~hunear

hunear
.jojo+
Nome: .мαr ❀.ʟᴏᴠɪɴɢ ᴊᴏᴊᴏ.✿⊰ αriєℓ.
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 12 de Abril
Idade: 16
Cadastro:

[k]id .in. ))love —


Postado


I .know. that we »just◣ met maybe this is ∂υмв*:₀
)+but it [[feels.]] [/like] there was ◞something


Os dias passaram rápido e aqui estamos nós fazendo um mês, meu deus passou tão rápido (mas sendo realmente sincera, parece que nós estamos juntos a anos e que somos aqueles casais que passaram uma vida toda juntos, pois é.) e eu espero que venham muitos outros dias, semanas, meses e anos porque é como eu sempre digo (e você também, principalmente você) eu não consigo imaginar minha vida sem você.



From the moment that we touched
cause, it's alright, it's alright
I wanna make you mine



Eu devia começar esse jornal falando do dia e de como a gente amigou, não? Mas, eu vou fazer um pouquinho diferente e falar do começo de tudo, dos nossos sentimentos meio loucos, meio não assumidos totalmente, da época que a gente já se amava e nem imaginávamos que isso era realmente possível (tá, naquela época não, fica muito coisa de velho, melhor dizendo, a uns meses atrás) foi tudo muito confuso, um pouco doloroso, mas também foi algo bonito, realmente bonito, nossa história amorosa é tipo um dorama, olha só. Bom, tudo começou quando eu amiguei com a Beazinha em fevereiro, e consecutivamente acabei ''conhecendo'' você, desde essa época em que ela vivia conversando contigo ou simplesmente falando ''Jojo'' na tl eu já te dava umas stalkeadas ( avoa pro céu) , é, e eu sempre me senti um pouquinho diferente toda vez que ia ver algo seu (não importava o que fosse, você podia tar falando de qualquer coisa, eu ia me sentir assim, é), eu só não sabia descrever o que era, sei lá era diferente demais pra mim ( afinal, ninguém nunca fez com que eu sentisse algo parecido), eu entrava no perfil de alguém que eu nem ao menos tinha amizade e me sentia diferente, me sentia meio boba, com aquele friozinho na barriga, com aquela vontade imensa de cuidar de você, mas eu vivia me perguntando um ''Tá, mas por que disso? Eu nem sou amiga dele, eu não devia sentir essas coisas, acho que eu to ficando louca.'' e talvez eu estivesse mesmo, talvez eu estivesse ficando completamente louca, louca por você. Sinceramente falando, eu já sabia que eu sentia algo a mais por você desde aquele tempo, eu sempre soube, só não queria assumir isso, afinal você era o '' otakinho pegador do SS'' (tá, até hoje eu dou risada disso) e vai que você não gostasse de mim? Tinha essa probabilidade (fora que você também achava que eu não gostava de você, eu sei, você tinha seus motivos mas, isso era bem impossível), nunca se sabe né.

Devo confessar que eu tinha muito medo de me aproximar de você, não só pelo fato de que você podia não gostar de mim, mas também pelo fato de '' e se eu me apegar demais e não der certo?'' (eu não pensava só no sentido amoroso, isso servia pra nossa amizade também) eu tentava não pensar assim, eu juro, mas você me conhece (melhor que qualquer pessoa nesse mundo) sabe que eu sou cheia das paranoias e afins ( você também é, por isso nos damos tão bem e nos entendemos rápido) tanto que todas as vezes que eu ia mandar a solicitação de amizade eu desistia e deixava pro outro dia, e assim eu ia fazendo e não mandava nada, além de tudo sou uma medrosa, mas a vida segue.

