~jArtemis

jArtemis
Time waits for no one...
Nome: Giovanna algumacoisa
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 13 de Fevereiro
Cadastro:

Imperium - Ficha


Postado

”É hora do duelo!”
Nome:
Makishima Atari

Idade:
17

Aparência:
Ele é possuidor de longos cabelos lisos e brancos, olhos estreitos acinzentados e a pele bem clara. Sua franja é rebelde a maior parte do tempo está cobrindo seu olho direito. É alto e esguio em todo o corpo, e está quase sempre com a cara fechada.



Sexo:
Masculino

Personalidade:
Atari é extremamente mal humorado. Ele reclama de tudo e todos, e para quase todas as ocasiões ele comenta “Mas que droga... Eu podia estar em casa dormindo”. Não é exatamente preguiçoso, faz o que tem que fazer, mas sempre com a cara fechada e a maior parte do tempo vendo apenas o lado ruim das coisas. Ele bebe muito, mas dificilmente fica fora de controle. Quando fica seu mau humor triplica e ele sempre acaba se metendo em alguma briga idiota sem motivo. Demonstra não se importar com nada, mas na verdade ele tem sim as pessoas que ama e a quem protegeria com sua vida. Ele apenas mantém isso bem escondido. Com o tempo as pessoas aprenderam a reconhecer esse lado, mas vez ou outra perdem a paciência com todo o seu pessimismo. Nessas horas ele percebe que passou dos limites e fica quieto depois de murmurar “Quanta impaciência”. Ele também sempre tem uma piada sarcástica na ponta da língua, mas já aprendeu que isso pode ser bem irritante então na maioria das vezes tenta se controlar. Perante o inimigo ele não tem papas na língua, é aquele tipo de cara chato que vai te ofender só pra te ver ficar irritado e não se concentrar na batalha.
Ele não chega a ser bondoso, mas não se agrada de fazer pessoas sofrerem desnecessariamente. Para ele, os mais fracos devem ser tratados como mais fracos, mas isso não significa que eles precisam ser hostilizados. Na verdade, acha que eles devem ser ajudados a subirem e se tornarem mais fortes e auto-suficientes.
É bastante orgulhoso e confiante de si mesmo, considerando-se forte o suficiente para enfrentar qualquer um. Não que ele ache que pode vencer as pessoas mais fortes, apenas não tem o costume de fugir de uma batalha, mesmo sabendo que poderá perder.
Atari é terrível para lidar com mulheres, sempre fica envergonhado e não sabe direito como reagir. Nesses momentos que sua pose orgulhosa acaba se desfazendo, o que pode ser bem engraçado de se ver. Ele fica super corado e constrangido, tentando fingir que nada aconteceu.
Protetor em relação ao que lhe é importante, Atari lutaria até o fim por aquilo que acredita ser o certo e não teria medo algum de se arriscar em nome disso.

Historia:
O pai de Atari era um historiador muito famoso. Ele vivia viajando para todos os lugares onde existem ruínas e marcos histórico de eras antigas. Atari sempre viajava com ele. Eles não tinham uma residência fixa, por isso o garoto cresceu sem ter muitos amigos e tão mal humorado quanto é. As crianças sempre comentavam com ele como deveria ser legal viajar tanto, mas a verdade é que ele simplesmente odiava não ter um lugar fixo para viver e não poder fazer verdadeiras amizades, uma vez que nunca mais via as pessoas dos lugares onde ia. A mãe dele largou o pai simplesmente porque estava cansada de ele ser tão fissurado em seus trabalhos, e ela nunca entrou em contato com Atari. Ele criou grande remorso de sua mãe por isso, mas com o passar do tempo aprendeu a superar. Quando ele tinha 15 começou a procurar uma forma de viver sozinho e se manter em um único lugar. Já sendo usuario, buscou uma guilda filiada ao reino onde pudesse começar a fazer trabalhos. Seu pai inicialmente não aceitou a ideia, mas considerando a situação de constantes brigas entre os lados, preferia seu filho ali do que em uma guilda rebelde, onde ocorriam mais mortes e sofrimentos. Assim, fez Atari prometer que seria uma luz na escuridão e deixou com ele as chaves de espíritos celestiais que coletara nas tumbas que explorara.

