~Kurama-Chann - Clan Impossibile

Kurama-Chann
Sádica? Imagina que não....
Nome: Kurama - Chann / Kura - Nyah / Kura - Chan / Shi - Chan / Shinigami - Chan / Melody Marie.
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Ubatuba, São Paulo, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

Doce Bolo. - Interativa. - Ficha. - Sakamaki Ayato.


Postado

Doce Bolo. - Interativa. - Ficha. - Sakamaki Ayato.

O que eu era antes de você. Quem eu era? Eu não me lembro bem.
Afinal isso nunca teve realmente importância
Você se tornou o meu tudo.


Eu vivi por você, meu amor
Eu morreria por você, meu amor
Eu morri por você.


Agora a única coisa que ecoa em minha alma são a neve e frustração.
A única coisa que ecoa em minha alma é um:
“Por quê?”


Tantas promessas vazias
Eu acreditei em cada uma delas
Eu me apaixonei por cada uma delas
Eu realmente não mereci uma única palavra sua intercedendo pela minha alma?
Mas como eu sou boba, afinal foi você acendeu a fogueira da morte para mim, pegou meu sangue sem hesitar.


Eu não entendo...
Eu não consigo entender...


Eu não fui boa o suficiente pra você?
Eu não era útil o bastante?
Não era bela o suficiente?
Meus beijos não eram doces?
Meu calor não lhe aquecia?
Meu sangue não lhe tingia de vermelho?
Então por quê, minha bela estrela, você se ocultou do céu quando eu chamei o seu nome?



Mas nada mudou de verdade
Velhos hábitos são difíceis de mudar.
Então, eu continuo vivendo por você
Meu olhar ainda pertence apenas a você
E por você eu continuo despertando noite após noite
Por você eu ficarei mais bela
Meus beijos ficarão mais doces
Para te viciar no meu toque
Para te tornar dependente do meu gosto
Eu vou subir até os céus
Por você
Pra você

E você vai desejar o meu toque
Num desespero profundo
Sufocante como as labaredas de uma fogueira
Você vai chamar o meu nome
Vai estender a mão a minha procura
Mas eu vou estar muito alto pra você alcançar.


Eu viveria por você... Meu amor.
Mas você preferiu que eu morresse por você.


Eu prometi amar você para todo o sempre, mas e você?
Um frio em meu peito... Eu parto para longe de você.


E agora? Irá apenas encontrar outra para enganar?
O que ousa fazer sem mim?


Eu não sou idiota ou ingênua como todos achavam...
Apenas sou uma casca vazia, por sua culpa.


Eu estou aqui... Meu amor...
Onde você estava quando eu precisei?
Onde? Me explique.
Por você, eu faria tudo, você disse que também faria por mim, mas...
ONDE ESTÁ VOCÊ AGORA?


Eu simplesmente não sou ingênua ou idiota como deve achar que eu era.
Entre em meu caminho...

Meu sangue pinta o chão da neve.
Eu achava que você me amava, mas vejo como estava enganada.


E VOCÊ MORRE!


Agora...
Eu volto para pegar o que me pertence de volta!


Avisinho
║▌│█║▌│𝓞𝓵𝓪́, 𝓪𝓶𝓸𝓻𝒆❣ █║▌│█│║▌║

𝕋ive um pouco de trabalho nessa ficha, por quê tive algumas duvidas, mas consegui por minhas ideias no local adequado. 𝕄as adorei fazer ela, tenho uma quedinha por personagens assim, meio... sádicos kskskskks ≧◡≦
Me̶n̶i̶n̶a̶ ̶f̶a̶l̶a̶n̶d̶o̶ ̶d̶e̶ ̶s̶a̶d̶i̶s̶m̶o̶ ̶e̶ ̶c̶o̶l̶o̶c̶a̶ ̶u̶m̶ ̶e̶m̶o̶t̶i̶c̶o̶n̶ ̶f̶e̶l̶i̶z̶

𝕆k, sem mais delongas.

【𝓚𝓪𝓰𝓾𝔂𝓪 𝓐𝓶𝓪𝔂𝓪 𝓐𝓻𝓪𝓼𝓱𝓲 𝓒𝓱𝓪𝓻𝓵𝓸𝓽𝓽𝒆 𝓔𝓶𝓲 ℳ𝒆𝓰𝓾𝓶𝓲 𝓤𝓶𝓲 𝓐𝓴𝓾𝓶𝓪 𝓷𝓸 𝓒𝓱𝓲 】

【𝟷𝟶𝟶% 𝙲𝔬𝔪𝔭𝔩𝔢𝔱𝔢】

【ՏՁ, 𝓚𝓊𝓇𝒶𝓂𝒶-𝓒𝒽𝒶𝓃𝓃】


𝓞𝓵𝓪́, 𝓷𝓸𝓿𝓪𝓶𝒆𝓷𝓽𝒆, 𝓶𝒆𝓾 𝓹𝒆𝓭𝓪𝓬𝓲𝓷𝓱𝓸 𝓭𝒆 𝓬𝓪𝓻𝓷𝒆! 𝓥𝓲𝓶 𝓹𝒆𝓰𝓪𝓻 𝓸 𝓺𝓾𝒆 𝓶𝒆 𝓹𝒆𝓻𝓽𝒆𝓷𝓬𝒆 𝓐𝔂𝓪𝓽𝓸 𝓢𝓪𝓴𝓪𝓶𝓪𝓴𝓲!

•『Venha até mim, prometo não lhe fazer mal. 』•


▼Um passado deixado para trás ▲



⊱Ňσмε⊰
- Mayumi Ai Nakagami Shimizu.


- Mayumi significaria “Beleza daquela que tem uma amabilidade superior”, o nome tem sua origem vinda do Japonês.
- Ai significaria "Amor", tendo sua origem do Japonês.
- Nakagami significaria tecnicamente "Deusa Interior", tendo sua origem Japonesa.
- Shimizu significaria literalmente "Água Pura", tendo sua origem também Japonesa.


⊱ᗩρεℓιdσ⊰
- Aiko. - Gosta, ela sente uma pequena afeição pelo apelido pois este era o nome de sua mãe. - A Noiva De Subaru. - Normalmente, as pessoas a chamam assim por que ela é, literalmente, uma Criança Amorosa, ela tem a personalidade inocente de uma criança, e ela é gentil com todos, eles acham simplesmente que o apelido combina.

- Hana. - Ela meio que cora quando ouve o apelido, então não se sabe se ela gosta ou não. - O apelido veio de origem desconhecida, apenas acabou pegando. - Ela cora muito quando ouve o apelido, alguns dizem que ela se compara com uma bela flor, seu rosto corado apenas faz as pessoas rirem, o que a deixa ainda mais corada, tanto que ela cobre o rosto com as mãos.

- Hime - chan. - Seu par, Ayato, a chama assim. - Ela meio que gosta do apelido, ela primeiro de tudo achou estranho ser chamada de "Princesa", sendo que ela era, nada mais, nada menos, do que uma menina normal.

Kitsune – chan. – Por mais incrível que pareça, Laito é quem a chama assim, o que deixa uma dúvida nela, “Por que não “Bitch”?”, na verdade, ela nem sabe o que significa “Bitch”, mas Okay...

⊱Ɨdαdε⊰
- Mayumi nasceu no Dia Treze de Julho (13/07).
- Ela tem seus recentemente completos Dezesseis (16) Anos.
- Ela acredita sim.
- É respectivamente do Signo Câncer.

⊱ᗩραяêηcια⊰
[Descritiva e imagens.]







- Hinata Hyuuga.- Naruto Shippuden.

❦Descrição da aparência❦
- Ela usa seu corte hime, mas neste momento seu rosto se encaixa em fios longos até os ombros, e, seu cabelo está muito maior, chegando até a sua cintura. Seu contorno se tornou mais curvilíneo, mas mesmo com esse crescimento, ela continua a ser receosa e assim ela constantemente usa vestes largas.

Ela é muito baixinha, e seu estilo não combina muito com isso.

Ela é um tanto forte com seus pequenos braços, apenas não gosta de demonstrar. Ela adora seus longos cabelos macios e completamente belos e penteados azuis petróleo. Seus doces olhos perolados são uma completa perdição, ainda mais com o belo brilho inocente e belo.

Ela é vista como fraca em várias situações, mas ela parcialmente adora sua aparência 'meio fraca'.

Seu corpo é perfeito, os seios fartos e macios, o bumbum grande e empinado, as coxas grandes e grossas, mas sempre esconde seu corpo, ainda mais por achar que ficaria muito 'vulgar' em roupas curtas.

Seu aroma é de Morango e Chocolate. Ela se importa muito com a aparência, pois acha que é sempre bom ficar apresentável.


⊱Sεxυαℓιdαdε⊰
- Heterossexual.

PS: Ela não sabe nem o que é Sexo *Gota*.

⊱ᑭεяsσηαℓιdαdε⊰
- Mayumi é uma garota cheia de energia e gentil. É uma menina alegre e bondosa, ajudando a quem precisa, sempre, não importa se for alguém que ela não conhece. Ela é uma garota delicada que adora seus amigos e seu par, ela é muito inocente, o que fez muitas pessoas já rirem dela.

É muito inteligente e estratégica, alem de ser muito linda. Seu sorriso ajuda muito as pessoas verem o que ela é de verdade, uma garota linda, um sorriso belo, uma mente inocente, ótima para ser manipulada. Ela se apaixonou bobamente por Sakamaki Ayato, suspirando por ele várias vezes. Ela cora de muitas coisas, o que a deixa ainda mais fofa.

Ela tem uma personalidade meio bipolar, ela está fofa em uma hora, outra está brava. Ela é super irritada com quem come sua Nutella ou Lasanha, é completamente obcecada por roxo. É uma garota fofa e gentil que sabe a hora de falar ou atacar. É fiel a seus amigos e namorado, é muito fofa e gentil.

Mas com o tempo, ela ficou um pouco mais sensual. Sendo demonstrada muito desejada por pessoas, mas sempre espantadas por seu par eles foram. Mayumi é a pessoa perfeita que ri muito, sorri muito e é muito feliz. O completo oposto de seu par. Ela é muito zueira e sarcástica, tem a maldita mania de criar apelidos para as pessoas. Ela pode ser séria em alguns casos, mas muito raros casos.

Ela é muito fofa e adorável ao ver de todos na mansão. Ela é realmente uma menina meio bipolar, ou seja, Tsundere. Ela pode ser considerada uma das meninas mais ‘mansas’ da Mansão.

Ela por dentro, sente que algo errado vai acontecer, e acontece. Mas o que ela mais estranha, é que de noite, quando dorme, ela sonha com algum tipo de ‘Flashbacks’, onde ela aparece em uma forma meio estranha.

Mayumi é descrito como uma mulher tímida ainda tipo pouco e é muito mais passiva do que os Vampiros e outros ser Humanos.

Ela possui duas personalidades: Mayumi e "Mayu". "Mayu" é o alter ego de Mayumi que aparece sob a forma de um boneco falando através de ventriloquia e foi criado para ajudá-la a suportar as dificuldades.

