~Yuro_

Yuro_
Aspirante a escritora
Nome: Caty
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 24 de Agosto
Idade: 15
Cadastro:

Ficha Corrida Cósmica


Postado

https://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-originais-corrida-cosmica--interativa-5472920

FICHA:

GRUPO: Grupo Militar/Diplomático

NOME: Kalina T'reza Calisir

PLANETA DE ORIGEM: Petron.

Geografia: Em geral, parecido com a Terra, dividido em dois grandes continentes, o oceano cobre a maior parte de sua superfície. Tem poucas montanhas, sendo feito principalmente de planície tropicais e mornas. Não existe as quatro estações em nenhum lugar do mundo, só o verão. Não existe polos, e apenas dois ou três desertos. O que predomina são florestas tropicais, semelhantes as equatoriais dos humanos, tirando as plantas e criaturas totalmente diferentes. Possui três luas, com os dias duram 28h, sendo 14h com luz do sol e 14h de noite. O ano deles é de 498 dias, são 16 meses, de 31 dias. A natureza do planeta já foi quase completamente destruída pelo densenvolvimento desenfreado espécie dominante, mas com a descoberta do poder de Ether, uma energia que provêm do núcleo do planeta e que escapa para a superfície em alguns lugares, foi salva. Foi feito os Portões de Edon, máquinas que são capazes de transformar o Ether em energia elétrica e energia para a natureza do planeta, que se reergueu.

Flora/Fauna:



















Portões de Edon:


RAÇA: Protean.
Os Proteans são uma dos Povos Antigos do universo, muitos tempo antes do nascimento de vida inteligente em outros planeta, os Proteans já existiam. Mesmo existindo a muito tempo, nenhum dos povos que formam a convenção universal sabe de sua existência, pois eles estão isolados, muito longe de qualquer planeta com vida inteligente. Ironicamente, foram as ruínas de máquinas suas que foram parar nas mãos de humanos, ilítides, tellarianos e etc, que fizeram a tecnologia desses povos avançarem de uma vez 500 anos.
A história desse povo ficou por um bom tempo parecida com a dos humanos, no seu auge ostentando de um nível tecnológico com o qual os outros povos só podem sonhar, mas isso destruía o mundo deles. Quando estavam no limite e um colapso ameaçava todo seu planeta, descobriram o Ether. Com a criação dos Portões de Edon, a natureza foi salva. No entanto, não havia modo de sustentar o mundo e o desenvolvimento tecnológico. Assim, eles tiveram que escolher descartar todo o avanço que eles tinham conseguido, vivendo vidas muito mais simples, humildes e ligadas a natureza. Séculos antes da praga atingir os humanos, já havia atingido os Proteans. Por mais que pesquisassem não conseguiam descobrir se a praga vinha de seu próprio planeta ou de outro.
Os Proteans em geral são calmos, curiosos e sábios
Falando em nível fisiológico, os Proteans tem os traços faciais parecidos com o humanos, mas com uma mancha em forma de gota na testa, branca nas fêmeas, preta ou cinza nos machos. Suas orelhas são tem pontas triangulares pontudas, que se alongam até a altura do meio ou fim da testa, em alguns ultrapassando isso, entre eles, quando maior e mais evidente as pontas das orelhas, mais bonito o individuo é. Suas peles tem textura humana, variando do rosa claro ao vermelho vivo. A estrutura de seus corpos é parecido com os humanos, mas tem quatro dedos do pé e suas mãos são maiores e de dedos mais finos e longos do que os humanos. Seus cabelos são sempre brancos ou cinza claro, e isso também é um padrão de beleza entre eles, sendo o branco puro mais apreciado. Nas laterais do cabelo, na parte acima da testa, há outras manchas em formato de gota, da cor contrária a que há na testa, nos machos é quase impossível ver essa mancha, por ela ser branca. Seus olhos não tem padrão, entre eles encontra-se qualquer cor, as mais comuns sendo o amarelo e azul. Vivem em média 400 anos, consideram crianças e adolescente aqueles com menos de 100 anos, jovens adultos aqueles entre 100 e 200, adultos dos 200 aos 350, para cima já é considerado idoso.
Há coisas singulares nos Proteans, eles tem controle sobre suas próprias células, bactérias, moléculas e etc. Assim sendo, eles são capazes de se curar de quase qualquer tipo de ferimento (menos mutilações graves, como de membros inteiros) e de doenças (a praga foi uma exceção), com essa habilidade peculiar eles também podem tomar forma de outras espécies. Não que eles possam tomar a aparência de outros índividuos, mas são capazes de transformar seu corpo no de outra espécie. Eles também tem cérebros admiráveis, com capacidade de memória e processamento maior do que computadores humanos.

