~Amaririsu

Amaririsu
Nome: Lia
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 28 de Maio
Idade: 16
Cadastro:

Ficha I: Pequenos Psicopatas [Licht Stein Leonhardt]


Postado

Ficha I: Pequenos Psicopatas [Licht Stein Leonhardt]

Ficha para a fanfic Pequenos Psicopatas



† Nome e Sobrenome †
Licht Stein Leonhardt

† Idade †
11

† Data de Nascimento †
29/08/2005

† Aparência †
É um garoto bem magro e franzino, a ponto de facilmente se ver as costelas. É baixo para a idade, com seus 1.41 devido a uma disfunção de hormônios. Sua pele é pálida e as mãos esqueléticas estão quase sempre frias, as unhas curtas até demais e feridas devido a ele ter o costume de roê-las até sangrarem. É comum a formação de olheiras logo abaixo dos grandes olhos azuis profundos. Seus cabelos são loiros, podendo parecer castanho claros a noite, naturalmente lisos porém sempre levemente desarrumados, com uma franja irregular sob a testa cuja parte central parece sempre insistir em descer até o meio dos olhos, e quando inclina a cabeça para baixo as partes laterais facilmente cobrem seus olhos.

Tem o costume de usar roupas antigas devido a influência da família européia tradicionalista do interior, nunca deixando de colocar suspensórios ou camisa social, sendo comum vê-lo de shorts largos e uma meia listrada em azul e branco.







† Personalidade †
Possui uma imensa dificuldade em entender os sentimentos e razões da maioria das pessoas, e talvez as palavras mais difíceis para si sejam amor e preocupação.

Se não gosta ou não compreende algo não importa o que, simplesmente ignora a existência e continua sua vida, inconscientemente nutrindo um pavor descomunal de tais coisas, mas se não para de lhe perseguir Licht não vê outra escolha a não ser eliminar, o que vale para literalmente tudo, desde um sabor de sorvete que provou e não gostou até um colega que anda lhe perturbando a vida.

Costuma ver as coisas da forma mais simples possível, e classifica as pessoas em 'boas' e 'más' de acordo com a primeira impressão, para ele a primeira impressão decide tudo, e se a pessoa tentar agir diferente do que Licht pensou inicialmente vai ser rapidamente classificada como 'pessoa má que se finge de boa' ou vice-versa, porém caso ele chegue a essa conclusão vai achá-la falsa e mentirosa, duas das coisas que mais odeia; devido a esse sistema é difícil ele se dar bem com alguém, pois para isso a pessoa teria que ser boa com ele todo o tempo, e na maioria das vezes Licht se precipita em seus julgamentos. Relações interpessoais realmente não são o seu forte, por vezes se pergunta porque isso é tão complicado. Fala apenas o que acha necessário, pois não sabe lidar com as pessoas, quase sempre entendendo mal as falas alheias e achando que tudo é uma conspiração contra si(com exceção de coisas vindas das pessoas consideradas 'boas').

Seu rosto na grande maioria das vezes é imparcial e sem expressão, pois ele realmente não entende a necessidade em esticar os músculos faciais na presença de outras pessoas. Portanto ele pode sentir-se 'feliz' ou 'triste', mas não vai fazer questão de demonstrar, a única expressão que insiste em fixar-se contra a vontade em sua face é o medo e o pânico, que são quase sempre acompanhados por fechares/arregalares de olhos e gritos roucos.
Foi educado para agir e falar formalmente, e assim o faz, porém sempre falando de maneira direta e sem muita delicadeza.

Acredita fielmente que os fins justificam os meios. Não entende a gravidade das leis, as respeitando apenas quando lhe convém. Mesmo não entendendo as pessoas é um exímio mentiroso, não fraquejando uma só vez e com sua voz séria e olhar penetrante consegue enganar até mesmo os psiquiatras especializados, pois Licht molda sua mente em favor da mentira a ponto dele mesmo acreditar plenamente nela.

Tem a mania de começar dizendo uma coisa para depois se calar no meio da frase, tal como pode começar dizendo algo e do nada muda para um assunto completamente diferente. Também costuma murmurar palavras desconexas quando está pensando seriamente sobre algo.

Simplesmente se apavora quando em presença de muitas pessoas, especialmente desconhecidos, pois não tem como saber quem é bom e quem é mau, visto que grande maioria das pessoas são más.