(Mayu seria Bonnie, só que com o nome mudado.)

Desde Bonnie foi criado com base em herói ideal de Mayumi, o boneco, muitas vezes expressa mais uma atitude de saída e estranha quando se fala.

A personalidade Mayumi só existe dentro do boneco, quando os dois estão separados essa personalidade se torna dormente. É por isso que Mayumi não entende o que ventriloquismo é como o boneco acredita que é vivo.

Em sua primeira aparição, Mayumi é uma menina muito tímida, que é incapaz de articular frases completas e expressar-se bem, como ela deixa Mayumi fazer a falar para ela com a sua personalidade extrovertida.

Apos ele começar a conhecer melhor Mayumi, é ai que ele melhora a sua comunicação e começa a aprender a integrar-se na sociedade. Mais tarde na história, Mayumi pode conversar com seu par sem depender de Bonnie.

Mayumi é nova para tudo (incluindo suas emoções), ela tem uma personalidade muito alegre e child-like que pode fazê-la parecer ingênua, emocional, energético, e ingênuos às vezes.

Ela facilmente tornou-se animado ao ver todas as coisas na Terra que ela nunca tinha visto antes. Suas inimigas tem usado sua natureza ingênua contra ela em várias ocasiões. Ela normalmente precisa de um de seus amigos (principalmente seu par) para apontar para ela quando ela está sendo enganado.

Apesar de sua falta de conhecimento ou experiência, Mayumi tem um sentido razoável de constrangimento quando pego em situações humilhantes. Ela não fez, no entanto, inicialmente, saber o que um beijo era, nem ela hesita em realizar uma primeira vez com Mayumi, mas mais tarde descobriu que ela odeia vê-lo beijar outras meninas.

Às vezes, Mayumi pode ser surpreendentemente perspicaz, bem como perspicaz e compreensão em relação aos sentimentos de outras pessoas, especialmente quando se trata seu par e seus companheiras Noivas. Ela também teve inicialmente uma dificuldade de entender o conceito de amor, não percebendo que seus sentimentos por Ayato foram até ela ficar em um nível meio doentiu.

Foi demonstrado várias vezes que Mayumi tem um nível decente de sensibilidade e bom senso para a batalha.

Em sua 'Outra Ela', Mayumi é consideravelmente mais hostil do que antes. Enquanto ela normalmente segurar para não matar seus oponentes (a não ser que fique severamente irritada), ela agora irá utilizar uma força desenfreada para eliminar seus inimigos.

Estas emoções ficar como um remanescente inflexível da auto habitual de Mayumi.

⊱Ħιsтóяια⊰
[Também quero bem detalhada e já coloque como foi parar na mansão Sakamaki, não esqueçam de o século XIII.]
- Mayumi vivia com seus pais, ela foi a Luz para eles. Mas... Primeiro de tudo, vamos explicar como os pais dela se conheceram, certo?

- Em uma linda tarde, uma mulher de lindos cabelos albinos sentava-se em uma árvore, tocando calmamente uma flauta da cor verde – clara. Um homem passava por lá e viu a mulher... Ele se aproximou, era do tipo conquistador barato. Mas... Parece que quem se apaixonou foi ele. Ele demorou a conquistá-la, Aiko era uma mulher de respeito e que não deixava-se enganar por uma simples aventura, para ela, o amor é importante e prospero.

- Mayumi cresceu feliz e amada por todos que a conheceram.

- Mas.... Em uma linda e estrelada noite, a montanha que ficava o vulcão sacudiu... Lava escorria por toda a cidade, seus pais morreram na destruição para a salvar.

- Ela cresceu. Sua personalidade continuou a mesma.

- Tougo, que era o padrinho dela, cuidou dela por anos, ela simplesmente adorava Tougo, e por incrível que pareça, até mesmo Cordélia gostou dela, sim, ela conhecia as noivas, mas não os Sakamaki, o que a deixava emburrada.

- Ela se inspirou primeiramente em Cordélia, que era praticamente seu ídolo de quando crescesse.

- Foi mandada para a Mansão Sakamaki em uma época em que KarlHeinz não poderia mais cuidar dela.

- Ela meio que foi... Meio antipática primeiro de tudo, para logo voltar a sua personalidade normal.

PS: Essa história ficou meio pequena, pois é a do passado- Desu *gota*.

⊱ᑕσмσ sε sεηтιυ ηα нσяα dα sυα мσятε?⊰
- Os olhos de Mayumi ficaram sombreados, todos seus sonhos fazendo sentido de repente, aquilo era o futuro... Era isso o que aconteceria com ela? Seria simplesmente morta pelo Vampiro que jurou amá-la? Era assim que iria acabar? Mas então... A lembrança da Noite em que seus pais morreram voltou a sua mente, seu corpo tremia de ódio. Seus punhos apertados, mesmo sem muita força. Ela riu internamente, deixando a sua personalidade ‘verdadeira’, que tanto tentou evitar, sair.

Ela foi uma menina doce, relembrando seus momentos com Ayato ela sorriu um pouco, para logo depois cair nas lágrimas, sua outra personalidade sorria.

I'm laughing, I'm crying
It feels like I'm dying
I'm dying, I'm dying

"I Don't Cry." - Ela ainda se lembrava dessa frase, sua preferida antes de começar seu relacionamento com Ayato, o quanto ele tentava a fazer chorar nesta época..

Por que era assim? Sua existência era tão inútil assim? Ele logo iria enganar outra, assim que ela morresse... Por que era com ela? Ter uma vida inocente tem sempre suas consequências, as de Mayumi foram o ódio acomulado em seu corpo, esperando para ser libertado, tanto ódio acomulado que acabou criando uma outra personalidade.... Me diga, eu estou sozinha?

"VAMPIROS HIPÓCRITAS!" - Ela berrava na Neve, seus olhos levemente abertos, sua visão ficava turva, perdia a noção do tempo, era isso que seus pais sentiram quando morreram? ERA ASSIM QUE ELA IRIA ACABAR? COMO UMA CRY BABY?

Por que sempre acaba assim? Ela não era o suficiente para ele?

Então as outras também não são... Esse foi seu último pensamento, implantando pela sua outra personalidade, sua desilusão de amor acabava agora!

⊱Ꮆσsтα⊰
- Coisas fofas.
- Chocolate.
- Doces.
- Animais
- Natureza
- Suas amigas
- Seu Par
- Compras.
- Cozinhar.
- Cordélia.
- Cupcakes

⊱ᗪεsgσsтα⊰
[Mesma coisa que o de cima.]
- Pessoas metidas
- Vadias.
- Putas que se acham bonitas.
- Populares que pisam em cima de pessoas.
- Preto.
- Sangue.

PS: Isso, é para você ver o quanto ela mudou – Desu!

⊱ᑭαssαтεмρσs⊰
- Desenhar. Ela faz isto quase sempre, quando está entediada.
- Cantar. Quando não tem nada pra fazer.
- Cozinhar. Ela adora cozinhar para Kanato sempre que ele lhe pede.
- Brincar. Ela brinca com Kanato, ele lhe fez uma boneca, Bonnie.

⊱ᗰαηιαs⊰
[Todos temos, nem que sejam poucas.]
⭐ Enrolar mechas de seu cabelo quando esta conversando.



⭐ Ler com sua cabeça apoiada em seu braço.



⭐ Morder seu lábio inferior quando esta nervosa ou ansiosa.



⭐ Revirar os seus olhos quando está impaciente.



⭐ Quando fica irritada com algo ou alguém, bufa e dobra os braços na altura de sua cabeça.



⭐ Quando está escondendo algo ou mentido, faz um bico, arqueia as sobrancelhas e revira seus olhos.

⭐ Cantarolar quando está entediada.

⊱ᐯícισs⊰
- Não tem vícios.

⊱Ħαвιℓιdαdεs⊰
- Desenhar.
- Cantar.
- Costurar
- Dançar
- Cozinhar
- Esportes
- Minha amiga... Não a deixe perto de uma vassoura, ela já da um ataque falando que não será escrava.

⊱ᗰεdσs⊰
- Perder quem ama.
- Morrer.
- Do Impossível.
- Lugares muito apertados.

- Fobias –

- Aracnofobia.

- Estuprofobia.

- Fobia de lugares apertados.

- Traumas.

- Tem trauma de lava.

⊱ᑭαя⊰
- Ayato – senpai.

⊱ᖇεℓαçãσ cσм⊰

❧Par:
- De primeira, Ayato já planejava matá-la, mas... Ela era simplesmente adorável, não o deixava dormir sabendo que um dia ela morreria, e ele viveria a eternidade sem ela. Ficou feliz ao ver que SUA NOIVA gostava dele também, ele via isso como medo primeiro de tudo, pois o coração dela acelerava quando o via, achou que isso fosse medo, mas ao ver o rosto corado dela sempre que ele lhe olhava ou falava com ela, percebeu que o sentimento era mútuo. Odeia quando seus irmãos o olham praticamente dizendo, como diabos um garoto sádico ainda não matou aquele doce de pessoa? Mayumi parece adorá-lo do jeito dela. Ela sempre cora. Quando... Digamos que ela perdeu sua virgindade com ele. Ele arregalou os olhos ao ver a cara fofa que ela faz quando geme. Meu deus... Essa menina ainda me enlouquece um dia, pensava Ayato. Quando a matou, estava fora de controle, o que o fez ficar depressivo por dias, vendo os rosnados dos moradores da mansão, menos do irmão, mas mesmo assim via um pouco de ódio no olhar dele, era triste ver o quanto ela lhe fazia falta.

❧Amigos:
- Ela é completamente fiel e engraçada, ri muito com eles e fica triste ao ver quando eles ignoram ela.

❧Inimigos:
- Ela não tem inimigos, é doce de mais para isso.

❧Família:
- Ela morreu já faz um pequeno espaço de tempo...

❧As outras meninas:
- Mayumi, assim como é com todos, é super fofa. Se alguma garota fala algo sobre o tema “Sexo”, ela provavelmente vai fazer uma carinha super fofa e perguntar o que é isso, o que vai fazer as meninas pularem em cima dela, fazendo – a corar fortemente. Ela é o tipo de garota que faz o impossível por seus amigos, ou seja, a menina mais fofa e ingênua que as meninas já conheceram, o que as fazem ficarem ainda mais abraçadas a Mayumi, e a pobrezinha apenas cora como uma doida. Algumas meninas a descrevem como 'Incrivelmente fofa', mas tem algumas vezes que ela perde a cabeça com tanta inocência acomulada em um corpo que era para ser de ódio. Mayumi tenta ao máximo esconder sua 'Outra Ela' para as outras não se afastarem dela, ela se sente triste e incomodada ao ver as meninas falando como seria ruim se alguma delas fosse falsa.

❧Minha personagem:
- Mayumi é um doce de pessoa, não teve muito que ela não gostou na Menina, ela era gentil e bondosa, mesmo conhecendo o que o mundo reserva lá fora. Mayumi parece meio apegada a ela de um jeito incrível.

