~HANA_NIM

HANA_NIM
Hananim
Nome: Hana samaa
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

~HANA_NIM - Hananim

Responsável pela distribuição de purpurina e o brilho deste saite.
Escritora famosíssima (de comentários).
Talvez, e só talvez, eu seja completamente apaixonada pelo Suho (mas ele não é meu bias), (sério).
EXO me pertence, bai.


Repostagem de GUY

Postado

Bom, venho por meio deste jornal avisar vocês que o primeiro e único capítulo de G.U.Y foi reescrito e repostado.
Para quem leu a história e gostou recomendo lerem novamente pois vários pontos foram alterados e a fic está bem diferente da versão original, e para quem leu e se incomodou com certos pontos da primeira versão, recomendo relerem também porque como já disse, todos os pontos problemáticos foram alterados.
Na versão original eu abordava traição e fazia do Baekhyun um personagem bem cretino que cruzava todos os limites do aceitável para provocar o Chanyeol. Não simplesmente reescrevi e pretendo passar uma borracha no passado feio dessa fic. Não.
Eu a escrevi, evolui e anos depois percebi o tanto de problemas que esse enredo continha.
A reescrevi para mostrar que as pessoas mudam e todos podemos evoluir e espero que vocês tomem esse exemplo para repensar e refletir em situações do cotidiano também.
Reforço aqui que ninguém nasce sabendo de tudo, então antes de tacar a pedra em alguém que tem um comportamento problemático, procure desconstruir esses ideias de forma racional e didática. Tenho certeza que será engrandecedor e muito mais efetivo.
É isso aí, galerinha, espero que gostem da nova versão!

Permalink Comentários (1)

[18/06/2017] Precisamos falar sobre GUY

[21/04/2017] Sobre meu antigo icon e a blackface


Atualizações do Usuário

Usuário: ~HANA_NIM
is it trueeeeee
Usuário: ~HANA_NIM
ou não pois tenho que esperar pela capa ne
Usuário: ~HANA_NIM
mas essa suchen sai essa semana eu juro
Usuário: ~HANA_NIM
tipo a minha falta de habilidade pra escrever sinopses
Usuário: ~HANA_NIM
certas coisas nunca mudam