É sério, eu perdi a conta de quantas vezes eu ia até o seu perfil e apertava no ''adicionar como amigo'' mas dava aquele puta medo e eu cancelava tudo, e assim, eu fazia isso mais de uma vez por dia, era tenso (um tanto engraçado também) mas a gente releva esse fato, eu mesma dava risada da minha idiotice e ficava brava depois por ser tão covarde, poha era só ir lá, clicar no botãozinho, escrever o recadinho kawaii (mentira, eu não manjo dos recadinhos) e mandar a solicitação, mas né eu vacilava até nisso, deus não tinha piedade de mim não. Mas passou, a gente perdoa os vacilos e agora ri de como eu era full trouxa e tonta. (não que eu ainda não seja né, mas eu ao menos consegui amigar rs)



The way you're lightin' up the room
caught the corner of my eye
we can both sneak out the back door



Vamos pular pra parte em que a gente se conheceu oficialmente, e não por meio de stalkeadas e olhadas de ao vivo nas madrugadas, foi de uma maneira bem full aleatória né? Eu ia deletar a conta naquele dia, mas eu pensei '' ah, daqui a pouco eu deleto isso, vou fuçar na conta do Matheus um pouco.'' e eu fui, fui na fé do senhor min yoongi, mas eu fui, eu tava de boas lá, falando umas coisas aleatórias e do nada apareceu um gif do iKON no meu tumblr e eu comentei sobre na tl (claro, eu precisava dar uns surtos, porque pqp que gif lindo era aquele), no mesmo instante você deu rt e falou de iKON também e eu fiquei meio sem reação, confesso, tipo eu travei, travei mesmo por uns segundos (fiquei encarando a tela do pc feito uma retardada, é), mas sei lá deu um estalo louco em mim e eu continuei a conversa, falei de Junhwan, falei de DoubleB, ai eu pulei pra Jikook, Yoonseok e ai a gente foi conversando, até que você falou que sempre quis amigar comigo, mas que você era totalmente péssimo amigando, quando você disse isso eu pensei '' Quer saber? Que se foda, eu vou falar de uma vez'' e eu confessei ali que eu também sempre quis amigar com você mas a coragem sempre faltou, você resolveu falar dos stalks que você me dava e eu falei dos meus também (que não eram poucos, não mesmo, tipo era cada stalkeada que meu deus), caramba foi realmente uma coisa muito louca, socorro.

Quando eu já ia sair da acc dele você disse '' e não esquece de me adicionar, eu não sei seu user'' e meu deus, isso me deu uma alegria tão grande, você não tem noção Jojo, eu já tinha aquela vontade de ser amorosa e cuidar de ti como se você já fosse meu antes da gente amigar, mas depois desse dia essa vontade só aumentou, tipo muito, juro pra você, eu ficava meio ''Meu deus, eu tenho que cuidar dele, olha que bebêzinho, todo fofo e amorzinho, da vontade de por no colo e colocar pra dormir'' E quando você ficava meio mal? Nossa era tipo a morte pra mim, eu tinha um troço, ficava mal também e queria te abraçar toda hora. (na real, eu ainda tenho todas essas vontades, elas são até maiores do que naquela época, mas shhh)

Aquela vontade de ter pra mim sempre esteve presente, sempre mesmo, mas eu não sabia muito bem se isso seria possível algum dia, porque sinceramente eu não achei que você fosse acabar gostando de mim, sério. (Quando eu digo que venci na vida você ainda acha que eu to exagerando, mas olha bem eu não to, nem um pouquinho.) Até porque, gostar de alguém por três meses ali na moita, escondida só dando uns stalks, ai depois amigar com a pessoa, já parecer um casal com ela, rolar declarações (meio erradas, mas mesmo assim) e no fim acabar namorando com ela, se isso não é sorte então eu to ficando louca (mais do que eu já sou, mas né, releva ai)



We don't have to say goodbye
cause, it's alright, it's alright
to waste time tonight



É como você mesmo disse, nossa amizade sempre pareceu mais um namoro do que amizade mesmo, não só pelo jeito extremamente carinhoso que eu te tratava, mas pelo modo que você me tratava também, sempre ali do meu lado, puxando conversa, falando até da luz se bobiar ( na real mesmo eu sempre agradeci por isso, eu sou uma negação com assuntos, perdoa os vacilos da sua namorada) de todas as vezes que eu quis sumir ou simplesmente abandonar tudo você esteve ali e me impediu de fazer isso, eu te devo quantos obrigadas? Talvez mais um de um milhão, eu não sei ao certo, eu só sei que são muitos, muitos mesmo, vou passar minha vida toda te agradecendo e mesmo assim não sera suficiente, não mesmo

