~jArtemis

jArtemis
Time waits for no one...
Nome: Giovanna algumacoisa
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 13 de Fevereiro
Idade: 21
Cadastro:

Singuralidades - ficha


Postado


~ We are like young volcanoes ~


Nome completo:
Mavis Spark

Apelido:
May ou Faísca/Spark

Apelido de mau gosto:
Dephne (é uma personagem de desenho super patricinha que tem o cabelo igual ao dela. Como ela odeia meninas assim, chamam ela pra zoar)

Idade:
18

Cidade natal:
Nova York, EUA

Aparência:
Mavis tem o cabelo ruivo num tom alaranjado e olhos bem verdes. Os lábios são delicados, quase sempre bem rosados. Posssui 1,57m de altura e é bem magra, não tendo muitas gorduras localizadas pelo fato de estar quase sempre em movimento – treinando, caminhando, correndo, praticando esportes etc.





Photoplayer:
Mavis Williams (Paramore)

Habilidade singular:
Combustão
Com seu poder, Mavis pode criar explosões onde desejar, bastando tocar ou mirar com o olhar. Seu maior ponto fraco é a distância ou movimentação do alvo. Ela pode explodir qualquer coisa em seu campo de visão, mas quanto mais longe mais difícil será, assim como se o objeto estiver se movimentando muito rápido. Sua maior facilidade é criar explosões através do toque. Suas mãos são extremamente poderosas, quando ela está muito nervosa até mesmo podem disparar faíscas ao redor.

É novato ou veterano na academia?
Novata

Sexualidade:
Heterossexual

Personalidade:
É uma jovem bastante animada e audaciosa. Ela adora incomodar as pessoas (de forma amistosa calro), é engraçada e ri de quase tudo. Combinando com seu poder, é bem explosiva. Suas emoções são muito intensas: quando está feliz, seu sorriso é sempre presente e a risada animada e contagiosa. Agora, quando se irrita sua fúria é implacável. Isso se aplica a todos os seus sentimentos, principalmente paixão. Algo que ela não suporta é ter sua confiança em alguém traída. Para ela é um dos piores sentimentos existentes, uma das poucas coisas que pode derruba-la de verdade, uma vez que dificilmente confia em alguém.
Nunca leva desaforo para casa, embora não goste muito de brigas de mão. Sua principal arma antes de tudo são as palavras. É muito observadora, então sabe exatamente o que dizer para perturbar alguém. Às vezes, diz coisas que nem mesmo a própria pessoa percebeu o que é mais incomodo ainda. Se a atacarem ela irá revidar prontamente, sem medo e sem recuar.
Até que é paciente, mas odeia que a desrespeitem ou seus amigos. Mavis é bastante confiante e orgulhosa, porém não chega a ser arrogante. Aceita as palavras daqueles que são mais experientes, mas nem sempre as segue. Ela é do tipo que tem que ver e aprender por si mesma. É muito raro vê-la chorando, primeiro porque ela sempre esconde e segundo porque realmente não é comum.
Adora explodir coisas e isso vive a metendo em problemas. De vez em quando pode perder o controle da situação, mas ela sempre da altas risadas. Sente atração por pessoas que parecem indefesas, inseguras ou que sofreram muito e tudo mais. Ela gosta de dar apoio e mostrar pra todos o lado bom da vida: curtir muito, se aventurar, viver na adrenalina, explodir coisas (opa).

Qualidades:
Autoconfiança e bom humor.

Defeitos:
Um tanto mais orgulhosa que o comum, sua maldade quando está com raiva de alguém.

Medos/fobias:
Mavis teme o desconhecido. É fácil para ela lidar com aquilo que conhece ou pode ver, mas qualquer coisa que saia completamente do seu controle ativa o seu alarme de perigo.

Número do quarto – feminino:

(X) 13 ( ) 42 ( ) 98

Cor(es) favorita(s):
Vermelho, dourado, verde e azul.

