~BlueLollipop

BlueLollipop
EX: Juhft / Mephixto
Nome: 青のロリポップ
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 4 de Abril
Idade: 14
Cadastro:

Ilusion - Ficha.


Postado

Ilusion - Ficha.

►Nome completo : Mia Amira.


►Apelidos : Mi.


►Aparência e descrição : Mia possui cabelos castanhos, de uma coloração mediana, nem muito claro e nem escuro, eles são lisos e brilhantes, seus fios são longos, chegando até o seu joelho, são levemente desarrumados, ela possui uma franjinha que fica mais comprida no começo do nariz (centro da testa), sua sobrancelha é fina (mas não exageradamente, seus olhos tem uma tonalidade castanho-avermelhado, são brilhantes e envolventes, eles são grandes, seus cílios são grossos e não são tão compridos.
Sua pele é bem clarinha, um pouco avermelhada nas bochechas, seu nariz é levemente arrebitado e fino, sua boca tem um tom avermelhado, bem natural.
Sua pele é bem clarinha, um pouco avermelhada nas bochechas, seu nariz é levemente arrebitado e fino, sua boca tem um tom avermelhado, bem natural. Seu rosto é fino e bem "descrito". Seu peso é de apenas 56 quilos e sua altura é de 1.62, sendo assim uma jovem magra, percebe-se pela falta de barriga e pelos ossos que aparecem na região acima dos seios.
O tamanho de seu corpo (seios, bumbum) é médio, sendo assim, nada de exagero e nem falta, suas coxas são torneadas e um pouco maior que as outras partes de seu corpo (claro, sem nenhum exagero), a cintura da jovem é fina e seu quadril não é tão largo. Suas unhas são de tamanho médio e geralmente estão pintados de tons escuros, seus dedos são um pouco longos, ótimos para tocar piano.







►Nome da personagem que pegou a aparência: Yuuki Kuran - Vampire Knight.


►Personalidade: É uma jovem que possui muita auto-confiança, sedutora e brincalhona, ela é muito gentil e carinhosa, ela se preocupa profundamente com os amigos que ela possui, não são muitos, mas são fieis, ela é amigável e trata as pessoas de uma forma feliz, conversando e brincado com eles, claro sempre fazendo alguma de suas "brincadeiras " , aquelas que geralmente os amigos fazem, a chamada popularmente "zoeira", ela gosta de ver o "circo pegar fogo", nunca perde uma boa oportunidade de ver esse tipo de coisa, o lema dela é "Mesmo que você esteja sozinho, se você poder sorrir, então não importa se o resto do mundo é seu inimigo".
Ela é astuta, analisa tudo nas pessoas e nas coisas, ela é empreendedora, essencialmente, o que significa que ela não é o tipo de ficar parado e não fazer nada, é fiel aos amigos, os ajuda no que for preciso, ela desfruta muito bem das suas amizades, ela é responsável nos momentos sérios, quando alguém á deixa irritada, sai debaixo, a garota fica completamente agressiva, ela tem os seus momentos de explosão, assim como qualquer um, que pode simplesmente ocorrer devido á ela guardar as coisas muito para si. Ela geralmente demora muito para pegar confiança nas pessoas, sempre fica com um pé atrás com as pessoas que ela não conhece bem, mas se você se aproximar dela, ela pode se abrir com você e isso é um ponto de confiança que ela lhe deu., por isso não o disperdi-se.
Realmente, ela não é nada otimista, pois na opinião dela, uma pessoa otimista sempre se machuca, pois nunca vê o lado ruim daquilo e na grande "merda" que pode acontecer se você não analisar a situação, então para ela isso é uma fraqueza das pessoas. Ela não liga em ficar sozinha, mas odeia quando as pessoas á ignoram, mas ela deixa quieto, pois pensa que um dia aquelas pessoas que á ignoraram irão precisar da ajuda dela, e quando pedirem, simples, ela também irá ignorá-los, mesmo se a pessoa rasteje e pessa á ela de joelhos, ela irá ignorá-los por completo. É muito vingativa, se você fez algo á ela, terá que pagar na mesma moeda, ou até pior. Ela é um pouco rebelde, apesar de não parecer, ela faz tudo do jeito dela e não liga para opinião dos outros.



