~Lady_Coldtown

Lady_Coldtown
O que você vê?
Nome: K. M.R.Léda
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 28 de Agosto
Idade: 17
Cadastro:

Vamos dizer um BASTA!


Postado

"Trinta.

Vinte e nove

Vinte e oito

Vinte e sete

Vinte e seis

Vinte e cinco

Vinte e quatro

Vinte e três

Vinte e dois

Vinte e um

Vinte

Dezenove

Dezoito

Dezessete

Dezesseis

Quinze

Quatorze

Treze

Doze

Onze

Dez

Nove

Oito

Sete

Seis

Cinco

Quatro

Três

Dois

Um

Nenhum.

Eu tiraria todos – um por um – de cima de você neste momento, irmã. Eu limparia seu corpo, tiraria o som dos seus ouvidos, o cheiro deste lugar, as lembranças. Se o tempo voltasse, eu os impediria de terem saído de casa. Todos eles.

Eu desligaria os celulares, os computadores, tiraria baterias dos carros, dos ônibus. Eu faria feitiço, veneno, poção, dor de barriga para todos. Trinta.

Eu te levantaria daí e te levaria pra ver o pôr do Sol no Arpoador, se o mundo girasse ao contrário… Mas o mundo não gira.

Foram Trinta.

Um ex-companheiro e vinte e nove “amigos”. Nenhum deles se compadeceu. Vinte e nove seres humanos toparam se unir a um criminoso.

Trinta.

Trinta e um agora compartilharam. Trinta e dois riram. Trinta e três justificaram. Trinta e quatro se excitaram, trinta e cinco procuram o vídeo neste momento.

Agora o número se torna uma projeção geométrica. A misoginia aparenta infinita, o ódio e o machismo aparentam grandiosos demais. A primeira reação do público masculino em geral é ver o vídeo.

No entanto, quando pensei que fôssemos só nós duas, olhei para o lado e vi três, quatro, cinco. Chegaram seis, sete, oito, trinta.

Em segundos fomos noventa, cem, mil, somos milhares por você. Aquele som, aquele cheiro… Queremos que sua memória apague, mana!

E que o mundo nos ouça: “A CULPA NUNCA É DA VÍTIMA”. Que ecoe.

Que ecoe: Daqui vocês não passam. Não passarão.

Que cada uma de nós seja porta voz do ocorrido¹. Se a grande mídia não denuncia a violência contra a mulher periférica, que nossas mãos sejam denúncia.

Na violência contra a mulher todas metemos a colher."

-Esse texto foi escrito pela Luara Colpa e publicado no site http://bhaz.com.br/2016/05/25/trintahomens/
Eu o trouxe para aqueles(as) que me seguem com o intuito de concientizar e de expressar o quão revoltada me sinto. Eu sou mulher, eu tenho sonhos e desejos, eu tenho objetivos na vida,e por ter isso começo a imaginar o que essa garota passou, uma menina de 16 anos, da minha idade, a humilhação e a crueldade... Aquilo não passou de um ato de barbárie!
Você, mulher que está lendo isto, você entende o que é ter medo de andar sozinha na rua, tem medo de ser abordada por um homem e de ser assediada por ele, ele não entende que isso é repugnante e nojento, ele pensa que é um simples elogio, mas nós sabemos que é constrangedor e humilhante.
Agora você, homem que está lendo isso, imagine sua amiga, sua irmã, sua filha, sua mãe sendo desrespeitada. Se coloque no nosso lugar, imagine passando por uma humilhação, imagine o quão horrível deve ser perder a própria integridade. Eu li num site o seguinte: Vocês homens têm medo de saírem na rua com medo de serem assaltados, nós mulheres temos medo de sair às ruas com medo de sofrermos assédio e de sermos estupradas.
Estou cansada disso, estou gritando Basta! Basta! Basta!
Basta esta cultura do machismo, Basta essa desigualdade de gêneros! Basta de abaixar a cabeça! Basta de ser humilhada, torturada, machucada! BASTA!!!
SOMOS IGUAIS, SOMOS TODOS HUMANOS, MULHERES E HOMENS DEVEM SE RESPEITAR E TER OS MESMOS DIREITOS! JÁ CHEGA!
Chega de tanta dor... Chega... Não é porque eu uso uma roupa curta na rua, não é porque eu sorrio para alguém, nada disso, nada é motivo para estupro! O único culpado do estupro é o próprio estuprador!

Vamos dizer um BASTA!
#contramachismo #contraculturadoestupro

Escutando: Na sua estante - Pitty
Assistindo: City Hunter - Melhor Dorama da minha vida
Comendo: Nissin

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...