~jabberjay

jabberjay
.secønd;
Nome: .reserve acc¡
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 31 de Janeiro
Idade: 5
Cadastro:

[FALLEN ANGELS]


Postado



welcome t;;o 'earth.


ANGEL;


+ I N F O


— nome usado no céu;
( + ) Dikaiostheia; junção das palavras "justiça" e "verdade" em grego, ambas virtudes muito valorizadas por ela.
(디가요스테야)

— personalidade;
Apesar de misteriosa, podemos dizer que é bastante calma e procura sempre buscar o lado mais justo e lógico, independente da situação. Dona de uma paciência legendária, é muito difícil vê-la irritada, exceto com alguns tópicos, é claro.
É o tipo de pessoa que pode ser vista como um porto seguro: dá os melhores conselhos que alguém poderia pedir, e seus amigos se consideram privilegiados por conta disso.
Geralmente muito observadora, pode-se considerar isso um ponto positivo, pois consegue reparar em diversas coisas que muitos deixam passar despercebido, por exemplo, se alguém está tendo um mal momento, ela é a primeira a notar e a tentar ajudar.
Se orgulha muito de seu traço altruísta, que lhe permite sacrificar diversas coisas que preza apenas para ver um sorriso no rosto daqueles que ama, isso coincide bastante com sua personalidade protetora, que não mede esforços para defender seus entes queridos de quem quer que seja e ajudar qualquer um que precisar.
Quando precisa ser mais severa, faz isso com muita classe e elegância, sem nunca perder a compostura ou levantar a voz, mas também sabe admitir e aceitar seus erros.
Entretanto, é um alguém muito inseguro, e odeia isso em si, portanto, procura ao máximo esconder essa característica com sorrisos e risadas. O que mais alimenta esse traço é o pensamento de que, talvez, ela não seja suficiente.

— classificação;
Serafim

— historia;
Desde que se lembra, Dikaiostheia foi alguém de personalidade semelhante à que tem hoje, o que lhe proporcionou, mesmo que ela não desejasse, uma rotina bastante pacata, algo que a frustrava bastante.
Desde que "nasceu", por assim dizer, foi ensinada por outros anjos serafins que deveria ser alguém bastante esforçada para ajudar a manter a boa imagem de sua espécie, e foi o que fez: passou grande parte de sua "vida" aprendendo tudo o que podia sobre os Céus e as outras espécies de anjos, principalmente, os Arcanjos, uma vez que admirava muito sua coragem e bravura. Em alguns momentos, até mesmo pensava como seria a sensação de pertencer à essa categoria. Até que um dia, um grande Serafim, conhecido por ser um dos mais sábios por lá, conversou com Dikaiostheia, lhe apresentando a verdade sobre os Serafins e convencendo-a de que a espécie também possuía um brilho e importância inegáveis. Após esse dia, Dikaiostheia nunca mais reclamou por ser uma serafim ou quis mudar de função. Ela aceitou que cada anjo tem um propósito e que cada um é importante de seu jeito.
Passada a fase de insegurança de Dikaiostheia, a mesma começou a ter uma grande ambição: se tornar uma Serafim que orgulharia os demais e se tornaria um ponto de referência, memorável, como um ícone para todos os anjos e passou a trabalhar duro para isso: estudou muito sobre os tópicos importantes do céu e dominou diversos destes. Isso a causou uma imagem extremamente positiva para os anjos experientes, principalmente os outros Serafins, porém, muitos outros pensavam que isso a tornava chata, entediante e "certinha demais". Todas essas visões preconceituosas fizeram com que ninguém quisesse se aproximar dela, com exceção de duas irmãs Arcanjas chamadas Efty e Isy. As únicas que realmente se deram ao trabalho de conhecer Dikaiostheia, jamais se arrependeram, afinal, entenderam que, além da Serafim careta e estudiosa, havia alguém extremamente gentil, carinhoso e amigável, o que colaborou muito para a amizade das três.
Por conta de Isy ser muito ocupada, Dikaiostheia passava mais tempo com Efty, o que fez com que as duas estabelecessem uma conexão e uma cumplicidade maior, mas ambas as três se davam extremamente bem, eram como irmãs, com laços fortes e invejáveis a qualquer outro anjo, de qualquer outra espécie, e desmistificando o fato de que anjos de espécies diferentes podem não se dar bem.
Entretanto, um dia, as irmãs Isy e Efty desapareceram. Até então não se sabe onde elas estão atualmente, entretanto, há diversos boatos de que elas descumpriram as regras do céu e pecaram mentindo e roubando, dizendo que não sabiam onde estavam as frutas da refeição daquele dia, mesmo sendo as mesmas quem as roubaram. Porém, ainda não se sabe se tudo isso se trata de uma mentira sem fundamento ou se as mesmas realmente fizeram isso. Mesmo assim, Dikaiostheia adoraria reencontra-las e, caso ocorresse, ela as perdoaria, pois acredita que o rancor é a pior coisa que poderíamos guardar para nós mesmos.