❧Shu:
- Mayumi o acha incrivelmente estranho. Ela acha estranho o jeito que ele fica. Ela as vezes se pergunta se ele realmente está dormindo ou está fingindo. Várias perguntas sem respostas. Shu parece gostar da companhia dela. Pois para ele “Ela não é barulhenta como as outras, nem uma garota suja.”

❧Reiji:
- Reiji gosta das maneiras dela, acha interessante ver uma noiva tão educada com um... Brutamonte. Ela realmente adora ficar na biblioteca, coisa rara entre as noivas, para elas, é só ir na escola e pronto, não precisam estudar nem nada. Mas Mayumi parece viver nos livros de aventura ou terror, nunca lendo romances, coisa que intrigou bastante Reiji de inicio, mas com o tempo viu que a personalidade dela precisava disto.

❧Kanato:
- Kanato a adora, adora o jeito que ela cozinha ou brinca para ele sem medo. Deixando as coisas perfeitas, sempre oferecendo um doce para ele, ele gosta tanto dela, que o mesmo começou a costurar um ursinho para ela, coisa que ela adorou, ela sorriu quando recebeu o presente, o que deixa Kanato encantado e feliz. Ela foi uma das únicas pessoas no mundo que Kanato autorizou falar com Teddy e com a noiva dele, possessivo? Nem um pouco... Magina que não.

❧Laito:
- Mayumi o olha de um jeito inocente, e isso faz Laito rir da inocência da “Kitsune – chan”, ela ri quando o apelido é falado. Parece que Laito adorou ela, ela normalmente fica com os outros, mas Laito para ela também é uma ótima companhia. Os apelidos? Mayumi nem sabe o que significa “Cadelinha”, então ela fica quieta, mas curiosa, da ultima vez que ela perguntou, os meninos tiveram que pular em cima de Laito para ele não abrir a boca, o que a faz ficar confusa. Ela adora o jeito que Laito é um alivio cômico e adorável, na opinião dela, óbvio.

❧Subaru:
- Subaru de inicio achou estranho o que seus irmãos viam na menina, mas depois de passar um tempo com ela, pareceu gostar da companhia da Menina. Sua noiva parecia adorá-la e achá-la adorável também, então ela também é vista várias vezes com o albino e a noiva dele. Mayumi adora ajudar Subaru com as plantas, acha engraçado a cara de Subaru quando ele fica com raiva. O que o faz ficar confuso, é como um doce de pessoa como aquela ficou com um sádico maníaco.

⊱ᗰυsιcα qυε α dεғιηα⊰
[Pais das Maravilhas - Avril Lavigne]

Tripping out
Spinning around
I'm underground
I fall down
yeah, I fall down
I'm freaking out
So, where am I now?
Upside down
And I can't stop it now
It can't stop me now
oooh Oooooh Oooohhh
I - I'll get by
I - I'll survive
When the world's crashing down
When I fall and hit the ground
I will turn myself around
Don't you try to stop me
I - I won't cry
I found myself
In Wonderland
Get back on
My feet again
Is this real?
Is this pretend?
I'll take a stand
Until the end
I - I'll get by
I - I'll survive
When the world's crushing down
When I fall and hit the ground
I will turn myself around
Don't you try to stop me
I - I won't cry
I - I'll get by
I - I'll survive
When the world's crushing down
When I fall and hit the ground
I will turn myself around
Don't you try to stop me
I - And I won't cry

⭐ Tradução:

Tropeçando para fora
Girando em torno de
Eu estou no subterrâneo
Eu caio
yeah, eu caio
Estou surtando
Então, onde eu estou agora?
De cabeça para baixo
E eu não posso parar agora
Ele não pode me parar agora
Oooooh oooh Oooohhh
I - Eu vou começar por
I - eu vou sobreviver
Quando o mundo desabar
Quando eu cair e atingiu o chão
Vou me entregar em torno de
Não tente me impedir
I - Eu não vou chorar
Eu encontrei-me
No País das Maravilhas
Voltar ao
Meus pés de novo
Isso é real?
É este o fingir?
Vou tomar uma posição
Até o fim
I - Eu vou começar por
I - eu vou sobreviver
Quando o mundo esmagando
Quando eu cair e atingiu o chão
Vou me entregar em torno de
Não tente me impedir
I - Eu não vou chorar
I - Eu vou começar por
I - eu vou sobreviver
Quando o mundo esmagando
Quando eu cair e atingiu o chão
Vou me entregar em torno de
Não tente me impedir
I - E eu não vou chora

⊱Ŧяαsε(s) qυε α dεғιηα ε ғαℓα⊰

- Definem. –

- Nem sempre o que está por fora, é o que está por dentro. – Mayumi se mostrou gentil e amigável, mas faltava algo, ninguém é tão doce por tanto tempo, o que Ayato fez apenas despertou ela de verdade.

- Fala. -

- Eu? Fofa? A – acho que sim.

- M – meninas, o – onde está a Nutella mesmo?

- O que é “Bitch – chan”, Laito – san?

- M – meninas! P – parem! V - vamos nos meter em problemas!

- Outra personalidade? Uma que não seja fofa e gentil? Não sei... Mas as vezes tenho duvidas se sou mesmo o que pareço.

- I'm laughing, I'm crying
It feels like I'm dying
I'm dying, I'm dying - A última música que cantou, importante para ela é mais que tudo.

⊱ᗪεsεјα qυε αℓgσ αcσηтεçα cσм α sυα ρεяsσηαgεм?⊰
- Não precisa ^-^, se quiser fazer algo com ela, pode fazer a vontade.

⊱ᗩℓgσ мαιs?⊰
- Acho que não.


¨*•.¸¸.•*¨¨*•.¸¸.•*¨¨*•.¸¸.•*¨*•.¸¸.•*¨¨*•.¸¸.•*¨¨*•.¸¸.•*¨*•.¸¸.•*¨¨*•.¸¸.•*¨¨*•.¸¸.•*¨¨

•『Saia de meu caminho, posso acabar pisando você. 』•


▼ Um presente reescrito ▲



⊱Ňσмε⊰

– Kaguya Amaya Arashi Charlotte Emi Megumi Umi Akuma no Chi. - Ela prefere Megumi, Charlotte ou Amaya.

Arashi – Japonês – Flores após a tempestade.

Amaya – Japonês – Noite Chuva. –

Kaguya – Japonês – Noite Radiante. –

Charlotte – Francês – Mulher do povo, Mulher –

Emi – Japonês – Abençoada Com a Beleza. –

Megumi – Japonês – Bênção, graciosa.

Umi – Japonês – Mar.

Akuma no Chi – Japonês – Demônio Sangrenta.


⊱ᗩρεℓιdσ⊰

Neko. - Ela mesmo se auto-apelidou por conta do estilo Neko.

Maya – Noiva de Subaru e Reiji. – Gosta. - Apenas elas podem usar.

Shi – Noiva de Subaru. – Gosta. – Ela ri quando ouve isso, acha engraçado o jeito que ela se mantem perto da Noiva de Subaru, pois ela mesma adora ela tanto que poderiam considerar-se irmãs. – Apenas ela pode usar.

Aya – Noiva de Subaru, e Noiva de Laito. – Gosta. – Acha divertido. – Apenas elas podem usar.

Little. - Mais ou menos. - Seu Pai. - Ela sempre cora quando ouve o apelido, ele lhe deu esse apelido justamente pois não queria perder seu 'bebê' para sempre.

Charly – Noiva de Subaru – Ela deu por que também acha bonito, e como uma abreviação do nome da amiga.

Purple – Noiva de Subaru - Ela diz que combina com Kaguya, assim como o apelido Amethyst.

Onee – Chan. – Noiva de Laito. – Ela lhe diz que ela é sua irmã de consideração, e já que Charlotte é mais velha, ela a chama de “Onee – chan.”

Unie. – Melhor amiga mais nova. – Pelo mesmo motivo que ela a chama de “Onee – chan.” Kaguya parece gostar do apelido dado pela Noiva de Laito.

- Lotte. - Gosta. - É uma pequena abreviação de seu nome "Charlotte", ela tomou um pequeno gosto ao apelido que foi dado por uma das empregadas que erá amiga de Kaguya na época em que viveu com KarlHeinz na infância.

- Charlie. - Gosta. - Ela adora seu nome "Charlotte", diz que é digno de uma mulher forte e corajosa. - A regra para a chamarem assim é ser uma pessoa muito, MAIS MUITO, próxima dela.

- Estranha Anti - Social. - Meninas que fazem bullyng com ela - Não gosta do apelido. - Eles a chamam assim pois Kaguya é muito anti - social e tem a mania de ser "estranha" aos olhos dos outros. - Não tem realmente uma regra sobre o apelido.

- White. - Amigas. - Gosta. - As meninas a chamam assim pois "White" é Branca em inglês, combinando perfeitamente com Kaguya, afinal, ela tem cara de fofa, mas por dentro parece que é um demônio.. - Tem que ser uma pessoa próxima dela.

- Princesinha. - Geral. - Ela não gosta muito, pois acha que as pessoas a "mimam" de mais com o maldito apelido. - A regra para chamá-la desde apelido, era ser uma de suas melhores amigas. - Não tem exatamente uma regra para ser chamada assim.

- Bunny. - Amigas. - Ela pode se dizer meio contrariada, por conta do bichinho de pelúcia que se chama "Bonnie", mas ela tem o maldito costume de chama – lo de "Bonny - chan", e só ela pode o chamar assim. - Apenas suas amigas a chamam assim.

- Morceguinho. - Par. - Ela odiava o apelido primeiro de tudo, mas logo depois começou a gostar, pois era uma maneira de seu par "mimá-la", ela é como um gatinho carente quando ele faz carinho nela. - A regra é apenas seu par a chamar assim.

- Amethyst. - As Noivas de Subaru, Reiji e Laito . - Ela ri quando ouvi esse apelido, as meninas dizem que é por conta da aparência da menina, dizendo; "Seu Cabelo É Roxo, Seus Olhos Também! Por que não Amethyst?". - Apenas as elas podem chamarem-na assim.

- Hana. - Laito. - Seu novo apelido é esse, antes Kitsune, mas agora Hana. Ele lhe diz que a chama assim por que lhe lembra uma flor, uma com espinhos mas ao mesmo tempo delicada. - Parece que apenas Laito pode usar.

⊱Ɨdαdε⊰
- Está com exatos 17 anos.

- Sua data de nascimento é Trinta De Junho De Mil Novecentos E Noventa e Nove (30/06/1999), nascida exatamente nas Sete Horas E Quarenta E Sete Da Noite (19:47), dai vem seu nome "Noite Radiante."

- Ela sabe o que significam de cor os Signos, mas ela realmente acha que não existem muitas coisas sobre isto.

