~Oitudobom

Oitudobom
Heart of universe
Nome: Oi
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Tobias Barreto, Sergipe, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Married Life - Interativa [Fichas]


Postado


Andrew Louis Cabello Jauregui


Nome:
Andrew Louis Cabello Jauregui

● Andrew é um nome grego e significa masculino, másculo, viril, ou seja, este nome simboliza uma pessoa masculina, esforçada, forte, se referindo as características que se consideram próprias de um homem.

● Quem escolheu este nome foi Camila, não por esperar que seu filho nasça e se torne “másculo”, mas sim porque acreditava que ele iria se tornar esforçado, sincero, íntegro consigo mesmo, consciente de seus atos e forte, porém não a força física e sim do derivado de “firmeza”, uma pessoa que conhece seus limites, convive com suas fraquezas e jamais desiste de suas batalhas.

● Louis é um nome francês de origem germânica e significa "guerreiro glorioso" ou "combatente famoso".

● Quem escolheu este nome foi a Lauren, que acreditava que assim como um guerreiro, seu filho iria enfrentar as dificuldades de cabeça erguida.

Apelido:
Os amigos e a família o chamam de Andy.

Idade:
Quinze anos

Data de nascimento:
Quinze de Outubro

Aparência:
Andrew tem cabelos negros e um pouco acima do ombro, dependendo da claridade ele se alterna para um tom de castanho escuro. Seu rosto tem um formato oval, é quase pálido e possui sobrancelhas longas, olhos em um tom verde-água – Que às vezes alterna para o azul –, um nariz pequeno e lábios rosados.
Seu corpo não é maromba, mas devido aos esportes que pratica acabou por ter um físico meio que definido... Mas quase não é perceptível quando Andy veste camisas de manga longa ou folgadas demais. É de altura mediana e pesa 66Kg.








É um bom aluno?
Pode se dizer que sim, não é o melhor aluno, já que não consegue ficar cem por cento concentrado na aula – Sério, ele se distrai muito rápido –. Porém, nunca dera dor de cabeça a suas mães ou aos seus professores, não é de tirar notas ruins e muito menos de se meter em encrencas, se esforça muito para se manter na média. Se Andy ir para a diretoria foi porque provavelmente estava escrevendo algo fora do assunto ensinado pelo professor ou porque estava tão distraído que o professor cansou de lhe chamar a atenção.

Personalidade:
Andrew puxou as características tanto da Camila quanto da Lauren, mas assim como todo filho, ele também tem suas características próprias.

Desde pequeno era um garoto comportado e maduro para sua idade, mas mesmo assim nunca deixando o seu “lado infantil”, o que deixava alguns adultos admirados, como o menino conseguia ser tão maduro e ao mesmo tempo inocente? Sempre soube que era essencial respeitar as pessoas, amá-las e ser bom com elas e para ele todas essas atitudes são normais, por isso não tem dificuldade de colocá-las em prática.
É bastante simpático e verdadeiro, o que faz muitos ficarem desconfiados com essa extrema simpatia, achando que o rapaz possa estar querendo algo em troca... Mas a verdade é que isso já é de sua natureza, buscando sempre ser bom com as pessoas e tentando ajudá-las sem esperar conseguir algo em troca. Se dá bem com todos os tipos de pessoa, não é alguém difícil de se conviver e tem um jeito alegre que pode conquistar rapidamente alguém, sendo na primeira palavra ou no primeiro gesto. Tem facilidade de entender o ponto de vista das pessoas e sabe dar importância as opiniões diferentes, além de valorizar os esforços dos outros. Odeia injustiças e opta por defender os oprimidos, ajudando para que tenham aquilo que lhes é de direito, para que não façam um julgamento errado e acabem prejudicando alguém.
Assim como a Camila, tem um bom senso de humor e gosta de rir, assim como também gosta de fazer as pessoas rirem. Busca levar a vida de uma forma leve e descontraída, sem se importar com o julgamento alheio, o que Andrew realmente quer é ser feliz e fazer as pessoas que gosta felizes. Seu jeitinho desengonçado e atrapalhado, sua animação repentina, suas piadas que em algumas vezes não fazem o menor sentido e que mesmo assim fazem os outros rirem, sua mania de se importar com todos – Até mesmo com quem não dá bola pra ele – São algumas de suas várias características. Mesmo com esse lado infantil, também tem o lado maduro que se faz presente em situações sérias ou em momentos que precisam de sua atenção em especial. Puxou a Lauren sua determinação e audácia, não mede esforços para lutar pelos seus objetivos. Defende sua opinião com garra e dificilmente se deixa influenciar pelos outros, sabe o que quer e quando quer, tem seus próprios conceitos e opiniões próprias, nem mesmo os melhores argumentos o fariam mudar de opinião, leva tempo para convence-lo, é um pouco cabeça dura quando se trata de seus objetivos.
Também consegue ser muito distraído, se perdendo em seus pensamentos e ficando no tal famoso “Mundo da Lua”, mas se algo realmente lhe chamar a atenção, Andy consegue ficar olhando essa coisa/pessoa por horas. Sua curiosidade sempre o faz querer conhecer pessoas e descobrir assuntos novos, todavia isso também lhe rende problemas às vezes, já que quando o proíbe de fazer algo, a vontade de fazer se multiplica por cem.

