~larryvexame

larryvexame
I'm Bottom :v
Nome: Escrava dos viados.
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Goiania, Goiás, Brasil
Aniversário: 19 de Abril
Idade: 22
Cadastro:

Para uma amiga...


Postado

Para uma amiga...

Oi... Testando... Um... Dois... Três... Som...

Ótimo. Eu não sei começar um assunto sério e nem sei quais palavras usar, mas eu vou tentar.
Não vou começar com aquelas coisas clichês, então vamos pular a introdução.
Oi, sério eu já to chorando aqui sem nem escrever nada, isso é muita merda kkkkkkkkk
Mas vamos lá.
Desde o começo do mês eu venho pensando em algo especial pra te dar, mas não encontrei nada até porque a distancia não permite, então eu resolvi que iria te escrever algumas coisas.
Minha vida não é fácil e você sabe bem disso, e pra falar a verdade eu me sinto culpada por te encher tanto, tipo você já tem seus problemas, já tem que agüentar tanta coisa ai pra vim uma garota chata depressiva te alugar ainda mais, e sério eu já pensei várias vezes em sair daqui por conta disso, por não querer te “envolver” nos meus problemas. Mas você sempre com aquela conversa de que não quer que eu te afaste, não quer se proteger e tals, e sempre me faz ficar aqui. Esses dias andei revendo meu comportamento e sinceramente não estou contente com ele. Eu meio que “te coloquei de lado” e não era bem isso o que eu queria. Porque você é a única aqui que consegue me agüentar sem perder a paciência (algumas vezes e.e) e eu te admiro tanto por isso. Eu te admiro por muita coisa pra falar a verdade. Você é uma das pessoas mais corajosas, valente, guerreira que eu conheço. Já agüentou mais coisas do que qualquer um pode pensar, e eu tenho certeza disso mesmo que você negue. A um ano atrás eu tinha amigas claro, todas tem mais ai eu entrei no site e inventei de divulgar minha fic. Pra você. Naquele momento eu de forma alguma pensei que estaríamos aqui, depois de um ano brigando por uma aposta boba kkkkkkkkkkkk. E tipo eu nunca fui de insistir nas coisas, pra mim a pessoa respondeu uma vez que não, beleza eu viro as costas e vou embora, mas naquele momento que você disse que sua fic era estranha, eu senti que deveria insistir pra mim lê-la, não sei como e nem porque mas alguma coisa bem lá no fundo me disse pra continuar ali e pedir até que você me desse o link, e você me deu. Outra coisa sobre mim, eu nunca leio fic’s que me mandam na hora, eu sempre favorito e esqueço-as ali por e depois de certo tempo eu vou revirando e lendo uma por uma, mas de novo aquela mesma vozinha no meu subconsciente me disse pra abrir o primeiro capitulo e ler inteiro, e eu li. Tem outra detalhe ainda, eu não curto muito comentar fic’s de artistas da qual eu não conheço, e a bendita vozinha me mandou ir lá e comentar, e então mas uma vez eu a ouvi e comentei. Tipo eu não acredito muito nessas coisas de que tudo tem um motivo, mas depois daquele dia eu passei a acreditar. Porque aquela vozinha no meu sub não se manifesta por qualquer coisa, tanto é que já me ferrei várias vezes por conta disso. Mas eu segui em frente e fui lendo capitulo por capitulo e comentando, porque porra tava muito foda a fic, Brad <33 kkkkkkkkkkk
E depois dessa fase eu te pedi para entrar no face e você me disse que tinha um certo “trauma”, mas eu te convenci a voltar e você voltou, yeeey que bom que voltou \o/
Depois disso gente seguiu como todo bom e velho começo de amizade, contando histórias de quando éramos crianças, apesar de você ainda ser uma kkkkkkkkkkkkkk, mas eu jamais esquecerei da história da escada, moça da escada <333 e então eu comecei a ir mais fundo e te contar as coisas erradas que já fiz, e sabe o que mais me admirou? Você nunca me julgou ou me criticou por nenhum deles, você nunca me afastou por me achar uma louca neurótica com tendências suicidas, muito pelo contrário, fez questão de se aproximar mais e mais pra me ajudar, e eu tenho que te dizer que você vem fazendo um ótimo trabalho, porque Sabrina você pode não saber, mas já me ajudou de tantas formas que até eu me surpreendo. Muitas vezes eu estive cara a cara com as “coisas que me puxavam pro fundo do poço” e me lembrei de todas as suas palavras, de todo o seu apoio e de todas as suas ameaças kkkkkkkkkkkkkkkkkkk, e então eu voltei. Voltei por você. Eu to aqui agora escrevendo isso pra você e por você. Porque se não fosse a sua “ilustre” (kkkkkkkk) pessoa, eu provavelmente não estaria aqui, e muito menos bem. Você pode não acreditar em metade das palavras que estão aqui, mais pode ter certeza que elas não vem do nada, elas vem do fundo do meu coração. Porque quando to falando contigo eu sinto que devo ser sincera, que devo ser verdadeira porque é o que você merece, você sempre foi assim comigo e é o mínimo que devo fazer por você.
Mas tem um problema. Um imenso problema que me impede de seguir em frente, minha maldita insegurança. O problema de achar que eu não sou uma boa amiga. Você é minha melhor amiga, você me ajuda, você me segura, você me salva, mas a questão aqui é: Eu sou sua melhor amiga? Eu te ajudo? Eu te seguro? Eu te salvo? E são essas perguntas que martelam em minha mente todo instante e eu só queria ser pra você, metade do que você é pra mim. Minha irmã, minha melhor amiga, minha parceira, minha cúmplice, minha mãe, meu pai, minha tia, minha avó, minha gata (no sentido figurado, porque sim eu encontrei uma gatinha na rua e sim eu coloquei o nome dela de Samy por sua causa u.u). Bem eu vou resumir isso aqui porque ta muito grande e eu sei que você é preguiçosa pra caralho kkkkkkkkkkkkkkkkk.
Dia 23, ta me lendo? VINTE E TRÊS (não 25, mas 23) de fevereiro, completam um ano que estamos aqui. 365 dias juntas. Aguentando uma a outra. E olhe que é um trabalho meio complicado agüentar essa sua chatura u.u
E eu te digo que eu espero do fundo do meu coração que essa data se repita por muitos e muitos anos. E eu quero avançar nossa amizade, espero um dia juntar dinheiro (quando eu conseguir me fixar em um emprego sem ser demitida e.e) pra viajar até São Paulo pra te encontrar. E eu irei conseguir, ou não me chamo Ana Paula (lembra? Renata, ainda morro de rir quando eu me lembro disso kkkkkkkkkkkkkk).
Então é isso. Feliz um ano de amizade. Eu sei que hoje é dia 15 e ainda faltam 10 dias, mas eu sou uma pessoa ansiosa que não consegue esperar u.u
E é como dizem por ai: “Uma amizade não precisa ser perfeita, mas sim verdadeira”. E eu acho que a nossa pode-se incluir ai, porque não penso em nunquinha te abandonar, vai ter que me agüentar até a eternidade kkkkkkkkkkkk.
Eu te amo minha menina maluca, convencida, chata, ridícula, irritante, boba, insensível, reclamona... Entre outros kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Estarei aqui pro que precisar. Sempre.

Câmbio... Desligo...

Escutando: True Friend - Miley Cyrus
Lendo: Isso aqui '-'
Assistindo: Silvio Santos
Jogando: Nada
Comendo: O que tiver na frente
Bebendo: Sangue muahahaha

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...