— casca + descrição;

Jeon Jiyoon; ex-4Minute
(Annie Park | Park JiSeung)
Annie possui cabelos verdes mais longos na frente que ficam mais curtos conforme rondam sua cabeça, e essa é a maior marca de sua identidade. Possui olhos pequenos e longos de tonalidade castanha que ela costuma destacar com lápis de olho e delineador preto. Seu nariz é fino e não muito arrebitado, e logo em seguida vemos seus lábios, finos e que raramente trazem consigo algum tipo de maquiagem. A garota é bastante encorpada embora alta, cerca de seus 1,68m de altura com seus 43kg, algo um tanto impressionante. A jovem possui dois piercings, um no nariz, o chamado septo e um na orelha, além de algumas tatuagens*. Possui uma cicatriz em seu joelho graças à um tombo de bicicleta quando era jovem.

Mostrar Spoiler: 'tattoos+

Annie possui três tatuagens, a primeira é uma flecha estilizada (××) localizada na parte interna de seu braço esquerdo, próxima ao seu pulso. Ela representa que mesmo a beleza pode ser fatal, uma vez que, a flecha, apesar de mais bonita que a maioria das outras armas, possui uma extremidade pontuda que pode matar. A segunda é um lobo (××) que fica em seu antebraço direito. O lobo, além de ser seu animal favorito, é seu patrono, por isso a homenagem. Sua terceira e mais recente tatuagem é, particularmente a que mais gosta no momento: como feminista, Annie sentiu que precisava ilustrar isso de alguma forma, e assim surgiu sua tatuagem (××) de girl power feita um pouco acima de seu cotovelo direito.


— como encontrou esta casca;
Assim que chegou à Terra, Dikaiostheia não teve muitas opções: precisava encontrar uma casca o mais rápido possível. Portanto, uma vez que caiu ao lado da casa de Annie, a viu como a saída mais fácil e, como precisava ser prática, a utilizou.

— relação com a casca;
Annie e Dikaiostheia parecem ser um perfeito oposto, o que pode gerar alguns desentendimentos, principalmente quando ainda não se conhecem tão bem. Entretanto, conforme o tempo passa a afinidade das duas cresce e elas se tornam amigas mais próximas, sempre se respeitando e ajudando uma à outra.

— gostos + desgostos;
( + ) Harpa | Vegetais | Ambientes Calmos | Paisagens Rurais | Quebra-Cabeças | Histórias de Mistério | Pisca-Piscas de Natal | Cores Neutras | Lagos | Ver o pôr do sol.
( - ) Lugares Barulhentos | Cidade Grande | Poluição | Locais Apertados | Maus Tratos | Pessoas que Duvidam de Sua Palavra | Barulhos Estridentes | Fast-Food | Café | Histórias de Terror