Magia:
Magia dos Espíritos Celestiais

Ataques:
Chaves de ouro:




Anúbis
- Abra-te portão do Guardião dos Mortos, Anúbis!
Anúbis é como dito, um espírito guardião dos mortos. Ao contrario do que muitos imaginam apesar de ter esse poder ele não sai por ai invocando esqueletos macabros. Anúbis tem ligações com as almas de magos celestiais a quem já serviu um dia, dos quais retira energia e magia para lutar. Sua força bruta e velocidade são extremamente altas. Como resultado, ele não é muito gracioso nos ataques, quase sempre gerando grandes destruições. Assim como Atari é extremamente mal humorado e irritado, o que sempre gera uma briga terrível entre os dois. Apesar disso, Anúbis sempre faz o que Atari lhe ordena. Importante: Ele tem um senso de justiça muito aguçado.



Bastet
Abra-te portão da ousadia felina, Bastet!
Bastet é um espírito que tem ligação com os animais felinos. Ela luta usando suas garras extremamente afiadas, sua agilidade e flexibilidade. Possui também um chicote que se estende e causa queimaduras ao atingir o oponente e uma adaga que carrega na cintura. Ela é ousada e energética. Ela é um espírito muito livre, um daqueles que tem capacidade de forçar a abertura de seu portal se necessário. Quando recebe ordens, se ela ver uma outra opção melhor de estratégia a maioria das vezes opta por essa. A não ser é claro que seja uma ordem de extrema importância, com muita relutância ela ira obedecer. Ela sempre provoca Atari tentando seduzi-lo, e muito envergonhado ele a rejeita e ordena que ela volte sua atenção para a batalha. Também não tem uma relação muito boa com Anúbis, apesar de terem em comum o senso de justiça, com exceção do fato de ela ter mais queda para o lado da bondade. Fora isso, eles são como cão e gato. (haha)



Ísis
Abra-te portão da mãe cósmica, Ísis!
Ísis é o seu espírito mais poderoso, porém o mais teimoso, por isso ele tem certo receio em invoca-la. Ela é mulher com um senso altíssimo de responsabilidade e maternidade. Ela é muito amorosa e sincera, incapaz de guardar rancor e ou fazer maldades. Ela trata Atari como um filho, sempre perguntando a ele se ele anda bebendo demais e brigando com ele por ser tão mal humorado. Como uma mãe, ela fica furiosa se ver alguém fazendo alguma maldade com Atari, e isso é uma das poucas coisas que invoca o seu poder máximo. Costuma tratar os amigos dele da mesma forma, então essa última opção também vale para eles. Além de ser extremamente rápida ao voar, ela é excepcional em combate corpo a corpo. As magias que usa são para aumentar a sua resistência e força, mas no geral ela luta com o próprio corpo. Seu jogo de pés é impecável, seus reflexos são infalíveis e sua força é arrebatadora. O meio círculo atrás dela na imagem surge quando ela aumenta sua força ao máximo. É um estado que dura de cinco a sete minutos, no qual ela tem a capacidade de ler o padrão de movimentos do inimigo (isso leva no mínimo dois minutos) e ao atacar praticamente prever o que ele fará a seguir. Quando esse tempo limite se excede, seu portão se fecha de imediato e ela precisa de alguns dias para se recuperar.

Obs: A astrologia egípcia tem como padrão seus próprios deuses, espero que entenda. :3
Obs²: Essas três chaves de ouro Atari recebeu junto com a carta da notícia do falecimento de seu pai. Ele as havia encontrado nas ruínas de uma antiga civilização, e sabendo que a mulher dele era uma maga de espíritos celestiais, enviou a Atari acreditando que ele também teria essa capacidade.




