~Yuro_

Yuro_
Aspirante a escritora
Nome: Caty
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 24 de Agosto
Idade: 15
Cadastro:

Ficha A idade das trevas


Postado

I see

https://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-originais-a-idade-das-trevas--interativa-5705108

× Gênero: Feminino

× Orientação Sexual:
Heterassexual

× Nome: Sophia Tullia Dorotheia

× Aniversário e Idade: 13/07, 19 anos.

× Como vós acha que será o reinado de Angelus: Já o encontrou algumas vezes, o achou um homem decente. Espera que ele seja mais sábio que o pai.

× Classe e como atua nela:

(X) Suserana (duquesa)

Profissão:

P.s: Como uma duquesa, ela realmente não precisa trabalhar, mas acaba exercendo várias funções em seu ducado por ser instruída o bastante para tais coisas e pelo desejo dela de ser útil e odiar ficar parada.

(X) Alquimista (essa é sua principal função, pela qual é conhecida fora do seu ducado, os demais são pequenos trabalhos locais que ela faz)
(X) Embaixadora (apenas quando seu ducado recebe figuras de importância. Geralmente ela é a que vai recebê-las e por isso, conseguiu um pouco de prática na diplomacia, sendo a mais adequada para se apresentar se não estivesse disponível um profissional)
(X) Professora (mesmo sendo jovem, seu grande conhecimento a faz ter um ou dois alunos, vindos do ducado ou de outros, para aprenderem com ela sobre alquimia, matemática e medicina)

× Aparência:





Seus cabelos cacheados são volumosos e cheios, quando soltos envolvendo seu rosto expressivo numa juba castanha-escura, levemente arruivada. Sardas tomam sua pele de tez clara, a escurecendo de leve. A fronte da jovem é de traços fortes, não chegando a serem firmes ou masculinizados, mas marcantes. Embora pequenos, seus olhos escuros pedem para serem encarados, sempre analíticos e brilhando com intenções ocultas quase como uma constante provocação. Inclinando-se sobre eles, estão duas sobrancelhas de cor mais escura que os fios do cabelo, pouco arqueadas, finas e retas. Sua boca é larga e de lábios medianos. Entre ela e os olhos há um nariz retilíneo, severo e anguloso. O formato de sua cabeça é oval, com a mandibula até que marcada. Em geral, é bela, mas tanto sua aparência quanto personalidade espantam possíveis pretendentes, e não é por falta de simpatia.

× Características físicas: Tem cerca de 1,67m, pesando cerca de 52kg. Seu corpo tem curvas médias, mas em geral dá uma certa ideia de fragilidade.

× Vestes:

Casuais







P.s: utiliza essa última principalmente quando está fazendo experimentos de alquimia.

Formais:





× História:

Recebeu toda a educação de uma dama, mas sua sede de conhecimento não a deixou saber apenas sobre costura, tecidos e flores. Ela queria saber sobre o mundo que vivia. Isso a tornava aos olhos da sociedade, "impertinente". Questionava tudo e na modernidade seria considerada uma grande filosofa. No entanto, viveu numa época em que foi considerada apenas como uma curiosa irritante, um defeito terrível à muitos olhos.
Essa curiosidade valeu a pena. Acabou aprendendo coisas que eram consideradas conhecimentos apenas masculinos. Seus pais não conseguiam refrear sua mente, não demorou para muitos notarem sua inteligência acima da média. Ao invés de coordenar os servos com sua mãe, ela se tranca em seu quarto (transformado em laboratório) e faz séries de experimentos e observações, tentando entender a natureza e a as pessoas.
Esse seu jeito excêntrico afastou os pretendentes possíveis, o que enfureceu seus pais. Ela já devia estar pelo menos noiva, mas ainda não recebeu uma proposta. Não que Sophia ligue para isso, até a agrada. Sabe como uma mulher casada deve ser submissa ao seu marido, e não deseja se curvar para ninguém.

