~Prince_of_dark

Prince_of_dark
<3 A unicórnia gótica :3
Nome: Kai
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Ficha para a fanfic Danger - Interativa


Postado

Fichas:
Nome:
Kim Mi-Cha

Idade:
20

Personalidade:
Ela e alguém de personalidade forte que não mede palavras e é protetora com as outras garotas chegando a assumir o lugar dela ao ver que elas não vão aguentar a punição que possa ocorrer.
Ela sempre foi assim, mas quando se sente confortável com alguém tende a ser divertida e não suporta ver alguém triste, sempre tentando animar a pessoa e a acolher.
Um fato sobre ela é que se ela chorar na sua frente ou e porque você é muito especial pra ela, ou por que você morreu pra ela. Sim nem mesmo a própria família nunca a viu chorar.

Aparência: (Min - Miss A)
Antes:
http://img.maniadb.com/images/artist/359/359389.jpg

Agora:
https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/42/4b/21/424b215309b0ee7926ae216d60fa7c98.jpg

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/42/4b/21/424b215309b0ee7926ae216d60fa7c98.jpg

História:
Ela veio de uma família de renda alta, seus pais são empresários de uma grande revista de moda e além dela eles tem mais dois filhos, sendo ela a do meio.
Ela sempre trabalhou para no futuro também merecer participar da revista, ela faz aulas de vários tipos dança para desestressar e tem talento nisso e no rap além do canto,  mas ela está longe de ser uma garota mimada, na verdade ela sempre foi a mais simples de todos ali dentro, ela sabia o nome de todos os empregados da casa e muitas vezes os ajudavam em suas tarefas, principalmente na cozinha ja que ela ama cozinhar.
Além do trabalho em casa ela sempre participou de projetos sociais ajudando até mesmo mulheres, homens e crianças a serem libertas de trabalhos escravos, coisa que ela sempre foi contra, isso tirando as missões de paz que ela ia com seu irmão mais velho.
Mas por trás de tudo isso ela tinha uma família um tanto desestruturada em relação ao seus pais, os mesmos eram muito egocêntricos e nunca tiveram tempo para os filhos, além de serem um casal de faixada já que durante a noite um trae o outro e a única dos irmãos que tinha ciência disso e os protegia dessa realidade, sendo a mãe deles que sua mãe nunca foi, mesmo para o mais velho.
Ela levou sua vida como pode sempre mantendo tudo sobre controle e cuidando de seus afazeres e teria tudo continuado de maneira perfeita se ela não tivesse brigado com seus pais, se ela não tivesse saído tarde sem seguranças, se ela não tivesse confiado na pessoa errada aquela noite...

Como foi sequestrada?
Ela em uma noite difícil foi chamada por seu país na sala de reunião e ao ver a aparência frágil e magra demais de uma modelo horas antes e descobrir que a pedido de sua mãe ela não havia comido nada por horas, ela logo pagou uma refeição com a garota e resolveu tirar satisfações com seus pais em seguida assim que foi chamada em seu escritório.
Lá dentro ela foi logo pedindo satisfação e seus pais bateram de frente com a personalidade forte da garota, daí foi tudo pra pior e foram verdades e críticas para todos os lados o que rendeu na garota saindo furiosa do escritório e da empresa.
Ela correu até um parquinho onde ficou sozinha por um tempo chorando por conta da carga da família que ela levava sozinha nunca demonstrava franqueza por isso, não, ela não chorava na frente de ninguém.
Quando estava quase parando de chorar e pensando no que fazer um garoto se sentou no balanço ao lado dela e começou a conversar com a mesma, ele a elogiou falando até mesmo de seus cabelos e ela aceitou ir tomar uma bebida com o mesmo já que considerou o sorriso do garoto bonito e isso era tudo o que ela precisava agora, mas foi enganada.
Ela a levou para uma balada e viu que ela dançava muito bem ja que faz aulas de dança para se distrair e la lhe ofereceu um drink batizado, e quando a garota dormiu Hoseok a levou, e ela nunca se esqueceria de quem traiu sua confiança dessa maneira.

Par:
Jung Hoseok (j-hope)

Familia:
Ela tem uma excelente relação com os irmãos sendo como uma mãe para eles mesmo que um deles seja mais velho que ela, sempre cuidou dos dois com unhas e dentes e esteve lá quando precisaram.
Já com seus pais tem uma relação conturbada muitas vezes batendo de frente com eles por não concordar com as coisas que eles faziam.