Par? (X) Sim, a autora escolhe

História antes de chegar à academia:

Mavis era vocalista de uma banda de rock com um grupo de três amigos do colegial. Eles não eram muuuito famosos, mas estavam crescendo ao pouco e já tinham “saído da garagem”. Faziam pequenos shows e tudo mais. Eram muito unidos e não iam a lugar algum sem estarem juntos. Nessa época ela já tinha descoberto seus poderes e praticava só quando estava sozinha. Seu fascínio por explosões veio dai, porque quanto mais percebia seu potencial, mais fanática ela ficava. Não contou a ninguém, nem a seus amigos, não porque não queria assusta-los com seus poderes, mas para não saberem o quanto ela amava explodir coisas. Estava se tornando um tipo e piromaníaca e sabia que isso não era muito normal, sendo para ela pior que os poderes sobrenaturais.
Uma noite estava no meio de um show quando um maníaco com uma metralhadora simplesmente invadiu o evento e começou a atirar em pessoas aleatoriamente. Mavis já tinha visto esse tipo de acontecimento na televisão, terroristas e tudo mais. No entanto nunca imaginou que isso pudesse acontecer com ela, ou perto de onde ela estava. Ver os corpos atingindo o chão um a um foi um choque grande demais para que ela pudesse controlar seus poderes. Antes que percebesse, as coisas ao redor começaram a explodir. Ela nem mesmo tentou parar o assassino ou algo do tipo. Suas emoções afloraram e tudo explodiu do nada. O incêndio foi imenso e várias pessoas saíram feridas. Nenhum dos mortos foi culpa dela, a maioria das vítimas fatais foi trabalho do terrorista, porém seus amigos estavam entre aqueles que tiveram serias queimaduras, de forma que ela se assustou.
Isso não fez com que parasse de praticar ou adorar explodir as coisas, apenas decidiu que precisava saber mais sobre seus poderes e era essa a sua prioridade para que nada assim acontecesse de novo.

Gosta de:
Explodir coisas, adrenalina, velocidade, parques de diversão, doces de limão (sorvete, torta, bolo, biscoito etc, tudo de limão), nadar de noite.

Não gosta de:
Pessoas metidas (quem tem motivo para se achar fodão ela até respeita, agora quem é idiota mesmo ela não suporta), ficar parada tempo demais, dias chuvosos, tédio.

Matéria em que se destaca:
(x) Uso de Singularidades em Lutas


Matéria em que tem dificuldade:
(X) Camuflagem e Métodos de Proteção

Como se relaciona com:

- Amigos:

Ela é muito protetora, principalmente com aqueles que demonstram serem mais frágeis ou mais fracos. Ela não os protege de tudo, na verdade os incentiva a se tornarem mais fortes, mas jamais os deixaria na mão em uma situação injusta. Adora sair e está sempre convidando todo mundo para aprontar todas. Não gosta quando existe discórdia entre os seus amigos, tentando resolver a questão. Se não funcionar, ela irá mesmo é se afastar dos dois lados. Não tem cabeça para esse tipo de coisas, preferindo fazer isso antes que acabe dando uma surra em ambos.

- Inimigos:
Não os subestima, mas também não os teme nem um pouco. Mesmo quando são mais fortes, acredita que com seus aliados pode superar qualquer coisa.
Quando se trata de alguém com quem ela tem inimizade prefere evitar confrontos, mas como dito antes não leva desaforos para casa.

- Professores:
Os respeita pelo fato de serem mais experientes e terem mais conhecimentos, só não gosta de ser tratada com condescendência. Na verdade, ela odeia e isso faz com que perca toda a confiança na pessoa. Não chegará a desrespeitar um superior, apenas não dará ouvidos e ficará bem atenta a qualquer falha que possa jogar contra ele de forma cuidadosa.

- Louis Patrick Handler:
Ela o acha um doce e o considera uma boa pessoa. Gosta de quem é assim como ele, a seu ver alguém “de boas”. Só acha que ele precisa talvez se soltar um pouco mais e olhar para o horizonte cheio de possibilidades e aventuras, sem se prender a medos ou qualquer coisa do tipo.

- Nicholas Emmett Dickens:
Mavis o vê como uma pessoa engraçada pelo fato de ser meio correto demais. Ela é bastante desleixada, embora consiga se encontrar na própria bagunça, então quando vê alguém como ele não consegue entender. Tem vontade de o incomodar as vezes, mas pode não ser uma atitude prudente, então ela só fica rindo imaginando


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...