× Como vive no reino:
É conhecida no reino por sua excentricidade, mas em seu ducado é adorada. Sua gentileza e simpatia alcançam desde os mais ricos aos pobres. Vive em seu ducado normalmente, num pequeno castelo.

× Personalidade:
Curiosa: Uma coisa pode descrever boa parte do que se resume a personalidade de Sophia, quase todo o resto orbita em torno desse grande Sol. Essa seria: curiosidade, sede insaciável por conhecimento. Extremamente curiosa, continuamente explora todas as possibilidades, principalmente se relacionadas a problemas complexos. Essa curiosidade é inspiradora e contagiante, que admira e encanta muitos por essa busca interminável por conhecimento dela.

Originalidade, gosto pela quebra de padrões e alta auto-confiança: Não gosta de fazer as coisas de uma maneira pré-estabelecida simplesmente por que foi daquela maneira que as coisas sempre foram feitas. Gosta de quebrar padrões com sua originalidade, inventividade e geniosidade, improvisando e criando soluções até para as mais complexas situações e problemas, seja eles sociais, matemáticos ou econômicos. Confia enormemente no valor de sua opinião e apresenta uma encantadora capacidade de ignorar o padrão, o tradicional e o autoritário.

Desejo por sempre melhorar e busca por novidades: Exibe um grande talento para conseguir atender as exigências até nas situações mais impossíveis. Uma característica sua é sempre estar atenta a melhorias, em busca de novos projetos, novas atividades e novos procedimentos. Obstáculos para ela é igual a desafios e oportunidades. Sempre trás coisas novas à sua vida e às dos outros ao seu redor.

Analítica e teimosa: Excelente em analisar tudo, desde a sociedade a um problema de matemática. Sua mente analítica e cientifica possui a capacidade de refletir bastante sobre algo até chegar a uma conclusão precisa. Embora tenha uma boa concentração e memória, tem horas que está completamente distraída. É teimosa e determinada e sempre que alguém lhe diz algo como "Isso é impossível de ser feito", ela tem uma reação instintiva de "Eu consigo fazer isso". Como a boa teimosa que é, tem certa resistência a aceitar ideias que não gosta ou que não concorda completamente. É uma idealista, defendendo seus ideais ferozmente. Por não aceitar ter esses ideais questionados ou confrontados, pode virar um pouco rebelde.

Impulsiva e desleixada: Não costuma fazer um plano meticuloso, só "se vira" com o que- ou quem - estiver a sua mão, contando com sua capacidade de resolver problemas conforme eles surgem. Por esse excesso de confiança em sua intuição e inventividade, pode acabar fracassando por não ter uma preparação mais completa.

Simpática, falante e mente aberta: É uma pessoa fácil de se lidar, raramente crítica, não que não forme uma opinião, só tem o hábito de mantê-la para si ao invés de compartilhar com todos, nem é ranzinza. Assim como sua curiosidade, seu bom humor é contagiante e se espalha entre seu circulo de amigos. Gosta de viver cercada de pessoas, sorri fácil e com frequência, tem a mente totalmente aberta, embora muitos a considerem uma excêntrica. Tende a tratar da mesma forma qualquer pessoa em qualquer posição hierárquica. A amizade é sua grande força matriz, a impulsionada sempre a seguir em frente.

Boa em argumentar: É uma conversadora fascinante, capaz de articular suas próprias ideias complexas com clareza, assim como entender as dos outros. Não o faz com frequência, mas é capaz de manipular pessoas, usando táticas no meio do debate para por seu adversário em desvantagem. Versátil e de mente ágil, reage com rapidez a modificações nos argumentos das outras pessoas. Geralmente, está vários passos a frente.