Não se importa nem um pouco com o que as pessoas 'más ou falsas' acham de si e se mantém o mais distante possível delas. Com as pessoas boas ele ao menos deixa ficar perto e tem diálogos decentes.

Tem dificuldade em lidar com conflitos e críticas, acreditando estar sempre certo.

Possui mania de limpeza e TOC, torcendo a cara só de imaginar um local bagunçado ou empoeirado.

Se dá muito bem em assuntos que não dizem respeito a pessoas, tal como os estudos(sendo o melhor de sua classe praticamente sempre) e atividades físicas em geral(o que costuma surpreender as pessoas visto sua aparência frágil).
Sua vida gira em torno da arte, sente que apenas a arte e ele se entendem mutuamente, e que não precisa de mais nada no mundo além da mesma.

† Já nasceu com o transtorno ou houve algo em sua vida que levou a este? †
Já nasceu com transtorno, que foi agravado devido a traumas.

† História †
Sua mãe, que já nascera com transtorno depressivo e vivia a base de remédios para controlar os efeitos, sempre ansiou ter uma filha chamada Alice, e tal qual foi sua alegria ao descobrir que teria um casal de gêmeos, porém durante a gestação acabou escorregando e caindo da escada de casa, e mesmo correndo para o hospital só foi possível salvar um dos bebês, o menino, o que encheu a mulher de pavor, culpa e ódio de si mesma, chegando a entrar em depressão profunda durante o parto, sempre a desejar que o que carregava no ventre fosse uma garotinha fofa e não um menino. Mesmo após o parto a depressão não passou, e parecia ficar pior a cada dia, até que numa brincadeira inocente viu a filha de outro casamento de seu marido colocando roupinhas femininas no bebê, a mulher então se encantou com a ideia e passou a tratar Licht como se fosse uma menina, o chamando de 'Alice', Licht que ainda não tinha opinião formada sobre aquilo aceitou suas vestes como se fosse algo normal, pois nunca ninguém havia lhe dito o contrário.
Seu avô com frequência visitava sua casa, sempre brincando e trazendo presentes para as crianças, Licht gostava bastante dele e era um dos poucos adultos com quem falava normal livremente, porém tudo mudou quando o avô Heinz decidiu passar uma noite ali pois já estava muito tarde para voltar para casa(ou ao menos foi a desculpa que deu), na época o garoto tinha 5 anos. Licht estava dormindo tranquilamente com sua camisola rosa de babados brancos que a mãe havia lhe dado quando foi acordado por seu avô que fez sinal de silêncio com uma mão enquanto tapava a boca do pequeno com a outra, mostrando um largo sorriso que ficou nos pesadelos do garoto por um bom tempo(já deve imaginar o que aconteceu depois), e que foi responsável pelas alucinações que teve posteriormente onde o 'gato que ri' faria coisas ruins com ele caso dormisse, portanto desenvolveu um caso sério de insonia e psicose, e quando encontrava-se em lugares escuros sentia que o gato que ri estava sempre atrás de si, assim descobriu ter desenvolvido fobia de escuridão, pois foi nela que 'aquilo' aconteceu, além de não conseguir mais deixar que ninguém o tocasse, seu copo reagia instintivamente para que não fizessem 'aquilo' novamente consigo.
Tudo começou a desandar mais ainda quando ele entrou para a escola primária, quando os colegas descobriram que ele se vestia de garota em casa, e um garoto que se dizia ser seu amigo contou seu segredo de ter sido estuprado pelo próprio avô(motivo pelo qual ele não confia em ninguém além de si mesmo), começou-se então o bulliyng com o pequeno, naquela escola também tinha ensino médio por isso até mesmo os garotos mais velhos lhe faziam brincadeiras de mau gosto, todos tinham receio de chegar perto dele e sofrer do mesmo tratamento, por isso nunca teve amigos e nunca conseguiu falar direito com as pessoas, chegaram ao ponto de espancá-lo e estuprá-lo em grupo(alegando que ele já estava acostumado e devia estar gostado enquanto Licht só chorava enquanto emordaçado com um pano) várias vezes no banheiro masculino, o que foi responsável pelo agravamento do seu pavor a toques e estar com muitas pessoas a sua volta. Licht parou de deixar que sua mãe o vestisse de garota, pois pensava que se o fizesse parariam de fazer aquelas coisas horríveis consigo, porém não pararam e tudo o que fez foi fazer sua mãe chorar e se trancar no sótão para confeccionar bonecas de porcelana(que era seu trabalho). Porém por volta dos 8 anos, quando a avó, que era taxidermista, finalmente aceitou os pedidos insistentes do garoto em ensiná-lo a empalhar animais, Licht sempre aprendera rápido as coisas, e com 3 meses já podia ser considerado um expert no assunto. Começaram então a desaparecem vários alunos de sua escola, todos os garotos e garotas que já fizeram algum mal a ele, e as pessoas já estavam começando a desconfiar de algo quando num belo dia todos os alunos da escola receberam em seus celulares menagens anonimas com fotos dos desaparecidos parados em pé com olhos sintéticos vermelhos, todos ficam receosos, mas pensaram ser apenas montagem para assustá-los e logo esqueceram do assunto, porém no dia seguinte foram encontrados aqueles mesmos alunos empalhados na entrada da escola. Aquele incidente causou um grande alvoroço, eram dezenas de alunos de vários anos, a maioria garotos. Interrogaram todos os alunos da escola, e quando chegou a sua vez Licht, com ar de aluno aplicado e responsável e suas mentiras perfeitas passou longe das suspeitas, e mesmo com meses de investigação não conseguiram encontrar o culpado, mas a imprensa estava fazendo alarde para que prendesse serial killer tão grotesco e assassino de crianças, então para silenciar a todos incriminaram um pedófilo solto por provas insuficientes, e o caso foi arquivado, porém 4 meses depois continuaram a ser encontrados corpos com o mesmo modus operandi, mas os investigadores alegaram ser outro assassino que queria seguir os passos do primeiro.

