários quando o viu seminu com outra mulher no quarto em que ele dormia todas as noites ao lado de sua esposa, que naquele momento estava no supermercado, comprando comida para alimentar seu marido "fiel" e seu filho. A partir desse dia começou a se fechar, seu pai simplesmente sumiu de casa após a briga feia que teve entre Mike(seu pai) e sua mãe. Depois de seu pai ter acabado com a confiança que tinha ele não conseguia confiar em outra pessoa sem pensar que seria traído como sua mãe e ele foram. As situações em casa foram de mal a pior, seu pai tinha sumido e não tinha mais como eles sobreviverem sem emprego, sua mãe começou a trabalhar como garçonete em dois turnos, então ele ficava mais sozinho ainda e sofria mais ainda por causa do outro emprego da sua mãe. Resumindo: ele era o odiado da turma, já tinha se acostumado com isso. Sua mãe estava muito ocupada com os empregos para o ouvir, então ele foi se fechando cada vez mais. Quando estava no ensino médio deu seu primeiro beijo
(ele não é virgem, demorou para perde-la, mas não é virgem), muito tarde eu sei, mas ele não teve muitas chances antes. Sua mãe já tinha outro emprego, um pouco melhor, pelo menos não envolvia vestidos curtos e boates. Nessa época seu pai voltou para a cidade com uma namorada, na verdade, só tinha voltado para assinar oficialmente os papéis de divórcio, para poder se casar com sua nova namorada. Seu pai tentou conversar com o filho, mas ele fugia cada vez mais. Pelos anos seguintes seu pai tentou outras vezes, até seu filho começar seu bacharelado, que foi quando ele se mudou para o próprio apartamento. No ano seguinte sua mãe se casou com um colega de trabalho, Aaron fez vários interrogatórios a Joe, mas o aceitou em sua família. No ano seguinte o ataque zumbie aconteceu.

♤Como reagiu quando percebeu que os zumbis tomaram a cidade? Ficou surpreso, estava pegando seu jornal e levando suas roupas sujas para a lavanderia do prédio,  quando viu seu vizinho um pouco... morto. Ele saiu de mansinho da lavanderia e correu até seu apartamento.

♤Família: Muito próximo da mãe, que já fez de tudo por seu filho. Eles têm uma boa relação, sua mãe só acha que o garoto tem que ser um pouco mais aberto. Ao contrário do filho, Nora é bem animada e aberta. Sua mãe tenta ser o mais atual possível. Sempre com um corte de cabelo moderno e roupas bonitas, bem amorosa e protetora.
Joe é seu padrasto, se casou a sua mãe a pouco tempo, Aaron não o conhece muito bem, mas não deixa de confiar nele, por causa de sua mãe.
Mike, ou Michael (como Aaron o chama) é o pai biológico de Aaron. Bem, ele não o considera como um pai, por causa do que fez sua mãe passar. Não são nem um pouco chegados. Mike até já tentou, mas Aaron sempre tentava se afastar. Como as milhares de vezes em que ele furou com Mike em cafeterias e restaurantes.

♤Alguém muito importante: Sua mãe, que o criou sozinho. Que fez de tudo para dar do bom e do melhor ao filho, até recorreu a boates onde dançava para homens.

♤Profissão ou nível de escolaridade: tinha terminado o bacharelado três anos antes. Nesse ano estava começando o terceiro trimestre de psicologia. Trabalhava em uma cafeteira conhecida por toda a cidade, ganhava um bom dinheiro que usava para pagar seu aluguel e algumas despesas que sua bolsa de estudos não paga.

♤Habilidades: Bom com primeiros socorros (ser escoteiro as vezes vale a pena). Tem força nos braços por causa da natação que fez na piscina comunitária da cidade. Ótimo equilíbrio e também boa pontaria. Não usa muito carro por ter tudo que precisa perto, mas tem carteira de motorista.