Nós passamos quantos dias sendo apenas amigos? Uns 5? Por ai não é? Se o jeito em que nós amigamos já foi meio louco, o jeito em que a gente se declarou foi mais ainda, naquele dia o SS bugou e você me chamou no wpp do nada, eu tomei um puta susto, o coração acelerou só com isso (pois é, desde sempre me dando uns trecos), e eu juro que tentei manter a calma, juro mesmo, mas tava complicado demais. Tudo começou com um assunto super aleatório e depois eu perguntei alguma coisa sobre o seu namoro, você respondeu e a gente começou a conversar de boas, e a conversa foi tomando um rumo meio doido até que do nada a gente tava falando sobre o fato de eu ter achado que você estava me iludindo com aquele '' talvez eu te crushe'' ( o que eu achei que estava mesmo, eu ainda não achava que você podia gostar de mim de verdade, nossa como eu chorei nesse dia, puta merda, fui muito trouxa) mas você foi lá e esclareceu tudo, me disse tudo o que eu precisava saber pra ficar feliz pro resto da vida, você disse que também gostava de mim e meu deus eu queria sair gritando pela casa toda naquela hora da madrugada mesmo, eu não tava nem ai, foi a primeira vez em que a gente realmente madrugou juntos, a primeira vez que eu te chamei de meu anjo, sendo que você não tinha lidado nem com o fato deu te chamar de mô ainda, mas foi mais forte que eu, perdoa.

Agora se alguém me parasse e perguntasse um ''Se você pudesse voltar ao passado e mudar tudo isso, você faria diferente? Você desistiria dele?'' eu responderia da forma mais sincera que meu coração permite, e sabe qual resposta é essa? Não.

Não, eu não voltaria ao passado, não, eu não mudaria absolutamente nada na nossa história, não, eu não desistiria de você e nem faria nada diferente, porque as coisas aconteceram como elas deveriam ter acontecido, um chegou na vida do outro quando foi o momento certo, quando o outro mais precisava, não é, bebê?

Eu não mudaria, nem hoje, nem amanhã, nem daqui um mês, um ano, é, eu não mudaria nunca.



Maybe I'm just a kid in love
maybe I'm just a kid in love
oh, baby




Talvez agora eu deva dizer um pouco do que você significa pra mim, certo? Hmm, vejamos, o que você João Victor significa pra mim Mariana Elisa, bom, você é a minha vida, o ar que eu respiro, minha alegria, meu animo, você é minha felicidade, meu tudo, você é a razão pela qual eu ainda quero continuar viva, pela qual eu levanto todos os dias e continuo aqui, a única razão pela qual eu não abandonei todas essas coisas e nunca vou abandonar. Eu não vivo sem você, não mesmo, não da mais, já era, se eu fico meia hora sem você já me da uma vontadezinha de chorar que meu deus, da aquela agonia ft. uma vontadezinha de correr pros seus braços e nunca mais sair de lá ( e eu ainda vou fazer isso, pode ter certeza, amor)

Se me perguntassem qual o tamanho do meu amor por você eu seria incapaz de responder, é um amor tão grande, tão inexplicável, tão complexo, tão lindo, nossa. Mas, mesmo que eu não consiga explicar com todas as palavras eu diria pra quem me perguntasse; Ei, sabe todo o amor que eu sinto pelo Jimin? Ou pelo Hanbin, Jungkook, Jonghyun, Sunggyu? Soma todo esse amor mais o amor que eu sinto por Jikook e depois soma todo esse tanto pelo amor que eu tenho por sorvete de flocos e pirulitos, ah somou? Soma só mais um pouquinho pelo amor que eu tenho em cantar, dançar (mesmo que eu faça isso muito mal) e pela música em geral, sabe esse resultado? Não é nem 1% do amor que eu sinto por ele.


Porque sejamos sinceros aqui, realmente não é, podem colocar todas as coisas que eu amo juntas e somar todas elas, completamente todas, não vai chegar nem perto do amor que eu tenho por você, teimosinho.