⊱ᗩραяêηcια⊰

























Kaguya possui um rosto bem desenhado, sereno, fino e delicado. Sua testa possui um tamanho intermediário, não sendo nem muito grande nem muito pequena. Suas sobrancelhas são finas, bem-feitas e bem esboçadas. Seu nariz é tênue e levemente empinado, suas maçãs do rosto são bem definidas. Seu queixo é afinado e delicadamente pontudo.
Seus olhos aparentam sempre estar ainda com aquele aspecto de sonolento, então eles ás vezes ficam meio entre abertos. Seus cílios são longos e chegam ao ponto de dar inveja em muitas garotas, pois quando ela usa maquiagem eles têm uma tendência de se destacarem. Seus olhos são heterocromáticos, sendo assim o olho direito é em um vermelho bem vivo e o esquerdo um amarelo bem escuro, que possuem um estranho símbolo de um relógio, mas ela sempre esconde o olho esquerdo e jamais permite que alguém o veja por raiva de achar que iram chamá-la de monstro. Eles transmitem um certo perigo e mistério, porém, ao mesmo tempo demonstram serem frios e analíticos, como se conseguissem olhar no fundo de sua alma vasculhando cada confidência escondida ,em Kaguya, uma das primeiras coisas que normalmente as pessoas percebem nela são os brilhos de seus olhos.
Seus lábios são pequenos e carnudos, seus seios possuem a aparência de serem fartos, sendo um pouco avantajados mas nada exagerado, estes que são macios e um tanto chamativos em seu corpo.
Sua barriga é lisa, sua bunda possui um tamanho um pouco menor que seus seios, porém não ficam para trás.
Seu quadril é fino, seguidos por belas coxas bastante torneadas.
Seus dedos são finos, e tanto suas unhas das mãos quanto a dos pés são bem-feitas e normalmente pintadas de cores escuras, ou até mesmo dourado brilhante.
Seus pulsos são estreitos (finos) seguidos por braços delicados, porém fortes.
Sua pele é um pouco pálida e um pouco sensível, ficando vermelha facilmente.
Seus cabelos são longos chegando em sua cintura, pretos como a noite que na maioria das vezes estão amarrados em uma baixa maria-chiquinha, mas também costuma amarrá-los em um alto rabo de cavalo ou os deixa soltos sempre com sua franja escondendo seu olho esquerdo. Seus cabelos são de uma beleza extraordinária, já que a mesma cuida muito bem deles tendo um belo aroma de flores, na verdade, Kaguya inteiramente exala um cheiro delicioso de rosas, mas infelizmente, ela também tem cheiro de Chocolate, Morangos e Baunilha, o que a irrita profundamente, que chama atenção de homens que se aproximam da mesma.
Kaguya tem exatos 1,71, alta para as meninas da idade dela. Kaguya pesa 49 kg, sendo que ela nunca engorda por mais que coma por 40 pessoas.
Suas feições são delicadas, não combinando nem um pouco com a personalidade. Sua pele é branca, um branco bonito. Ela é considerada facilmente como "fofa", se não coloca-se sua face em "modo sem emoção" sempre. Seu nariz arrebitado, suas coxas grossas, sempre vista com uma meia calça preta que vai até o meio das cochas, seus seios grandes escondidos pelo uniforme, bumbum que chama a atenção quando é vista de calça. Ela é bem forte, por trás dos braços fracos na visão do geral.

Ela normalmente usa roxo, vermelho ou preto para combinar com sigo mesma. Ela usa um típico batom preto exagerado, coisa que ela adora por achar rebeldia, já que sua família é muito respeitada e usa cores muito claras. Suas unhas são pintadas de preto ou vinho ou roxo - escuro na maioria das vezes.

Ela usa jóias muitas vezes, mas normalmente quando usa são todas de grife e uma pessoa normalmente se mataria para comprar apenas uma. Suas bochechas são levemente coradas. Seu aroma é de Baunilha, Chocolate e Morangos.

Ela normalmente usa alguma coisa no cabelo, na maioria das vezes é uma toca. Seu estilo de pijama é bem fofo, vestindo-se de Panda ou Algum Animal.

Ela normalmente usa um cinto de ouro ou alguma jóia, com uma calda de Neko atrás, orelinhas de Neko enfeitam seu cabelo na maioria das vezes. Usa jaquetas de couro muitas vezes. Tem a mania de colocar uma luva em uma mão e na outra pulseiras.

Ela adora usar bonés com furinhos para as orelhas de Neko. Ela adora usar casacos para se "esconder", como, um casaco rosa - claro, com orelinhas de Neko em cima, e um desenho kawaii de olinhos, nariz e boquinha de Neko desenhados na toca.


⊱Sεxυαℓιdαdε⊰
- Heterossexual.

⊱ᑭεяsσηαℓιdαdε⊰
Kaguya é uma pessoa cujo caráter é difícil de ler. Ela possui uma antipatia da humanidade que faz fronteira com a desconfiança, que é algo que ela compartilha com a maioria dos outros espíritos em sua estréia. Ela é uma atriz experiente, capaz de colocar na fachada de uma, jovem curioso inocente quando ela precisa. Esta habilidade dela é mostrado quando ela foi para a Mansão Sakamaki e falou de uma maneira educada. No entanto, sob essa máscara encontra-se uma mulher louca, propenso a ataques de riso insano e não possuindo nenhuma consideração pela vida humana, vendo-os como uma fonte de alimento para restaurar seu próprio tempo, e, portanto, uma mercadoria descartável.

Há uma justiça torcida por trás de seus métodos, no entanto, como as pessoas que ela brutalmente assassinados eram supostos violadores e abusadores de animais. Além disso, um bom sinal de seu senso de justiça encontra-se em seu objetivo final: para voltar no tempo, matar o primeiro espírito, evitar que os spacequakes de nunca acontecer e salvando milhões de vidas no processo. Este objetivo feita <Fantasma> chamá-la de uma pessoa amável, ainda que sarcasticamente.

Em retrospectiva, Kaguya possui algum grau de inocência que seu comportamento psicótico não totalmente arruinado; ela tem um fraquinho por pequenos animais e outras criaturas. Ela uma vez abatidos quatro humanos não porque ela precisava para reconstituir seu tempo, mas porque eles estavam tentando matar um gatinho. Ela também apareceu para ter algum desejo de uma vida normal, uma chance de redenção, como seu par foi capaz de falar com uma de suas muitas linhas de tempo e quase convenceu-a antes de a verdadeira Kaguya interrompido.

No entanto, apesar do fato de que ela não mata sem uma razão e as suas qualidades redentoras, Kaguya não parece pensar em si mesma como uma grande pessoa e até mesmo parece odeio ser chamado um. Quando seu par afirmou que ele não iria desistir dela, apesar de ela ser um assassino, ela respondeu usando sua cidade de Tempo devorador sobre as pessoas da Mansão. Ela até chamou um spacequake que poderia ter matado a todos, em uma tentativa de fazê-lo desistir dela. Além disso, quando uma pessoa a chamou de uma pessoa amável, a resposta inicial de Kaguya era tentar matá-la.

Sua habilidade de invocar clones de sombra de si mesma de outros prazos acrescenta, ainda mais, a complexidade de sua personagem. Os clones são essencialmente si mesma, o que significa que eles têm a mesma personalidade, mas eles também têm livre arbítrio para uma medida, mesmo que eles compartilham memórias, objetivos, medos e obsessões. Também é sugerido que as experiências de cada clone possui afeta o principal, uma vez, depois de ajudar uma noiva Kurumi foi mostrado conversando com seus clones e estava feliz porque ela tinha recebido uma tapinha na cabeça de seu par. Alguns de seus clones também um pouco refletir o que seu ex-personalidade era; o clone que seu par enfrentou no telhado da escola quase concordou em deixar seu par salvá-la, e o clone de Kaguya Festival de Estrela foi muito alegre e tornou-se um pouco emocional quando triste.

A bondade de seu par em direção Kaguya tem provado ser benéfico tanto para ela e todos ao seu redor como eles não estão mais em perigo constante. Curiosamente, ela parece se divertir brincando com seu par de retirada de seus sentimentos fortemente insinuada em relação a ele, que é a razão pela qual ela não o devorou ainda, mesmo quando isso lhe permitiria realizar os seus objectivos a curto-instantaneamente.

Kaguya parece ter um gosto especial para gatos, como mostrado por seu brutal assassinato de um grupo de homens que estavam atirando em um com armas de sedimento.

- ☾ Embora Kaguya seja fria e anti-social ela tem uma personalidade feliz e alegre, por causa de acontecimentos em sua infância teve dificuldade em confiar na maioria nas pessoas, pode perecer muito séria mas na verdade é da quelas que adoram uma boa soneca. Quem consegue conquistar sua confiança consegue um lugar especial no coração dela.

É Sádica e fria normalmente, faz muitas ameaças para aqueles que mechem com ela. É sedutora quando quer algo e não dão a ela. É bem pessimista, nunca pensa no bom, apenas no ruim.

Tem personalidade dupla, a dupla personalidade é Sádica, fria, cruel, gargalha quando mata, para ela matar é tudo na vida, e Kaguya faz questão de deixar essa personalidade solta.

Quando tira os fones é por que vai ter treta. É masoquista também, mesmo não demonstrando. Tem um estilo bem gótico e roqueiro, por mais que não demonstrasse.

Tem a língua afiadíssima, por conta disso, já se meteu em vários problemas. Abusa da ironia facilmente, adora brincar com as pessoas, fazendo brincadeiras/ameaças. É uma garota que odeia as pessoas, então não é considerada sociável, acha o mundo a fora muito sem graça e entediante.

Típico de garota que da os ombros, é raro ela se importar com alguém que não seja ela mesma! Ela é um pouco bipolar, é estilo Kanato quando tentam tocar em Bonny. (Bonnie Death - Sua Boneca, mas as pessoas a chamam de "Bonnie" em vez de Bonny, pois é o apelido de Kaguya para o pequeno, quem se dirigir para Bonny - chan, como ela diz, ela já tem um ataque bipolar capaz de matar a pessoa.).

É muito psicopata, adora objetos de tortura, é muito obcecada com o que gosta, Yandere para dizer o mínimo. Para quem a ofende, ela já taca o "Town Def What". Ela quase sempre é vista chutando os países baixos das pessoas que a irritam ou fazem algo com as amigas, está sempre fazendo travessuras com essas pessoas, travessuras macabras, ela também da muitas voadoras, coisa que ninguém entende.

Ela é muito manipuladora, ao ponto de sacrificar tudo desde que esteja tudo como o planejado. Kaguya é muito macabra e fria na maioria das vezes, mostrando sorrisos macabros e diabólicos na maioria das vezes. Pode ser fofa em raras vezes, mas se está sendo é por conta de um trabalho, sem dúvidas. Nunca mecha com ela quando a mesma está com raiva, é quase como um bebê lutar com um exercito de demônios profissionais em seu trabalho.

Kaguya é muito desconfiada das pessoas ao seu redor, por achar o mundo podre e corrompido. Nunca confia em alguém que acaba de conhecer. Para ela, o "amor" é nada mais do que uma palavra. Debocha muito das pessoas, nunca é gentil ou assustada.

Ela nunca fica assustada, é ela quem assusta. Tem uma porcentagem muito grande de arrogância, por mais que não goste de usar. Ela parece gostar mais de Kanato por conta dos dois serem possessivos para caralho com seus bichinhos de pelúcia, é como Kaguya diz "Eu deixo você falar com ela, e você me deixa falar com ele!".