♤Gosta: Gosta de trabalhar sozinho, se sente mais a vontade. Gosta de músicas antigas, sempre preso a os Beatles e aos Turtles. Parece coisa de velho, mas ele tem uma coleção de livros de cruzadas, adora passar seu tempo fazendo cruzadas. Viciado em café expresso, esse vício começou junto com o bacharelado. Gosta também de dias frios e nublados. Natação, o único esporte que gosta. Adora cachorros, além de não falarem, são fiéis aos seus donos.

♤Não gosta: Não gosta de bebidas geladas, a não ser algumas cervejas que já dividiu com seu vizinho recém "zumbizado". Odeia dias quentes, a sensação de estar suando pra ele é horrível. Também não gosta de dias de chuva e de neve. Pessoas que falam de mais ou são muito animadas, não consegue aguentar seu humor por mais de minutos. Não gosta de crianças, parecem macacos viciados em chocolate. Cozinhar, odeia fazer qualquer coisa que não seja leite com cereais na cozinha.

♤Como se relaciona com:

▪Rebecca: Não tem nada contra seu trabalho, mas acha estranho ela não se importar com pessoas a ponto de atropelar sua vizinha. Não que ele também não queira algumas pessoas mortas, mas não faria isso, preferiria ver elas sendo devoradas. E além disso não sabe se ela está ou não mentindo sobre a sua história, pode ser uma boa mentirosa.

▪Os outros sobreviventes: Não vai confiar neles direto, sabe que nessas situações de sobrevivência eles podem sempre enlouquecer.

▪Os zumbis: vai se sentir muito mal se tiver que matar ou ver alguém matando umas das poucas pessoas que ama no mundo. Com certeza vai acabar vomitando.

▪Amigos: continua sendo mais observador e quieto, ainda não vai confiar o suficiente em você, mas vai tentar te dar conselhos, talvez não sejam os melhores, ele não é muito bom com isso.

▪Par: Parabéns, se conseguiu chegar aqui e porque ele confia muito e te ama, ou está te manipulando, mas isso seria difícil de acontecer. Vai tentar demonstrar seus sentimentos, mesmo que fale as coisas erradas as vezes, também não aceita muito coisas amorosas como abraços e andar de mãos dadas, mas vai tentar conviver com eles. Arriscaria a própria vida por ela. Se você comentar sobre um garoto com ele, o mesmo vai dizer que não liga, pode até ignorar por um tempo, mas vai ter sempre a hora em que ele vai acabar explodindo.

▪Família: A protege, nunca deixaria nada acontecer com nenhuma pessoa de sua familia. Se perdesse algum membro de sua família não conseguiria segurar  o choro, mesmo que tentasse.

▪Inimigos: Os deixaria sendo comidos por mortos vivos, não gostaria de sujar suas mãos com um sangue tão... artificial.

♤Arma: (foto, descrição e como usa)

Taco de baseball:


Taco de baseball de aluminio.
Bateu na cabeça do vizinho com ele, o vizinho pareceu cair morto. Depois disso saiu correndo do prédio com uma mochila com água e alguns nachos.

♤O que acha do manual da Rebecca? Uma idiotice, um manual não vai controlar o medo dela, nem mesmo protege-la de um apocalipse zombie.

♤Responda de 0% a 100%

▪Medo dos zumbis: 45%

▪Nível de maldade: 50%

▪Matar um amigo: 15%

▪Ser manipulado: 10%

▪Não se dar bem com Rebecca: 50%

▪Querer ser líder do grupo: 0%

▪Deixar os parceiros para trás: 35%

▪Resistência a dor: 50%

▪Resistência ao cansaço: 85%

▪Resistência a remédios, vacinas ou qualquer coisa do tipo: 70%

▪Inteligência: 95%

▪Cenas de sexo: 50%

♤Roupas:

▪Que estava usando quando tudo começou:



▪Que vai usar depois:

♤Algo mais?nada


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...