Suas atitudes e gestos: É um tanto ansiosa e hiperativa. Busca partilhar seu conhecimento com as pessoas, sentindo que ajuda a si mesma quando as ajuda. Quer usar seu conhecimento e ideias para melhorar a vida de todos. Costuma ficar mais preocupada com a proteção do bem comum a proteção de um individuo especifico. Não gosta de brigas e discussões, ao menos que seja para defender uma pessoa com quem se importa, um ideal ou um princípio. Já que é muito mente aberta, é impaciente e grossa com os de mente fechada.

× Talentos: É uma exímia alquimista, que já chegou perto várias vezes de encontrar o tão desejado "Elixir da vida" e a "Pedra filosofal", mas vê que há algum limite na alquimia que não consegue ser quebrado, ela quer descobrir esses limites e burlar essas leis da alquimia de alguma forma. Tem o pensamento rápido, lógico e estratégico, conseguindo fazer cálculos complexos e utilizá-los em eficientes estratégias de batalha.

× Hobbies:
Observar a natureza e as pessoas, anotando o que ela desdobre e percebe
Fazer experimentos de alquimia
Cuidar das pessoas com seu conhecimento limitado de medicina
Fazer caminhadas pelo ducado, conversando com as pessoas

× Qualidades: Inteligência, raciocínio rápido, carisma.

× Defeitos: Teimosia, orgulho, curiosidade.

× Gostos:
Pessoas curiosas, ousadas, gentis, amigáveis
Dias ensolarados de verão
Azul
Animais
Livros
As histórias dos bardos

× Desgostos:
Pessoas ignorantes, acomodadas e manipuladoras

× Pontos Fortes: Inteligência e amplo conhecimento

× Pontos Fracos: Excentricidade

× Habilidades: É criativa no uso da alquimia, sendo capaz de causar reações incríveis se tiver os matérias.

× Inabilidades: Não tem força bruta nem muita resistência.

× O que faria: Buscaria conhecimento e o espalharia, faria as pessoas pararem de a julgá-la tão precipitadamente só por que é uma mulher alquimista (a chamam de bruxa muitas vezes por causa disso). Também tentaria melhorar as coisas para seu ducado e o reino em si. Questionar tudo e todos.

× O que não faria: Negaria conhecimento, julgar apressadamente alguém, deixaria de questionar.

× Manias: Coçar atrás da orelha direita de leve.

× Medos, traumas ou fobias:
Tem medo de fogo, morcegos e de altura.

× Família:

Duque Marcus Tullia Dorotheia- 45 anos - os dois não se dão nem um pouco bem, ele não entende como Sophia consegue ser tão diferente da duquesa que deveria.



Duquesa Ariana Tullia Dorotheia - 38 anos - seguindo o exemplo do marido, ela não se dá bem com a filha, por sempre estar tentando tirá-la da sua paixão, a alquimia, e a levando para o comum, para a vida de "uma duquesa", como ela diz.



× Gostaria de:

(X) Par: Sim, alguém que não ligue para a excentricidade dela, até goste, que a tire um pouco desse mundo acadêmico e a faça ver que coisas como amor não fazem ninguém ter que se submeter a outra pessoa.

× Boa ou má/bom ou mau: Boa

× De 0 a 10, o quanto valoriza as pessoas a sua volta: Tirando os pais, 8

× Mataria?:
Se fosse para auto-defesa, sim.

× Morreria por alguém?: Se fosse por alguém que ela se importasse, sim.

× Poderá morrer:

(X) Uma morte honrosa.

× Segredos: Descobriu como bular a lei da alquimia de "troca equivalente", mas ainda é uma coisa muito primitiva.

× Objetivo: Encontrar o Elixir da vida eterna, desenvolver a técnica que consegue passar pela lei da troca equivalente e adquirir conhecimento.

× Está ciente que seu personagem me pertence e eu posso fazer o que quiser a ele(a)?: Sim

× Caso seja necessário, poderei mudar algo nele(a)?: Sim

× Algo a mais?: Não

×Acesso o site com frequência.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...