~obviousIy

obviousIy
+rainh_a
Nome: ++_𝑔𝒶𝒷𝑒 △ »ѕαgιтά*яισ; ▽ mrs.[[[jones]]] ∴
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 27 de Novembro
Idade: 5
Cadastro:

-w[[here]] is you_r boy -tonight-?


Postado

❝𝒮𝑜𝓊 𝓊𝓂 𝒸𝒶𝓇𝓇𝑜 𝓈𝑒𝓂 𝓂𝑜𝓉𝑜𝓇. 𝐵𝓊𝓈𝒸𝒶𝓃𝒹𝑜 𝓈𝑒𝓂 𝓈𝒶𝒷𝑒𝓇. 𝒜𝓁𝑔𝓊𝑒́𝓂 𝓅𝓇𝒶 𝒸𝑜𝓃𝒽𝑒𝒸𝑒𝓇❞

//all the [[right moves and all]] the right faces
c*an you feel all th_e love?
Made for You, OneRepublic



+ Nome & Sobrenome Completo・゜゜+・.
» Cassandra "Cassie" Hermia Cornell

Cassandra » é de origem grega e significa a que brilha sobre os homens ou a que protege os homens, refere-se as características de uma mulher que dá segurança aos outros, que protege e que é muito talentosa. No seu caso, foi dado em homenagem a um dos personagens que o pai escreveu sobre.
Hermia » é um nome shakespeariano. É a personagem principal da peça "Sonhos de uma Noite de Verão", na época a favorita do pai, foi através dela que ele e sua mãe se conheceram. Hoje, o nome é mais uma lembrança impertinente do que ocorreu no passado com os Cornell.




+ Apelidos・゜゜+・.
» Cassie — simplificação do seu nome, é como prefere ser chamada, pois acha Cassandra velho demais para alguém da sua idade.
» Branca de Neve — dado pelo pai, tanto por causa das características semelhantes à princesa — pele branca e os lábios rubros —, mas também por ser a história predileta de Cassie, qual desgastou a voz de Blaine o fazendo ler repetidas vezes antes de dormir. Blaine ainda insiste a chama-la assim, o que por muitas vezes a faz rir, exceto quando estão em público.



+ Idade & Data & Signo・゜゜+・.
» Nasceu 1º de abril, às 23h53 tendo 21 anos e sendo de Áries. Seu ascendente é em Sagitário e a lua regida por Capricórnio.



+ Sexualidade・゜゜+・.
» Cassie se considera heterossexual, mas não se sente a vontade em ficar ou mesmo ter alguma relação com homens.



+ Casta & Trabalho・゜゜+・.
» Casta Três, estuda Engenharia Química.




+ Província・゜゜+・.
» Carolina.


+ Aparência & Descrição・゜゜+・.
» Cassie é dona de uma beleza abundante que desperta inúmeros olhares, tanto para o seu rosto quanto para as curvas avantajadas. O próprio pai está sempre a dizer que a mulher tem uma beleza digna do século XIX — mas raramente dá ouvidos para suas subjeções poéticas. O rosto de Cassie é oval com o queixo pequeno e maçãs baixas. Nariz no formato hispânico, não muito grande e pouco aberto nas narinas, lhe dão um ar tanto afeminado. De pele branca que lhe rendeu um apelido na família, e que possibilitam ver as veias no contorno dos olhos, também realça o vermelho quando está acanhada ou simplesmente irada — o último vem ocorrendo com mais frequência. Olhos grandes de cílios longos, porém finos, no mesmo tom castanho da raiz dos seus fios. As suas íris possuem heterocromia central, são verdes como a árvore que reflete nas águas do rio, esses tem o tom castanho mais caramelado cercando as duas pupilas seguindo um padrão pariforme. São eles sua principal marca e o que incita olhares e charmes para a morena. Os lábios reforçam a ideia de sensualidade, carnudos e levemente avermelhados, fazem charme mesmo cerrados, escondem um sorriso magnético, quase tocado pela inocência. Quando sorri, é possível visualizar duas covinhas crescentes rentes aos lábios. Sobrancelhas retas e castanhas como a raiz dos fios, praticamente sem falhas, retilíneas, colaboram para a imagem descontraída de Cassandra. Tem fios castanhos achocolatados, dependendo da luminosidade, dá impressão de leves luzes, são ondulados, a franja reta acima dos olhos e, na maioria das vezes, é jogada para o lado dando a Cassie o aspecto rebelde e despreocupado. É curto, na altura do ombro. Alisados, reforçam sua parte mais provocadora.
Apesar da aparência digna de passarelas, sua altura não possuí a mesma congruência. Puxou ao lado materno da família, sendo baixa de um metro e cinquenta e nove de altura. Já sua silhueta é magra e curvilínea, seu busto não é tão grande, nem tão pequeno, é ideal e favorecidos em vestidos sem alças. Tem coxas grossas, não de forma exagerada, mas bastante invejadas. Cintura fina e ombros pequenos, o corpo em geral é praticamente ideal para sua altura.