Arquitetura dos Proteans:






SEXO: Feminino

IDADE: 136 na contagem proteniana, o que equivale entre 22 a 25 na humana.

SEXUALIDADE: Sua atração é principalmente por homens humanos e tellarianos.

APARÊNCIA:

Real:







Transformada:




HISTÓRIA DE VIDA:
Um dos primeiros sintomas da praga foi deixar os Proteans estéreis. Assim, eles tiveram que realizar incubação em vidro para a continuidade da espécie, mas isso reduziu bastante a natalidade. Kalina foi uma dessas crianças. No entanto, no tempo de sua gestação, apenas 13 meses, toda a situação mudou. A praga começou a matar milhares de uma vez. A prioridade, depois da de encontrar uma cura, foi deixar as crianças que nasceram e ainda iam nascer seguras. Por isso Kalina não foi entregue aos pais depois do nascimento, foi levada para um laboratório, onde cresceu dentro de um tonel com líquido, num estado de coma. Os Proteans conseguiram resistir por mais um século, cada vez mais das crianças que deviam ser a nova geração morriam pela praga. Logo, só havia sobrado uma, Kalina.
Num último ato de salvação da cultura de seu povo, eles implantaram nela as memórias de várias pessoas de seu povo e a mandaram para um dos planetas onde sabia que existia vida, por mais que nunca os tivesse contatado, Gaia.
A viajem foi longa, durou 35 anos. Finalmente, Kalina pousou em Gaia e abriu os olhos pela primeira vez, fazendo a primeira memória que realmente pertencia a ela.
Dissera-na para assim que chegasse, tomar uma forma humana e assim ela o faz. Uma velha cientista gentil, ao vela sozinha num beco, confusa e abandonada a sua própria sorte, acolheu-a, cuidando dela como a filha que não tinha.
Passaram-se nove meses, neles, Kalina aprendeu rapidamente as línguas humanas mais faladas, assim como a cultura deles. Como uma criança, ia aprendendo coisas novas cada dia, e isso a encantava. Foram meses serenos e tranquilos, que acabaram quando Kalina acompanhou a cientista para o laboratório que trabalhava. A velha senhora estranhou que Kalina soubesse tanto das máquinas humanas, ainda mais que os mecânicos. Quando lhe perguntou isso, a potreniana lhe contou tudo. Percebendo como aquela jovem mulher podia ser útil para encontrar a cura da praga, já que seu povo foi um dos primeiros a sofrer dela e as pesquisas deles certamente continham algo que eles não sabiam ainda, ela contatou os líderes humanos.
Desse modo, Kalina se viu na frente dos líderes humanos, que a mandaram numa missão para recuperar a cura junto com um grupo. Dissera-na que ela não precisava mais esconder sua verdadeira aparência e assim ela o fez.

