~hiII

hiII
? ? ? ? ?
Nome: 浳–浤–搰 { lia } –浤–搰–煤
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

Across The Future


Postado


i don't want do die wihout any scars




Nome completo:
Kristin Stone van der Halen


Idade:
16 anos


Aparência:



Kris é baixinha e possuí um corpo bem curvilíneo. Sua pele clara fica vermelha com facilidade, e seus cabelos bem loiros e lisos vão até pouco abaixo de seus ombros. Possuí olhos verdes, lábios razoavelmente carnudos e uma expressão insolente que nunca sai de seu rosto por mais que queira.


Personalidade:
Dizer que Kristin tem pavio curto é um elogio; seria mais sensato simplesmente dizer que ela não tem pavio. É uma grande problematizadora que gosta de contrariar tudo o que lhe é dito e jamais leva desaforo para casa. Kristin é capaz de discutir com qualquer um para defender sua opinião, e não suporta ver qualquer tipo de opressão. Mesmo que a própria discorde, Kris parece gostar de brigar, já que não perde uma oportunidade de fazê-lo, e pode até partir para o confronto físico em casos muito extremos.
Tirando sua personalidade explosiva, Kristin é uma pessoa legal. Gosta de fazer com que novatos se sintam bem (desde que goste deles, é claro), é muito divertida e sempre acha algo para fazer piada- a menos que esteja irritada. Kris não suporta brincadeirinhas quando está brava. Extremamente desinibida e extrovertida, ela é aquele tipo irritante de pessoa que mal chega em um lugar e já está dando sua opinião, causando intrigas e fazendo amizades- e inimizades.
Não é muito ciumenta com os amigos, mas ama um drama. Quando briga com algum deles- coisa que acontece frequentemente por motivos bobos-, torce o nariz para eles e não corre atrás de jeito nenhum. O problema é que Kris não vai evitar a pessoa com que estiver brigada: ela vai querer estar perto o tempo todo para poder implicar. O outro que venha pedir desculpas, caramba! Caso não venha, ela continuará com esse comportamento até que enjoe de estar brigada e volte a falar com a pessoa como se nada tivesse acontecido.
Como uma boa grifina, é muito corajosa, sempre tomando a iniciativa, orgulhosa e leal ao seus amigos e ideais. Kristin pode ter seus defeitos, mas jamais trairia alguém que ama e respeita. Faz o tipo de amiga animada que sempre arrasta os outros para as piores aventuras e não tem paciência para gente desanimada. Impaciente, detesta esperar e por isso costuma tomar a iniciativa para tudo e age precipitadamente com frequência. A energia de Kris é tão grande que se torna praticamente palpável, o que às vezes lhe leva a ser agressiva, inquieta, argumentativa e muito, muito teimosa. Está sempre entusiasmada com tudo, sempre otimista e sempre pronta para aceitar um desafio. Ah, Kristin não suporta ser desafiada... Dá o sangue para vencer em tudo. Há aqueles que gostam da garota, e há aqueles que a detestam, mas Kris gosta desse equilíbrio.


Sangue:
Puro


História de vida:
Filha de mãe nascida trouxa e de um pai vindo de uma tradicional família bruxa da Holanda, Kris teve uma infância feliz e livre de qualquer problema financeiro em Londres com os pais e o irmão mais velho. Sua mãe era auror e o pai clínico geral do St. Mungus. No seu aniversário de nove anos, tudo estava bem: o pai havia tirado uma folga para ficar com ela, sua mãe havia acabado de retornar de uma missão para caçar bruxos das trevas e seu irmão havia sido escolhido como monitor da Corvinal. A vida da família estava banhada de alegrias até que a mãe de Kris precisou partir para outra viajem. Nada fora do comum, até que ela passou a demorar muito para voltar. Ninguém estava desconfiado de nada até o terceiro ano sem ter qualquer notícias da auror, já que era natural que ela sumisse por esse tempo. Então ela foi dada como desaparecida. Esses foram os piores anos da vida de Kristin, com o pai completamente desolado, gastando todos os momentos de sua dor no trabalho ou trancado no quarto, sem conseguir forças para cuidar dos filhos. O irmão, que sempre fora mais ligado à mãe, estava arrasado, mas esforçava-se para parecer forte na frente de Kris. Ele sabia que ela precisava de alguém, e se o pai dos dois não era capaz de lidar com isso, ele seria. O evento foi muito importante para tornar a relação dos irmãos mais estreita.
Conforme os anos foram passando, a dor foi se resguardando. O irmão de Kris, que agora trabalha no Ministério, parece concentrado e feliz, mas nunca para de pensar na mãe. Seu pai voltou a ser o homem que era, porém mais ansioso e desconfiado, querendo proteger Kristin a todo custo. E ela, bem, ela vive normalmente. Kristin não pensa na mãe o tempo todo, mas tem certeza de que ela está viva. E tem certeza de que um dia irá encontrá-la.


Familiares ou responsáveis presentes
Abraham van der Halen │Pai │Puro │Clínico Geral do Saint Mungus │45 anos

Kris sempre foi sua princesinha, mas após o desaparecimento da mulher ele passou a ter um cuidado excessivo com a garota. Embora tenha ficado mais avoado e triste com o ocorrido, ele tenta proteger Kristin de tudo, a todo custo. É um homem que tornou-se sério, preocupado e mais fechado, porém é possível ver a dor em seu olhar.

