~Videsa

Videsa
I'm a motherfucker unicorn
Nome: Ρυrρυriทα ♔ / srτα.αทτσทis ❥ / мαrsυρiαℓ ∞ / sυiทσ ❄
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

New Wonders - Interativa


Postado



ᗩᘉÐᖇôᗰᕮÐᗩ ᒪƗᘉᘉᗩ ǤƗᒪᗰᕮᒪᙖᕮᖇƬ



♭ ♪ ♯ ♬τic-ταc-τσє♪ ♫ ♩ ♫
ʕ•ٹ•ʔⓟⓤⓓⓘⓜʕ•ٹ•ʔ








➜ Nome Completo:


Andrômeda Linna Gilmelbert

[ Andrômeda ou Andrómeda, na mitologia grega, foi uma princesa da Etiópia, oferecida como sacrifício a um monstro marinho. Foi salva por Perseu, que a tomou como esposa. ]



➜ Idade:


Dezoito anos e quatro meses / Aniversário: 29/11 — Sagitariana ♐


➜ Aparência:


[ Chloe Nørgaard ]























Andrômeda é uma pessoa de feições naturais, retirando o seu cabelo multicolorido.
Seus fios são um pouco ressecados, por conta das diversas vezes que a jovem muda a coloração de seu cabelo, contudo, ainda possuem beleza. Suas raízes são um tom rosa choque e a extensão dele até as pontas é um degradê de azul aqua e vai passando por um verde claro e para numa cor verde florescente. Deles sai um cheiro constante de pudim — talvez causado pelo seu vício pela sobremesa — e raramente desbotam completamente. Batem em cima de seus seios, tendo algumas pontas duplas, mas, isso não é algo que preocupe a adolescente.
Sua pele é clara, não tão clara como a de sua princesa preferida, a Branca de Neve, mas, ainda assim é considerada bem branca. Tem uma pequena marca de nascença no seu dedo mindinho esquerdo em forma da Oceania. 
As suas íris assumem um belo tom verde coral e suas orbes tem um brilho brincalhão e sonhador. Podem ser um pouco perturbadores, porque Andrômeda não é acostumada a piscar muito, mas, ninguém comenta.
Seus lábios são bem finos e tem uma coloração rosa bebê, tal fato causado pelo seu constante gloss labial. Escondem um conjunto de dentes com o esmalte branquinho e formando um sorriso encantador com o sorriso. 
As unhas nunca estão com um tamanho bom, pois a mesma está sempre as roendo, quase chegando na parte carnal do dedo.
Mede 1, 68 metros e sempre está com o peso variando entre 56 e 58 quilos.



➜ Personalidade:


" Por que um corvo se parece com uma escrivaninha? ". Essa é a primeira pergunta que a americana faz para qualquer pessoa que a mesma conhece — após ler o livro, ficou intrigada com a pergunta. Andrômeda é uma garota com seu cérebro sempre virado para o polo positivo, tentando ver o melhor em tudo; está sempre rindo ou sorrindo das coisas, estas sendo as coisinhas mais mínimas.
É bastante dedicada e leal. Quando as pessoas lhe designam para alguma tarefa, a mesma procura fazer o seu máximo para realizá-la. Adora agradar às pessoas ao seu redor, se você estiver para baixo, ela fará o máximo para que um sorriso seja desenhado em seus lábios. Seca suas lágrimas, com ajuda de um paninho quadriculado que sempre carrega consigo, e lhe anima com uma bela fatia de pudim.   
Ama estar rodeada de amigos, rindo de piadas sem graça e contando-as também. É sempre aquela pessoa que está sempre rindo de tudo, gozando tudo e tendo tiradas fenomenais. 
Entusiasmada com a maioria das coisas, sente animação por tudo. Seus amigos dizem que a mesma se assemelha a um cabritinho montes — falando que ela sofre de: cabritismo monteismo. Quando animada, pula como uma mola e fica atiçando a vida de todos ao seu redor.
É educada, sempre usando as palavrinhas mágicas, por-favor, obrigada e de nada. 
Tem muitas qualidades, mas, tem a falta de uma que é muitíssimo importante: a calma. Calma é algo que a garota não conhece, nem se lhe desse um tapa na cara. Está constantemente roendo suas unhas das mãos, um jeito de se acalmar, talvez. 
É um "pouco" impulsiva, fazendo tudo o quê lhe vem na cabeça — como no dia em que descobriu como fazer estrelinha aos cinco anos de idade; nem pensou duas vezes em tentar a artimanha dentro de seu quarto. 
É um poço de ideias. Sempre está com uma nova geringonça em suas mãos, algo que segundo ela, vai revolucionar o mundo — tudo com o prefixo -mor, exemplo: descasca tudomor. 
Seu quarto é uma completa bagunça, com tudo espalhado, esse fato pode até torná-la uma destrambelhada. Constantemente esta tropeçando em alguma pecinha, parafuso, fones-de-ouvido, etc. 
Seu maior amor, além de criar, é a música. Adora ouvir músicas de diferentes lugares do mundo, sua cantora preferida é uma francesa: Yelle. 
Pode parecer uma pessoa infantil, mas, sua mente rosa, vê malícia em quase tudo em sua frente — ela sendo aquela amiga que ajuda as pessoas a tomarem coragem para se declarar aos outros.
Alguns a consideravam uma cdf e estranha, já que tinha as melhores notas da escolas e sempre estava com a cara enfiada em uma maquininha nova. 
" Sei eu sei que sou estranha? Sei, mas, você chamaria um peixe de estranho só porque ele não consegue escalar uma árvore? “



