~JaxTom

JaxTom
Khaleesi dos Larry Shippers
Nome: Carol | Khaleesi dos Larry Shippers
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 11 de Agosto
Idade: 30
Cadastro:

Relacionamento + Maturidade


Postado

Relacionamento + Maturidade

Escrevi esse texto há dois anos atrás no meu Facebook, mas ainda o considero muito atual! :D



"Pode até ser que muita gente nem concorde comigo, mas vou expôr minha opinião mesmo assim pra quem quiser ler.

Nos meus breves (?) 27 anos de vida, pude ter algumas constatações – porque eu aprendo sim com a vida, ou menos acho que estou aprendendo as lições certas.

Temos definições diferentes das mesmas coisas conforme os anos vão passando. Hoje em dia, lembro (com uma quantidade significativa de vergonha alheia – mas quem nunca né?) da Carol adolescente e penso “nossa... Quanta ingenuidade!” Talvez quando eu tiver 60 anos, eu pense a mesma coisa da Carol de 27, mas acho que vamos ter que esperar eu chegar lá pra isso.

Conforme a gente amadurece, nosso conceito de “relacionamento” muda significativamente – geralmente muda pro contrário do que você achava antes. Quando se tem 16 anos o amor vence barreiras e é a coisa mais importante quando se tem um relacionamento e, olha só! Não é!

Digo que o amor faz parte sim e sem ele não se pode relacionar, porém, SÓ com ele, também não se pode relacionar. Afinal de contas, o que é “ser casal”?

Ser casal pra mim é parceria, companheirismo, alguém que esteja “na mesma página”, que quer as mesmas coisas que você; ou que ao menos busque o mesmo tipo de caminho. Esse negócio de “não importa nada, o que importa é que a gente se ama” é a maior mentira hollywoodiana que eu já tive notícia!! Eu fiquei impressionada quando a ficha caiu de que isso é uma besteira enorme! Você não quer só uma pessoa que te ame, você quer uma pessoa que trabalha, que é independente, que não “mora com o pai e a mãe”, uma pessoa que tenha sua própria vida, que quer alguém pra somar... Sim, podem me criticar se quiserem, achar que isso é ser fútil, mas não é não. Mulher nenhuma que se preza, que tem seu trabalho, sua faculdade e sua vida própria vai querer namorar “pé rapado” em nome do amor! Ah, falem sério!

Homem nenhum vai querer ser babá de bonequinha Barbie que só pensa em ser bancada – pelo menos não um homem com o mínimo de autoestima e amor próprio. Está na hora de acabar com essa “cultura” de que homem tem que sustentar mulher. Casal SE AJUDA e CRESCE JUNTO! E sim, PAGA CONTA JUNTO. Gentileza não tem nada a ver com isso. Acho sim que homem tem que levar a mulher pra jantar de vez em quando e pagar conta... Da mesma forma que a mulher sem nenhum problema TAMBÉM pode fazer isso. Sabe que o cara tá querendo demais aquela camisa, vai lá e compra pra ele! Esse negócio de que o dinheiro tem que vir só do bolso dele é coisa de mulher PREGUIÇOSA.
Aprendi muitas coisas observando os outros sim, mas também tirei minhas próprias conclusões. Num relacionamento nada – nada mesmo – é pior do que não conseguir conversar. Não ter assunto, não ter opinião, não trocar ideia, não somar conhecimento, não dividir sua visão de mundo porque simplesmente sequer tem uma. Namorar uma pessoa inteligente é mais importante do que se preocupar se ela é bonita ou não, vai por mim – lição velha, mas tô repetindo porque acho que tem gente que insiste no erro e ainda não aprendeu.

Rostinho bonito e corpão podem ser ótimos motivos para atrair e conquistar. Mas não vão ser suficiente pra fazer a pessoa ficar. Lição bem antiga também.

Hoje em dia tenho uma opinião sobre relacionamento bem diferente da que tinha há bem poucos anos atrás. Eu sempre achei que se importar com a ambição do cara era ser uma pessoa interesseira e superficial. Então me dei conta de que quem pensa assim é porque está distorcendo a ideia. Eu quero ESTABILIDADE – não só emocional e intelectual, mas material sim! Afinal de contas, sou mulher, quero ser mãe e quero um pai que possa prover para esse filho.

Então, meninas e meninos, não tenham medo de assumir que vocês também querem uma pessoa independente, madura e com um bom emprego – não tem nada de “interesseiro” nisso, é apenas a realidade da vida. Ninguém quer passar dificuldades. Da mesma forma que você também precisa batalhar pra dar motivos não só emocionais para alguém querer ficar com você. Futuro se constrói junto, e quando digo junto, é JUNTO; não é ninguém bancando ninguém.

Não tenha medo de dizer que você se importa SIM com a conta bancária dele/a; se você quer futuro com a pessoa, ela é importante SIM. Não precisa ter muitos zeros, apenas o suficiente pra você saber que a pessoa tem segurança financeira, maturidade e independência.

E isso sem amor, não vai funcionar por si só, mas o amor também não é infalível. Alie as duas coisas e você vai ver que descobriu o segredo para um daqueles relacionamentos em que você nunca pensou que poderia ter."


Escutando: One Direction, Roc Me

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...