Taemin, irmão, 22 anos:
https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/07/a3/eb/07a3eb0e23733768ddf88780c543392f.jpg

Ren, irmão, 18 anos:
http://imgfave-herokuapp-com.global.ssl.fastly.net/image_cache/1338961726410173.jpg

Lee, mãe, 42 anos:
http://1.bp.blogspot.com/-i0xphELu38M/Uct5rpiCncI/AAAAAAAABYM/dnU7VWz295A/s1600/3.png

Min-ho, Pai, 45 anos:
http://2.bp.blogspot.com/-2-WC1ofnwb4/U6NMEWdDEnI/AAAAAAAAQfg/SRhueRNNaxc/s1600/11photo261585.jpg

Relação com:
-As outras meninas:
Ela cuida delas, as vezes até se sacrificando, tenta sempre manter a paciência e as vê como irmãs ja que estão todas na mesma. As vezes parece um pouco grosseira por conta da personalidade forte, mas não faz isso por mau. Sempre tenta as animar e não deixa elas desistirem da esperança de um dia saírem dali.

- Rap Monster:
Ela e vive dando patada nele, mas quando está de bom humor o desafia para uma batalha de rap até se divertindo um pouco, mas logo voltando a sua postura original e repetindo a si mesma que não deve confiar neles.
Ela vive o chamando de Pato por ter o visto dançando uma vez e dado muita risada falando que ele parecia um pato atropelado tentando dançar.

-Suga:
Ela não fala muito com o mesmo, mas gosta de o encher o saco também falando que de doce ele não tem nada, e perguntando onde fica a cova que esqueceram de o enterrar por ser tão Branco e inexpressivo que pra ela parece um fantasma.

-Jin:
Ela quase nunca fala com ele, e quando se falam ela também joga brincadeiras com ele para lhe encher o saco, mas praticamente quase sempre o enche o saco e manda ele pintar o cabelo de loiro ja que o instinto dela pra moda fala que ela deve dizer isso a ele. Já tentou até pintar o cabelo do garoto enquanto ele dormia.

-Jimin:
Vive o chamando de bochechudo, jiminuido, anão de Jardim entre outros apelidos ja que não perde a oportunidade de encher o saco de cada um deles pelo que fizeram a ela.

-Jungkook:
Ela fica o enchendo o saco, mas o acha inocente, e fala isso na cara dele, mas evita contato com ele ja que o mesmo o lembra um pouco seus irmãos por ser o mais novo dos garotos de la, e tenta o convencer de achar alguém legal e a sair de lá.

-J-Hope:
E o par dela.

-V:
Ela também gosta de encher o seu saco com brincadeiras, mas se mantem um pouco distante também. Ela não consegue confiar em nenhum deles por um bom tempo.

Com o par:
Ela tende a ser arisca com ele, sim ela ama seus sorrisos e elogios, mas não consegue esquecer a maneira que se sentiu traída ao descobrir sua nova realidade, então ele terá um certo trabalho para a conquistar.
Mas ela sempre foi uma boa rapper e dançarina, fazia isso quando ia em lugares mais simples ganhando diversas batalhas e muitas vezes usando o rap para expressar seus sentimentos já que nunca foi boa em expressar eles de outra maneira então as vezes tem mania de cantar eles pra se distrair.
Hoseok por ser rapper também acabou tendo a atenção atraída para a garota por conta disso além da beleza inegável que ela possui e com o tempo acabou conquistando o coração da mesma.

Vai acompanhar a fanfic realmente?
( X ) Sim ( ) Não

Agora responda como se fosse sua personagem...
Como reagiu ao saber que teria que trabalhar na boate?

Entrei em choque, como assim uma boate? Nunca gostei de ser obrigada a nada e agora seria obrigada a me vender? Isso e um absurdo! Eu não vou perdoar o Hoseok por isso! Ele havia sido quase como uma esperança pra mim para fazer minha vida pior, como pude gostar de uma pessoa assim? Logo eu...

Como reagiu ao perceber que gostava do seu par?
Eu não acredito que estou gostando daquele maldito de sorriso bonito! Mas como pude evitar se ele é tão divertido e pode ser tão legal e cuidadoso quando quer... Por que tudo teve que ser assim Hoseok? Por que?

Ela aceitou bem sua atual realidade?
No início eu odiei tudo e me recusei a fazer o que eles queriam, até cortei meu cabelo com uma gilete que achei ao lembrar de terem elogiado isso, mas quando vi que não tinha como sair comecei a os obedecer, tenho esperanças que minha família esteja atrás de mim, e não posso desistir da ideia de um dia finalmente fugir daqui...

Sabe que sua personagem está em minhas mãos e que eu posso fazer o que achar melhor para ela?
Sim.

Algo mais?
Sim, ela tem um colar de coração que leva consigo com a foto dela e dos seus irmãos reunidos felizes dentro, isso a motiva a tentar escapar de la a todo custo e armar um plano articuloso e paciente para isso, já que sempre foi uma excelente estrategista.

Bebendo: Chocolate quente.

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...