►Família:

•Akira Amira --- Irmão mais velho: É um garoto extrovertido, animado e divertido, ajuda os amigos e os mais próximos em tudo oque precisam, ás vezes pode ser infantil, mas isso não significa que ele não é responsável quando necessário, é extremamente protetor com os mais próximos, principalmente com a irmã. É popular com as meninas e sempre é encurralado por "fãs".

(ele geralmente só usa os óculos para ler ou algo do tipo)


•Daichi Amira -- Pai adotivo: Daichi tinha um ar frio e sério, sua voz era profunda, oque fazia com que as pessoas achassem que ele era calado e rígido, mas na verdade o homem era doce e gentil, sempre disposto a ajudar. Mia o respeitava muito, sua relação com ele era fantástica.



•Mayura Amira -- Mãe adotiva: Mayura, era uma mulher com uma aparência encantadora, todos caíam aos seus pés, mas o grande felizado foi Daichi, o casal tinha uma ótima relação. Mayura, era doce e divertida com os filhos, mas quando se tratava de seu trabalho, era extremamente rígida, quando ela deixava o trabalho, era pelos filhos, ou seja família.



•Ryan Nakashima -- Tio adotivo: Ryan era um pouco distante da sociedade, ele vivia em uma classe financeira mais baixa, por sua própria escolha, já que antes tinha muitas condições. Era um homem simples e fumante, adorava os sobrinhos e lutou por eles o quanto pode.[centro]
[centro]


►Gostos:Doces, chocolate, mar, músicas coreanas, japonesas e clássicas. Pessoas divertidas, desenhar, dormir, decorar coisas (ex: o lugar certo do objeto, sua cor, músicas, etc.), fazer amizades(apesar de ter poucas). Noite, observar as estrelas, chuva, andar na chuva, lugares agitados(talvez porque o castelo era muito parado e sempre que tinha alguma festa ficava fascinada com tanta gente). Comidas apimentadas, de ter atenção, falar sobre assuntos do interesse da mesma, escrever, histórias assustadoras, objetos cortantes e afiados, morder o lábio inferior, cerejas, cores escuras, tocar piano e violino, brisa da manhã, dias frescos e nublado.


►Desgostos:De pessoas metidas, idiotas, coisas nojentas, pessoas orgulhosas e sínicas, tempestades, raios, trovões, sol muito forte, pessoas que tentam ser fofas, injustiça, se apaixonar, infantilidade, pessoas do tipo grudentas e que falam que suas vidas não valem nada.Pessoas que se fazem de vitima e tentam ser extremamente fofas para chamar a atenção. Quando á contrariam sendo que a mesma tem completa razão e também quando não acreditam em suas palavras e ficam a provocando e irritando-a.


►Hobbies: - Tocar piano e violino.

- Desenhar.

- Cozinhar, principalmente doces.

- Aprender novas línguas (hoje em dia sabe russo, árabe, japonês, coreano e inglês).


►Manias: É muito normal você ver Mia roendo suas unhas, principalmente quando está nervosa e ansiosa. Outra mania da jovem é morder o lábio inferior, chega ao ponto da boca ficar machucada, ela também tem que comer pelo menos um doce por dia se não ela "explode" de nervosismo.


