~Garota_Da_Net

Garota_Da_Net
Garota Da Net (GDN)
Nome: Alycia Black White
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

Minha teoria sobre Five Nights At Freddy's


Postado

Hello Galerinha do Spirit

Hoje trago para vocês uma teoria sobre Five Nights At Freddy's.
Para quem não sabe, ou já ouviu falar e nunca jogou eu vou dar um resumo disso antes de começar a minha teoria.
Five Nights At Freddy's é um jogo de terror onde você é um segurança de uma pizzaria que está começando seu trabalho, seu objetivo é cuidar das câmeras de segurança e não deixar que os animatronics te matem, que animatronics? Bom os animatronics são Chica a pata, Bonnie o coelho, Foxy a raposa e Freddy o urso, ai você pergunta “Ally, porque eles querem me matar” pois afinal até eu já me perguntei isso ai eu li uma noticia na internet que é bem parecida com Five Nights At Freddy's, então para sabermos sobre Five Nights At Freddy's precisamos saber sobre os Assassinatos na Chuk E. Cheese.
Para começar:
Chuck E. Cheese's é uma cadeia de restaurantes destinada ao público infantil, cujo lema é "Onde Pais Legais Levam Seus Filhos". Fundada em 1977 por Nolan Bushnell, foi uma das pioneiras no uso de animatronics de animais para divertir as crianças. A pizza do local, os árcades e os animatronics que cantavam e interagiam entre si em seu pequeno teatro atraíram muitas crianças para a franquia, que teve seu auge nos anos 80. E também acabou atraindo mais tragédias do que provavelmente se esperava, mas quando foram deixados de lado os árcades, caiu o numero de visitantes a pizzaria.
Só por esse ponto já vemos uma história parecida com a de Five Nights At Freddy's, pelo fato de se poder encontrar pistas de que a pizzaria estava ´quase indo a falência, e pelo fato dos animatronics.

O massacre de Aurora


O dia era 14 de dezembro de 1993. A cidade era Aurora, Colorado. O Chuck E. Cheese's local acabara de fechar após uma festa de aniversário, já eram dez da noite. Somente cinco pessoas ainda estavam no prédio.
Margaret Kohlberg, a gerente de 55 anos, estava na fundo do restaurante, em seu escritório, verificando recibos. Como a festa de aniversário daquele dia acabara tarde, só agora ela estava tendo tempo de contar as vendas do dia, enquanto esperava seus jovens empregados adolescentes terminarem seus afazeres para poderem fechar o lugar.
Sylvia Crowell, de 19 anos, limpava o bar das saladas no salão de festas. Ela trabalhava no turno da noite da lanchonete com sua melhor amiga, Carole Richins, que se despedira dela e saíra há pouco. Ela estava especialmente feliz naquele dia, fora ao shopping com a amiga mais cedo. As duas se adoravam como irmãs e sempre se divertiam juntas.
Ben Grant, 18, e Colleen O' Connor, 17, também estavam no salão. Ben usava um aspirador de pó para sugar os restos de pizza no chão, e Colleen o ajudava na limpeza, mas estava distraída. Ela acabara de descobrir que ia ganhar um carro de presente de seus pais.
Na cozinha, Bobby Stevens lavava a louça. Nem era seu turno, ele estava fazendo hora extra. Com um bebê de 7 meses para cuidar em casa, ele precisava de mais dinheiro entrando, e pra isso precisava trabalhar mais.
E tudo teria transcorrido como todas as noites, não fosse um "pequeno" detalhe.
Não eram 5 pessoas no restaurante, eram 6.
Um garoto de 19 anos estava escondido no banheiro. Seu nome era Nathan Dunlap e ele era um ex-funcionário do Chuck E. Cheese's, demitido no mês anterior.
Sylvia nem percebeu quando o intruso se aproximou dela. Silenciosamente, ele ergueu a pistola semiautomática calibre 35 à altura de sua orelha esquerda.
Assim que a garota caiu morta, Dunlap prosseguiu rapidamente até onde estava Ben.
A bala entrou perto do olho de Ben e se alojou em seu cérebro enquanto ele caía sem vida.
Colleen o viu chegando. Um garoto com uma arma e um meio-sorriso no rosto. Não havia saída.
Ela se ajoelhou, as lágrimas correndo pelo rosto, e colocou as mãos para o alto. O revólver estava a 10 centímetros de sua cabeça.
"Por favor... não atire..." ela chorava em desespero. "Eu não vou dizer nada..."
"Eu tenho que fazer isso" foi tudo o que Colleen ouviu antes de Dunlap puxar o gatilho.
Bobby ouvira os ruídos de dentro da cozinha. Imaginou que fossem Sylvia e Colleen estourando balões. Elas faziam isso às vezes. Mas ele mal teve tempo de pensar antes de um garoto entrar na cozinha.
Um garoto que não era uma criança, mas também não era um adulto ainda. Ele sorria.
Bobby começou a dizer "Olá", mas uma bala perfurando sua mandíbula o jogou no chão antes que ele pudesse terminar a palavra.
Margaret ainda não havia terminado de verificar os recibos daquele dia quando ouviu uma voz mandar que ela abrisse o cofre em seu escritório. Virou-se para ver um garoto com uma arma em mãos. Ela fez o que ele disse, e abriu o cofre. "Obrigado", foi o que ela pôde ouvir antes de ser baleada na orelha.
Dunlap pegou a bolsa de Margaret e a encheu com fichas de videogame, chaves, cartões e 1591 dólares.
Por fim ele saiu. Antes disso, atirou na outra orelha de Margaret. Só para ter certeza.
Então com toda essa história podemos assimilar algo bem parecido com a historia de Five Nights At Freddy's pois já que tem pessoas que dizem que em Five Nights At Freddy's 5 pessoas foram mortas mas ai fica a duvida para pessoas que não jogam Five Nights At Freddy's “ Porque existe 4 animatronics se foram 5 pessoas assassinadas?”,bem meu caro amigo(a), existe um 5 animatronic, que é bem parecido com o Freddy, mas seu pelo é dourado e ele não tem olhos e é muito mais “estragado” do que os outros, os jogadores o deram o neme de Golden Freddy, então surge outra pergunta “Hávia alguém que fosse especial para ser relacionado com Golden Freddy?”, não, mas ouve alguém que não morreu, Bobby Stevens, após ele ter sido baleado na mandíbula, Bobby se fingiu de morto e aguardou até que Dunlap fosse embora, sem falar que em Five Nights At Freddy's, há uma câmera que não pode ser acessada que é a da......Cozinha, que pode ser o local onde o Golden Freddy fica, ou seja o mesmo lugar onde Bobby foi "morto".
Sem falar que quando Freddy vem te matar você escuta o som de um ding-dong e é talvez algo que possa te salvar se você ficar parado e não atacar (sei disso porque já testei a técnica) assim como Bobby.
Visto a todos esses esclarecimentos, posso dizer agora o porque de os animatronics quererem nos matar, tudo me levou a crer que, nós matamos eles, nós somos Nathan Dunlap e tudo o que vivemos no jogo é um pesadelo pois nós estamos perturbados com as mortes que causamos e estamos esperando nossa sentença de morte.
Essa foi a minha teoria, espero que tenhem gostado.
Bjs
Garota da Net


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...