† História² †
Por medo dos filhos serem mortos pelo serial killer que assolava o lugar, a família mudou-se de cidade, porém os crimes começaram a ocorrer naquela cidade também, mesmo que em quantidade bem menor que na anterior. Licht sequestrou um bebê de seu carrinho quando estava num parque, pretendia empalhá-lo e colocar de novo no parque, mas ele chorou alto enquanto estava no subsolo secreto(cuja entrada só é possível num fundo falso do porão) e seu pai acabou o descobrindo, porém apenas lhe lançou o olhar duro de sempre e pegou o bebê, o entregando à polícia dizendo que o havia encontrado abandonado numa lata de lixo, o pai nunca deixaria seu primogênito ser preso ou ter a reputação manchada pois o quer como herdeiro das empresas da família(bem rica por sinal), e mesmo alertando Licht para não fazer aquilo de novo, para o garoto aquilo soou como um 'Da próxima vez não seja tão descuidado'.
Durante uma exposição de quadros acabou se interessando pelo assunto, e após um tempo começou a desenvolver suas próprias pinturas, sua mãe logo o incentivou em seu caminho, contente que 'sua filha' também fosse seguir o caminho da arte, porém seu pai não gostou nada da ideia, afinal queria que Licht herdasse as empresas da família(já que considerava Leigh, o irmão mais velho, completamente inapto para o cargo, além de ter um visível mau comportamento), e só não proibiu completamente que o filho se envolvesse com pinturas pois descobriu-se que o pequeno realmente tinha talento naquilo, chegando a ganhar diversos concursos e premiações. Foi construído um ateliê de ponta no imenso porão de sua casa, local onde Licht passa a maior parte do tempo dedicando-se a sua arte, todavia sem nunca largar sua outra 'arte' de empalhar.

† Familiares †

Mãe: Lyanna Stein Versen Leonhardt (34 anos)

A mulher, quando o vê, o trata como se fosse uma bonequinha, chamando-o de "Alice" e sempre que ele vai visitá-la no porão onde ela está sempre confinada criando suas bonecas. Apesar de tudo Lyanna o trata calma e carinhosamente, o que já é suficiente para Licht considerá-la uma boa pessoa, nunca lhe dizendo que não é Alice.

Pai: Karl Bartels Leonhardt (36 anos)

É um homem ocupado e os dois quase nunca se veem, e quando o fazem tudo o que Karl faz é se certificar que o filho está indo bem na escola e tendo um futuro promissor, apenas esperando que Licht desista da ideia de ser artista e herde as empresas da família.

Meio irmão: Leigh Wrangel Leonhardt (14 anos)

Leigh odeia e ao mesmo tempo teme Licht após um incidente com o seu coelho(quando eram crianças Leigh vivia o irritando, até que Licht se cansou e arrancou as 4 patas do coelho do irmão), sempre culpando e tentando incriminar o menor de tudo de ruim que acontece a sua volta, o que só afunda mais sua credibilidade com a família, que o vê como um rebelde mentiroso, sempre defendendo Licht seja qual for a situação.