Os dois são muito amigos para resumir, coisa que seu par não gostou nem um pouco, e acabou a punindo, sendo que ela meio que gostou de ser punida. Ela odeia Reiji, nem sabe o por que, mas gosta bastante da noiva dele. Ela ama de paixão Matemática, Física, Química, História, Geografia, Ciências E Educação Física, Mas Odeia Português.

Ela prefere K-Pop, Pop, E Músicas Inglesas E Japonesas. Suas cores favoritas são Preto, Lilas e Vermelho. Pode ser considerada uma maluca por muita gente, o que ela diz? "E dai? Sou mesmo! Vida é minha, não sua que eu saiba, vadia falsificada!". Ela tem o costume de xingar até os sete ventos quando está com raiva.

Pode ser pior que o Subaru quando se trata de quebrar as coisas. Sabe dançar muito bem, mas prefere danças sensuais e agitadas. Ela é considerada um dos "demônios" da Escola. Ela é sem dúvidas uma menina rebelde e debochada.

É muito desafiante com as pessoas ao seu redor, nunca perdeu uma aposta, tem sorte horrenda, nunca, MAIS NUNCA, perde alguma coisa, inclusive as apostas. Kaguya adora seu corpo, mas odeia ficar colocando roupas muito... Relevadoras, por achar que alguém pode a estuprar, mas com o tempo, Kaguya perde este medo com ajuda das amigas.

Ela ainda tem uma personalidade fofa, mas é escondida por uma mascara de sadismo e frieza. Ela é muito fofa com as amigas. Ela tende a xingar as pessoas em francês ou no Português. Charlie é o tipo de pessoa que tende a deixar as coisas não reprimidas, sua personalidade dupla tende a sair quando ela tem ataques de raiva, ódio ou até mesmo insanidade. Ela faz o que ela quiser, quando quiser, e com quem quiser.

Ela nunca será o tipo de mulher submissa ao marido ou até mesmo amigos. Ela é o tipo de líder que se você ficar um dia você já quase morre do coração por conta da personalidade inflame e autoritária. É o tipo de mulher que não se desrespeita nem morta, ela mata quem a desrespeita, acha isso uma coisa ruim para a pessoa dela.

É completamente obcecada com doces, armas, facas, laminas, ou coisas do gênero. É o tipo de pessoa que não se deve enfrentar nem morto, coisa que se aprende facilmente com Kaguya é a lealdade e raiva. Ela é o tipo de pessoa que nunca abaixa a cabeça, sempre fica por cima. É como ela diz, “Agente Não Anda, Agente Desfila”, “Agente não fala, agente canta.”

Ela é o tipo de menina gostosa, inteligente e o que todas as meninas querem ser. Ela é muito divertida com suas fãns, ela acha divertido o jeito que elas praticamente se matam para ter um autografo dela. Ela acha divertido o jeito que os ‘humanos’ se comportam, afinal, ela é apenas uma menina ‘inocente’ no meio de tantos homens... Vamos ver quem irá ganhar no jogo de morte... Ou seria melhor falar, de amor?

Ela é muito maluca e sem emoção por conta da Esquizofrenia. Por Bonny, ela tem uma mania de achar que ela precisa apenas de Bonny. Ela é facilmente considerada uma Tsundere, Yandere ou Kuudere, mas ela também tem seu lado ‘TsunTsun’, o que para ela é irritante. Ela normalmente fica quieta, mas depois de chegar na mansão, a única coisa que a faz ficar irritada, é respirar o mesmo ar que os Vampiros.

O jeito que ela age é meio esquisito, já que o bipolarmismo toma conta de sua personalidade muitas vezes, ela é realmente uma mulher estranha.

Seus gostos são variados a tudo o que aprendeu, sua mãe tinha um orgulho enorme dela, já que ela seguia exatamente o que sua família mandava.

Seu psicológico é horrível, pode estar divertida alguma hora, vendo amigos imaginários em outras, ela sofre de Esquizofrenia, o que foi no mínimo estranho. Seus medos tem todos haver com sua experiência no mundo tanto demoníaco quanto humano.

Ela adora irritar seu par, simplesmente por achar divertido, já que tanto sua mãe quanto suas irmãs, suas tias, foram ensinadas a não depender do marido para tudo.

⊱Ħιsтóяια⊰
- Poucas coisas descrevem o quanto Charlotte sofreu na sua bela e rica infância. Com apenas cinco (5) anos, seus pais acabaram por falecer num acidente de carro.

Um caminhão, muito grande por sinal, chocou – se contra o carro de seus pais, lançando-os para fora da estrada.

Este colidiu com uma árvore, e rolou montanha abaixo.

- Charlotte estava no postinho de gasolina, tomando o resto de seu café com leite que a mãe havia comprado para ela, quando viu a cena que sonhou na noite passado, choque e horror preencheu seu rosto delicado e pálido.

- Vamos ver o que aconteceu com mais detalhes?

- A família viajava tranquilamente para a casa de praia onde passariam as férias de verão, seu irmão fora formando, ou seja, completou os dezenove (19), ele acabou repetindo no último ano, mas voltou inteligente e sério. Havia algum tempo que eles não visitavam o local, pelo menos alguns anos, ou seja, três (3) anos. A última vez fora a dois (2) anos, antes de Alice, a irmã mais nova de Charlie, nascer, Alice tinha cabelos loiros, puxados de sua mãe, e olhos em um tom rosado.

- Tudo estava lindamente bem, o céu azul límpido governava o céu, até que um caminhão desgovernado e, que para Charlotte parecia completamente governado para matar a família, como sabia disso? Simples, seu sonho a mostrava mais detalhes que a vida real mostrava.

E o caminhão colidiu com o carro, em que estavam seu irmão, irmã e seus pais. O carro deslizou para fora da pista, fazendo com que sua mãe, Layla, dissesse apenas mais algumas palavras antes que um completo desastre na vida de Charlotte acontecesse.

“EU AMO VOCÊ, CHARLOTTE! CONTROLE SUAS VISÕES! E DIGA “Eu Te Amo” APENAS PARA PESSOAS QUE VOCÊ CONFIA! PEGUE SUAS COISAS EM NOSSA CASA! PEGUE O ANEL! EU TE AMO E CONFIO EM VOCÊ, MUSUME – Filha –!” – Depois disso, apenas pode ouvir-se gritos e um pneu estalando, o motorista? Simples, Charlotte em um ataque de fúria acabou lançando uma faca, que estava usando para comer o bolo mesclado de baunilha e chocolate, na direção dele, acertando bem na cabeça, assim como aconteceu em seu sonho.

- Ela, após o acidente de sua família, se isolou de tudo e de todos. Ela foi a sua casa e pegou seus pertences, roupas de seus irmãos, bonecas, jóias, cartões de crédito, dinheiro, tudo, até mesmo os livros de seu irmão. Deixou a casa praticamente vazia, e falou para o prefeito que a casa ficaria em seu nome até segunda ordem.

- Ela foi adotada pelo casal Tsuki, e conheceu suas novas irmãs, Mayumi e Mayara, por mais incrível que pareça, ela viveu um pouco mais feliz, finalmente encontrando a tão sonhada felicidade.

- Suas irmãs tinham um sonho de montar uma banda, Charlotte, que ganhou o nome de Megumi, Megumi Mai Maiko Tsuki, parece que todas as filhas recebiam os nomes com “M” no começo, engraçado, não?

- Assim que “Megumi” revelou que era vidente, um dom vindo de sua mãe, que sempre pulava dez gerações, sua mãe era descendente de “Eve”, a primeira humana. Eles não se afastaram, pelo contrário, eles apenas falaram que ela é o que é, e não tem culpa disso.

- Megumi, sim, ela meio que se adaptou com esse nome, fez uma faculdade com dez (10) anos de idade, pra vocês verem como a menina é inteligente, fez de moda, cantora e idiomas, fez também de educação física e de advogada, e deixou a de médica para última. Ela saiu da faculdade com quinze (15) anos, e fez tudo com seus diplomas. Um dos motivos de ser tão inteligente é ser vidente, ela pode prever as matérias e respostas que a professora e professor ira dar.

- Ela seguiu a carreira de cantora e modelo, virando famosa nos primeiros meses, também, ela é simplesmente linda e tem uma voz completamente perfeita, mas ela pareceu gostar mais da guitarra.

- Ela foi para o colégio com os dezesseis (16), sendo considerada a Rainha Da Música, foi meio complicado livrar-se das fãns, ela até gostava disso, mas no inicio, não foi por dinheiro... Foi pela música e diversão. Mas isso acabou quando foi coroada, meu deus, foi lindo e mágico para ela, mas... Ela simplesmente sente-se confusa com tudo isso.

- Suas irmãs adotivas, assim como os pais adotivos, foram mortas em um tiroteio em uma avenida.

- Ela chegou à Mansão forçadamente, parece que Karl-Heinz reconheceu á pequena.

- Para ela, não foi uma surpresa muito grande encontrar as meninas, ela não era mais fofa ou inocente, era apenas... Uma casca vazia.

⊱ᑕσмσ sε sεηтιυ εм sε ℓεмвяαя dα тяαιçãσ?⊰
- Quando tinha cinco anos, ela teve um Flashback, ela estranhou, mas depois desse ‘sonho’, ela começou a ter isso recentemente, e ela finalmente aceitou. Mas assim que lembrou-se da morte da mesma, um ataque de fúria a consumiu completamente. Um berro estridente rompeu de sua garganta, seus olhos perfeitamente assassinos. Seus dentes completamente brancos trincando de tanto ódio.

“Você quer matá-lo?” – Ela se viu em sua mente logo depois disso.

- Por que eu não iria querer? – Charlotte perguntou, ela viu que a outra ela iria perguntar algo. – Sim, abandono minha personalidade doce. Pode fazer o que quiser...

Afinal de contas, eu não sinto mais nada. Ódio não é uma palavra para mim, e sim uma definição. Amor? O que isso? O que é... Sentir? - Foi tudo o que ela falou.

Hoje em dia, ela é completamente o oposto, um grande contraste, um erro que o mundo deixou para viver na opinião de várias pessoas.

Já achavam ela um erro quando pequena...

Então por que exatamente ser doce com quem não merece?

Eu sou um erro de qual quer maneira mesmo...

⊱ᑕσмσ sε sεηтιυ εм яεvεя sευ ραя?⊰
Ayato não era mais o mesmo, ela sabia disso apenas por ver seu rosto, o sorriso maléfico se espalhando por seu rosto, em quanto sua franja sobreava o rosto.

Me diga Ayato... Por que fez isso comigo? - Ela pensava, ela era tão horrível? Ele a achava mais um erro?

Então... Agora que me vê, pague o preço, ME DE O QUE ERA MEU DE VOLTA!

O pensamento sádico de o matar vinha a sua cabeça, e agora...

Ela se comparava com a sua antiga 'Eu'.

"Mayumi, Mayumi... Acho que a única coisa em que somos parecidas é o jeito fofo, mesmo que o meu seja completamente falso, me diga... Por que não morreu simplesmente na quela noite?"

