~ChickenPoop

ChickenPoop
Rainha da camuflagem
Nome: Gabriela
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 26 de Fevereiro
Idade: 12
Cadastro:

Thomas Holloway - Harrow Boarding School


Postado

Thomas Holloway - Harrow Boarding School

■ Nome Completo:
Thomas “Tom” “Tommy” Holloway

■ Idade:
17

■ Data de Nascimento:
22/11/1999

■ Aparência:
Thomas é um rapaz alto e jovem possui madeixas curtas e castanha escuras sempre bagunçadas, olhos castanho claros, seu sorriso é o que chama mais atenção seus lábios são rosados e finos e dentes perfeitos e brancos.
Corpo pouco definido mas tem alguns músculos, alto tendo seus 1,80 de altura.







■ Personalidade:
Esconde um coração caloroso debaixo de um exterior desagradável, mas geralmente só se abre para pessoas em quem confie e estime profundamente. Mesmo assim, pode ter dificuldade de se abrir plenamente, principalmente porque é extremamente realista e as ironias da vida são visíveis demais para ele.
Pode correr risco quando sua natureza inquieta o põe em conflito com as autoridades. Têm uma maneira de pensar própria e não tolera que os outros, principalmente alguém que não o conhece, digam o que deve fazer.
Ao colocar seus argumentos, pode ser bastante irônico, astuto e extremamente engraçado. No entanto, seu humor não se destina a todos, pois é excêntrico, sarcástico e até macabro.
Geralmente é sincero em suas opiniões e raramente deixa dúvida quanto ao seu posicionamento sobre algum assunto. No entanto, geralmente impressiona os outros mais pela sua reserva e habilidade em apresentar observações concisas e precisas. Corre o risco de ser brusco e ácido demais em suas observações. Por isso, pode despertar antagonismo entre aqueles que não o conhece bem e entendem suas palavras literal ou pessoalmente demais. Muitas vezes, Thomas não percebe bem como seus comentários podem ser devastadores para pessoas sensíveis ou suscetíveis. Às vezes, pode ser acusados de ser bastante cruel tanto em palavras quanto em ações.
Poucas vezes, Thomas pode ter um sorriso nos lábios e um brilho nos olhos. Nada lhe agrada mais do que divertir-se e ser divertido, mesmo assim, é difícil fazer o garoto soltar uma risada. O ímpeto humorístico, muitas vezes seco e sarcástico, é evidente e é mais provável que os outros sejam o alvo de suas brincadeiras em vez de ele mesmo ser. De fato, Thomas é bastante suscetível quando os outros riem dele e, em relação ao humor, demonstra ter um padrão duplo de comportamento.
A extrema sensibilidade de Thomas, muitas vezes, mascarada ou protegida tanto por um exterior ameaçador. O disfarce pode esconder a sua verdadeira natureza, já que é hábil em usar a perspicácia, o distanciamento ou a agressividade para desviar a atenção do seu verdadeiro eu. Só as pessoas muito íntimas talvez possam ver sua vulnerabilidade emocional.

■ Historia:
Viveu a vida inteira dentro de uma mansão, onde vivia com a sua família tão conhecida e prestigiada, mas ele sempre se sentiu deslocado no meio da família, nunca gostou dos milhares de brinquedos que ganhava, preferia sentar junto de seu avô, Caleb, e ouvir todas as suas histórias das viagens pelo mundo inteiro que fez. O mais incrível eram as imagens de todos os lugares que ele trazia, isso fez com que Thomas também gostasse de fotografia, e também planejasse suas próprias viagens ao mundo. Quando seu avô não estava em casa ele tentava ficar o máximo de tempo longe de sua família, ficava muito irritado quando tinha que lidar com os pais, chegando a quebrar brinquedos e a... morder pessoas, mas ele era pequeno, quem poderia entender.
Quando Thomas tinha 13 anos, seu avô contraiu a doença de Alzheimer, alguns anos depois morrendo sem se lembrar do nome do neto, e mesmo que tivesse deixado seu mini museu do cinema (tem um Delorean direto dos cinemas entre a coleção), Thomas preferia ter ficado com um livro cheio das histórias de seu avô. A partir desse dia Thomas começou a guardar mais raiva dentro de si, ainda mais sem seu avô para segurar a onda, o que deu em muitos problemas, e vários convites para o garoto se retirar de escolas de prestígio (porque ninguém gostaria de expulsar um Holloway, acredite). Mas tudo virou de cabeça pra baixo quando, no aniversário do seu avô, alguém resolveu irritar ele. Ele pode ter sido expulso e quebrado o punho, mas saber que o garoto que teve a coragem de incomodar ele nunca mais vai conseguir falar direito, o deixou bem satisfeito. E depois dessa, o pai o colocou no internato, dizendo que se ele desrespeitasse a ele ou a o nome da família novamente, era “Tchau, tchau” faculdade de jornalismo.

■ Família:


¤ Nome:
Caleb Holloway
¤ Idade:
89 / morto
¤ Profissão:
Geólogo e arqueólogo
¤ Relação:
Os dois sempre tiveram uma relação ótima. Caleb, avô paterno de Thomas, poderia ser considerado o pai. O pai de Thomas nunca achou uma boa ideia da amizade de seu pai com Thomas, porque sabia que o avô só estava alimentando a imaginação do garoto. Preferia que o filho fizesse administração ou direito, mas seu pai estava enchendo a cabeça do garoto de ideias. Nunca conseguiu separar os dois, de qualquer jeito.