— hábitos + manias;
SKY
( + ) Dormir cedo | Ler antes de dormir | Andar pelo céu quando busca por inspiração | Oferecer comida a todos antes de provar um pedaço sequer | Dormir com as mãos abaixo de sua cabeça | Verificar a hora constantemente | Coçar a garganta antes de falar | Apontar seus lápis até que os grafites dos mesmos fique m extremamente pontudos | Assobiar quando precisa chamar a atenção de alguém

EARTH
( + ) Olhar para os lados quando vai fazer algo que possa ser considerado "divino" | Segurar o braço de alguém quando vê algo que seja novidade à ela | Tossir propositalmente quando sente que vai falar algo que não deve | Assistir televisão enquanto come | Falar muitas gírias quando está próxima a jovens quando tenta se enturmar (foi Annie quem a aconselhou a fazer isso) | Olhar para "seu" cabelo verde quando está distraída | Cantar com a voz de Annie | Assoprar a franjinha de Annie | Conferir se seus sapatos estão devidamente amarrados

— favoritos;
+ gênero musical: música clássica
+ programas de televisão favoritos: qualquer um que tenha como tema a culinária
+ comida: salada

— medos;
+ gatos; apesar de amar todos os animais, acabou desenvolvendo esse medo sem muito fundamento pelos felinos após um deles lhe arranhar. Mesmo assim, ela ainda ama bichinhos e zela pela saúde dos mesmos.
+ palhaços; um medo comum entre grande parte dos humanos, não há uma razão específica para tal, ela apenas não gosta da aparência dos animadores.
+ claustrofobia: para Dikaiostheia, a sensação de ficar trancada em locais pequenos é assustadora e desconfortável. Aconteceu uma vez, quando ela ficou presa em um elevador, e foi suficiente para que isso se tornasse um de seus maiores medos no mundo humano.

+ F A L L E N A N G E L S


— relação com outros anjos;
Apesar de Dikaiostheia ser sempre muito gentil e educada com todos os demais, a fama de que ela é uma pessoa um tanto "entediante" é algo que ainda ocorre, portanto, muitos ainda não têm vontade alguma de socializar com ela. Mesmo assim, sempre que isso acontece, ela prova que estão errados, e que ser responsável não tem relação alguma com ser séria demais.

— relação ao ser escolhido para cuidar dos exilados;
Sinceramente, não foi muito surpreendente para ela, uma vez que era uma das Serafins de melhor reputação na época, mas isso não significa que ela fez pouco caso da notícia: isso a deixou extremamente orgulhosa de si mesma, pois notou que todos os seus esforços valeram à pena.

— o que mais gosta na terra;
A sensação de poder ver tudo de outro ângulo: ver as nuvens onde estava acostumada a morar tão longe, apesar de também ser um tanto assustador, ela acha a visão extremamente bonita e gratificante.

— o que menos gosta na terra;
Sem dúvidas a violência. Se pensarmos em alguém que viveu durante todo o tempo no local mais pacifico do mundo, saber que os humanos podem ser tão agressivos deve ser realmente um choque.

— quanto tempo demorou para se adaptar e como foi?;
A adaptação durou cerca de uma semana e foi relativamente tranquila. O que mais demorou foi para se acostumar foram os hábitos da cultura humana, mas logo tudo se ajeitou graças à inteligência de Dikaiostheia e à boa vontade de Annie

— poderes;
Além dos poderes padrões de Serafins, Dikaiostheia também tem o poder de cura. Este não nasceu com ela, foi algo que ela conseguiu graças à seu bom desempenho no céu.

+ L O V E


— par;

jung hoseok, bts

— par reserva;

byun baekhyun, exo

— triângulo amoroso?;
Não.

— relação com ele;
Gosta muito dele, pois, na verdade, foi com o garoto que teve suas primeiras experiências: o primeiro beijo, o primeiro amor, etc.
Por esse mesmo motivo, acabou se tornando uma pessoa bastante protetora em relação ao mesmo, até mesmo um sendo um pouco ciumenta, por mais que ele diga que a ama que tem olhos somente a ela.
Os dois são um tanto como um casal complementar, ele mais brincalhão e extrovertido e ela mais quieta, mas isso dá uma boa mistura.