- Ela suspirou, controlando completamente sua fúria. Ela abriu um sorriso sarcástico e disse baixo “Sentiu saudades, My Honey?”, mas os Vampiros ouviram, deixando-os mais curiosos ainda com a nova Noiva.

Gostos:

Raposas; Ela as acha seres majestosos, por mais que ela goste de todos os animais, raposas estão no Top 5 de seus animais preferidos.

Doces; Uma Kanato versão feminina, é isto o que ela é. Seu vício em doces é uma coisa considerada perigosa, pois qual quer um que tentar pegá-los, ela simplesmente pode matar essa pessoa. Esse tipo de coisa foi apresentada a ela por uma de suas amigas.

Música; Por mais que ela seja irritada e não se acalme facilmente, a música é um de seus refúgios, ela normalmente só consegue dormir escutando música. Ela adora música, acha que é uma das melhores coisas inventadas pelo Ser Humano.

Dormir; Kurumi sempre gostou, mas por conta da insônia, a sensação de dormir foi esquecida com o tempo, ela simplesmente gostava de dormir pois isso a acalmava e a deixava relaxada de um jeito ótimo.

Café; Sim, a adoradora de doces gosta de uma coisa amarga, milagre! Ela gosta pois a sensação de quentura que passa em sua pele, faz a sentir verdadeiramente humana e viva. Ela normalmente tem uma xícara de café em todo o lugar, como quando desenha ou mexe na Internet, um copo ou xícara de café sempre estão a acompanhando.

Animais; Como já dito antes, Kurumi ama os animais de um jeito psicopata. Ela tem meio que um fraquinho por eles, matando quase todos que maltratam os pequenos bichos que ela tanto ama.

Estrelas; Ela não sabe exatamente o por que, mas as estrelas a lembram de sua vida passada, morte, solidão, e uma constelação a representará um dia, ela tem certeza.

Suas Amigas; Ela simplesmente é anti - social em um nível enorme, e então não tem muitos amigos, mas estas meninas se provaram impossíveis de não se aproximar.

Resmungar Ameaças; Normalmente, as pessoas a irritam de mais, e ela meio que começa a resmungar todo o tipo de ameaça ou tipos de tortura que farão a pessoa parar de falar, e isso funciona, faz as pessoas saírem lentamente da vista de Kurumi.

Preto; Ela simplesmente gosta, acha divertido o vazio, é isso o que ela é afinal de contas, uma casca vazia que vivia para ser gentil.

Flores; Flores, que tipo de mulher não gosta de flores? Bom, Kurumi tem uma preferência de flores pretas ou vermelhas, o vermelho para lembrar um de seus olhos na vida passada, o preto para lembrar seus cabelos pretos como a noite.

Chocolate; Como dito antes, ela adora doces, mas chocolate sempre terá um lugar especial no lugar do coração dela, tanto que ela é quem faz as lojas de chocolate falirem, pois ela meio que rouba os doces, pois tem preguiça de esperar na fila.

Neve; Ela sempre gostou, não importa o que seja, ela diz que a sensação gelada da neve na pele dela é ótima, além de a divertir facilmente.

Tacos de Beisebol; Está ai uma coisa que ela não vive sem, bom... Menos que o celular (I Phone 9, na China lançaram isso e ela já comprou!) pelo menos. Ela simplesmente adora acertar na cabeça das pessoas que ela vê e quando a irritam, e o legal é que ela nunca perde a mira por sua experiência com Frigideiras e Facas.

Cozinhar; Kurumi não se vê como uma escrava, ela simplesmente acha relaxante cozinhar, pois isto acalma seus músculos de um jeito incrível, mas ela tem mais especialidade com Sobremesas ou Takoyakis.

Desenhar; Uma coisa que realmente relaxa Kurumi, é desenhar, pois ela normalmente pinta ou desenha o que está pensando, para ter mais 'clareza' do que ela está pensando, normalmente seus desenhos se resumem em alguém em uma forca.

Bonecos de Vodu; Tá ai uma coisa que ela adora, ela simplesmente acha divertido machucar as pessoas sem elas nem ao menos perceber que é ela, ela acha divertido para vinganças.

Desgostos:

Estudar; Está ai uma coisa que ela REALMENTE odeia! Ela tem as melhores notas, mas não estuda, uma coisa que ela acha irritantemente divertida. Ela tem memória fotográfica e auditiva, ela decora isso, para que estudar?

Barulho; Essa dai é uma menina que gosta de paz e silêncio, é pedir muito que a deixem em paz? Ela simplesmente odeia o barulho, ainda mais o choro de crianças por que elas querem pegar o Bonny - chan, mas ela não deixa.

Branco; Dizem que branco significa Pureza, e uma coisa que ela não é, é pura. Ela simplesmente odeia a cor, sem motivo nenhum na verdade, uma certa antipatia vem da cor para ela.

Que Mandem Nela; Ela simplesmente odeia seguir ordens, ela acha melhor trabalhar sozinha por isso. Ela simplesmente ODEIA fazer o que os outros mandão, se sente uma escrava, e amaldiçoa seu par eternamente por conta de ter a matado, a forçando a ficar ali.

Romances; Ela odeia esse tipo de coisa, ela acha uma coisa completamente fútil, em tempos de guerra, para que se preocupar com relacionamentos? Isso é um lema que Kurumi segue até hoje.

Possessividade; Se tem uma coisa que ela odeia, é possessividade! Ela acha insuportável o jeito que a pessoa não a deixa falar ou interagir com outras pessoas, para ela, isso é extremamente irritante.

Sapos; O meu deus... . Ela ODEIA sapos mais que tudo nessa vida, ela simplesmente tem um nojo gigantesco da criatura verde que se denomina um réptil, e isso irritá-a profundamente, pois muitas pessoas já tentaram usar esse nojo contra ela.

⊱ᑭαssαтεмρσs⊰
- Polir seu machado. - Ela sempre faz isso.

- Cantar. - Quando ninguém está perto, como disse antes, ela tem uma certa antipatia por várias coisas, a verem cantar é uma delas, mesmo que ela cante em um palco, ela tem preferência por fazer isto sozinha, ainda mas por conta da última vez que cantou verdadeiramente foi em sua antiga vida... Sua música realmente combina com ela.

- Falar com Bonny - chan. - Ela simplesmente gosta da pequena ursa, muitas pessoas a chamam de esquisita por isso, mas quem disse que a mesma liga? Bonnie foi sua única amiga em uma época um tanto quanto complicada, então ela sente que pode falar tudo para ela, ela simplesmente gosta de fazer isso. Para ela, pegarem Bonnie dela é um pecado.

- Dançar. - Sempre que está sozinha e entediada, ela gosta de movimentar seu corpo de uma forma lenta e sensual, mostrando quem é que está no poder, o homem ou a mulher? Ela nem liga para isto para falar a verdade. A única coisa que lhe importa, é quebrar o coração da pessoa que a destruiu por completo, Ayato irá pagar... Ó se vai.

- Torturar. - Quase nunca, só quando a pessoa realmente a irrita, ela realmente tem uma irritação digna de uma pessoa mau - humorada, ela ODEIA pessoas que se acham melhor que ela, até por que ela foi tratada como uma rainha, ela simplesmente se diverte ouvindo os gritos de medo e dor vindos das pessoas, ela sempre monta uma pequena imagem em sua cabeça "Como seria se eu não vivesse?", mas logo ela da os ombros e pega sua balinha, indo em bora logo em seguida.

- Jardinagem. - Quase sempre, adora as flores por conta de sua mãe a ensinar a fazer isto. Um dos motivos de sua insanidade não dominar é sua família, ela sempre se lembra dos sorrisos carinhosos da mãe, os sorrisos sarcásticos do pai, o sorriso doce da irmã... Por que é assim? A vida quase sempre te engana nos melhores momentos.

- Ser uma (não) cúpido da vida. - Sempre, adora estragar a vida das pessoas, e o romance é a melhor coisa que ela estraga, ela sabe dar showzinhos, como dizem, ela deveria ir para um teatro de tão falsa que é. Ela simplesmente gosta de ver pessoas, que não tem nada a ver com isso, verem o quanto ela sofreu por seu par.

- Debochar de Reiji. - Sempre, acha contagiante o jeitinho certinho dele. Por mais que ela gostasse dele na outra vida, ele fez a mesma coisa com a noiva dele, então ela simplesmente fecha os olhos, sorrindo maliciosa, pensando em mil maneiras de fazer Sakamaki Reiji perder a pose de certinho e se revelar como o sádico que é.

- Ler. - Quase sempre, como ela diz "É sempre bom ter um passatempo a mais." Os livros que ela lê são raros, mas como ela diz, ela SEMPRE consegue o que quer. Para ela, não importa o gênero do livro, mas tem que ter sangue. Ela realmente é bipolar com os livros, mas acaba sempre dando uma passadinha escondida em uma livraria da cidade.

- Dançar A Luz Da Lua. - Lua Cheia... . Era assim que o céu ficava quando Ayato chegava perto dela, brilhante no meio da escuridão, mas logo se apagava com nuvens... A Lua Cheia representa muita coisa para ela, então, ela simplesmente chora quando está dançando, permitindo-se ser mais do que infantil, ser verdadeira na Lua Cheia, mas ela se certifica que não á ninguém por perto, ninguém verá seu lado frágil novamente! Não irá perder as coisas que conquistou sendo ela...

⊱ᗰαηιαs⊰

- 1 - Sempre que está com raiva ela da um soco em qualquer coisa que sirva.

- 2 - Colocar a palma da mão para apoiar a cabeça quando está entediada.

- 3 - Estalar os dedos quando está com tanta raiva a ponto de matar a pessoa.

- 4 - Sempre que vê alguma coisa assustadora, ela ri histericamente.

- 5 - Sempre que está "Insana" ela fica com os olhos vermelhos.

- 6 - Falar sozinha.

- 7 - Quando geme - O vergonha de escrever isso - ela fecha os olhos, fica com a boca entreaberta e fica com uma carinha fofa.

- 8 - Fazer carinho no cabelo de Ayato quando o mesmo deita em seu colo.

- 9 - Falar de sangue e morte para mudar de assunto.

- 10 - Falar com Bonny em quanto as pessoas dão um sermão nela.

- 11 - Quando chega ao ponto de matar alguém de tanta raiva, ela lança uma faca que vai raspar na pele da pessoa.

-12 – Chutar uma pessoa que ela não goste.

⊱ᐯícισs⊰
- Ela tem um vício de ficar com um pirulito de morango, forma de coração, ou um chiclete na boca. Nunca larga SEUS doces.

- Ela tem um vício por torturas, pode ser torturada a vontade, mas não sente dor, apenas ri na hora que tentam fazer algo com ela, é assim que ela pode ser demonstrada uma masoquista do caramba.

- Ela tem um pequeno vício de sentar no colo de seu par, o fazendo ficar meio corado com a aproximação repentina, ela adora provocá-lo, o que deixa as coisas ainda mais divertidas, para ela pelo menos.

