~Time-Lady

Time-Lady
Programada pra cair
Nome: Error occurred: 404 - Not Found
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

✖ Insanity is just a synonym for imagination ✖


Postado


I started a ʝѳkɛ which =๋●๋s.t.a.r.t.e.d●๋•= the whole w๏ภl๔ ⓒⓡⓨⓘⓝⓖ
B ̶u̶t̶ i didn't see that the ʝѳkɛ was on [;;me]




✫ D A D O S ✫ B Á S I C O S ✫



Nome
Charlotte Rosenbauer

Apelido
Charlie

Idade
Dezenove

Sexo
Feminino

Opção Sexual
⚢ | Homossexual

Data de nascimento
25/10 | às 13:18 da tarde | Signo de Escorpião | ♏

Alguma doença ou deficiência?
Surdez - Se comunica tanto por gestos quanto por escrita

Personalidade
Embora seja um tanto radical, Charlotte é uma garota sensível, inteligente, forte e também enigmática, misteriosa e honesta. Compreende a alma das pessoas, tem uma mente poderosa e analítica, que vai a fundo em tudo o que procura entender. É seletiva com as amizades, mas quando se torna amiga de alguém, é amiga de verdade e faz tudo para defender essa amizade, mas se a pessoa pisar na bola, melhor dar o fora. Charlie pode revelar um lado vingativo e obscuro. Tem uma força de vontade incrível e uma grande capacidade para lidar com situações difíceis. Difícil alguém conseguir tirá-la do sério; após anos sendo tratada como uma “frágil” boneca de porcelana e tendo a paciência constantemente posta a prova, Charlotte aprendeu a lidar com situações estressantes ou pessoas estranhas. Detesta a rotina e por não conseguir ficar parada, está sempre procurando algo diferente para fazer, mesmo que isso signifique sair de seu posto de garota “inválida” (sendo que não há nada de errado com ela). Independente, não gosta muito de receber ordens e prefere fazer tudo do seu jeito. Adora praticar esportes, mexer o corpo, gastar energia; coisas que seriam saudáveis para a maioria das pessoas, eram perigosas na opinião dos pais da menina, mas com o tempo ela aprendeu a ignorar a opinião das pessoas ao seu redor e importar-se apenas com os próprios princípios. Revolucionária e sem preconceitos, Charlotte tem a mente aberta a novas ideias e está sempre disposta a aprender algo novo e diferente.


Qualidades: Tem muita energia física e mental. Gosta de emoções fortes e de perceber o lado oculto das outras pessoas. Possui um dom especial para descobrir o que os outros querem esconder. Sua maior virtude: Ser leal.

Defeitos: É desconfiada e reservada no trato com os outros. Gosta de se fazer de vítima e ser dramático. Apresenta traços de sadismo e fanatismo. Magoa-se facilmente e guarda ressentimento. Seu maior defeito: Ser obsessiva.

História
Criada em um dos bairros nobres da cidade, Charlotte sempre foi cercada de empregados e pais preocupados.
Para ambos quaisquer movimento brusco poderia ser “fatal”. No início a preocupação era algo compreensível, nenhum dos dois tinha experiência com pessoas com deficiência auditiva. Quando Charlie ainda estava sendo carregada no ventre da mãe, esta contraiu rubéola após completar seis meses e isto levou a complicações na gravidez. Quando Charlie nasceu era um bebê completamente saudável, mas a gravidez foi complicada demais, Charlotte havia nascido totalmente surda. Mas nem por isso foi menos amada, muito pelo contrário.
Foi tratada como uma princesa: tudo que quiser quando quiser. Mas o tratamento exagerado a deixou irritada, com dez anos não podia ir a escola e deveria estudar em casa, com um tutor. Aos dezesseis não podia fazer esportes, e “se por um acaso levasse uma bolada e isso a levasse a ter um derrame?”.
Foram os seus dezoito anos que deram um ponto final nessa história, no momento em que seus pais decidiram que a universidade era uma má ideia Charlotte decidiu que finalmente deveria deixar o ninho. Havia dinheiro o bastante em sua conta, Charlie conseguiu comprar um pequeno, simples e aconchegante apartamento no centro. Conseguiu pagar a faculdade e finalmente dar inicio a esta. Seus pais desaprovavam totalmente suas atitudes, sempre a veriam como aquele bebê pequeno e frágil que um dia já fora. Mas Charlotte já não era mais assim, era uma jovem adulta e deveria seguir com a sua vida, eles querendo ou não. Então Charlie começou alguns cursos, fez alguns esportes e leu milhares de livros (considerados inapropriados pelos pais da menina).


Aparência



Charlotte tem a aparência da típica patricinha de Baverly Hills.
Ela é possui uma pele delicada, corada, e cabelos dourados. Suas madeixas são onduladas e seguem numa cascata até pouco abaixo de seus ombros.
Seus olhos tem a cor semelhantes ao uísque, possuem uma aura séria e constantemente concentrada, que, junto aos seus cílios escuros, são como um farol, chamando-o para olhar para seu rosto arredondado. Seus belos lábios são cheios e tem uma tonalidade avermelhada.
Charlie tem a estatura media beirando os 1,75, e magra, possuindo somente 54kg. Tem cintura fina e curvas bonitas, com seios médios, coxas grossas, pernas que são longas e belas, assim como seus braços.


Photoplayer: Chloë Grace Moretz

Habilidades & inabilidades

☑ Arco e flecha - Suas habilidades com o arco ainda eram poucas, havia participado de poucas aulas.
☑ Linguagem dos sinais - Algo que foi difícil de aprender;

☒ Cozinhar - Nas poucas vezes em que tocou em um fogão quase pôs fogo na casa dos pais;

Hobbies

● Ler | Seus gêneros preferidos são ficção científica e fantasia;


Medos & traumas

Aicmofobia — medo de agulhas de injeção ou objetos pontudos;
Eisoptrofobia — medo de espelhos ou de se ver no espelho;
Claustrofobia — medo de espaços confinados ou lugares fechados;
Misofobia — medo de germes, contaminação ou sujeira;


✫ Q U I Z ✫



Proteger ou ser protegido? Proteger

Fiel ou infiel? Fiel

Inteligência ou força? Inteligência

Calor ou frio? Calor

Namoro ou sexo casual? Namoro

Suicídio ou assassinato? Assassinato

É capaz de matar alguém? Sim

Musica tema do personagem? Fight 'Til The End - Jack Savoretti



✫ R E S P O N D A ✫ C O M O ✫ S E ✫ F O S S E ✫ O ✫ S E U ✫ P E R S O N A G E M ✫



Se tivesse que escolher entre salvar sua vida ou a de quem ama, qual salvaria? Escolheria salvar a pessoa amada.

Caso tivesse uma chance de liberdade escaparia sozinho ou chamaria alguém? Sairia acompanhada.

Seria capaz de trair a confiança de alguém? Sim.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...