Neith
Abra-te portão da grande caçadora, Neith!
Neith é um espírito arqueiro. Ela é melhor em batalhas a longa distância, mas também é muito hábil e ágil quando precisa mirar e atirar rapidamente e de perto. Ela consegue criar os mais diversos tipos de flecha para atirar:
- Flechas explosivas, que criam explosões de diferentes magnitudes.
- Flechas de fogo, que podem queimar e fazer alastrar o fogo.
- Flechas de pura energia, que podem atravessar algumas barreiras dependendo da força destas.
- Flechas de luz, que podem iluminar um caminho escuro e ficar brilhando no ponto onde atingir durante alguns minutos.
- Um certo tipo especial de flecha cujo poder é a velocidade triplicada quando comparada à outras.
- E flechas comuns, é claro.
Nem é preciso dizer que a sua mira é perfeita e nada escapa do seu olhar. Ela sabe os melhores lugares de onde se atirar, as melhores técnicas e o melhor tipo de ataque para cada situação. É uma garota energética e simpática. Trata Atari como um grande amigo e procura manter os outros espíritos unidos sempre.



Toth
Abra-te portão da infinita sabedoria, Toth!
Toth é um espírito severo e facilmente irritável. Ele é um ser que possui conhecimento sobre todas as coisas que se podem saber no mundo. Sim, tudo que é possível se saber ele sabe. É claro que ele não simplesmente revela essas informações para qualquer um. Mesmo o seu mestre precisa lhe dar uma boa razão para que ele lhe de qualquer resposta sobre qualquer coisa. Algumas vezes, quando a informação é muito valiosa ele pede algo em troca para responder, em outras quando é algo que ele julga que não trará bom resultados ao estar em conhecimento de outras pessoas, ele simplesmente não revela. Quando se trata de algum segredo ele não revela de jeito nenhum. Pode ser uma questão de vida ou morte, se for algo sigiloso que uma única pessoa no mundo sabe e esta pessoa não quer que outros venham a saber, ele não revela. Nesse ponto, Toth é totalmente inflexível: Ele não interfere nos segredos dos humanos, por mais obscuro que esse possa ser.

Chaves de prata



Luke, o leão.
- Abra-te portão da fúria leonina!
Luke é um leão furioso e indomável. Durante muito tempo Atari simplesmente guardou a sua chave, pois não tinha nenhum poder de controle sobre ele, nem ao menos conseguiu estabelecer um contrato. Quando adquiriu a chave de Bastet, ele o invocou novamente e com mediação da mulher felina finalmente conseguiu um contrato com o Leão. Luke é fiel e obediente a ele, mas somente por causa da ligação que Atari tem com Bastet, caso contrário o faria em pedaços assim como pretende com qualquer um que seja seu inimigo. Além de ter as habilidades convencionais de um leão – velocidade e brutalidade – ele possui um ataque especial no qual o seu rugido pode atordoar até mesmo um exército se as pessoas deste tiverem a determinação muito fraca. Somente os seres mais determinados e fortes de espírito conseguem se manter de pé diante deste ataque. (tipo haki do rei de one piece ;3)



Succubus
Abra-te portão da mulher demônio, Succubus!
O seu verdadeiro nome é Mariah, mas somente os seus mestres podem conhecê-lo. Ela é uma mulher vingativa e possessiva. Assim como Bastet – com quem tem uma rivalidade terrível – ela vive provocando Atari, mas leva isso bem mais a sério e tem costume de fazer isso com todo o homem que lhe atrair. Ela luta com suas unhas e o rabo que se contrai e estica, ambos impregnados de um veneno que queima dolorosamente as feridas.