- Ela tem um vício por chocolates, ou seja, uma chocólatra, ela simplesmente ama a sensação do chocolate preenchendo sua boca, ela acha reconfortante e isso a relaxa por completo, ela se deixa ser uma menina completamente fofa quando pega chocolate, é como ela diz; Não a maior declaração de amor para mim do que um saco cheio de doces, pirulitos e chocolates.

⊱Ħαвιℓιdαdεs⊰
- Cantar.
- Lutar.
- Nadar.
- Dançar.
- Cozinhar.
- Costurar.
- Ela pode ser advogada facilmente, fora obrigada á decorar todas as leias da Inglaterra, França E Japão.
- Sedução.
- QI Avançado.
- Andar de Skate, Patins ou coisas do gênero.
- Nunca a deixem perto de um carro.. Ela quebra se estiver dirigindo um, mais com o tempo as meninas a ajudaram.
- Cortar cabelos.
- Persuasão máxima Baby <3
- Memória Auditiva, ou seja, NÃO PRECISA ESTUDAR! É SÓ OUVIR QUE ELA DECORA!

⊱ᗰεdσs⊰
- Kaguya tem medo do normal, ela tem medo de enxergar o mundo com os olhos verdadeiros, ela enxerga como... Uma maluca.
- Ela tem medo do Isolamento, ela ficou perdida em uma floresta escura sem absolutamente nada quando tinha três (3) anos.
- Tem um medo absurdo de perder sua memória.
- Sua personalidade sádica, uma coisa que ela adora em si mesma, se ela perder essa personalidade, ela provavelmente ficara encolhida em um canto depressiva.

⊱Ŧσвιαs⊰
Ablepsifobia — medo de ficar cego;
Aeronausifobia — medo de vomitar (quando viaja de avião);
Agliofobia — medo de sentir dor, sinônimo de algofobia;
Afefobia — medo de ser tocada, ela provavelmente matara a pessoa que tentar tocá-la a princípio.
Agrafobia — medo de abuso sexual;
Amnesifobia — medo de perder a memória;
Antropofobia — medo de pessoas ou da sociedade;
Astenofobia — medo de desmaiar ou ter fraqueza;
Autofobia — medo de si mesmo ou de ficar sozinho (Monofobia, Isolofobia);
Biofobia — medo da vida.
Cacorrafiofobia — medo de fracasso ou falhar;
Disabiliofobia — medo de se vestir na frente de alguém;
Dismorfofobia — medo de deformidade;
Escopofobia ou escoptofobia — medo de estar sendo olhado;
Escotomafobia — medo de cegueira;
Eretofobia — medo mórbido de sentir dor durante relações sexuais;
Estupofobia — medo de pessoas estúpidas;
Filofobia — medo de apaixonar-se;
Hormefobia — medo de ficar abalado ou chocado;
Isolofobia — medo da solidão, de estar sozinho, o medo de ficar isolado (Autofobia, Monofobia);
Malaxofobia — medo de amar (sarmassofobia);
Metatesiofobia — medo de mudar;
Ninfofobia — medo do sexo;
Nosofobia ou nosemafobia — medo de ficar doente;
Odinofobia ou odinefobia — medo da dor (algofobia), coisa que ela nunca sentiu.
Quiraptofobia — medo de ser tocada(o);
Sexoafobia — medo de fazer sexo;
Sociofobia — medo da sociedade ou de pessoas em geral;
Tiranofobia — medo de tiranos;
Tocofobia — medo de gravidez;
Tomofobia — medo de cirurgia;
Zelofobia — medo irracional do ciúme;
- Exagerei? *Gota* - @Kurama-Chann pergunta, sorrindo nervosa.

⊱Tяαυмαs⊰
- Ver sua Mãe e Pai morrendo.

- Ouvir sobre a morte de sua família adotiva.

⊱ᑭαя⊰
- Ayato-senpai.

⊱ᖇεℓαçãσ cσм⊰

•ᑭαя•

De primeira, os dois simplesmente se odiavam só de olhar, Ayato com o passar do tempo a comparava bastante com Mayumi em seus pensamentos, assim como fazia com outras noivas, mas está era simplesmente o oposto de Mayumi, completamente, até mesmo na aparência, bem... Não no corpo.

Ayato a mandava fazer coisas que ela odiava, então a relação dos dois ficou pior ainda, Kaguya costuma ter surtos psicóticos, ainda mais quando com raiva, o que deixa a relação pior ainda, ainda mais por que Ayato é acostumado a ser o sádico das noivas, não o oposto, mas ele se aproveita do masoquismo da menina para pegar o sangue dela, e ainda a fazer sentir prazer ao mesmo tempo.

Ela é ciumenta, e ele também é, ou seja, coisa boa disso não sai.

Já no meio da história, eles conseguiram se mantar em uma 'Boa' relação, pelo menos sem se xingar tanto quanto antes.

Sua relação com seu par tem apenas palavras para descrever 'Ódio e Amor', puro ódio e amor. E isso a irrita, pois ela é comparada frequeentemente com Mayumi pelas meninas do colégio, que ouviram histórias sobre elas por parentas que passavam a história de Sakamaki Ayato e Mayumi para todas as pessoas da família.

Kaguya e ele são os opostos um do outro, ou pelo menos eles insistem em dizer isto. Muitos dizem que opostos se atraem, mas para os dois isso parece algum tipo de maluquice. Ele consegue irritar Kaguya de uma forma que ninguém nunca conseguiu, geralmente ela é calma e consegue controlar seus sentimentos; mas parece que ele é o único que pode destruir e desregular isso nela.

O primeiro encontro, do futuro, dos dois não podia ter sido pior, de alguma forma Kaguya está acostumada com gestos assassinos e o cheiro de morte, mas ele agiu de uma forma completamente diferente, mostrando-a que nem tudo é o que parece ser. Por outro lado ela não consegue odiá-lo, aprendeu a gostar de sua maneira de agir, ele mostrou-a que nem sempre devemos agir da maneira certa.

Ele mostrou o mundo que Kaguya não conhecia ou não lembrava, a sensação de se sentir livre. A relação deles não é perfeita, mas Kaguya gosta de estar perto de ele e sente que pela primeira vez na mansão poderia se abrir verdadeiramente com alguém, mostrar seus sentimentos. Ela sente algo em seu coração quando esta perto dele, ele faz ela se sentir viva, livre.

Deseja não estar sendo enganada, ou de alguma forma traída, a rejeição seria a destruição de seu mundo, mas nem tudo é bom nesse mundo. Ela insiste em provocá-lo, fazendo brincadeirinhas sexuais ou beijos / chupões no pescoço até acima da cintura, mas nunca os lábios.

Ela é o tipo de garota que é muito possessiva, então terá muito ciúmes, mesmo tendo medo de ser ciumenta, se ver o par com outra, mesmo só olhando, o que a da raiva é Yui, ESSA MENINA NÃO SAI DO CORAÇÃO DELE NÃO?

A sensação de ser falsa ainda se pega em sua mente.

•Øυтяαs Ꮆαяσтαs•
- Kaguya quando está sozinha com elas, ela pode ser um pouco mais fofa e social, mas não deixando Bonny de lado, claro. Ela é muito, MAIS MUITO, irritada com elas quando fazem alguma merda que a envolva. Provavelmente, o que a atraiu nelas foi a grande amizade e "laço dourado" que elas tinham em conjunto.

Não demorou muito para que Kaguya demonstra-se que ama as meninas mais que tudo nesse mundo. Irmãs de consideração para simplificar. Mas, se elas simplesmente tentarem impedi-la de fazer algo que ela quer, ou a irritarem, seu lado sádico toma conta de sua mente.

Ela simplesmente tenta se manter distante, não quer que alguma coisa aconteça com sua personalidade, a quelas meninas podem ser meu passaporte para a morte, é assim que ela pensa.

Por mas que elas sejam 'Conhecidas', Kaguya ainda não conforma-se com o jeito que elas acham que podem a fazer mudar, será que não dá para aceitarem-na do jeito que ela é hoje em dia? Ou apenas a querem por ser diferente, a conhecer novamente?

A desconfiança, bela desconfiança, coisa que Kaguya tem vinga de Mayumi, o que a irrita profundamente é ser comparada frequentemente até por elas com Mayumi.

Ela é completamente irritada com elas e as deixa longe, ela ignora grande parte delas.

•ᗩмιgσs•
- Por mais que ela seja muito fria e anti - social normalmente, ela é considerada a "bipolar e maluquinha" por seus amigos. Kaguya tem uma luz que fazem as pessoas que ela quer se aproximarem, a maioria não gosta dela por ser anti - social e esquisita. No começo, a relação dos amigos era uma droga, sempre que eles via Kaguya ela já tentava bater na cara dela. Hoje em dia, todos são considerados inseparáveis, ao ponto de até tomarem banho juntos, mas só se for menina . Por mais que Charlie seja meio "rejeitada" por maioria da sociedade, eles estão sempre lá para ajuda - lá quando a mesma precisa profundamente.

•Ɨηιмιgσs•
- Kaguya pode ser bastante fria e anti - social, mas por conta de ter viajado muito antes de ir para a linda e bela (sintam o sarcasmo) Mansão, ela já sabe que não se deve confiar logo de cara. Kaguya não é demonstrada sendo boazinha e gentil com eles, sendo na verdade muito fria e ameaçadora. Kaguya provavelmente não gostara da pessoa facilmente, por a achar fraca e inútil, coisa que ela descreve facilmente. Para Kaguya, as meninas do colégio, são só um bando de putas que só sabem abrir as pernas.

❧Shu:



Kaguya não gostou dele a primeira vista, pois o achou desleixado e preguiçoso, coisa que ela é, mas não gostando de contrariar a si mesma ela colocou sua opinião em pratica. Odeia o jeito que ele acha que pode mandar nela. Para ela, seu passado é triste? Sim, é sim. Mas... Ela gostou do silêncio que ele representa com o passar do tempo. Ela é realmente meio bipolar com ele, uma hora ela está sorrindo com ele no silêncio, outra está morrendo de raiva.. Ela é meio estranha com ele, mas parece que os dois aprenderam a apreciar a companhia um do outro por esse mesmo motivo, os dois não são barulhentos e gostam de música.

❧Reiji:



Kaguya não é de sentir raiva de um dos irmãos, mas Reiji a deixa irritada de uma forma que nenhum deles conseguem. Sua forma rígida, misturada com educada a deixa irritadíssima. Quando está perto dele não pensa antes de começar uma conversa, fala rebeldemente com o moreno, esperando receber uma critica sobre seu comportamento sobre virar uma rebelde. Certamente age da forma que Reiji não quer, com rebeldia. Ela não liga para as "punições", para ela isso é apenas um jogo. Ela não liga para o que ele fala exatamente. Para ela, isso tudo é simplesmente um pequeno jogo que ela ganhara, não importa o que vier.

- Kanato.