[Felicity Jones em 2014/2015]


+ Personalidade・゜゜+・.
» Algo que predomina em Cassie e a faz ser lembrada por qualquer um que já a conheceu, é a sinceridade, a maneira direta e sem recuos que fala e argumenta, sem se intimar. É cheia da verdade, praticamente a rainha dela, assim como é uma das suas grandes qualidades é também um dos seus defeitos. É muito assertiva na defesa de suas opiniões, às vezes chega a soar um tanto fanática pelo como defende e protege aquilo tanto sendo algo sólido ou apenas uma ideia oca. Quando sua sinceridade não é controlada, tornar-se hostil para as pessoas ao seu redor, Em discussões, ela está ligada no cento e setenta. Cassandra tem a capacidade de pisar no seu pior calo, pois para ela, palavras têm a força de uma arma e retalham como uma. Mas, no geral, seu jeito mais agressivo é facilmente ignorado pelo seu alto astral, sua energia positiva é invejada, possuí uma vitalidade admirável, capaz de se entreter em qualquer ambiente, mesmo esse sendo totalmente fora da sua praia.


Veio para o mundo com um objetivo, é perseverante, não desiste fácil diante de uma dificuldade, pelo contrário, mostra todas suas armas para o problema e mesmo que exija sacrificar algo importante a ela, Cassie fará. É muito otimista e às vezes não enxerga as limitações óbvias, e por ter tanta fé na sua sorte, acaba não confiando nas suas habilidades e deixando-se levar por essa cega crença no destino, o que sempre acaba em decepção da sua parte consigo mesmo.
Faz amizade rapidamente, apesar de raramente confidenciar-se a alguém. Mas é fiel às amizades, e capaz de pegar uma briga feia para protege-las. Também é muito companheira e aprecia quem faz o mesmo com ela.
O tédio é quase um obstaculo na sua vida, a estabilidade lhe dá arrepios na espinha. Está sempre se atirando em uma coisa nova desde um simples trabalho à uma mudança radical no visual, abandonando tudo o que conquistou com tanto esforço — em razão, sente uma leve dificuldade em se manter num relacionamento estável, a não ser que este seja com uma pessoa que lhe traga sempre novidades.
Essa inconstância não se trata só da sua vida pessoal, difícil é ver Cassie parada em um único lugar — se não está andando em círculos, está roendo as unhas ou balançando a perna de um lado para o outro. Ficar parada é um dos piores castigos para Cassandra. Na infância teve horas para se posicionar sobre isso, quando o pai a deixou por múltiplas vezes em uma cadeira no canto por ter aprontado. Surge outros defeitos notável advindo desse comportamento, a arrogância, falta de compromisso e a impaciência para com os próximos. Tem uma forte tendência em abandonar seus projetos pela metade.
É esforçada e uma líder nata, sempre tomando a frente das situações, acaba não aceitando ordens de um outro alguém, e ser aceitar vai ser de cara feia. Algumas vezes essa característica não é bem vista pelos outros. Egocêntrica, o que colabora para ser totalmente individualista. Cassie pode agir com comodismo, evitando responsabilidades ou colocando suas satisfações acima do resto.


Inconsequente, não se importa com o resultado de seus atos e insolente, é grosseira nos gestos e nas palavras, algumas coisas que diz deixa qualquer um, mesmo não envolvido diretamente, purpúreo de vergonha ou perto disso. É um comportamento que tenta corrigir, pois já perdeu muitas pessoas por causa dessa característica. Cassie não é violenta, mas pode ser considerada bruta, por agir com insensibilidade em determinados assuntos, o amor é um deles, o que a faz ser a principal arqui-inimiga das histórias de amor. Quando sente-se ameaçada, também é possível ver esse seu lado agressivo.
É ágil, quando encurralada, pensa e age rápido, sendo uma boa mentirosa. Tem aversão a tudo que é velho e antigo, é sempre a pioneira, a dar o primeiro passo, pois não tem medo de perder. A palavra "segurança" não existe no seu dicionario.
No final, mesmo com todos seus defeitos, Cassie tem um bom coração, não guarda magoa, nem ressentimento e por mais que pareça uma garota cheia de complicações e adversidades é, na verdade, alguém simples de conquistar e amar.