PERSONALIDADE:
Quando pousou sobre Gaia, Kalina não tinha uma personalidade verdadeira. Já que a personalidade é formada pelas memórias de cada individuo, e ela acabara de começar a ter as suas. A influência da velha cientista foi o que fez a sua personalidade se formar.
Pela sua natureza proteniana, Kalina é alguém serena, singela e calma. Não costuma falar muito, mas não por ser simplesmente tímida. Ela acha a comunicação verbal algo desnecessário e em que ela não é muito boa. Demonstra o que sente e pensa por meio de ações sutis e pouco extravagantes, mostrando seu afeto ajudando, com carinhos e conforto físico. Por isso, seus sentimentos verdadeiros são um mistério para muitos, estão enterrados fundo e não iram sair por palavras de sua boca. Não é alguém misteriosa, pelo contrário, suas intenções e pensamentos estão sempre presentes, em gestos sutis, que poucos percebem ou dão qualquer significado. Isso se dá também por ela não saber que os humanos e algumas outras espécies entendem sentimentos por palavras ditas.
Por ser praticamente uma recém nascida, sem consciência do que é certo ou errado de se dizer, costuma dizer coisas um tanto inapropriadas, sendo sincera demais ou falando algo que não tem muito a ver com o assunto. Quando isso acontece, fica envergonhada e ainda mais tímida, calando-se e desistindo desse tipo de conversa que ela não consegue compreender ou ser compreendida. Seu caráter ético e extremamente gentil é aparente apenas em seu olhar, em suas sutis ações.
Embora pareça ser responsável e ponderar muito sobre seus atos por ser alguém extremamente calmo, é na realidade, impulsiva. Ela gosta de viver as coisas intensamente a sua própria maneira,de modo gracioso, sem qualquer planejamento.
É teimosa, e quando deseja realmente fazer algo, "cansaço" não parece existir para ela. Mesmo que a tarefa envolva sentir dor, tenha muita dificuldades, ela irá fazer de qualquer modo. Simplesmente, quando está animada e entusiasmada para fazer algo, não nota as dificuldades e se elas aparecem, ela as destrói antes que se dê conta que elas sequer existiram.
É a pessoa mais gentil do mundo. Uma gentileza extrema mesmo, que até assusta as pessoas em muitas situações pelo o que ela é disposta a sacrificar pelas pessoas com quem se importa. Especialmente sensível a dor e ao sofrimento alheio, e com uma impulsividade solidária ela doa-se livremente à aquele que sofre.
É observadora, não em meios sociais, mas é sim de um jeito mais abstrato, nota os detalhes belos nas coisas a sua volta, em coisas simples que ninguém dá muito valor.
Tem uma auto-estima média, mas que tende a ficar baixa em certos momentos. Esses seriam; quando sabe que alguém fez algo errado, mas não consegue odiar a pessoa, pelo simples fato que o ódio não parece ter lugar em seu coração e a compreensão e o perdão lhe vêm facilmente. O segundo momento é quando não consegue ajudar alguém, ela imediatamente se auto-flagela, imaginando que poderia ter feito mais por essa pessoa, ter sido mais prestativa.
Seus defeitos se resumem a ela ser muito submissa, não conseguindo impor sua opinião sobre as outras. É incapaz de elevar a voz, mesmo quando está morrendo de raiva. Isso também é uma das coisas que a irrita nela mesma, a calma que usa como mascará, o tom sempre educado de sua voz, contido, submisso.
Sobre sua visão de mundo, talvez alguns a critiquem duramente dizendo "é boba, tola". Ela não é nada disso. Ela vê o mal, e como o vê, e sabe o reconhecer muito bem. Ela tem implantadas em sua mente imagens de pessoas morrendo em agonia, não há como se negar o mal com isso. Não é ingênua, é otimista. Não é boba, tem esperança. Acredita no bem que existe em todos, e torce para que ele prevaleça sobre o mal, mas sabe que nem sempre é assim. Prefere acreditar que o mundo vai ser melhor do que vai ser pior. Os pessimistas a chamam de "idiota", os realistas de "uma simples sonhadora", ela os chama de "infelizes". É muito humilde e discreta, nunca ostentando nada.
Ela tem outra faceta, que ás vezes aparece em meio a sua serenidade. Há nela uma vivacidade, uma animação, uma alegria contida pelo viver. Em outras palavras, há nela uma alma extasiada, inquieta, intensa, exaltada, que mostra-se por meio de seus olhos curiosos sobre tudo no universo, seja grande ou pequeno.
Seus ideais são éticos e elas os segue a risca, sem preconceitos e de mente aberta, ela sempre está disposta a ouvir novas opiniões e novos pontos de vista sobre qualquer coisa, contanto que eles sejam respeitosos e estejam dispostos a ouvir sua opinião também.
Costuma andar reta, as mãos juntas em frente ao colo e cabeça ou baixa ou olhando para a cima, distraída.