If this is what it's like falling in love
then I don't ever wanna grow up



Você diz que eu roubei o seu coração e eu realmente fiz isso, e eu não vou devolver ele, desculpe. Mas, você também roubou o meu, roubou desde a sua época de otakinho master, mas quer saber? Fica com ele vai, eu não o quero mais não, você cuida tão bem dele, sempre cuidou, continua assim meu anjinho, que eu vou continuar cuidando do seu com todo amor e carinho do mundo, eu te prometo.


Eu já disse e repito, ninguém nesse mundo vai me fazer amar do jeito que você faz, é impossível, ninguém mais vai ter meu coração do modo que você tem, ele é seu, só seu, assim como eu sou sua, única e exclusivamente sua, eu sinto que eu não preciso de mais nada, nada mesmo, nem pra ser feliz, porque se eu tiver você eu já tenho tudo, e isso é o suficiente e sempre vai ser, amor. Sejamos sinceros de novo, eu nunca pensei que eu seria capaz de amar dessa forma tão verdadeira, de me jogar de cabeça nisso e confiar tanto em alguém como eu confio em você (eu confio a minha vida em você, afinal você é ela) é meu anjo, você é tudo o que eu sempre sonhei, quis e precisei, e sempre vai ser, nada nem ninguém nesse mundo muda isso, não mesmo, você me completa de todas as formas que se possa imaginar, em todos os sentidos, em tudo, mesmo. Você é como as estrelas do céu, tão perfeito e brilhante quanto elas, eu já disse, não? Mas eu amo repetir isso pra você.

Se eu to mal, você vai lá e me faz ficar bem.
Se eu to chorando, você vai lá e seca minhas lágrimas.
Se eu to me sentindo sozinha, você vai lá e tira o vazio de mim.


Você é o meu príncipe encantado daqueles contos de fadas lindos que eu via quando eu era menor.



Your place is kinda cozy
your parents are out of town
baby, there's no pressure



Eu poderia passar dias e dias escrevendo esse jornal pra você, poderia usar todas as palavras existentes ou todas as músicas românticas que eu conheça que mesmo assim eu não iria conseguir expressar tudo o que eu quero, e muito menos conseguir dizer o quanto eu te amo e te quero pra sempre, palavras são insuficientes para isso, saiba que eu te amo, muito, demais, pra caralho, a cada segundo, minuto, semana, mês, ano, século, não importa. Eu quero estar sempre ao seu lado, viver com você, casar, ter nossas pestes, e ficar lá, pra sempre juntinhos.


Acho que eu já fui gay demais, não? Talvez, ou talvez eu devia ter sido mais gay ainda, eu não sei, sou péssima me expressando e sou ainda pior com palavras.


Mas eu fiz com amor e é isso que importa, bebê.


Ah, eu sei que nós não somos casados (não ainda) mas eu não vejo problema algum em dizer isso que eu vou dizer, afinal eu penso assim e tomo esses votos para mim desde o dia em que eu vi você pelos stalks, meu bebê.


''E te prometo ser fiel, amar e respeitar, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, por todos os dias da nossa vida, até que a morte nos separe".

Te prometo tudo isso, eu também te prometo uma vida ao seu lado, te prometo todo meu amor, carinho, tudo, tudo mesmo, eu vou estar sempre aqui pra você, nada nem ninguém vai mudar isso, nós vamos viver juntinhos, casar, ter nossos filhos e levar eles pra brincarem no parquinho, tudo lindo, tudo maravilhoso.


Eu te amo demais, mesmo, feliz um mês de namoro, meu anjo, meu amor, minha nervosinho, meu teimosinho, minha criança, meu oppa, meu bebê, minha vida, meu tudo.



'' Você é a mesma pessoa por quem me apaixonei ontem e o mesma que vou amar amanhã. Amo esse seu jeito frágil e ao mesmo tempo durão, resguardado e ao mesmo tempo despojado.''




But if you're down, I'm down
cause, it's alright, it's alright
to just talk tonight
but if you're feeling kinda crazy





//turn {down} the +lights, we can take our time do ¡whatever)\ you =like\
I'ts alright, it's alright, I ;wanna; make you .mine.
,!maybe)) I'm just a kid in love, maybe I'm just a *kid in love*, oh, [/baby] If this is what it's like falling in love, then I don't ever wanna (grow) up*ೃ





@Iobin





Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...