+ Família・゜゜+・.


[ James McAvoy ]
Blaine Cornell, 40 anos, Sagitário, pai, casta Três, escritor.
» São ambos muito próximos, tem uma relação mais de amizade que de pai e filha propriamente dito. Cassie vive debochando de Blaine que adora citar passagens de clássicos de Shakespeare ou de suas obras que são sempre cheias de romance e drama. Cassandra não vê uma vida sem ele, apesar de não se confidenciar com ele quanto deveria, é a sua única família.



[Jemima West]
Willa West Cornell, 27 anos, Touro, madrasta, casta Três, escritora.
» Cassie a suporta, elas não se dão bem, Willa tenta manter a relação no mínimo agradável, mas ela não colabora tentando sempre arranjar um jeito de contrariar o que diz.



[Shawn Mendes]
Paris Cornell, 17 anos, Câncer, irmão mais novo, casta Três, estudante e musicista.
» Não são próximos, porém se dão bem. Paris é o oposto de Cassie, mais tranquilo e menos ambicioso. Preocupam-se um com um outro e ora ou outra estão fazendo alguma atividade juntos ou jogando conversa a fora.



+ História・゜゜+・.
» Cassandra é fruto de um romance colegial. Blaine e Ava se conheceram em pleno ensino médio quando ambos fizeram uma releitura de um clássico de Shakespeare — "Sonhos de uma Noite de Verão". Namoraram por quase dois anos, quando estavam prestes a iniciar a faculdade ela descobriu que estava no terceiro mês de gestação, em razão disso, Ava foi obrigada a deixar o curso de artes de lado por um tempo até ter sua filha. Tanto a família paterna quanto materna tinham dinheiro, o que facilitou a condição de grávida de Ava e permitiu que Blaine continuasse com os estudos, no entanto, a namorada, sempre teve um espírito de liberdade e ficar presa em casa cuidando da família era para ela, o inferno na terra.


Nos cinco anos de Cassie, seu irmão mais novo já tinha um ano, a mãe trabalhava como ajudante em um teatro local. Blaine não tinha um emprego, fazia um bico aqui e acolá como escritor, mas nada fixo. A essa altura Ava beirava a exaustão, a falta de dinheiro dos Cornell foi o limite para a mulher, que em um dia arrumou suas malas e saiu de casa sem olhar para trás. Blaine se viu desolado com a sua partida, não só ver o amor que cultivou por tantos anos sair pela porta da frente o machucou, mas ver que, no momento de desesperança, Ava não pensou duas vezes em deixar os filhos e o marido. Um coração nunca volta a ser o que era antes depois de partido, teve que ser forte, por ele e por Cassie e Paris, que mal entendia crueldade do mundo. As primeiras semanas não foram fáceis para ninguém, Ava era a rocha sólida daquela casa, ela a mantinha e ela quase veio abaixo quando Blaine foi obrigado a assumir as rédeas. Podia considerar a si mesmo fraco, no entanto, a persistência sempre foi sua maior qualidade. E quase um mês nessa inquietação, Blaine arranjou emprego em um editorial, as coisas pareciam começar a dar certo para os Cornell.


Os anos seguintes foram acompanhados da constante troca de namoradas do pai. Quando ele conheceu Willa a coisa mudou de rumo, eles pareciam adolescentes apaixonados o que aborreceu Cassandra e não foi por ciúmes, longe disso. Pela idade da mulher, qual podia facilmente se passar por sua irmã. O relacionamento entre ambas também não foi dos mais agradáveis, Cassie não fez questão em mudar isso. O provável casamento aconteceu em menos de dois anos de namoro e Willa se tornou oficialmente parte da família. Já nessa época, a morena estava prestes a entrar na faculdade. Com todos em casa trabalhando no ramo linguístico era certo que seguiria, se não por este rumo, muito próximo a ele. Cassie sempre estudou diversas possibilidades, desde o cinema até o ramo mais complexo da medicina, no final das contas, a engenharia e os números acabaram a conquistando. Escolher trabalhar na área da matemática foi de fato inusitado.


