~LiaHyuuga

LiaHyuuga
Little Fickle Girl
Nome: ...
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 6 de Setembro
Idade: 16
Cadastro:

Letargia


Postado

Letargia

Há pouco tempo atrás, eu temia sair de onde sempre foi o meu lugar, queria continuar aqui para sempre. Mas hoje me impressiono com o fato de isso ter mudado tão rapidamente.

Tudo está como sempre esteve. As estações passam tão vagarosamente, o frio demora a chegar, as flores demoram a murchar.

Sempre os mesmos rostos, as mesmas casas, o mesmo cenário. O mesmo marasmo e a mesma cidade tão apertada.

Lembro daquele velho trem que nunca mais passou. E daquela velha história que eu nunca vivi.

Tanto pessimismo, tanta difamação, tantos sorrisos plásticos.

Eu sei que isso existe em todo lugar e não só perto de mim, mas sempre são as mesmas vozes reclamando sempre das mesmas coisas... "Nada dá certo" "Está tudo errado" "Eu nunca vou ser feliz"

Isso me incomoda tanto que tenho medo de continuar aqui e me tornar mais uma dessas pessoas. Eu quero ir para longe delas.

Por que dizem que sou madura comparada às pessoas da minha idade? Isso está errado. Eu sou como todo mundo, a diferença é que cada um escolhe seu caminho, e algumas pessoas estão escolhendo o caminho da ignorância e dissimulação.

Ninguém quer realmente mudar. Ninguém quer ser verdadeiramente livre.

Quero fugir daqui. Dessas pessoas tão falsas e negativas, dessas construções pequenas que se dizem gigantes, e que só foram feitas para dizer que a cidade está crescendo.

Tenho certeza de que essas pessoas continuarão existindo, independente do lugar para onde eu for. Porém, ao menos não serão as mesmas de sempre.

Elas não terão aquela antiga ideia sobre mim, porque vai ser diferente.

Quando eu finalmente conseguir sair daqui e vir rostos e coisas diferentes, quando eu finalmente me vir dentro de uma multidão ou de um metrô, quando eu não precisar mais de ninguém, eu realmente serei mais livre.

Espero que minha felicidade não seja mais afetada do que já é, por esse lugar tão pacato e seus medíocres moradores.

Só gostaria de pular essa parte da vida, para poder ser quem realmente sou, sem ter medo de que aqueles com quem eu convivi desde sempre, me julguem ou critiquem.

Tenho certeza de que, no futuro eu estarei rindo desses pensamentos.

Escutando: Nandemo Nai ya - Radwimps

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...