►História: Mia nasceu na arábia, é descendente de japoneses, porem nunca conheceu seus pais de sangue, ela não se lembra de muita coisa de sua infância antes do cinco anos, Mia só se lembra de uma hora estar em um lugar enorme com muitas crianças e que lá assim como ela, todas as crianças eram tratadas extremamente mal, faziam uma grande quantidade de trabalho escravo, para no final do dia mal terem oque comer e beber, o lugar apesar de ser grande era horrível, sujo e completamente acabado e por lá ela viveu apenas alguns poucos meses até um homem e uma mulher á tirarem de lá.
Com certeza qualquer criança com menos de cinco anos não saberia oque estava acontecendo e foi o mesmo com a pequenina, mas para ela, nenhum lugar era pior que o de antes e felizmente o casal que á levou eram muito bons, a menina agora tinha um pai e uma mãe e o melhor um irmão mais velho, apenas cinco anos. A família que á adotou era nobre e importante, ela nunca ligou para esses títulos, para ela não importa o sobrenome e sim como as pessoas o usam.
Os novos pais da menina viajavam muito para trabalhar em outros países, principalmente nos Estados Unidos, onde eles conseguiam mais lucro, Mia era cuidada pelos empregados mas a companhia que ela mais gostava era o "irmão" mais velho, eles tinham e até hoje tem uma conexão muito forte. Mia e Akira sempre eram vistos juntos, brincando, estudando, tudo juntos. Akira queria fazer a irmã mais nova esquecer da ausência dos pais e também o fato de ser adotada, por isso além de gostar de estar com a irmã, ele a fazia esquecer das coisas ruins que já passaram e de só estarem os dois ali naquele momento juntos.
Com o passar dos anos os irmãos foram crescendo e quando Mia tinha 12 anos e Akira 15, os pais deles, começaram a ficar muito rigorosos, na questão de estudos principalmente, já que em alguns anos a empresa seria guiada pelos dois e principalmente por Akira, então ele era oque mais sofria nos estudos. Nesse tempo, incrivelmente os pais dos jovens conseguiram um dia de folga, tudo estava as mil maravilhas, mas nem tudo é um mar de rosa, de alguma maneira a casa foi invadida, por assassinos de aluguel, que mataram o pai da garota, apenas talvez por uma miséria de dinheiro, a mãe dela conseguiu fugir com os filhos, ela deu a Akira um papel com um endereço escrito e falou que lá eles estariam seguros, claro que os dois não queriam deixa-la ali, mas o desespero e as lagrimas em seus olhos não deixou escolhas para eles, a mãe deles ficou para distrair os assassinos enquanto os dois fugiam, com certeza ela não sobreviveu, aqueles assassinos estavam ali para matar e ganhar o seu misero dinheiro e nada mais.
Akira naquela noite puxava a irmã e ficava atento á cada movimento suspeito de alguém ou algo por todo o trajeto, Mia estava chocada e sem saber oque fazer, lagrimas estavam escorrendo de seus olhos, mas e seu irmão? Em nenhum momento ele foi fraco... A pequena não entendia o porque, a situação tinha que ser contrária, eles eram os pais de sangue dele e ela apenas a garotinha adotada. "Porquê Aki? porquê está sendo assim?" Era oque ela pensava, a resposta era simples, Akira agora não tinha mais ninguém a não ser a irmã e ele se sentia com a obrigação de protege-la e naquele momento a melhor coisa era leva-la para um lugar seguro e não de perder á cabeça, chorar e na pior das hipóteses perder a irmã, ele sabia os assassinos ainda podiam estar á procura deles, finalmente depois de correrem durante algumas horas e com um pouco de dificuldade, já que Akira tinha asma e o tempo estava muito seco e com toda a correria ficava difícil, eles chegaram ao lugar passado pela mãe, agora falecida.
O lugar era nem mais nem menos que do tio de Akira e também de Mia, finalmente quando eles passaram pela porta de entrada da casa do parente "que recepcionou os sobrinhos muito bem) eles puderam manter a respiração, tudo foi explicado ao tio rapidamente e ele claro não ficou parado, contratou os melhores detetives do mundo para investigar quem eram os assassinos daquela noite e depois de um tempo, finalmente os homens tiveram sua punição, mas até hoje o grande mandante ainda não foi achado.
Akira e Mia só tinham á si e ao tio, que foi quem cuidou dos negócios da família, mas ele não tinha muita experiencia com isso e os negócios foram caindo principalmente nesses tempos de destruição, os três ficaram em uma situação muito ruim, pois só o trabalho do tio não era suficiente para cobrir as despesas. Assim que Akira completou seus 21 anos, ele assumiu os negócios, que não estavam nem um pouco bem, dividas e mais dividas, ele sabia que se continua-se assim ele e a irmã acabariam na rua. Mas eis que surge um homem, que de alguma maneira sabia dos negócios daquela família e prestou ajuda, mas em troca queria Mia.



►Par : Ayato Sakamaki.



►Relação com os outros vampiros:

--- Reiji: Ela simplesmente não gosta dele, pelo fato de ele ser muito correto, ela não entende isso. Às vezes ela até desafia ele. Acha o seu escasso humor uma chatice. E não entende os motivos dele ser tão rigoroso.


