~dzhanaev

dzhanaev
.bulletclub.
Nome: — mick.¸ ¸.*☆
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 4 de Abril
Idade: 16
Cadastro:

Ficha — CODE-027


Postado



Mostrar Spoiler: I'm on the wrong side of heaven, and the righteous side of hell.
FICHA



24 anos. — Nasceu em 08 de abril de 2047 — Seu signo é Áries.




Aparência:









Mats Hummels.

— Christian é um homem moreno, mesmo tendo a nacionalidade alemã. Seu cabelo tem uma tonalidade castanho bem escuro, várias vezes confundido com o preto, o mesmo é bastante irregular por Christian não penteá-lo. Seus olhos são pequenos, e diferente do cabelo eles são totalmente pretos e um pouco brilhantes. Seu nariz tem estatura média e é um pouco avantajado. Seus lábios são finos e pouco rosados. O homem tem uma barba da coloração preta, bem feita e é de dar inveja em outros homens que queriam ter barba. Seu rosto é oval e bastante definido com belas maçãs no rosto e um queixo bem formado.

Seu porte físico é bom para um homem de sua idade, tem braços bem cheios e definidos, belos ombros e pescoço, mãos grandes. Tem um peitoral bom e abdômen definido mas os gomos não são muito visíveis, costas bonitas e bem separadas. Coxas grossas por ter muito músculo e panturrilhas bem duras. O moreno mede 1,91cm e pesa cerca de 90kg.




Personalidade:

Levando em consideração o antissocialismo de Christian, ele poderia ser um cara legal tirando o fato de não ser bom em puxar conversas, sempre quieto num canto com uma personalidade um tanto reservada, evitava certos tipos de pessoas por ser explosivo.

Crítico, consideravelmente franco até demais, talvez algumas pessoas não iam com a cara dele por certas palavras rudes dirigidas  à elas. Tendo uma certa mania mal educada em olhar para os outros com a expressão fechada, um bendito de um valentão arrogante.

Sendo dono de uma personalidade extremamente forte e até mesmo "insuportável" em outros pontos de vistas, era apenas uma falta de compreensão das pessoas, não que ele precisasse que os outros o entendessem, ele não dependia disso. Já deu pra perceber os excessivos por centos de orgulho do rapaz, mantendo a cabeça sempre em seus próprios ideais, tendo consequências levando uma vida solitária.

Em questões de relacionamentos Christian não era tão bom no assunto, desinteressado, não havia a pessoa certa ou errada em seu caminho, talvez, não fazia qualquer diferença, não sentia quaisquer necessidades, estaria então quase se adequando no perfil de um assexual (porém ele não era). A vida que Christian levava não o fazia bem ou mal, mas estava satisfeito, ou melhor dizendo, acostumado.




Passado:

Em uma área nobre de Munique do estado da Baviera, em 2047, nascera Christian Holgen Robben, em meio de riquezas proporcionadas pela própria família, tendo tudo do bom e do melhor, graças a profissão de seus pais, é claro. Seu pai, Renato Sanches, habitualmente chamado apenas como sr. Sanches, diligencia uma profissão um tanto peculiar, sendo chefe de uma máfia espalhada pela Alemanha, que cujo é conhecida por importar e exportar armas de grandes poderes de destruições e uma extensa variedade de drogas, o exato motivo desta família ter uma das melhores situações financeiras desde sempre. Christian sempre soube dos assuntos de seu pai, o crime era influenciado para a criança, que teve grande parte de sua educação detonada, agindo com comportamentos agressivos e violentos diante das pessoas. Durante sua transição para adolescência, aos 16 anos teve um brutal conflito com um marginal rival, que acarretou em marcas de cicatrizes como lembrancinhas em sua costela, golpes certeiros que o cara o acertou com um caco de garrafa alcoólica em mão, pelo menos os ensinamentos de seu pai com armas brancas especialmente em lugares letais o fez quase se tornar o assassino do indivíduo, algo que não seria agradável para o sr. Sanches, lidar com mortes de miseráveis era uma situação desagradável e estressante.