Cassie teve um namorado nessa época, seu primeiro. Durou alguns meses, por esforço dele, desde o primeiro dia Cassandra queria terminar aquilo. Ela não se sentia a vontade beijando, fazia caretas quando segurava em sua mão ou lhe mandava flores a cada uma semana de namoro, Cassie sentiu o seu espaço pessoal sendo sugado por este. Terminou, amigavelmente, mantendo a relação de amizade — que mesmo hoje ainda a tem. Seu segundo namorado não demorou muito para vir. Era um garoto dois anos mais velhos e estudava direito. Para Paris ele era um completo babaca, mas Cassie sabia lidar com esse tipo de pessoa temperamental — afinal convive com si mesmo todos os dias. A coisa não mudou de figura como achava que iria mudar ao trocar o garoto pegajoso por alguém mais constante, liberal, na verdade só piorou e o término veio logo. Diferente de Trenton, ele não aceitava bem a rejeição, em um dia a tentou levar para a cama a força, antes de pensar em fazer qualquer coisa Cassie lhe acertou um tapa e o fez desaparecer da sua vida. Com isso, admitiu que o problema estava com ela e achou que seria melhor simplesmente parar de procurar por alguém e fazer sua própria felicidade.


Na véspera do aniversário de Cassandra, Willa foi demitida e Blaine obrigado a sustentar a casa sozinho mais uma vez, ao tempo que tentava vender o seu mais recente livro. A crise afetou a casa e o pai não podia mais pagar a faculdade, nem materiais da filha. Ela tentou procurar um emprego por um tempo, mas repeliu a ideia quando a única coisa disponível era na biblioteca municipal sentada em uma cadeira cercada por poeira e livros velhos, arrumar um estágio também estava fora de cogitação, precisava de recomendação de pessoas poderosas e um novelista amador não atendia ao solicitado. Cassie foi atraída pelo anúncio da Seleção, essa podia ser a oportunidade de não só conseguir o dinheiro suficiente como uma recomendação, assim assinou o papel concordando. Cassie ainda não sabia, mas encontraria o que a tempos atrás não teve sucesso em encontrar.



+ Gostos & Desgostos・゜゜+・.
+ Gostos

» Matemática, é boa em cálculos | Química | Mudanças | Suéter | Cor vermelha | Novas coisas | Músicas calmas com um toque punk | Chá em geral | Adrenalina | Dias de sol | Champanhe | Acordar cedo.


+ Desgostos

» Rotinas | Traições | Que tentem mandar na mesma | Que lhe coloquem sobre pressão | Estar errada | Chantilly | Perder | Ler. Não tem paciência | Praia | Sarcasmo | Ficar entediada | Festas de aniversário | Cor marrom.



+ Qualidades & Defeitos・゜゜+・.
+ Qualidades

» Sincera e direta | Líder | Esforçada | Companheira | Otimista | Perseverante | Argumentativa | Energética


+ Defeitos

» Inconsequente | Bruta | Egocêntrica | Comodista | Impaciente | Esquentada | Inquieta | Insolente



+ Manias・゜゜+・.
» Morder a parte interna da bochecha, especialmente quando está nervosa ou ansiosa.
» Balançar a perna esquerda, é um do principal sinal de que está entediada.
» Cruzar os braços quando está angustiada ou aflita com alguém ou alguma coisa.



+ Objeto especial e o porquê de ser especial・゜゜+・.
» O exemplar de "Macbeth" que seu pai lhe presenteou aos seis anos de idade quando Ava saiu de casa. Ele nunca foi bom com presentes e naquela época não tinha o discernimento para esse tipo leitura, no final, o livro foi parar nos confins da sua estante enfiado entre os seus ursinhos de pelúcia. Até hoje ela nunca de fato o leu, além de não ter paciência para isso, temeu que isso despertasse o poético incorrigível em seu pai e o atormentasse com frases e outros livros de Shakespeare, como fez com o irmão, Paris, quando terminou "Noite de Reis". No entanto, tem o exemplar e ora ou outra está tirando o pó dele. É uma lembrança de Blaine, que fez de tudo para criar os dois filhos mesmo com todos os empecilhos e no Palácio será uma forma de tirar parte do peso de não estar em casa com ele e o irmão.



