~FireboltViolet4 - Clan Dragon

FireboltViolet4
Aayrine I Scalie
Nome: Bianca Bispo I Marida e mãe I Animatronica I Romioner I Sra. Dreemurr I Esposa do Spring
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 7 de Fevereiro
Idade: 22
Cadastro:

POR QUE UNDERTALE É UM JOGO INOVADOR


Postado

POR QUE UNDERTALE É UM JOGO INOVADOR

Bem, vou deixar aqui os cinco principais motivos pelo qual vejo Undertale como um jogo realmente inovador na história dos games.


1 – EXISTE O FAMOSO “OLHO POR OLHO, DENTE POR DENTE”?

Bem, isso depende do que você fará durante sua viagem pela história. Todos os monstros em seu caminho, sem exceção, irão lutar com você, sejam eles dóceis ou dispostos realmente a te matar. E, caso você seja iniciante, os mais violentos provavelmente irão te matar algumas vezes. A questão é: a história lhe dá a opção de poupar tal monstro, o que nos faz pensar um pouco. Afinal, é certo sempre devolver na mesma moeda? Undertale nos ensina uma lição valiosa: violência não necessariamente deve ser retribuída com mais violência. Como percebemos no menu AÇÃO, uma conversa, um sorriso, ou até mesmo ignorar o outro afeta bem mais o inimigo do que um ataque direto. Um conceitinho que até a Bíblia já nos ensina há um tempão: sempre retribuir o mal com o bem, até onde for possível.




2 – MATAR NÃO É PRAZEROSO – A NÃO SER QUE O JOGADOR GOSTE DISSO

Ao contrário de outros RPGs, toda vez que você mata alguém, mal tem tempo de comemorar. Exceto se o player for um tanto insensível, não há com se comover com os assassinatos a sangue frio que comete durante o jogo. Desde a risada fraca de Toriel, á ode emocionante de Undyne durante sua morte, até a frase aflitiva de Sans, é quase angustiante ver os personagens morrerem um a um, apenas para completarmos a rota genocida. Lembrar das amizades que Frisk fez nas outras rotas só aumenta a vontade de chorar... e então, entra outro questionamento interessante sobre a morte dos inimigos...




3 – QUANTO DE EGOTISMO VOCÊ TEM, AFINAL?

Cada monstro que você mata aumenta seu EXP, ou quantidade de HP, assim como sua quantidade de ouro e força em batalha. Mas aí está o teste: a que nível chega a ganância do jogador para simplesmente matar monstros, inocentes ou não, apenas para conseguir vantagens? A proposta de aumentar seu ouro e longevidade é tentadora... mas realmente vale todas as vidas que custa?




4 – POUPAR – UMA AÇÃO INOVADORA

Bem, como citei antes, temos essa bendita opção de poupar nossos oponentes. Mas pensar no contexto em que ela se encaixa é muito curioso. Afinal, após um inimigo quase te matar, o jogador pode poupá-lo – e lá entra outra vez a questão do olho por olho. Mas não apenas isso; você não poupa os monstros só nos duelos. Também poupa Undyne, por exemplo, quando chega a Hotland. E poupa todos,por assim dize, quando completa a rota pacífica e salva os monstros do subterrâneo. A misericórdia, na rota pacífica, praticamente surge o tempo todo.




5 – REPRESENTATIVIDADE SEXUAL

Bem, acho que os conhecedores do jogo já sabem do que estou falando e aonde vou chegar. È a primeira vez na histórias dos jogos de RPG que um casal é representado de modo tão sutil e adorável quando Alphys e Undyne. O modo como o romance é introduzido na trama é tão suave e cômico, que até mesmo os jogadores mais avessos ao assunto de orientação sexual acabam gostando e torcendo para as duas ficarem juntas no final. Quem tem paciência é até agraciado com uma animação em 8-bit, ao final da rota pacífica, de Undyne “nocauteando” a nossa amável cientista com um beijinho na bochecha.



Bem, esses são os motivos pelo qual acho Undertale um jogo inovador e excelente de se jogar. E vocês? O que acham de mais incrível na história e jogabilidade de Undertale? Deixem nos comentários! <3


*


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...