- Kaguya de primeira o achou interessante e obviamente, bipolar. Ela achou interessante o jeito que ele carregava seu boneco, Teddy, ele carregava-o como se sua vida depende-se disto, achando que qual quer um poderia rouba-lo. Ela passou a ser amigável com ele, coisa que o seu par não deixou-se feliz com isso. Mas, modéstias a parte, ela acha sua voz bela, mas, ela acha a dela a mais perfeita. Ela odeia quando ele tenta assusta-la, outra coisa que odeia, o jeito obsessivo de Kanato querê-la sendo uma boneca, mas ela na maioria das vezes consegue escapar por conta do maldito machado. Ela ri do medo da noiva dele. Ela cozinha para Kanato na maioria das vezes, o que o faz gostar um pouco dela, pelo menos ao ponto de não a matar.

❧Laito:



- Kaguya o acha, incrivelmente, bipolar e estranho. Para ela, ele é apenas um boboca pervertido que incomoda elas com desejos sexuais e hormônios a flor da pele. Mas depois de ver seu passado, sua razão sobre ele mudou completamente, ela passou a admira-lo por sorrir mesmo com o passado doloroso e triste que carrega. Passou a ser um pouco mais gentil com ele, só um pouco mesmo. Os apelidos, outra parte que Charlie odeia em Laito. Ela chega a ser sádica e um pouco provocadora com ele. Laito em vez de chama-la de "Bitch-chan", a chama de "Hana-chan", ele fala que combina mais com ela, coisa que até hoje ela não entendeu muito bem. Ela adora sua noiva, coisa que faz Laito rir, afinal, ele parece se sentir melancólico ao ver as duas, afinal, a amizade delas lembra-lhe... Elas...

❧Subaru:



- Kaguya o achou de primeira vista mais Bipolar que Laito e Kanato juntos. Ela deu sua opinião, uma estranha percepção sobre ele, o achando terrivelmente bipolar. Uma coisa engraçada, que ela achou, é que ele lhe lembra muito ela mesma, afinal, seu jeito de quebrar as coisas e saber lutar quase perfeitamente a deixa divertida e curiosa sobre o mesmo. Ela o acha muito forte por aguentar seu passado de forma positiva, mesmo quando se acha um monstro. Ela é amigável com ele, por mais que o mesmo não demonstre, ele a trata como se ela fosse sua irmã.

⊱ᗰυsιcα qυε α dεғιηα⊰

Futatsu no Kodou to Akai Tsumi

Akaku akaku akaku yurete
Yume no yume no hate e
Hanarerarenai

Mou nando mo akiramete wa oshikorosu tabi
Ikiba no nai kanjou ga me wo samashiteku
Kegare no nai sono hohoemi zankoku na hodo
Tooi sonzai dato wakaru yo

Mienai kizu kokoro mushibamu dake nano ni
Yami no (naka ni) ima mo (yadoru)
Omoi wo osaekirenai

Akaku akaku akaku yurete
Yume no yume no hate e
Deatte shimatta unmei ga mawaridasu
Dare mo dare mo shiranai himitsu
Ochite ochite ochite
Mou modorenai tsumi wo kizandemo kitto

Kodoku no fuchi aruki nagara sukuwareteita
Donna toki mo kawaranai RIARU na hitomi
Demo hikari ga mabushii hodo umareru kage wa
fukaku iro koku shinobi yoru yo

Futatsu no kodou maru de awase kagami no youni
Niteru (keredo) chigau (itami)
Mugen ni tsuzuiteiku

Akaku akaku akaku moete
Subete subete keshite
Kanau koto no nai maboroshi ga ugoki dasu
Tsuyoku tsuyoku hakanai yoru wo
Koete koete koete
Nogarerarenai tsumi ni oboretemo kitto

Akaku akaku akaku yurete
Yume no yume no hate e
Deatte shimatta unmei ga mawaridasu
Dare mo dare mo shiranai himitsu
Ochite ochite ochite
Mou modorenai tsumi wo kizandemo kitto
Futatsu no Kodou to Akai Tsumi

Tremendo em vermelho, em vermelho, em vermelho
para o final do sonho, do sonho.
Não podemos nos separar.

Sim, cada vez que me afogo para a morte em seguida me rendo um e outra vez
minhas emoções não tem um lugar para despertar
Seu perfeito sorriso sabe que é um existência
tão distante, que chega a ser cruel.

Apesar da ferida incurável que devora meu coração,
não posso deter completamente meus pensamentos
que habitam na escuridão.

Tremendo em vermelho, em vermelho, em vermelho
para o final do sonho, do sonho.
Nos reunirmos; o destino começa a girar-se
um segredo que ninguém, ninguém conhece.
Caindo, caindo, caindo
Não posso voltar mais, ainda se reparo meus pecados, o sei

Enquanto estava caminhando pelo abismo da solidão, fui salvo
por olhos realistas que nunca mudam.
Mas uma sombra que nasceu quando a luz brilhou,
profunda e pronunciadamente se arrasta para mim.

As duas batidas são como espelhos, um frente ao outro.
Os tormentos são similares mais diferente
e continuam infinitamente.

Ardendo em vermelho, em vermelho, em vermelho
borrando tudo, tudo.
Uma ilusão descumprida começa a mover-se
fortemente, fortemente
vencendo, vencendo, vencendo a efêmera noite
não posso escapar, ainda que me reparo me reparo nos pecados, o sei

Ardendo em vermelho, em vermelho, em vermelho
borrando tudo, tudo.
Uma ilusão descumprida começa a mover-se
fortemente, fortemente
vencendo, vencendo, vencendo a efêmera noite
não posso escapar, ainda que me reparo me reparo nos pecados, o sei


⊱Ŧяαsε(s) qυε α dεғιηα ε ғαℓα⊰
"Eu? Maluca? O que tens na cabeça? Eu não maluca... Sou só incompreendida." - Ela fala isso quando a chamam de maluca normalmente.

"Qual foi sua primeira pista?" - Isso que ela fala quando alguém a chama de "Anormal".

" A NUTELLA É MINHA! ME DA PORRA!" - Ela sempre diz isso quando roubam a Nutella dela.

— "Eu sou uma estrela, eu brilho, piranhas"

— "Ah seu vou"

- “Não duvide de mim, não sou você pra ser covarde.”

"CADE A PORRA DAS MINHAS LAMINAS?" - Ela sempre pergunta quando roubam suas pequenas coisinhas.

"MEU! VÃO PRA PUTA QUE PARIU VÃO! ME DEIXEM DORMIR SEU BANDO DE FILHOS DA PUTA! VADIA, VAGABUNDA! NÃO SE PODE NEM DORMIR NESSA PORRA MAIS NÃO? VAI TE FUDER CARALHO!" - Isso é o que acontece quando ela acorda - @Kurama-Chann comentou sorrindo com uma gota na cabeça.

- “Quem disse que você manda em mim?”

- “Um Desafio? Você realmente tem coragem. Mas quem disse que eu tenho piedade?”

- Ela tem a mania de terminar as frases com "Desu"
Ex: Eu gosto de torta de amora, Desu!

- "Maybe it's a cruel joke on me
Whatever, whatever
Just means there's way more cake for me
Forever, forever

It's my party and I'll cry if I want to
Cry if I want to cry, cry, cry
I'll cry until the candles burn down this place
I'll cry until my pity party's in flames

It's my party and I'll cry if I want to
Cry if I want to cry, cry, cry
I'll cry until the candles burn down this place
I'll cry until my pity party's in flames" - Ah... A mania linda de cantar uma música... Uma de suas preferidas seria está, pois era uma música verdadeira do que estava sentindo quando Ayato a deixou lá para morrer.

"Morrer... Se me ama tanto, por que deixou - me para morrer?" - Quando Ayato descobriu sobre ela, ele agiu indiferente, mas um grande espaço de tempo depois ele foi a dizer que a amava, e isso é o que a mesma respondeu, refletindo os sentimentos sentidos.

"Sempre mirando aviões de papel em mim
Quando você está por perto
Você me constrói como blocos de brinquedo
Só para me derrubar
Você pode destruir meu pirulito
Mas nunca vai me pegar chorando
Se você se enroscar naquele diploma e eu te matar
Não fique surpreso".

"Eu sei o a-b-c, e mesmo assim você continua me ensinando
Eu digo 'que se dane seu diploma'
Você acha que é mais inteligente do que eu... POIS VOCÊ NÃO É!
Com suas poesias ruins
Que se danem seus Abcs, eu sei os meus afinal de contas, não preciso da mamãe para se esconder e chorar sempre que preciso.

"Eu não sou um pedaço de bolo
Para você apenas descartar quando quiser, Ayato - kun."

- "Cade o Bonny?" - Normalmente, para zuar ela, as pessoas escondem seu ursinho, Grave Erro.

- “Ah? Desculpa não tava prestando atenção, fala de novo”.

- "Nada boba"

- “Olha querida (Completa a frase)”

- "Please Bitch" - Ela não é o tipo de menina que leva desaforo para casa, xinga os sete ventos se alguma pessoa falar com 'desrespeito', na visão dela, com ela.

- Ela tem a mania de terminar suas falas com “Amazing”, algumas vezes, ao em vez de “Desu”.

- “Já cheguei, podem guardar as câmeras.”

- “Eu posso, né querida?”

Frase que a define.
"Os normais, eles me fazem sentir medo,
Os malucos, eles me fazem sentir sã" - Ela diz que isto a define por que acha o mundo estranho, nos olhos normais.

⊱ᗪεsεјα qυε αℓgσ αcσηтεçα cσм α sυα ρεяsσηαgεм?⊰
- Bem, eu realmente não tenho idéias quanto a isto, então deixo por sua conta-Desu!

⊱ᗩℓgσ мαιs?⊰

- Seu sangue é O – (negativo), sangue mais raro do mundo, Etc.

- Ela usa, como eu disse antes, orelhas de Neko (Gato) e um cinto dourado com uma calda presa nele atrás.

- Ela usa uma tiarinha básica preta.

- Suas unhas pintadas de preto.

- Delineador estilo gatinho.

- Ela usa uma gargantilha que sua mãe lhe deu, ela diz que é passada em geração para as mulheres da família.


Link; http://statick1.bseller.com.br/product/39011/212068_Colar-Gargantilha-Mix-de-Camur%25C3%25A7a-Pedra-Preta.jpg

- Ela tem um furão chamado Minam, ele tem a mania de entrar na blusa dela e colocar a cabecinha para fora.


- 𝓢𝒆 𝓺𝓾𝓲𝓼𝒆𝓻 𝓪𝓼 𝓻𝓸𝓾𝓹𝓪𝓼 𝓭𝒆𝓵𝓪, 𝓶𝒆 𝓪𝓿𝓲𝓼𝒆, 𝓼𝓲𝓶?

- 𝓣𝒆𝓷𝓱𝓸 𝓪𝓵𝓰𝓾𝓶𝓪 𝓬𝓱𝓪𝓷𝓬𝒆 𝓭𝒆 𝓼𝒆𝓻 𝒆𝓼𝓬𝓸𝓵𝓱𝓲𝓭𝓪?

ℬ𝔂𝒆ℬ𝔂𝒆~

𝓝𝓱𝔂𝓪𝓱!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...