— como o conheceu?;
Uma vez que usava Annie como casca, sentiu que deveria realizar pelo menos as ações básicas da vida da mesma, para não gerar suspeitas, então, passou a frequentar a faculdade da mesma. Foi lá onde o conheceu, uma vez que Annie e ele tinham algumas aulas juntos.

— reação dele ao saber que é um anjo;
Foi bastante surpreendente, afinal, não é algo que acontece todos os dias, e também não foi como se ele acreditasse assim que ela contasse, ela precisou mostrar a ele seu poder, curando um machucado que ele havia feito em seu joelho. Após isso, ele acreditou na garota e fez milhares de perguntas, mas também alegou que, independente do que ela fosse, iria continuar gostando dela.

— algo mais?;
Não. ^^




i a;;m [/a] cool girl


SHELL;


+ I N F O


— nome;
Annie Park | Park JiSeung [박지승]

— idade;
20 anos

— personalidade;
Annie é uma garota um pouco cabeça quente. Se irrita fácil e geralmente é bastante séria. Isso não se dá por nada: podemos dizer que a crueldade que a vida a fez passar lhe tornou essa pessoa um tanto fria e de poucas palavras.
Costuma pensar muito antes de fazer qualquer coisa, até porque é um tanto desconfiada com tudo e faz diversas perguntas, isso é bom por um lado, pois a chance de ela fazer algo de modo errado é bem pequena, entretanto, isso acaba a atrasando em alguns aspectos.
Ela e Dikaiostheia são seres completamente diferentes e isso não muda em relação às personalidades de ambas, porém, a similaridade mais marcante entre as duas, sem duvida alguma, é a insegurança, entretanto, como escondem isso muito bem, muitos nem imaginam a existência desse traço.
Gosta bastante de ficar sozinha e fala somente o necessário, o que faz com que seu círculo de amigos seja minúsculo, com uma ou duas amizades próximas, no máximo.
Entretanto, isso não muda o fato de ela ser humana, e também ter sentimentos como qualquer outro, ela os tem, só prefere não demonstra-los.
Annie é uma garota quieta, que fala baixo no dia a dia, porém, grita por atenção em seu interior.

— história;
A vida de Annie começou a dar errado no momento em que nasceu. Seu mãe, coreana, havia ido aos Estados Unidos, mais especificamente à Boston, a trabalho. Foi lá onde conheceu seu pai. Se apaixonaram e casaram-se alguns anos depois.
Desde o início da gestação, a mãe de Annie sabia que se tratava de uma gravidez de risco, o que a fez ser bastante cautelosa. Entretanto, seus esforços não foram suficientes e a mesma acabou falecendo durante o parto.
Diferentemente de muitos outros pais que passam por esse tipo de situação, o de Annie, apesar de triste, não se deixou levar, sabia que se tratava de uma vida, portanto, jamais deixou a filha de lado.
A infância e a adolescência de Annie foram bastante calmas: ela foi uma criança comunicativa e alegre, com vários amigos
Até que o pai de Annie conheceu outra pessoa, se apaixonou, e casou-se novamente. Nesse tempo, a menina havia completado seus catorze anos e estava mais parecida com sua mãe do que nunca, o que desencadeou uma grande raiva em sua madrasta, que odiava a mãe da garota sem motivo algum: ela havia rasgado todas as fotos da figura materna de Annie e queimado tudo em seguida.
A semelhança da jovem com sua geradora incomodava muito a madrasta, fazendo com que ambas tivessem uma relação conturbada e com que Annie decidisse morar na Coreia do Sul com sua avó materna, e foi o que aconteceu.
Aos dezesseis anos a vida parecia estar melhorando, com exceção do fato de que sentia que havia perdido o amor do pai e p contato com os antigos amigos, mas ela queria recomeçar e foi o que buscou fazer, até que, quando a jovem completou seus dezoito anos, a avó de Annie faleceu, fazendo com que sua guarda ficasse com o parente coreano mais próximo, isto é, seu tio.
Annie mudou-se pra a casa dele. O começo foi bastante tranquilo, seu tio foi super receptivo e a garota bem acolhida, até que as coisas começaram a mudar: seu tio desenvolveu um vício por álcool, e, como Annie já estava com seus dezenove anos, era uma garota extremamente atraente, o que fez com que o tio abusasse fisicamente dela enquanto embriagado, o pior era que a jovem ainda era menor de idade e sua madrasta a odiava demais para que ela voltasse a Boston, então tinha que permanecer forte e calada.
Aos poucos, isso foi destruindo a vida da garota, que se tornou quieta, isolada e traumatizada.
Aos vinte anos, quando se formou, começou a trabalhar como professora de inglês para crianças e, com o lucro, conseguiu sair da casa de seu tio e pagar sua faculdade de jornalismo. Ela denunciou o homem, que agora está preso sem previsão para ser liberado. O crime é inafiançável.
Entretanto, mesmo com as coisas parecendo estar tomando forma, as cicatrizes da dura história de Annie permanecem e nunca irão se apagar.

