~LiaHyuuga

LiaHyuuga
Little Fickle Girl
Nome: ...
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 6 de Setembro
Idade: 16
Cadastro:

Realidade


Postado

Realidade

Lembro que era um dia antes do início das aulas. Foi um domingo, em fevereiro, nesse mesmo ano. Naquele dia minha consciência já não guardava mais os possíveis imprevistos, os colegas de classe novos, as novas incumbências, novas ansiedades.

Eu apenas deixei todos os meus medos desaparecerem com a brisa aprazível da noite. E então eu olhei para o céu e percebi que estava crescendo.

Mas não era pra isso estar acontecendo.

Não era pra tudo isso acontecer, pra eu ser desafiada a continuar mantendo as pessoas perto de mim. Para tudo ser tão diferente de como era antes.

E eu achando que já era tão madura, só porque resolvi me fechar para o mundo e dar uma de “coração gelado”.
“Não se envolver com as pessoas.” Isso é simplesmente impossível quando você conhece pessoas que te põem pra cima.

Não era pra eu me influenciar tanto pelos outros. Não era pra eu me rebelar tanto. Mas eu não aguentava mais. No fim, o que consegui com isso? Somente mais vontades impossíveis e besteiras da mente.

Cada ano que passa, sinto que estou me tornando outra pessoa.

O pessimismo me arrebenta, pouco a pouco, a cada dia que passa. Eu não sou mais a mesma. Talvez eu tenha começado a ser um pouco mais realista e a aceitar as coisas como elas são.

A humanidade em si é horrível. E sem que você mesmo perceba, ela te destrói.

Creio que, se você não tem amor, não consegue ser, pelo menos, um pouco otimista. Se não se rende às emoções, às pessoas, à natureza. Porque, mesmo insistindo em continuar vivendo, sem amor ninguém vai muito longe.

Sem dar amor, sem receber amor.

Por isso que crescer é tão difícil. Você começa a perceber que não é bem assim que as coisas são. E que está perdendo toda aquela felicidade e inocência boba que você tirava não-se-de-onde.

Eu não quero ser destruída pela realidade, eu não quero crescer.

Quero ser invencível.

Eu não quero morrer.

Escutando: Walk- Foo Fighters

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...