➜ Sexualidade:
 

Heterossexual


➜ História:


Já ouviu um velho provérbio (???) que diz: As pessoas mais sorridentes são as que mais sofrem? Esse caso se aplica também a Andrômeda. Sendo a mais animada de qualquer lugar que a menina vá, a adolescente tem uma história um pouco tristonha.
Nascera na periferia da perigosa cidade de Detroid. Nunca teve muita renda para sua escola, já que sua família direcionava todo o seu dinheiro ao irmão de seu pai: Lino — este tendo uma doença que o deixa em estado vegetativo. Seu irmão também encontrava-se longe. Após ser posto num manicômio, por ser considerado um maluco completo, alegando ter sido vitima de abdução de seres extraterrestres, Andrômeda ficou desamparada em sua casa. Seus pais estavam sempre brigando por alguma coisa corriqueira da semana: desde a marca de ração do cachorro até quem iria pegar o jornal na porta da frente. Seu único refugio era na musica e nos cálculos.
Não possuía condições, nem oportunidade, para ter um ensino superior, contudo, após inventar um aparelho de movimento contínuo — bastante apreciado por olhares atentos no governo.



➜ Como o personagem se destacava no colégio?


Destacava-se em química, física e história — sua matéria predileta. Possuí um raciocínio realmente rápido, mas, não se orgulha muito disso; boa com engenhocas e novas ideias.


➜ Habilidades mentais de seu personagem:[color]

Fazer uma conta imensa apenas com a cabeça ( #estilomatilda ); consegue ler duas paginas de um livro em meio minuto e vinte milésimos — ela cronometrou com seu despertador velho.


➜ Sanidade mental:


“ ∂igαмσs qυє τємσs υмα ρisτα ∂є cєм мєτrσs. ทєssα ρisτα єxisτєм cαvαℓσs cσrrєท∂σ. cα∂α υм ทυмα ∂isτâทciα ∂є ∂єʑ мєτrσs ∂є cα∂α υм. sєυ cαvαℓσ ρσ∂є єsταr ทα ∂isτâทciα ∂є ทσvєทτα, αℓgσ qυє sєriα мυiτσ вσм ทєssє qυєsiτσ; sigทiƒicα qυє sυα sαทi∂α∂є єsτá iทταcτα. ทσ мєυ cαsσ, мєυ cαvαℓiทнσ мυℓτicσℓσri∂σ, єsταriα ทα мαrcα ʑєrσ. issσ rєsρσท∂є α sυα ρєrgυทτα? ”


➜ Qual era a matéria de exatas que seu personagem mais gostava?


Álgebra, com toda certeza. Não curte muito os desenhos de triângulos, na verdade, não entende muito bem.


➜ Em que gostaria de se formar?


Principalmente pensava em se formar em medicina, para poder cuidar de seu tio, mas, depois de um tempo, decidiu que seria melhor se tornar uma astrônoma.


➜ Foi levado para o laboratório por livre e espontânea vontade ou a força?


Foi por livre e espontânea vontade. Assim que ouviu que poderia conhecer um laboratório super high tec, cheio de geringonças e botões, animou-se no ato.


➜ Tem esperança e fé de que você pode salvar uma nação?


Talvez sim, talvez não. Depende. Se lhe derem pudim, fará o máximo possível.


➜ Quer par?


Sim, poderia escolher, por favor?


➜ Aceita Hot?


Não.


➜ Favoritou?


Sim.


↪ Algo mais?


— Sua comida/ sobremesa/ lanchinho preferencial é pudim. Ama tudo que tem a ver com pudim, tanto que tem um cordão que nunca tira de um pequeno pudim negro.



— Seu passatempo predileto, tirando comer pudim, é jogar jogo da velha, ou seja, “ Tic-tac-toe ”.

— Sempre está usando um suéter, que a mesma tricota nos tempos livres.



— Seu animal favorito são as girafas.

— Gosta de fazer mixagens com músicas antigas — usando uma mesa de edição que a mesma fez com algumas coisas velhas que tinha na garagem.






Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...