Meia Irmã: Emma Wrangel Leonhardt (13 anos)


Emma simplesmente tem pavor de Licht, sempre o evitando quando vê o irmão nos corredores da casa.

Avô: Heinz Stein Zellweger (65 anos)

Há algum tempo não se veem, e sempre que o fazem durante alguma reunião familiar Heinz dá seu sorriso considerado medonho por Licht, que se mantém o mais longe possível dele, temendo que 'aquilo' aconteça de novo.


† Escolha até duas das opções †

( ) Faca
( ) Machado
(x) Tesoura [quando mata por 'medo']
( ) Alfinetes
(x) Veneno [quando mata por 'arte']
( ) Enforcamento ou estrangulamento
( ) Outro.

( ) Sádico
( ) Suicida
( ) Explosivo
(x) Anti-social
( ) Manipulador

† Agora escolha apenas uma †

Um cadáver, eu...
(x). Outro. Qual?
Transformo em bichinhos de pelúcia se forem animais[vulgo empalha, enchendo de espuma de bicho de pelúcia] e bonecas se forem pessoas[vulgo empalha, enchendo de serragem], os dois com olhos bonitos de porcelana, depois coloco na frente de algum lugar para que todos possam olhar e ver como é bonito, pode ser em qualquer lugar onde as pessoas passem, no meio do parque, na frente de uma lanchonete, na escola...
Como na maioria das vezes não consigo dormir a madrugada é o horário perfeito para confeccionar os brinquedos

† Marca do Crime †
São encontrados cadáveres empalhados e com olhos vermelhos de porcelana

† Já foi preso ou internado? †
Não, nunca conseguiram provar nada.

† Outros crimes †
Com 5 anos matou um pássaro que achou no quintal jogando uma pedra para que caisse no solo e em seguida abriu sua barriga com um estilete(com o animalzinho ainda vivo), retirou os órgãos(o pássaro morreu no processo) que conseguiu e foi mostrar para a avó que estava de visita em sua casa, pois em sua mente infantil Licht pensou que se o mostrasse como era bom em abrir pássaros o avô lhe ensinaria a empalhar, já que tinha recusado nas outras vezes alegando que o garoto ainda era muito novo. Sua meia irmã ficou horrorizada de vê-lo cheio de sangue e sorrindo mostrando o pobre animal morto, e desde então tem um medo anormal por ele.
Mutilou o coelho do irmão mais velho, arrancando suas 4 patas com uma faca grande de cozinha
Sequestro de um bebê(explicado na história)

† Escolha dois para matar †
( ) Mãe
( ) Pai
( ) Irmã(o)
( ) Vizinho
(x) Professor
(x) Criança aleatória

( ) Cachorro
(x) Gato
(x) Passarinho
( ) Rato

† Algo que queira acrescentar? †
Como o nome dele costuma soar estranho para a maioria das pessoas, é comum ele ser chamado de 'Leon'

Os olhos vermelhos de porcelana ele pede para sua mãe, que nunca questionou acerca do porque o filho precisar dos mesmos

Seu organismo parece não sentir fome, e se deixar ele passa dias sem comer nada

Antes de ser casado com sua mãe, o pai era casado com uma mulher chamada Catherine Wrangel, que morreu de câncer de pulmão 2 anos antes do segundo casamento do viúvo Karl. Ambos os casamentos sendo arranjados e por negócios

Na família de sua mãe, é comum encontrar pessoas com transtornos psiquiátricos, sendo grande parte genéticos

Na família de seu pai, é comum encontrar pessoas com problemas relativos a hormônios, Licht já recebeu a notícia que 3 familiares de segundo grau seus são anões, porém quando foi ao médico o mesmo lhe informou que ainda cresceria até os 1.65, considerado baixo para um garoto, mas ainda sem ser um anão

Gato que ri(na mente dele):


† Algum outro transtorno? †
Transtorno Obsessivo-compulsivo (TOC)
Esquizofrenia
Síndrome do pânico
Síndrome de Asperger: É um distúrbio psicológico, semelhante ao autismo, cuja principal característica é a dificuldade em interagir com outras pessoas, apresentando alguns problemas em manter relações. Não tem cura, mas pode ser controlada com psicoterapia e remédios para a vida toda, permitindo que o paciente mantenha um estilo de vida normal(o que não é o caso de Licht, que nem chegou a ser diagnosticado)



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...