Raven
Abra-te portão do corvo, Raven!
Raven não é um espírito que tem muitas habilidades em batalha. Sua especialidade é a inteligência e estratégia. Atari a invoca sempre que precisa de um bom plano, seja este furtivo ou de ataque. Ela quieta e não diz nada a não ser que a perguntem. Nada escapa do seu olhar observador e clínico. Ela consegue juntar grandes quantidades de informação numa grande velocidade e chegar a conclusões que na maioria das vezes são impecáveis. Apesar das enormes asas que possui, ela não consegue mais voar, sendo que esse é um problema mais emocional que psicológico. Ela teme muito que um dia tenha de voar e não consiga, como antes conseguia. (eu criei uma história para ela, mas não quero tomar demais seu tempo, se você quiser é só me falar \o)



Miguel
Abra-te portão da longevidade, Miguel!
Miguel é um espírito celestial com habilidades de cura. Instantaneamente ele só tem poder para curar leves feridas ou envenenamentos, gripes, enjoos etc, mas além disso ele tem um vasto conhecimento sobre medicamentos, plantas medicinais, diagnósticos e tudo mais que se tratar de saúde. Ele sabe receitas de milhares de remédios para todo o tipo de situação, e com alguns poderes consegue agilizar processos de cura em algumas situações, mas nada que seja rápido demais. É bem quieto e assim como Raven fala pouco além do que lhe é perguntado, mas diferente dela ele sempre tem um leve sorriso no rosto, e o que o deixa mais feliz é ajudar as pessoas. Vê Atari como um irmão mais velho rebelde.



Kuro
Abra-te portão do mensageiro, Kuro!
Kuro é um mero espírito mensageiro. Ele não faz muita coisa. Consegue viajar em grandes velocidades a qualquer lugar, e ao encostar sua pata na pessoa consegue transmitir a mensagem que seu mestre quis enviar. Ele também pode enviar mensagens de volta. Kuro pode se transformar em uma versão gigante dele mesmo, mas não fica mais forte ou qualquer outra coisa, além de só conseguir manter isso por uns três minutos. É somente um mecanismo para assustar alguém que tente interceptar a sua mensagem. Ele é um gatinho manhoso e um pouco arisco. Gosta de carinho, mas somente quando está afim. Quando não está, mostra os dentes e rosna.

Habilidades de Combate:
Atari aprendeu com Ísis as melhores habilidades para combate corpo a corpo. Ele não possui muitos músculos, então ela lhe ensinou que sua maior vantagem é a agilidade e flexibilidade. Também lhe ensinou a perceber o padrão de movimentos do inimigo e esperar para atacar, apesar de ele ser meio afobado e não conseguir fazer isso direito. Ele tem uma mira muito boa também. Carrega consigo dentro do paletó um grupo de agulhas afiadas que atira no inimigo quando este menos espera.

Habilidades Convencionais:
Pode não parecer, mas Atari é extremamente organizado. Ele é quase uma dona de casa. Cozinha muito bem e a arrumação dos cômodos do seu apartamento são impecáveis. Tudo isso porque ele vivia viajando com seu pai e sua casa era uma única bolsa na qual carregava suas coisas. Isso o tornou assim.

Sonho:
Uma Fiore onde haja equilíbrio entre os dois lados que agora vivem em conflito. Inicialmente, ele acredita que esse é o primeiro passo para que a paz se instale novamente no reino. Considerando que já existem muitas guildas rebeldes, ele acha que a melhor forma de lutar contra toda a opressão é estando mais próximo do governo e podendo agir de dentro para fora.

Medo:
Não ser capaz de ajudar Fiore a melhorar. Ele viveu muito tempo sem um lar, e Fiore acabou virando tudo o que ele ama e deseja proteger, pois foi o primeiro lugar que ele pode chamar de casa. Assim, deseja que possa ser um lugar seguro para todas as pessoas que ali vivem, assim como é para ele.

Par:
O seu par teria de ser uma jovem bem humorada e muuuito paciente para aturar ele e colocar algum juízo e otimismo na cabeça dessa criatura chata. Ele teria dificuldade de demonstrar afeto e ser carinhoso no inicio, mas aos poucos iria aprender como trata-la devidamente (depois de muitas broncas).

Guilda: [X] Fire Fênix

Marca da Guilda:
Branca e fica na sua nuca.

Algo mais?
Ele está sempre vestido de terno e gravata, além do seu par de luvas pretas que usa sempre. E também tem as agulhas que carrega bem protegidas em um bolso de couro no interior do seu paletó, para usar quando precisar lutar sozinho sem seus espíritos.



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...