--- Kanato: : Na primeira vez que ela o vir com o Teddy nos braços, simplesmente vai dizer que ele é um garoto infantil, que com essa idade ele não deveria ficar carregando e muito menos tratando o urso como se fosse uma pessoa de carne e osso, por esse caso ela não vai gostar muito dele. Mas com o tempo vai acha-lo até fofo, mas sempre fica com receio dele entrar em modo psicopata.


--- Laito: Ela não gosta muito do jeito pervertido do ruivo, por isso o máximo de contato que ela vai ter com ele será um dialogo de "respeito", da parte dela é claro.


--- Subaru: Eles mal se falam, a "conversa" só acontece quando ele fica nervoso e ela "explode", então os dois começam á ter uma séria discussão. Mia acaba percebendo que ele é meio solitário e acaba ficando um pouco triste pelo albino, já que a morena não gosta de ver ninguém sozinho.

--- Shuu: É um pouco mais difícil ter contato com o loiro, mas um vez que ela descobre que ele sabe tocar violino e piano, eles passam á se encontrar por acaso na sala de música, mas apenas algumas poucas palavras são trocadas.


--- Kino: Ela não tem muita interação com Kino, sabe que ele pensa que pode mandar nas pessoas. Acha isso ridículo.


--- Yuma: Já que os dois tem uma personalidade forte, há várias discussões. Mia nunca fica intimidada com á altura e a força de Yuma, pois ela até rouba cubos de açúcar dele.

--- Azusa: Mia fica sempre muito entediada ao falar com Azusa, já que a maneira de falar do garoto é muito lenta, mas para ela, Azusa é o mais respeitável de todos os meninos, pois Azusa não costuma tratar as meninas tão mal quanto os outros fazem.


--- Ruki: A morena nunca se sentiu intimidada pelo olhar, sorriso ou pelas palavras do moreno, pelo contrário ela responde á altura, sem se preocupar com oque pode acontecer. Principalmente quando ele trata as pessoas como seres insignificantes.


--- Kou: Mia nunca foi com a cara dele, porque sempre achou que por trás daquela maneira amigável dele tinha algo. Nunca caiu em seus truques.


►Relação com as garotas : A morena foi sempre gentil com as meninas, tratava todas muito bem e sempre feliz e divertida, sempre que precisavam de ajuda, ela estava ali. Mia gosta muito da companhia delas, sempre se diverte(apesar de tudo) e pensa estar segura com elas, é extremamente carinhosa com todas. Ela também recebe alguma ajuda. Sempre que precisa, Mia dá um puxão de orelha nas irmãs e claro, a mesma também leva alguns. Mas, no começo ela não tinha muita confiança nelas, por nunca te-la conhecido.


►Algo a mais ?


- • Ela já gostou do irmão.

- • Ela não gosta de se apaixonar, pois acha que vai se dar muito mal.


(caso precise)►Relação com o par: Ayato e Mia tem vários pontos em comum, por isso não se dão tão bem. Ambos são travessos, amando fazer brincadeiras com todos da casa, claro que Ayato sempre passa dos limites e Mia fica irritada, pois não gosta que suas brincadeiras machuquem alguém. É difícil Mia ser intimidada ou intimidada por Ayato, mas quando isso ocorre ele começa a ser achar o tal e a se gabar, coisa que é normal para ele e que irrita extremamente Mia, pois se tem algo que a morena não gosta é pessoas metidas.
Quando a jovem descobre os gostos do ruivo por instrumentos de tortura, fica com receio de ficar próxima á ele pensando no que pode acontecer se um dia ele tentar algo com ela e acha estranho ele gostar de dormir em um Iron Maiden, mas por fim acaba aceitando os gostos do ruivo. Mia sabe que Ayato odeia que roubem á comida dele, principalmente seus takoyakis, então para provocá-lo ela faz isso, o deixando irritado e no fim sobra pra ela. Mia gosta de como Ayato é energético e acha que ele seria ainda mais apreciado pelas garotas se fosse mais generoso, menos mandão e metido.
Mia entra em estado de choque quando descobre oque Ayato, Laito e Kanato fizeram com a mãe, no começo ela não entende o porquê, ficou com medo de Ayato também, mas depois de serem explicados os motivos, mesmo achando que eles foram longe demais, ela passa a ficar ainda mais próxima de Ayato. (caso precise)


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...