Rebbeca Stone│Mãe │Nascida Trouxa │Auror│39 anos

A mãe de Kris era muito animada e se divertia muito junto da filha. Elas conversavam sobre tudo e faziam coisas juntas. Embora o irmão de Kris fosse mais apegado à mãe, a filha também amava-a muito.

Anton Stone van der Halen│Irmão│Puro│Trabalha no departamento de Serviços Administrativos da Suprema Corte, no Ministério da Magia │21 anos

Ton é um garoto adorável, muito dedicado e inteligente. É atencioso e eficiente. Nunca foi de brigar muito com a irmã, mas após o sumiço da mãe, passou a cuidar muito mais dela durante o período em que seu pai negava-se a fazer qualquer outra coisa que não fosse chorar. É um irmão protetor e os dois se dão bem. Kristin recorre à Anton para tudo.


Casa à qual foi selecionado(a):
Grifinória


Deixará o Chapéu Seletor escolher de acordo com sua personalidade ou prefere escolher por si?
Ela até deixaria que o Chapéu escolhesse, mas já tinha certeza de que seria enviada para a Grifinória.


Gostos e desgostos:
Gostos;

Sol│Discussões│Pessoas animadas│Ser o centro das atenções│Quadribol │Sapos de chocolate│Novidades│Halloween│Quando concordam com o que diz│Estar no comando│Suco de abóbora

Desgostos;
Noite│Ser confrontada│Gatos│Receber ordens│Chuva│Gente mesquinha e arrogante│Natal (data em que o desaparecimento da sua mãe foi confirmado)


Medos:
Falhar em algum objetivo│Perder seus amigos│Não ser o suficiente│Facas


Traumas:
No mês em que o desaparecimento de Rebecca havia sido confirmado, o pai e os filhos estavam muito conturbados. Abraham mal saia do quarto, e Kris praticamente só tinha o seu irmão nesse momento. Anton era o que mais sofria com a falta da mãe, mas precisava mascarar a dor para apoiar a irmã mais nova, e por precisar se concentrar nos estudos. Um dia, totalmente angustiado, Ton saiu de casa para dar uma volta e espairecer, e acabou passando muito tempo fora, o que levou a Kris de nove anos a achar que o irmão os havia abandonado também. Desesperada, escondeu-se num armário e chorou histericamente, deixando o pai sem saber o que fazer. A choradeira só parou quando Anton finalmente chegou em casa, confuso por ser recebido pelos gritos do pai e pelos soluços da irmã. Esse é o trauma de Kristin.


O que um amigo precisa ser, em quesito de gostos e/ou personalidade?
Parecido com ela- não pode ser alguém muito reclamão, nem desanimado demais. Kris adora pessoas aventureiras e enérgicas, que irão com ela para onde for.

E inimigos?
Pessoas opressoras e muito arrogantes. Kristin tem seu ego, mas não suporta quem maltrata os outros por se achar superior. Detesta ver injustiça.


Como tratará os amigos?
Kris não é uma amiga muito ciumenta. É aquela que está sempre cheia de energia e puxando os amigos para as coisas mais malucas. Vai com eles aonde eles quiserem que ela vá, e espera o mesmo em troca. No entanto, seu jeito cabeça-quente não é exceção aos amigos, com quem a garota muitas vezes tem discussões feias. Kristin jamais pede desculpas- se o outro não vier pedir, ficará dando um gelo nele até que se canse de estar brigada e volte a conversar como se nada tivesse acontecido.


Como tratará os inimigos?
Não perde uma oportunidade de brigar com seus desafetos. No meio de uma aula, no Expresso Hogwarts, na Floresta Proibida, não importa: a garota não tem vergonha de gritar e argumentar com os inimigos. É muito esquentada e se for muito provocada, pode partir para o confronto físico. Raramente ignora a presença de um inimigo, sempre querendo provocá-los também. Não leva desaforo para a casa de jeito nenhum.


Estilo de roupa:
Kristin possuí um estilo confortável e meio oldschool, com camisas xadrez, leggings ou jeans escuros e coturnos. Gosta de blusas com formas coloridas, de preferência de bandas ou desenhos antigos. Adora as cores vermelha e amarela para se vestir.


Patrono:
Um leão branco.


Visão no espelho de Ojesed:
Ela se vê como auror, pronta para partir em uma missão de busca à mãe.


Varinha:
24 cm, flexível, feita de Álamo e núcleo de fibra de coração de dragão


Deseja jogar quadribol? Se sim, em qual posição?
Sim! Se possível, como artilheira.


Desejará um par? Se sim, quem?
Desejo, sim. Vou dar uma olhada depois. De qualquer forma, está disponível.


Como o(a) tratará?
Kristin não confessa que gosta, nunca. Pode não ser ciumenta com os amigos, mas com o par é outra história. Embora fique se mordendo toda, também não admite. Discute com o par por bobagenzinhas e faz, com o perdão da expressão, cu doce o tempo inteiro. Apesar de não ser nada tímida, fica envergonhada quando beijada ou abraçada em público, mas é mais fogosa quando estão à sós, e gosta de dividir bastante coisas com o par.


Animal de estimação:

Freddo.


Algo a mais?
Nadinha ㋡


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...