~Nordlicht

Nordlicht
Only a human being
Nome: Gih, uma mundana.
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Canoas, Rio Grande do Sul, Brasil
Aniversário: 24 de Maio
Idade: 5
Cadastro:

50 Mortes, 50 Pessoas, 50 Homens E Mulheres


Postado

Bem... Acabei de receber a notícia que mataram 50 pessoas em uma boate gay em Orlando.
Pois é, uma boate gay.
E é hoje e aqui, que eu vou desabafar.


Primeiro: Por que se diferencia uma boate gay de uma boate para héteros? Por que algum gay não pode frequentar em uma boate para héteros, ou algum hétero não pode entrar em uma boate gay? Eu sei, a diferença de uma para outra, é que uma tem gays e a outra não. Mas, espera um pouco, e se eu, heterossexual, quiser entrar em uma boate "gay"? Vou ser considerada gay também? Não que eu ligue para isto mas, por que uma boate gay existe mesmo? Um homem não pode simplesmente, entrar em uma boate "hétero" e ver algum garoto? Uma garota não pode ir em uma boate "hétero" e pegar uma mulher bonita?
Não vai ser o nome de alguma boate, que vai decidir a minha sexualidade.
Eu sei que esse argumento pode não ter sido nada para você, então, espera que tem mais.

Segundo: Por que mataram gays? Por que gays são tão discriminados pela sociedade? Por que, eu gostar de garotas teria alguma diferença? Por que ele não pode sentir prazer em transar com algum homem, e ela não pode beijar alguma garota? O QUE A MINHA SEXUALIDADE VAI FAZER DIFERENÇA NA SUA VIDA?!

Terceiro: Você têm noção que, eu sendo lésbica, bissexual ou heterossexual, que eu gostando de transar com homens ou mulheres, que eu beijando um garoto ou uma garota, eu continuo sendo uma pessoa? Eu continuo sendo um ser humano, uma pessoa que vive na Terra, que estuda, que pretende ter filhos, casar, viajar e viver?

Quarto: Por que isto virou uma notícia tão comentada? "Ah, foram 50 mortos..." Okay, mas porque estão falando "50 mortos em uma boate gay"?
Aposto que algumas pessoas só compartilham isto, por ser uma boate "gay". Por que só se tornou famosa, por ter sido em uma boate gay?

Quinto: Por que homens são insultados sendo chamados de "viado", "bichinha" ou "feminista"? Vou aproveitar o contexto, e pedir desculpas ao Gabi e ao Cauê... Sei que são héteros, e se tiverem entendido mal, alguma vez que shippei vocês, me desculpa.
Sendo gay ou não, pra mim, não significa nada demais.

Sexto: O que eu mais acho injusto também, é quando uma pessoa esconde sua sexualidade por achar que seus amigos não vão aceitá-la. Sabe, faz mais de um mês, que a minha melhor amiga chegou em mim e disse "Não sei o que você vai achar mas, não posso mentir para você. Se quiser acabar a amizade, tudo bem, só que... Eu sou bissexual." Eu a encarei, pensando que fosse brincadeira, que a qualquer momento ela iria soltar uma gargalhada escandalosa e eu riria junto. Não era brincadeira, e quando percebi isto, encarei seus olhos, encostei minhas mãos nas suas, e falei "Sua sexualidade não vai mudar em nada a nossa amizade. Se você achou que fosse se livrar de mim seria tão fácil, está bem enganada." Nós sorrimos, e nada mudou.

Resumindo este jornal: A sociedade consegue surpreender-me cada vez mais.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...