OPINIÃO SOBRE OUTRAS ESPÉCIES:
Como é mente-aberta e sem preconceitos, não tem nenhuma opinião concreta sobre nenhuma espécie. Só acha os ilítides um pouco arrogantes demais para seu gosto, e os jirks um tanto fechados demais, mas sabe que não são todos que são desse jeito e mantem-se otimista quando conhece alguém dessa especie.

QUALIDADE MELHOR DESENVOLVIDA: Seu talento com máquinas, sendo uma exímia mecânica

QUALIDADE MENOS DESENVOLVIDA: Persuasão

SE POSSUIR, QUAL SEU ESTILO DE ARMAMENTOS: Nunca tocou numa arma, mas quando começar a utilizá-las, prefere armas brancas leves, para ela armas de fogo são máquinas com qual ela não quer mexer.

GOSTA DE: Curiosidades, máquinas, explorar o ambiente, concertar coisas, privacidade, silêncio, paz, inteligência.

NÃO GOSTA DE: Laboratórios, barulho, brigas, ficar presa num só lugar, frieza, ignorância, preconceito.

MEDOS/TRAUMAS/MANIAS:
Tem um certo medo/trauma de laboratórios e hospitais, não gosta de ver pessoas fazendo experimentos e pessoas em coma. Isso vem dela tem perdido 135 anos de sua vida nesse estado e 100 presa num laboratório.
Tem mania de ficar brincando em transformar metade do corpo em humano e deixar a metade natural quando está entediada. Quando está nervosa, começa a falar em proteriano sem perceber.


[b]VÍCIOS/COSTUMES:
Fazer várias perguntas e explorar tudo que for possível

FAMÍLIAS E CONHECIDOS:

Rose Mosark - é a velha cientista que a acolheu e cuidou. É gentil, bem-humorada, doce e um tanto esquecida pela idade.É importante para Kalina pois foi com ela que criou suas primeiras boas lembranças e por ter sido ela a lhe aflorar a ética e gentileza.

De 0% a 100%, qual a chance de:
1-) Se sacrificar pelo bem da humanidade? 90%
2-) Se sacrificar pelo bem de seus companheiros? 95%
3-) Se sacrificar por alguém que ama? 100%
4-) Matar alguém? 30%, pois depende muito se for em prol de seu amigos, pessoas que ama ou um bem maior
5-) Participar em atividades ilícitas? 30%, idem ao número 4
6-) Trair o grupo? 30%, só se o grupo estiver seguindo um caminho ao qual ela não aprova pela sua ética e valores
7-) Colocar seus interesses acima do bem comum? 0%
8-) Trair alguém envolvido romanticamente com você? Depende de como se entende esse trair, trair de se envolver com outra pessoa, 0%, agora, trair ele junto com o grupo pela razão já dita acima, 30%

PAR: É aberta a relacionamentos, e embora não saiba dizer com certeza o que a atraí se alguém lhe perguntar, é alguém com a mente-aberta, coragem, auto-confiança e bem-humorado.

POSSIBILIDADE DE CENA SEXUAL: 100% ¬u¬

DESCREVA SEU PERSONAGEM EM TRÊS PALAVRAS: Gentil, calma e otimista


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...