~Inspire

Inspire
Nome: Madu
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 21 de Janeiro
Idade: 16
Cadastro:

Dear Diary


Postado

Dear Diary

A Chata Cacheada

O que dizer de uma pessoa tão mala, irritante, temperamental e perfeccionista?. Okay, se analizarmos, ela é praticamente uma cópia minha, e agora eu entendo porque eu consigo irritar tanto as pessoas, porque se toda a vez que eu ficasse brava com ela, a ignorasse, provavelmente nós nunca conseguiriamos conversar.
Fazer o quê, adoro pessoas diferentes, e aquela garota, talvez nem se encaixe nessa palavra, porque ela não está dentro de NENHUM padrão. Ela não é aquelas garotas super meigas e intêligentes, nem uma perturbada que fala tudo o que pensa, ela é de tudo um pouco.
Ela gosta de sair, estudar, ler, biologia, fazer coisas erradas, palavrões, botar ordem na turma, gritar, se fingir de deusa Afrodite e mais outras trilhões de coisas que se alguém que não nós conhece presencia, acha que nós fumamos.
Como ela ama provar que estar certa, chega até a dar raiva dela, porque você as vezes não tem argumento, tanto que eu ainda acredito que ela é uma reencarnação de Sócrates. Uma pessoa que vê as coisas de um modo diferente e vai testando um à um. Só espero que ela não tenha o drástico final que ele teve.
A chata cacheada muitas vezes vai fazer coisas, que talvez faça você ficar muito chateado com ela, mas as vezes ela compensa tudo. Apesar de não admitir, ela se importa com os amigos, sei disso porque teve vários momentos em que eu tive crises de choro e ela estava lá me ajudando a ficar calma.
Nós passamos 99,9% do nosso tempo juntas tirando sarro uma da outra, outro dia ela se auto-chamou de sereia, logo falei "claro, metade obesa & metade baleia", ou quando ela saí perguntando para todo mundo se eu tenho cara de pessoa que fuma(só para deixar uma coisa bem clara, eu não tenho).
Eu acredito em amizades como essa, que apesar da pessoa viver fazendo coisas erradas que te magoem, que diga tudo que lhe vêm na cabeça e que tira sarro de algumas coisas. Porque você percebe, que não importa quantas vezes ela te magoe, quantas vezes vocês discutam, quantas milhares de vezes vocês descordem e quando chegam em casa dizem para a mãe que nunca mais vai olhar na cara da pessoa, no outro dia vocês olham uma para a outra se abraçam e começa tudo de novo.
Fazer o quê, adoro pessoas diferentes, e aquela garota, talvez nem se encaixe nessa palavra.

Escutando: Stronger (What Doesn´t Kill You) - Kelly Clarckson
Lendo: Harry Potter e a Pedra Filosofal - J.K. Rowling

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...