+ Hobbies・゜゜+・.
» Assistir filmes, na maioria das vezes acaba se pegando assistindo à alguma ficção bizarra sem pé ou cabeça, mas, secretamente, gosta de ver comédias românticas não muito açucaradas.
» Em casa ela, o pai e o irmão costumavam jogar golf todo o fim de semana quando menor. Tornou uma forma de se livrar do estresse depois que entrou na faculdade.
» Correr, principalmente de noite, quando as estrelas estão brilhando.



+ Medos/Fobias・゜゜+・.
Medos

» De não alcançar seus objetivos, ser derrotada pelas dificuldades da vida.
» Sentir qualquer tipo de dor física ou emocional.
» Lugares apertados ou ficar presa.


Fobias

» Entomofobia — aversão a insetos.



+ OPINIÕES & PERGUNTAS・゜゜+・.



+ O que ela pensa sobre a Seleção?
» Acha desperdício de tempo parar em frente a uma tevê para acompanhar mulheres perder sua dignidade brigando por um único homem, mas seu conceito sobre a Seleção mudou quando percebeu que podia ser uma oportunidade e ela não estava pensando no príncipe propriamente dito.


+ O que ela pensa sobre o príncipe?
» Até hoje só o viu de relance pela televisão, o acha bonito, o seu estilo de homem — se tivesse um. Mas não tem como concluir muita coisa da sua personalidade por fotos ou simples vídeos, ele parece acomodado com sua posição, mesmo com todas as câmeras e línguas falando a seu respeito. O que admira, no seu lugar, iria beirar a loucura.


+ O que ela pensa sobre o governo da Família Real?
» Não é atenta a política, mas ouve os que os outros e principalmente o pai fala sobre o país está indo em direção ao caos. Ela pensa que problemas podem ser resolvidos com dinheiro e o que estão fazendo é economizar.

+ Como reagiria em um ataque rebelde?
» Ela tentaria se proteger e correr, mas se atacarem alguém que se importa Cassie provavelmente pegaria a primeira coisa sólida no seu campo de visão — incluindo seus sapatos — e atacaria, sem pensar nas consequências ou se ele está carregando uma arma nas mãos.


+ Está pelo príncipe ou pela coroa?
» Nenhum dos dois. Pelo título de "Selecionada" e o dinheiro.


+ Trairia o príncipe com alguém? Se sim, com quem?
» Até onde Cassie saiba ela não é comprometida com ele, por que não? rs. Com a irmã dele rs


+ RELAÇÕES・゜゜+・.
+ Com as outras Selecionadas
» Cassandra é boa em fazer amizades, tem uma energia que contagia qualquer um próximo a mesma, mesmo a pessoa mais tímida perto de Cassie é capaz de se abrir. Logo irá puxar um papo e se interessar pelo que cada uma faz, e como sempre encher de perguntas indiscretas e algumas até sem noção. Não é necessariamente do príncipe em que está atrás, então assim como fora do palácio fará amizades com facilidade. Mas seu gênio também pode atrair algumas inimizades e Cassie não é o tipo de pessoa que tenta apaziguar as coisas, muito pelo contrário.




+ Com o príncipe
» Não mudara muito perto do príncipe Alex — nem se este disser alguma grosseria, Cassie retrucara da mesma forma que faria com alguém de baixa popularidade, como dito, ela não tem nada a perder. A princípio ambas personalidades podem se chocar uma contra outra por serem parecidas e ao mesmo tempo distintas, Cassandra não é a maior fã de brincadeiras com ela mesma e sua própria imprevisibilidade já é suficiente para uma pessoa só. Depois do seu último namorado, Cassie desconfia de homens em geral, acha que sempre há uma falsidade por detrás de suas palavras e atos. Com o tempo, verá que Alex é diferente e talvez, podem até alimentar uma amizade, nem sempre agradável, porque Cassie continuara odiando brincadeiras ou ironias e será esse mais um motivo para Alex continuar com elas.


+ Com a princesa

» Cassie não gosta de julgamentos, principalmente quando envolve a mesma e nem de olhares desagradáveis para o seu lado, a principio Ashley cativará sua atenção não só pelo seus modos ultra-afeminados como algo em sua beleza sublime. Ambas têm personalidade fortes, não aceitam ordens, e qualquer relação será explosiva e cheia de extremos.