Crimes cometidos:

Aos 17 anos Christian teve sua primeira prisão por furto milionário a banco, que por talvez um fato que poderia ser, foi o maior motivo de orgulho para o experiente pai, mas o maior motivo de importuno por ter que pagar uma taxa de propina de milhões de euros para que furassem a pena e liberassem seu herdeiro da prisão. Depois do ocorrido, aos anos em que se foram passando, Christian esforçou-se parar se tornar mais experiente com ajuda de seu pai e os subordinados do mesmo, recebendo habilidades o suficiente para ser o futuro herdeiro assim o que o sr. Sanches batesse as botas.

Agora o crime que o levou pra essa prisão de segurança máxima, junto com seu pequeno grupo, Christian aos 22 estava planejando a morte do filho do governador, isso seria preciso caso Christian quisesse causar desordem no governo. No dia, já estava tudo combinado, os vários jeitos de fuga, armas, munição, mascarás, veículos, etc. Na hora do ato, todos estavam em seus postos, à espera do comboio chegar, ao som dos motores dos carros-fortes, apertara o gatilho fazendo o primeiro e o último dos carros explodirem assim cercando o resto, o grupo de Christian já estavam em volta do carro principal esperando as granadas detonarem as comportas, porém para a surpresa do grupo, o governo já estava ciente desse ataque e já sabia que Christian era o líder e por isso decidiram deixar ele vivo, ao carro-forte ser aberto, vários militares apareceram em volta do grupo, todos foram executados brutalmente, exceto Christian. Assim o maior foi levado para a prisão de segurança máxima que seria destinada ao planeta desconhecido.



Tem algum:

Vício:

Ele costuma beber e fumar sempre que não estiver ocupado.

Mania:

Ranger os dentes.

Trauma:

Não tem.

Fobia:

Anatidaefobia — Medo de ser observado ou perseguido por patos.



Deseja par? Como será com ele(a)?

Ele está disponível, Christian é heterossexual.



Seu maior sonho e seu maior pesadelo:

Seu maior sonho é pegar o lugar de seu pai assim que sair da prisão, e o seu pior é ficar no meio de um bando de patos.



Gostos:

Neve;

Games [horror survival];

Praticar esportes;

Sexo [ele é ninfomaníaco];

Café forte;

Motos.



Desgostos:

Ser interrompido em alguma

Doces;

Ser intimidado;

Pessoas muito amigáveis;

Mulheres muito altas [prefere as mais baixas];

Tirarem com a cara dele.



Primeira atitude que tomará ao chegar no planeta desconhecido:

Achar abrigo, comida, suplementos e juntar o grupo.

Como é com o grupo:

Ele é muito analítico, será sempre ele que tomará as decisões do grupo.

Possibilidade em trair o grupo:

7%

Possibilidade em ser líder:

85% por já ter liderado um grupo de bandidos, e também é um ótimo estratégista.

Possibilidade em matar alguém do grupo:

50%, caso a pessoa enlouqueça e perca a razão, assim se não tiver volta, executará a pessoa.



Você:

Mataria alguém que gosta para se proteger?

Com certeza, menos a pessoa que ele ama.

Deixaria alguém que gosta para trás?

Essa seria outra opção caso a pessoa ficasse louca.

Faria o quê, caso visse alguém que gosta morrer?

Partiria pra cima do indivíduo que o matou.

Faria o quê, caso se descobrisse traído por quem gosta ou pelo grupo?

Iria se separar do grupo e tomar um rumo sozinho.

Mataria alguém para se alimentar?

Sim, mas não pra comer a carne da pessoa, primeiramente iria tentar negociar.

Faria o quê, caso fosse infectado por um parasita?

Tiraria caso der, se for muito profundo, amputaria a parte infectada.

Se sacrificaria pelo seu grupo?

Depende do que já fizeram para ele.



Qual a pior forma de morrer?

Afogado.



O que acha sobre a proposta imposta pelo Governo?

Acha boa, porque não gosta de ficar preso por muito tempo.



Algo mais?

Essa música o representa.

https://www.youtube.com/watch?v=o_l4Ab5FRwM

Wrong Side of Heaven — Five Finger Death Punch

E é só isso mesmo, espero que goste da ficha. <3



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...