Gostos:
Cantar
Tocar instrumentos
Escrever
Ouvir música
Pessoas com atitudes
Doces
Crianças e animais
Observar e admirar as coisas, não é daquelas pessoas apressadas que mal param para ver onde estão. Gosta de ver os detalhes, como por exemplo, o jeito onde a Lua se encontra em uma determinada noite ou até uma pétala de flor em um tom de cor diferente das demais
Nadar
Filmes, séries e desenhos animados
Pessoas consideradas “diferentes” pelos outros
Viajar
Tomar banho de chuva
Dançar e se estiver em um dia chuvoso, dançar na chuva
Dias nublados
Frutas

Desgostos:
Quando tentam o enganá-lo
De pessoas que vivem para infernizar a vida dos outros
Quando falam pelas suas costas, prefere que a pessoa seja direta
Quando o interrompem
Que mexam com seus amigos
Preconceito
Cheiro de fumaça
Pessoas ignorantes
Pessoas egocêntricas ou com mania que é mais importante que os outros.
Não gosta que tentem o controlar ou mudá-lo
Não gosta que gritem com ele
De estar desocupado por um bom período de tempo, gosta de ter coisas para fazer

Alergias, Fobias, Medos, Vícios, Doenças:
Tem alergia a camarão e a casacos de pele.
Tem medo de cobras e de lugares apertados. Assim como possui o medo de acabar perdendo o rumo da vida e ficar sem saber o que saber, qual decisão tomar, tem medo de que algo de ruim possa acontecer com ele ou com as pessoas que tem importância em sua vida.
Andy tem Transtorno de Défice de Atenção e Hiperatividade ou como muitos dizem, TDAH.

Qual mãe se dá melhor?
Não tem como dizer qual das relações são melhores, ambas são maravilhosas. Mas talvez o Andy seja um pouco mais apegado a Camila, um ou dois por cento a mais do que a Lauren, apenas.
Ele sabe que sempre poderá contar com suas mães, independente do que seja. A relação deles é a base da sinceridade, amor e confiança, optam por não esconder coisas um dos outros, principalmente se é a respeito do tal.
Camila sempre busca fazê-lo rir nos momentos de angústia, é o tipo de pessoa que olha para você e te faz esquecer dos medos apenas com um sorriso. É carinhosa, atenciosa e muito cuidadosa, sempre perguntando como foi o seu dia-a-dia, se preocupando com o seu bem estar e estando lá para o apoiar, independente do que seja.
Lauren sempre está lá quando ele precisa, o incentivando e nunca o deixando desistir de suas vontades. Ela o reconforta em seu braços, o fazendo se sentir seguro e longe das maldades que o mundo tem, é uma boa conselheira, sempre lhe orientando para onde deve ir e o que precisa fazer. É ciumenta e também muito protetora, e na maioria das vezes Andrew acha graça das suas crises de ciúmes.

Namora?
Sim.



Sebastian Storm [Par]



Nome:
Sebastian Storm

Apelido que seu personagem a/o chama:
Bast, mas algumas das vezes o namorado alterna para Bastian

Idade:
Dezessete anos

Aparência:
Sebastian tem cabelos desgrenhados, fios finos e bagunçados na tonalidade de castanho escuro. Seus olhos são castanhos, possui sobrancelhas longas, lábios rosados e convidativos. Sua altura é por volta dos 1,80 e pesa 70Kg.





Está por interesse ou é amor verdadeiro?
Sebastian acredita que seja amor verdadeiro, ele abomina pessoas interesseiras, acha que se duas pessoas não ficarem por amor... Não vale a pena.

Como se dá com as sogras? Qual a relação é melhor?
Se dá bem com elas, muito bem para falar a verdade, elas o tratam como um filho. Sebastian não saberia dizer qual das relações é melhor, porque ambas são maravilhosas... Mas ele se dá um pouco melhor com a Lauren, uns três ou dois por cento a mais. Mesmo com o ciúme e a super proteção que ela tem com o Andrew, eles tem muitos gostos em comum, sendo uma banda ou uma série que foi lançada recentemente.

O que acha do homossexualismo?
Acha que todos nós devemos ter o direito de sermos felizes e amarmos independente de religião, sexo ou etnia. Porque o amor não se escolhe pela cor, sexo, religião ou os bens materiais que você tem, ele vai muito mais além do que isso. Toda forma de amor é válida...

Relacionamento dos dois:
Antes de namorarem, eles eram como gato e rato. Sebastian vivia implicando com Andrew, mas não da forma de “bullyng” e sim de uma maneira “irritantemente fofa”, o que ele não percebia era que isso tudo era para chamar a atenção. Era comum os verem discutindo por motivos bobos, ouvir palavras como “Idiota” ou “Estúpido” sendo desferidas. Então, ocorreu um trabalho de biologia onde os meninos acabaram formando uma dupla por causa de um sorteio feito pela professora, Andy acabou indo para a casa do jovem e o conhecendo melhor, foi aí que se tornaram amigos. A amizade deles se fortaleceram, ainda continuando com as implicâncias e um ano depois, Bast acabou se declarando.
O namoro deles não é baseado apenas em momentos felizes como festas, viagens, diversão, sexo, brindes e cumplicidade. Também tem aquelas fases “chatas” como brigas, ciúmes, discussões, bate-bocas, rotina. Mas se aceitam do jeito que são, querem estar um com o outro independente de qualquer coisa ou situação, pelo simples fato de estarem juntos.
Não precisam ficar falando um “Eu te amo” toda hora, porque eles demonstram isso com os olhares apaixonados que são direcionados um ao outro, os sorrisos bobos, o famoso sentimento das borboletas no estômago, a química... A maneira de como acabam rindo por horas sem ao menos saber o motivo, a forma de como um se perde na risada do outro, achando aquele som a coisa mais agradável do mundo, as implicâncias e os ciúmes bobos, a palavrada “Idiota” sendo desferida para o outro, mesmo sabendo que logo em seguida virá um “Você é incrível e eu te amo”


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...