— como reagiu ao saber que um anjo queria seu corpo como casca?;
Após começar a ser abusada, Annie se tornou ateia, por acreditar que, se realmente existisse um "Deus", porque ele era tão cruel? Então, houve uma certa discussão com Dikaiostheia e uma hesitação na hora de aceitar, até porque, mesmo sendo obrigada a acreditar no que estava diante dos seus olhos, seu pensamento de que Deus era cruel não mudava. Entretanto, ela pensou que, se aceitasse, talvez aquilo poderia facilitar sua vida, e foi esse motivo que a levou a dizer sim.

— como reagiu ao saber que um anjo queria seu corpo como casca;
Annie sabia que aquilo era uma questão de sobrevivência para a Serafim, então entendeu que era natural ter que questionar isso a alguém, no caso, ela. Estava mais impressionada com o fato de a criatura realmente existir do que com o de que ela gostaria de sua ajuda.

— quanto tempo demorou para aceitar?;
Não mais que dez minutos, entretanto, isso precisou de diversos argumentos convincentes de Dikaiostheia.

— relação com o anjo;
Annie e Dikaiostheia são totalmente opostas, o que faz com que elas se desentendam às vezes, principalmente quando ainda não se conheciam tão bem. Entretanto, conforme o tempo passa a amizade das duas cresce e elas se tornam amigas mais próximas, sempre se respeitando e ajudando uma à outra. Em algum momento, Annie perceberá que Dikaiostheia foi sua primeira figura amiga mais próxima.

— amizades + inimizades;
( + ) Kim SeongMi; colega de faculdade | Kim JiSoo; irmã de SeongMi | Park SuYeon; colega de faculdade
Apesar de não ser tão próxima a nenhuma delas, são as pessoas mais perto do que ela pode chamar de amigas. Elas conversam, mas não são íntimas.

( - ) Park JuRik; tio de Annie, mas após o ocorrido ela sequer o chama assim | Jessica McCourtney; madrasta e principal motivo de Annie ter deixado Boston.

— família;
Josh Lawrence; pai
Park SooYoung; mãe falecida
Park BoHyung; avó falecida
Park JuRik; tio
Jessica McCourtney; madrasta

— ocupação;
Faculdade de jornalismo.

— gostos + desgostos;
( + ) Frio | Videogames | Sonecas longas após o almoço | Lobos | Viagens | Rock alternativo | Chokers | Arco-e-flecha | Lasanha | Netflix
( - ) Preconceito | Abraços | Filmes de romance | Pessoas dramáticas | Suco | Locais que ficam longe de centros urbanos | Provas e testes | Horóscopo | Cor rosa | Vestidos

— algo mais?;
Não. ^^

@sidecut © 2016


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...