¤ Nome:
Edward Holloway
¤ Idade:
45 / vivo
¤ Profissão:
Diretor financeiro
¤ Relação:
Nunca se deu bem com o filho, que ele acreditava estar corrupto com as histórias do pai. Depois que seu pai morreu achou que seu filho iria cair na real e seguir a carreira do pai, que nem seu irmão, mas ele só ficou mais recluso. O que acabou em uma relação cheia de brigas e cutucadas.


¤ Nome:
Melissa Holloway
¤ Idade:
41
¤ Profissão:
Socialite
¤ Relação:
Ela não tem orgulho do filho, sinceramente, se pudesse, voltaria no tempo e não teria criado Thomas. A cada dia ele destrói mais a sua imagem e seu legado. Os problemas de raiva do garoto compulsivo, que ela é obrigada a chamar de filho, a estão dando cabelos brancos. Ela quem deu a ideia só internato.


¤ Nome:
James “Jamie” Holloway
¤ Idade:
25
¤ Profissão:
Advogado
¤ Relação:
Nunca se falaram muito, mas também nunca chegaram a ser aqueles irmãos que brigam. Quando estavam a fim os dois conseguiam fazer algo legal. Os dois até tinham uma relação boa, até James desistir de ser biólogo marinho para atender os desejos do pai.

■ Gostos:
Ouvir música, ele também toca piano e violão, mas prefere muito mais ouvir do que tocar. Dias quentes, nunca gostou dos invernos e do frio. As vezes ele entra escondido na adega do pai e toma alguns vinhos que são mais velhos que ele, ele adora sentir o álcool descendo pela garganta. Ele se sente bem sozinho, sempre andou sozinho e nunca se sentiu verdadeiramente só. Ele tem uma pequena coleção de câmeras, incluindo uma polaroid que foi um presente de seu avô, que ele quase nunca usa por medo de a perder ou quebrar.
Gosta também de filmes e séries, a maioria de suspense e terror, algo fora disso só comédia, o resto parece muito cansativo para ele. Gosta de história, aprender sobre o passado pra ele, é melhor do que encarar sua situação presente. Adora animais, principalmente cachorros, por serem leais e não falarem como as pessoas. Fast food é algo que ele come até não aguentar mais, Mc Donald's, Pizza Hut, entre outros lugares é de onde sai a maioria das comidas que ele ingere. Café virou seu grande parceiro depois que sua insônia começou, antes ele só tomava para disfarçar a ressaca que tinha quando passava a noite na adega do pai, mas a partir do ensino médio ele começou a tomar como água.

■ Desgostos:
Garotas das escolas em que está acostumado a frequentar, com aquelas roupas caras e de marca, sempre oprimindo os outros e se achando a rainha do mundo, sempre teve nojo. Qualquer coisa que envolva um lápis, seja escrita ou desenho, ele é horrível com palavras e o máximo que consegue desenhar são bonecos palito (talvez seja por isso que gosta de fotografia, é mais fácil que desenhar e ele é bom com a câmera). Odeia quando seu pai ou qualquer um fala mal de seu avô, o que acontece muito já que mesmo ele tendo sido bem sucedido muitos diziam que ele vivia no mundo da lua e que se não fosse a sorte todos estariam na rua agora. Ele não gosta de esportes em geral, nunca gostou de jogar lacrosse nem qualquer coisa desse tipo, mas sempre gostou de atletismo, correr na verdade, ele colocava alguma música do Bring Me The Horizon, bem alto, e se deixava levar, as vezes correndo por horas seguidas sem perceber. Ele não gosta de dormir, ele se sente vulnerável, e desde que começou o ensino médio tem passado muitas noites em claro, não fazendo trabalhos e sim com insônia, com mil pensamentos na cabeça.

■ Classe Social:

(•)Rico
()Classe Media Alta
() Classe Media
() Pobre (Pobres a

■ É bolsista? Se sim, por que ganhou a bolsa?:
Não é bolsista.

■ Grupo Social:
() Queen's
() Popular
() Normal
(•) Excluído

■ Coisas Extras:

(•) Jornal da escola
() Lacrosse
() Rúgbi
() Líder de Torcida
() Musica
() Canto
(•) Carpintaria
() Artes
() Tecnologia
() Natação
() Dança
() Teatro
() Debates


■ Media das Notas:

() Altas ou as Melhores
(•) Mais ou Menos
() Ruins
() Péssimas


■ Qual o número do quarto?:
345

■ Defina o estilo de roupas de seu personagem:
Ele não é muito dessas coisas de estilo, ou todo esse bla bla bla. Sempre vestiu o que desse na telha. Na maioria das vezes uma calça jeans e uma camiseta.




■ Ele gosta ou não do internato?:
Acho que existe um meio termo, já que ele odeia qualquer escola que tenha a ver com a burguesia, mas o fato de ter o jornal da escola melhora bastante.

■ Algo mais?
Ele precisa de óculos para leitura, mas o usa quando vai assistir a filmes, já que nunca lê.


Harrow Boarding School


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...