+ Com o rei e a rainha
» Será ao máximo agradável, tentara não ser tão bruta ou intrometida. Pode ficar um pouco desconfiada no começo com a rainha e seus modos de agir, irá semicerrar os olhos, observar em silêncio, absorver cada palavra esperando o verdadeiro monstro sair da gaiola, será uma surpresa quando ver que Magda não é a pior pessoa do mundo e por nunca ter tido uma mãe ao seu lado pode acabar se abrindo com a rainha e a vendo como a presença feminina que faltou na sua vida. Já o rei terá a mesma desconfiança, no entanto, não é difícil conquistar Cassie e palavras é um dos recursos mais acessíveis para chegar a ela.



+ É virgem?・゜゜+・.
» Sim.


+ Tentaria ter relações com o príncipe?・゜゜+・.
» Não.


+ Como seria o encontro perfeito?・゜゜+・.
» Ela não faz o tipo de romântica incorrigível, o encontro perfeito para ela seria algo que envolva se movimentar, nada de jantares, o sinônimo do inferno de Cassie é ficar estática em uma cadeira olhando para a cara do seu companheiro. Passeios menos usuais como andar a cavalo, praticar algum esporte, mesmo uma caminhada na praia ou no jardim do Palácio seriam para Cassandra a melhor noite da sua vida estando acompanhada de quem mais gosta.




+ Como age nos encontros?・゜゜+
» Será ela mesma. No caso o companheiro em questão for o príncipe, irá conter seus modos mais agressivos, não fazendo desfeita do convite e perdendo o tempo de ambos. Porém, e o encontro for chato — do tipo obriga-la a ficar sentada ou parada —, simplesmente vai soltar a língua e puxar o seu companheiro para qualquer lugar mais agitado longe do tédio.



+ Qual seria a proposta da Selecionada no projeto de filantropia?・゜゜+・.
» O uso de fontes renováveis para a fabricação de energia, como a eólica ou as usinas hidrelétricas. Cassie chegou a estudar sobre na faculdade antes de escolher a engenharia química como curso.



+ Local preferido no castelo・゜゜+・.
» Qualquer comodo que tenha uma sacada, quanto maior, melhor! Gosta de se apoiar nelas e olhar para o chão a metros longe dos seus pés, como se um passo para frente decidisse sua vida inteira. Ela não sabe explicar o porquê gosta da sensação que isso traz, estando no controle de si mesmo.



+ Presentes que gostaria de ganhar・゜゜+・.
» Cassie prefere a companhia do parceiro ou parceira em questão em um encontro mais agitado, ao invés de um presente. De presentes em geral, desde que não envolva livros e sapatos altos, qualquer coisa está bom, nem mesmo precisa perder o tempo com uma embalagem genérica, o gesto é o que conta para ela.



+ Músicas que define a personagem・゜゜+・.
The path to heaven runs through miles of clouded hell
Right to the top
Don't look back
Turning to rags and giving the commodities a rain check
» It's Time, Imagine Dragons.

In the morning light
Let my roots take flight
Watch me fall above
Like a vicious dove
» Tiptoe, Imagine Dragons.

as musicas desses viados vivem representando meus personagens scrr




+ Playlist da personagem com a princesa・゜゜+・.
» [Estão todas aqui neste link mágico: https://open.spotify.com/user/skylarschwaab/playlist/5DFmG1UJ2MN7clqBexI05T]


+ Sabe que pode não ser Selecionada?・゜゜+・.
» Sim, sim.


+ Sabe que pode ser eliminada?・゜゜+・.
» Sim, senhoras.


+ Como a personagem lidaria com isso?・゜゜+・.
» Depende o motivo, se fosse por algo que a mesma fez, não a afetaria tanto, mas se fosse por uma injustiça ficaria, em fato, furiosa. De qualquer forma, a saída não seria nenhuma surpresa da sua parte, já que nunca se inscreveu com as intenções de permanecer.



+ Sabe que pode não ser a Escolhida?・゜゜+・.
» Yep.


+ Caso chegue a Elite e não ganhar, qual rumo a personagem tomaria?・゜゜+・.
» Continuaria com a faculdade, provavelmente usaria o dinheiro da adaptação para comprar um apartamento e sair da casa do pai, arrumaria um estágio e tentaria ajudar Blaine com a divulgação do seu livro, e claro, abusaria da sua recente "fama" conquistada.





+ Algo mais & Curiosidades・゜゜+
» Nop, espero que gostem dessa menina serelepe e.e
» I’ll be the next queen.

Escutando: minhas lágrimas caindo

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...